Tiago Ilori

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Não o quero "deitar abaixo" mas ele ainda não está minimamente preparado para jogar no Sporting, precisa de rodar num clube de primeira liga o mais rápido possível pois parece-me ter qualidades que podem ser trabalhadas, agora jogar no Sporting neste momento nem pensar, daqui a 2 anos talvez a história mude de figura.
Já o escrevi algures neste tópico e volto a repetir, o Ilori tem imenso potencial, muita classe com a bola nos pés, mas falta-lhe alguma agressividade. Duas épocas num campeonato muito físico como o belga a substituir o Nuno Reis só lhe faziam bem.
Mourinho worked with Malcolm Allison and I at Vitoria Setubal and I can see Malcolm’s influence on Jose. He is the best coach in the world and I can see Malcolm in 90 per cent of the things that he does. - Roger Spry

Já o escrevi algures neste tópico e volto a repetir, o Ilori tem imenso potencial, muita classe com a bola nos pés, mas falta-lhe alguma agressividade. Duas épocas num campeonato muito físico como o belga só lhe faziam bem.

 :arrow: :arrow: :arrow:

Já o escrevi algures neste tópico e volto a repetir, o Ilori tem imenso potencial, muita classe com a bola nos pés, mas falta-lhe alguma agressividade. Duas épocas num campeonato muito físico como o belga só lhe faziam bem.

 :arrow: :arrow: :arrow:
:arrow:

Para o ano troca de lugar com o Nuno Reis
Vocês e os empréstimos  :mrgreen:

Porque não uma equipa B com o Ilori, o Eric Dier e o William Carvalho (tem jogado como central no Fátima) no plantel - e o Tobias Figueiredo a poder ser chamado de vez em quando?
Ainda está verdinho...

Vai ter tempo de crescer!  :great:
Vocês e os empréstimos  :mrgreen:

Porque não uma equipa B com o Ilori, o Eric Dier e o William Carvalho (tem jogado como central no Fátima) no plantel - e o Tobias Figueiredo a poder ser chamado de vez em quando?

Completamente de acordo, equipa B seria uma vantagem enorme para esses jogadores.
Vocês e os empréstimos  :mrgreen:

Porque não uma equipa B com o Ilori, o Eric Dier e o William Carvalho (tem jogado como central no Fátima) no plantel - e o Tobias Figueiredo a poder ser chamado de vez em quando?

porque me parece que jogadores como Ilori (em que a atitude guerreira é apenas uma miragem) lhes faz muito bem sair do Sporting e ir trabalhar para clubes mais pequenos. porquê? para que aprendam a valorizar o que é jogar num clube como o nosso.
Vocês e os empréstimos  :mrgreen:

Porque não uma equipa B com o Ilori, o Eric Dier e o William Carvalho (tem jogado como central no Fátima) no plantel - e o Tobias Figueiredo a poder ser chamado de vez em quando?

porque me parece que jogadores como Ilori (em que a atitude guerreira é apenas uma miragem) lhes faz muito bem sair do Sporting e ir trabalhar para clubes mais pequenos. porquê? para que aprendam a valorizar o que é jogar num clube como o nosso.
Discordo da ideia. A 'atitude guerreira' (eu prefiro chamar-lhe de personalidade, porque assim parece que o futebol é uma guerra e um jogo baseado apenas na entrega e no aspecto físico) pode ganhar-se perfeitamente fora, sim, mas também se pode ganhar dentro de portas.

É é preciso um treinador que saiba motivar e fazer crescer um jogador, que, sentindo-se mais capaz e mais confiante, terá, á partida, muito mais probabilidades de se assumir no jogo, de não ter medo de falhar, etc.

A questão da valorização também acho algo questionável. Sejamos realistas e claros, os jogadores da formação não têm valorizado jogar no Sporting, porque o verdadeiro Sporting não tem existido.

A satisfação de jogar pelo clube, e o respeito que se tem por ele, depende muito dos resultados do mesmo, do poder da massa associativa, da garantia de condições (financeiras, emocionais, 'directivas') a esses atletas.

Não duvido que alguns jogadores chamados agora de traidores fossem imensamente felizes neste Sporting. É que falo por mim, custar-me-ia continuar a ganhar menos do que poderia ganhar, e ser treinado por um Paulo Sérgio desta vida, no meio de um clube inexistente a nível directivo e sem 'elan' nenhum (até sendo sportiguista, quanto mais não o sendo...).

Jogadores que não vejam o Sporting como pico da carreira tanto podem ser maus, como bons. É porque poderá ser sinal que têm qualidade para mais (e, de forma racional, jogar num Barcelona, num Real ou num Utd é chegar a um patamar que o Sporting não lhes poderá dar).

Haja capacidade de os valorizar, de os fazer crescer, de os fazer gostar do clube e de os saber negociar nas alturas certas, pelo preço certo.
eu acho que, para determinados jogadores, uma ou mais passagens por clubes de realidades distintas lhes faz muito bem. e quando digo isto não falo apenas da necessidade de ganhar a tal atitude guerreira, mas também o ganhar da noção que estar no Sporting é um privilégio. em todos os sentidos. todos.
 
Vocês e os empréstimos  :mrgreen:

Porque não uma equipa B com o Ilori, o Eric Dier e o William Carvalho (tem jogado como central no Fátima) no plantel - e o Tobias Figueiredo a poder ser chamado de vez em quando?

porque me parece que jogadores como Ilori (em que a atitude guerreira é apenas uma miragem) lhes faz muito bem sair do Sporting e ir trabalhar para clubes mais pequenos. porquê? para que aprendam a valorizar o que é jogar num clube como o nosso.
Discordo da ideia. A 'atitude guerreira' (eu prefiro chamar-lhe de personalidade, porque assim parece que o futebol é uma guerra e um jogo baseado apenas na entrega e no aspecto físico) (...)

Sou da mesma opinião, a "atitude guerreira" faz-me lembrar o Boavista e o seu futebol detestável ...
E será que pô-lo a viver fora do país, também não o fazia adquirir responsabilidade? Eu aposto que tanto o Nuno Reis como o Renato Neto, aprenderam imenso com a sua experiência na Bélgica. Dentro e fora do campo.
E será que pô-lo a viver fora do país, também não o fazia adquirir responsabilidade? Eu aposto que tanto o Nuno Reis como o Renato Neto, aprenderam imenso com a sua experiência na Bélgica. Dentro e fora do campo.
É um facto. Mas compensará o facto de não ser acompanhado pelo clube (na medida em que o modelo de jogo da equipa não é definido pelo mesmo, o treinador não é escolhido pelo clube, não joga necessariamente na posição em que poderá ser útil ao Sporting)?

A meu ver, dificilmente. Claro, depende de caso para caso (e há alguns actuais emprestados, que tendo contrato, e não integrando o plantel do clube, devem ser emprestados, sendo que alguns o poderiam ser ao Cercle)... mas no caso do Tiago nem me parece falta de maturidade ou responsabilidade, antes falta de confiança nas suas capacidades actuais (o que até é inteligente, porque se ele procurasse estar em evidência e assumir a defensiva... o jogo ter-lhe-ia corrido ainda pior, porque não está preparado para isso).
Parece que agora o porto e o seu modelo de formação virou exemplo.

Emprestar, emprestar, emprestar.

Assim muito rápido, CR, Nani, Figo, Xavi, Iniesta, Messi e muitos outros grandes jogadores vindos das grandes escolas não precisaram de ir para fora ganhar responsabilidade, maturidade, etc lá fora.

Para mim, o empréstimo tem uma única vantagem que pode ser melhor aproveitada com equipa B, ganhar rodagem no futebol sénior enquanto um jogador não tem condições para lutar por um lugar na equipa principal.

PS: Quanto ao Ilori, o problema principal dele é apenas um, concentração. Não é a primeira, nem será a última em que falha um lance fácil. Não sei como trabalhar isso, mas certamente que não haverá melhor sítio em Portugal para corrigir isso, do que no SCP.
Parece que agora o porto e o seu modelo de formação virou exemplo.

Emprestar, emprestar, emprestar.

Assim muito rápido, CR, Nani, Figo, Xavi, Iniesta, Messi e muitos outros grandes jogadores vindos das grandes escolas não precisaram de ir para fora ganhar responsabilidade, maturidade, etc lá fora.

Para mim, o empréstimo tem uma única vantagem que pode ser melhor aproveitada com equipa B, ganhar rodagem no futebol sénior enquanto um jogador não tem condições para lutar por um lugar na equipa principal.

PS: Quanto ao Ilori, o problema principal dele é apenas um, concentração. Não é a primeira, nem será a última em que falha um lance fácil. Não sei como trabalhar isso, mas certamente que não haverá melhor sítio em Portugal para corrigir isso, do que no SCP.

como a maior parte dos jogadores que sai da academia não tem, infelizmente, a qualidade de CR, Nani, Figo, Xavi, Iniesta ou Messi, essa teoria vale o que vale... pouco ou nada. como é óbvio, jogadores desse nível e qualidade podem e devem ter um acompanhamento especial, entrando directamente no plantel senior.

quanto à treta do "modelo de formação do porto"... diz-me igualmente pouco ou nada. não foram eles que inventaram os empréstimos. e não detêm qualquer exclusivo sobre os mesmos.

uma vez mais reforço, há jogadores que, dadas as suas características física e mentais, só têm a ganhar com uma passagem por clubes de natureza diametralmente oposta à do grande Sporting CP.

jogar na equipa principal do Sporting tem que ser um objectivo (não digo objectivo último, porque não sou cego, nem estúpido) e não uma etapa (quase) natural (pelo menos em algumas daquelas cabecinhas) na carreira dos jogadores da nossa formação.

e o problema do Ilori não é só um, são vários. falta de concentração é apenas um deles. displicência/excesso de confiança na abordagem aos lances é outro. e o maior deles nem será culpa sua, mas do clube, que o deixou chegar a esta fase da carreira com um corpo de frango, numa posição em que a estrutura física é fundamental. se isso lhe iria retirar velocidade? alguma talvez, mas seria preferível ter algum músculo, pois por muita velocidade que tenha, aquele corpinho é mel para os avançados adversários.
como a maior parte dos jogadores que sai da academia não tem, infelizmente, a qualidade de CR, Nani, Figo, Xavi, Iniesta ou Messi, essa teoria vale o que vale... pouco ou nada. como é óbvio, jogadores desse nível e qualidade podem e devem ter um acompanhamento especial, entrando directamente no plantel senior.

Pronto, posso sempre ir a outros.

E que tal Busquets, Moutinho, e muitos outros de clubes inferiores.

Não nos podemos esquecer que 99% dos futebolistas profissionais tiveram escola. Uma grande percentagem teve oportunidade de calçar nos seus clubes antes de serem transferidos já mais crescidos (clubes pequenos), não sendo prodigios do futebol como os que referi no post inicial, mas vê-se que há clubes grandes que formam e apostam nos miúdos sem necessidade de empréstimo, sendo o Barcelona o expoente máximo.

Gerard Deulofeu (17anos) não é nada no futebol e já jogou pela equipa A do barcelona (sem necessidade para tal, ao contrário de Ilori). O mesmo se passou com o puto extremo direito e mesmo Thiago Alcantara. Enquanto juniores ou na fase de transicção foram chamados à equipa A e jogaram, e enquanto não integram a 100% o plantel, vão rodando na equipa B, como o Pedro Rodriguez e a maioria deles.

Há clubes que apostam nos miúdos, e nós, hoje em dia já não o fazemos. O Rubio, Arias, Turan são melhores que os nossos miúdos? Eu acho que não, mas uma vantagem já têm - experiência no futebol profissional.


e o problema do Ilori não é só um, são vários. falta de concentração é apenas um deles. displicência/excesso de confiança na abordagem aos lances é outro. e o maior deles nem será culpa sua, mas do clube, que o deixou chegar a esta fase da carreira com um corpo de frango, numa posição em que a estrutura física é fundamental. se isso lhe iria retirar velocidade? alguma talvez, mas seria preferível ter algum músculo, pois por muita velocidade que tenha, aquele corpinho é mel para os avançados adversários.

Eu não disse que ele tinha só um. Disse qual é para mim, o Principal.

Digo o que já disse várias vezes. Acho que anda muita gente enganada quanto ao Ilori. Comparativamente a outros ex-juniores, não me sinto seguro com ele. É só pegar em Serôdio, Reis e Pedro Mendes, qualquer um deles era melhor, para mim, do que Ilori. É bom central, mas overrated.



Pronto, posso sempre ir a outros.

E que tal Busquets, Moutinho, e muitos outros de clubes inferiores.

Não nos podemos esquecer que 99% dos futebolistas profissionais tiveram escola. Uma grande percentagem teve oportunidade de calçar nos seus clubes antes de serem transferidos já mais crescidos (clubes pequenos), não sendo prodigios do futebol como os que referi no post inicial, mas vê-se que há clubes grandes que formam e apostam nos miúdos sem necessidade de empréstimo, sendo o Barcelona o expoente máximo.

Gerard Deulofeu (17anos) não é nada no futebol e já jogou pela equipa A do barcelona (sem necessidade para tal, ao contrário de Ilori). O mesmo se passou com o puto extremo direito e mesmo Thiago Alcantara. Enquanto juniores ou na fase de transicção foram chamados à equipa A e jogaram, e enquanto não integram a 100% o plantel, vão rodando na equipa B, como o Pedro Rodriguez e a maioria deles.

Há clubes que apostam nos miúdos, e nós, hoje em dia já não o fazemos. O Rubio, Arias, Turan são melhores que os nossos miúdos? Eu acho que não, mas uma vantagem já têm - experiência no futebol profissional.


 :arrow: :arrow: :arrow: :arrow:


 Acrescento: Mas quem disse que não temos Figos Nanis e Ronaldos e Messis?!
 Por acaso relembrar-se deles nos juniores? Eu lembro e não eram melhores que por exemplo o Rosado o, o Chaby, o Iuri, o Bruma, o Adrien foi considerado um dos melhores médios em sub- 17 da Europa, só par referir alguns, tinham o mesmo potencial! E nos seus 1º anos de seniores? Alternaram o bom com o menos bom, até foram assobiados ... ah! essas memorias!! Alias o melhor jogador e com mais potencial que passou por juniores foi o Dani e depois foi o que se viu, mas não se lembram!
  As vezes é uma questão de oportunidades!Se não as tiverem nunca saberemos!! Se singram? Ninguém sabe isso é futurologia!!
« Última modificação: Novembro 10, 2011, 21:07 pm por eroscp »
Vocês e os empréstimos  :mrgreen:

Porque não uma equipa B com o Ilori, o Eric Dier e o William Carvalho (tem jogado como central no Fátima) no plantel - e o Tobias Figueiredo a poder ser chamado de vez em quando?

Porque a primeira liga belga é muito mais competitiva (e tem melhores condições) do que a nossa II Divisão.
Vocês e os empréstimos  :mrgreen:

Porque não uma equipa B com o Ilori, o Eric Dier e o William Carvalho (tem jogado como central no Fátima) no plantel - e o Tobias Figueiredo a poder ser chamado de vez em quando?

Porque a primeira liga belga é muito mais competitiva (e tem melhores condições) do que a nossa II Divisão.
Competitividade? Vai lá ver os melhores jogadores lançados pelo Sporting nos últimos anos, e, de entre aqueles que rodaram, quais os que foram para 'Ligas competitivas'.

Que é que me interessa ser competitiva, só por ser? O importante é que esteja numa equipa que pratique bom futebol, seja acompanhado pelo clube e jogue com os seus companheiros de sempre. Isto para mim é que é fundamental.

Prefiro, honestamente, ver um jogador numa Equipa B do Sporting treinada por um bom treinador, num modelo de jogo de qualidade e vencedor, semelhante ao praticado na Primeira equipa, do que vê-lo numa Liga Competitiva.

Não me importa tanto contra quem joga, portanto, mas mais com quem joga, de que forma joga e que acompanhamento tem (a nivel pessoal, técnico, táctico).
E será que pô-lo a viver fora do país, também não o fazia adquirir responsabilidade? Eu aposto que tanto o Nuno Reis como o Renato Neto, aprenderam imenso com a sua experiência na Bélgica. Dentro e fora do campo.
É um facto. Mas compensará o facto de não ser acompanhado pelo clube (na medida em que o modelo de jogo da equipa não é definido pelo mesmo, o treinador não é escolhido pelo clube, não joga necessariamente na posição em que poderá ser útil ao Sporting)?

A meu ver, dificilmente. Claro, depende de caso para caso (e há alguns actuais emprestados, que tendo contrato, e não integrando o plantel do clube, devem ser emprestados, sendo que alguns o poderiam ser ao Cercle)... mas no caso do Tiago nem me parece falta de maturidade ou responsabilidade, antes falta de confiança nas suas capacidades actuais (o que até é inteligente, porque se ele procurasse estar em evidência e assumir a defensiva... o jogo ter-lhe-ia corrido ainda pior, porque não está preparado para isso).

Cada pessoa/jogador tem as suas especificidades. Tenho lido ao longo das páginas a tua visão sobre a equipa B e eu partilho-a. Mas há casos em que o jogador pode ser beneficiado com um empréstimo fora de portas. A Orangina e a 2ªB são categorias muito físicas, mas penso que para o Ilory, uma ida para o duro campeonato Belga seria um passo importante na sua formação enquanto jogador.