A Doyen e o Sporting (comunicados no 1° post)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

"O Sporting ganhou um apoiante de peso no caso contra a Doyen Sports, referente à venda de Marcos Rojo para o Manchester United - em 2014 - e ao contrato de Zakaria Labyad. De acordo com fonte próxima do processo, a UEFA vai intervir e apoiar a SAD verde e branca nesta luta frente ao fundo de investimento, que já chegou ao Tribunal Federal Suíço (TFS).
A mesma fonte explica ao JN que a entidade que regula o futebol europeu irá argumentar a favor dos leões, tendo como base a livre circulação de pessoas e bens na União Europeia."

http://www.jn.pt/desporto/interior/uefa-apoia-leoes-no-caso-contra-a-doyengala-projeto-olimpico-em-forca-no-coliseu-5248151.html

A ser verdade, era ótima notícia! Esperar para ver se e bluff do JN ou não..
"O Sporting ganhou um apoiante de peso no caso contra a Doyen Sports, referente à venda de Marcos Rojo para o Manchester United - em 2014 - e ao contrato de Zakaria Labyad. De acordo com fonte próxima do processo, a UEFA vai intervir e apoiar a SAD verde e branca nesta luta frente ao fundo de investimento, que já chegou ao Tribunal Federal Suíço (TFS).
A mesma fonte explica ao JN que a entidade que regula o futebol europeu irá argumentar a favor dos leões, tendo como base a livre circulação de pessoas e bens na União Europeia."

http://www.jn.pt/desporto/interior/uefa-apoia-leoes-no-caso-contra-a-doyengala-projeto-olimpico-em-forca-no-coliseu-5248151.html

A ser verdade, era ótima notícia! Esperar para ver se e bluff do JN ou não..


Parece-me que deve ser verdade ... ontem na Sporting Tv tavam a falar nisso, não me lembro em que programa nem a que horas porque vi mesmo só de passagem, eventualmente terá sido nalgum bloco noticioso.
se uma entidade como a Uefa, não é suficiente para deixar estes chulos na m****, o mundo está mesmo entregue a bicharada, já agora props para a nova direção da uefa que os parece ter no sítio, com o platini isto era simplesmente impossível.
se uma entidade como a Uefa, não é suficiente para deixar estes chulos na m****, o mundo está mesmo entregue a bicharada, já agora props para a nova direção da uefa que os parece ter no sítio, com o platini isto era simplesmente impossível.

 :arrow:

Concordo plenamente e tenho esperança que um dia exista algo sem corrupção, se calhar vivo num Mundo à parte já nem digo nada, mas que é um bom passo lá isso é.
23-03-2013 A noite mais feliz da minha vida como Sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem haja Presidente!
Citar

Calciomercato.com


 
A Uefa para o resgate do Sporting de Lisboa no conflito contra Doyen
A Uefa para o resgate do Sporting de Lisboa no conflito contra Doyen
28/06/2016, 14:30
Pippo Russo

 
O longo caso que opõe o Sporting Clube de Portugal para Doyen Sports Investments , sobre a transferência de Marcos Rojo de branco clube, o Manchester United ocorreu no verão de 2014 e da gestão económica por Zakaria Labyad, adiciona duas novas passagens . a notícia é a imprensa Português, que na semana passada relatou dois indiscrições. Um deles era um sinal a favor da cruz de Malta, o outro tem sido positivo para o leão clube presidido por Bruno de Carvalho. A primeira notícia foi dada pelo Correio da Manhã , jornal popular, cujo modelo de ação é que os tablóides britânicos. Em 23 de junho, o jornal publicou uma indiscrição sobre o recurso que o clube apresentou no Tribunal Federal Suíço, contra o acórdão do TAS que no final de dezembro 2015 concordou com Doyen.  de acordo com este rumor, o Tribunal Federal seriam orientados para rejeitar o pedido para congelar o pagamento devido do Sporting para Doyen . O artigo acrescenta que a sentença será dada a conhecer apenas em setembro, e esta é a parte mais bizarra do que relata o Correio da Manhã: Por que o Tribunal Federal Suíço seria adiar a formalização de três meses de uma decisão que já tomadas? E acima de tudo, é realmente já foi emitida a decisão, ou melhor, no artigo são referidas orientações dos juízes, se não mesmo auspícios de uma das partes? Os mistérios imprensa portuguesa. A outra notícia é sido fornecidos pelo Jornal de Notícias em 25 de junho, e relatórios que a UEFA decidiu apoiar o Sporting CP em sua batalha legal contra Doyen no Tribunal Federal .A grande peso moveu , cuja leitura é totalmente política e marcas entre outras coisas, uma vontade da Confederação Europeia de se distanciar as últimas diretrizes da FIFA , que, com o início da Presidência, Gianni Infantino, mostrou uma atitude muito mais suave em direção TPO e TPI .

 


Quanto às razões da disputa entre CP Sporting e do fundo de Maltese, que especula sobre os direitos econômicos de jogadores , a história é conhecida . Levando mais de um pouco desconcertante, o TAS concordou com Doyen com um julgamento, cujo texto foi publicada por vazamentos de futebol .  E a leitura que os perplexidade texto aumenta. A liderança Sporting de idade (que fazia parte de Carlos Freitas , director desportivo recentemente nomeado do florentino), assinado com o Fundo conduzido por Nélio Lucas um contrato cheio de cláusulas extremamente desfavoráveis ​​, contra o qual o novo curso presidencial Bruno De Carvalho ele atacou. Mas, apesar da evidência de estas condições adversas para o Sporting na elaboração do contrato, o TAS concordou com Doyen forçando o clube a pagar leão. Para os juízes de Lausanne conta apenas o cumprimento de contratos, e não seu conteúdo ou a natureza do pessoas que tenham assinado. e além disso, não é a primeira vez que o Tribunal de Arbitragem do Esporte produz julgamentos que qualquer lógica legal e bom senso, para dizer o mínimo, surpreendente. um exemplo pode ser obtido a partir de outro que tem colocado Palermo para lápis Colina Gustavo Mascardi como aos direitos econômicos de Paulo Dybala , um assunto sobre o qual o número 1/2016 de "direito e Economia da revista Sport" publicou um artigo interessante por Luca Smacchia e Lloyd Thomas . Entre os temas que os advogados Palermo têm usado para fazer valer as razões do clube rosanero houve também uma ausência de consentimento pelo jogador no momento em que seu clube (o Instituto Cordoba) abriu caminho para a parte inferior do Mascardi seus direitos económicos. Bem, a CAS mandou dizer que esse detalhe não importa; porque, como resumiu Smacchia e Thomas, os dois lados "tinha definido a transferência dos direitos económicos, sem o consentimento do jogador em um momento em que não era necessário que eles expressá-lo, esperou ch e transferência de Dybala seria aperfeiçoado." Segue-se que para um jogador de futebol TAS é quase "propriedade inanimada" , divisível como um ativo financeiro sem eles sequer pedir consentimento. E, neste ponto eles retornam as questões-chave. Ainda podemos confiar nas decisões do CAS que predominantemente tratar esta questão específica? TAS é o órgão apropriado, em que há a fazer jurisprudência em matéria de direitos individuais? opinião pessoal: não, de forma alguma.


Neste sulco se encaixa o apoio dado pela UEFA para o Sporting na luta contra a Doyen. Um apoio que irá alavancar sobre o tema da livre circulação de pessoas e mercadorias dentro da UE , o que, obviamente, para os advogados da confederação europeia está ferido no Sporting disputa CP-Doyen. E é curioso que a Uefa trabalhar para o tópico que vinte anos atrás foi usada contra, a disputa jurídica que deu origem ao acórdão Bosman. , será interessante ver como a UEFA legal articular o seu caso em torno do princípio da livre circulação. Mas ter que arriscar um palpite, sociológica, antes que legal, pode-se dizer com certeza que um contrato como aquele com o qual a antiga liderança amarrou as mãos do Sporting é prejudicial para a livre circulação de pessoas e bens. É por artigos esportivos porque foi encontrado para transportar uma oferta (e, portanto, para gerir parte dos seus activos económicos) em um horário diferente do que o esperado e sob a pressão de Doyen. Circunstância, este último surgiu em toda a sua clareza perante o TAS. Quanto à livre circulação de pessoas, apenas o exemplo do caso Dybala diz que os acordos TPO-TPI estão em total contraste com o pleno gozo pelo jogador como um trabalhador, de seus direitos civis. Se uma pessoa se transforma em um ativo divisível, e isso acontece mesmo sem que a pessoa manifestar o seu consentimento, ele ainda pode ser considerado um "trabalhador livre", totalmente equipada com todas as suas faculdades, incluindo o de livre circulação? Acho que não. E aqui há dança em questão de liberdade e dignidade da pessoa que vai muito além do mundo do futebol. Também não se pode combater com o argumento de que estamos a falar de trabalhadores milionários, e certamente não de trabalhadores ou funcionários administrativos, direitos e cidadania perfil são as mesmas para todos, como os princípios em que se baseiam. Colocá-lo desta forma, a batalha do Sporting e Uefa contra Doyen se beneficiariam de razões sólidas.

E, neste ponto do argumento é ir para concluir, tentando entender o que a razão política que leva a Uefa para dar um passo tão dramática. Óbvia: há um desejo de enfatizar a distância clara em comparação com a recente posição tomada pela FIFA sobre o assunto, após a eleição de Gianni Infantino. Este último, por um inimigo de longa data de TPO e TPI, desde que foi eleito o presidente da Fifa mudou sua atitude. Além disso, ninguém é colocado nessa cadeira, sem os votos de África, Ásia e América do Sul. Ele foi a primeira demonstração com tinha sanção leve imposta em março passado pela FIFA para Sevilha (uma multa € 50.000) por violar o regulamento sobre a TPO . Isto foi seguido por julgamento em segunda instância dada pelo Dutch Football Association (KNVB) em Se Twente , que recurso tem visto cancelar o rebaixamento à mesa , por sua vez determinada também pelas relações com Doyen. Uma decisão inesperada, especialmente se você acha que poucos dias antes de um tribunal civil (Tribunal de Utrecht) tinha rejeitou o recurso do clube contra a Federação. Clima político Mutante nos escalões superiores de futebol? E, finalmente, notícias agora, apenas a partir do site Doyen dada , tem também vêm para remover a chamada para trabalhar no mercado de transferência que a Fifa havia imposto ao clube belga Seraing ter quebrado as regras de TPO / TPI. Também muitas pistas que levam na mesma direção, e isso é dizer muito atitude menos combativa da FIFA aos fundos. Comparado a isso, a Uefa mantém ponto: contra a economia paralela do futebol mundial batalha contínua, não ifs, ands ou buts. Infantino quem sabe.

Pippo Russo


Desculpem a tradução macarronica do google... :inde:

Ainda não há previsão de conclusão deste processo?
Ainda não há previsão de conclusão deste processo?

Supostamente seria lá para Setembro. O recurso entrou em finais de Fevereiro, inícios de Março, e previam-se 6 meses para decisão.
Ainda não há previsão de conclusão deste processo?

Supostamente seria lá para Setembro. O recurso entrou em finais de Fevereiro, inícios de Março, e previam-se 6 meses para decisão.

Ainda tenho fé que o resultado final será favorável a nós, se assim for libertámos mais 14 milhões para outras coisas... :whistle:
E o Sporting é o nosso Grande Amor!!!
Sempre que este tópico sobe nos feeds quase que tenho um ataque de ansiedade :inde:
SL