Fórum SCP

Génios da Táctica - Sporting CP 2011/2012

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Com a pro´vavel contratacão do Capel o plantel do Sporting fica com muitas soluções, independentemente da valia individual dos jogadores. O Domingos não vai ter qualquer razão para "amarrar" a equipa a um único esquema táctico por falta de opções.

Só do meio-campo para a frente conta agora com, pelo menos:
- um médio destruidor
- um médio que gosta de transportar bola
- um médio que gosta de fazer rolar a bola
- um médio criativo
- um médio que corre pela linha para cruzar
- um médio interior que faz bem diagonais
- um médio/atacante que faz uso da sua velocidade de ponta
- um atacante para as costas do ponta-de-lança / segundo avançado
- um atacante que joga à ponta-de-lança mais posicional
- um atacante mais explosivo e mexido na área

Dá para muita coisa, para muita combinação, e portanto será particularmente interessante ver que omelete é que o Domingos faz disto.
Com a pro´vavel contratacão do Capel o plantel do Sporting fica com muitas soluções, independentemente da valia individual dos jogadores. O Domingos não vai ter qualquer razão para "amarrar" a equipa a um único esquema táctico por falta de opções.

e dará para muita combinação dentro dum só esquema táctico, ou seja, podemos jogar com um ala mais "típico", jogador de linha e cruzamento e do lado oposto um ala "interior", jogador de diagonal e ruptura entre linhas.

isso pode causar muita confusão nas marcações adversárias.

venha de lá essa bola a sério!  :drool:
Não conheço médio nenhum que goste muito de transportar a bola no Sporting... e não me preocupo nada com isso, pelo contrário.

Pelo menos os médios-centro que temos, conheço o André Martins, que não é jogador de transporte, mas de imposição dos ritmos de jogo a um,dois,três toques, e o Schaars tambem nao me parece jogador para dribles e transporte de bola. Mas veremos.

Seja como for, e queria só deixar este ponto esclarecido, não aprecio particularmente médios-centro que retêm muito tempo a bola (nada mesmo), e transportá-la durante bastante tempo o mesmo. Se jogarem com poucos toques, de forma rápida, curta e inteligente, são excelentes (e o AM28 parece-me sê-lo).
Não conheço médio nenhum que goste muito de transportar a bola no Sporting... e não me preocupo nada com isso, pelo contrário.

Pelo menos os médios-centro que temos, conheço o André Martins, que não é jogador de transporte, mas de imposição dos ritmos de jogo a um,dois,três toques, e o Schaars tambem nao me parece jogador para dribles e transporte de bola. Mas veremos.

Seja como for, e queria só deixar este ponto esclarecido, não aprecio particularmente médios-centro que retêm muito tempo a bola (nada mesmo), e transportá-la durante bastante tempo o mesmo. Se jogarem com poucos toques, de forma rápida, curta e inteligente, são excelentes (e o AM28 parece-me sê-lo).

O André Santos é um jogador que gosta de transportar a bola, só não tem é ainda a maturidade necessária para o fazer sempre em condições. Já o Schaars é um bocado o oposto, é um médio que acelera o jogo jogando a bola em poucos toques e distribuindo-a correctamente.
Se Capel vier, e se Domingos apostar no mesmo 4-3-3 que utilizava em Braga, o nosso 11 não deverá andar longe disto:

...ou:


Capel e Izmailov nas alas, em simultâneo, só estou a ver quando fôr preciso jogar em 4-4-2, ou num 4-3-3 para defender resultados.

Já no Praga, Domingos não utilizava extremos fantasistas, mas sim um médio ala + um 2º avançado a jogar pela ala.

André Santos, Onyewu, e Izmailov no meio são outras possibilidades, assim como Yannick no lugar de Bojinov.
não deverás andar muito longe da verdade, shrek...  :great:
Se Capel vier, e se Domingos apostar no mesmo 4-3-3 que utilizava em Braga, o nosso 11 não deverá andar longe disto:

...ou:


Capel e Izmailov nas alas, em simultâneo, só estou a ver quando fôr preciso jogar em 4-4-2, ou num 4-3-3 para defender resultados.

Já no Praga, Domingos não utilizava extremos fantasistas, mas sim um médio ala + um 2º avançado a jogar pela ala.

André Santos, Onyewu, e Izmailov no meio são outras possibilidades, assim como Yannick no lugar de Bojinov.


Apostas mais no Bojinov que o Izma? Eu não, Izma será titular independentemente do sistema de jogo, sem lesões claro!
Li no jornal que o Domingos está a apostar no 4-1-3-2 e ignoras completamente esse facto. Por mim até é o sistema mais viável porque temos... Izmailov. Não perdemos poder de fogo (dois avançados é melhor que um), jogamos com um trinco para segurar o jogo, um médio criativo para distribuir e depois teremos dois alas, um mais ofensivo (capel?) e outro mais táctico que pode funcionar como um médio centro quando a equipa está a defender (Izmailov). Se o Domingos for ao encontro desse sistema de jogo aplaudo, por uma razão muito simples, não perdemos consistência (Izma apesar de ala é fenomenal tacticamente), não perdemos poder de fogo, não perdemos largura (jogamos com dois alas) e como teremos vários jogadores com características diferentes mesmo ocupando a mesma posição permite que o Sporting desdobre-se num 4-3-3, 4-4-2 losango, 4-4-2 aberto de acordo com as necessidades do jogo. Pena é termos André Santos, Rinaudo e Schaars para a mesma posição, mas fartura nunca foi problema 8)

não deverás andar muito longe da verdade, shrek...  :great:

Acho que estás enganado por o que eu disse anteriormente :great:
pelo que estou a ver, neste jogo, jogar com dois avançados tira largura e profundidade ao nosso ataque.
veremos quanto tempo aguenta Domingos com esta táctica...  :whistle:

depois, "Pena é termos André Santos, Rinaudo e Schaars para a mesma posição"... oi? Rinaudo é um "6". Schaars um box-to-box com boa capacidade de transporte de bola nas transições e André Santos... um híbrido.

provavelmente irão jogar o argentino e o holandês com um criativo mais à sua frente... mas tudo isto são suposições e muito prematuras.
pelo que estou a ver, neste jogo, jogar com dois avançados tira largura e profundidade ao nosso ataque.
veremos quanto tempo aguenta Domingos com esta táctica...  :whistle:

depois, "Pena é termos André Santos, Rinaudo e Schaars para a mesma posição"... oi? Rinaudo é um "6". Schaars um box-to-box com boa capacidade de transporte de bola nas transições e André Santos... um híbrido.

provavelmente irão jogar o argentino e o holandês com um criativo mais à sua frente... mas tudo isto são suposições e muito prematuras.

Não, não me enganei. Com o Capel? e o Izma nas alas e o Rinaudo a trinco, sobra apenas um jogador para médio centro/ofensivo. Temos Schaars, André Santos e Matías. Depende se ele pretende segurar mais o meio campo ou dar maior poder de fogo.
Parece-me que não enganei-me no sistema de jogo :great: Eu gosto!

Não estou a ver outra solução que não seja um meio campo de 3.
Se Marat não se lesionar prefiro o Carrillo para o seu lugar. O Djaló não tem simplesmente técnica para jogar a extremo.
Penso que Um esquema de 2 avançados seria interessante, mas também acho que não devemos abdicar do meio campo de 3.

Algo como isto.
Penso que estes dois esquemas são adequados para se jogar bom futebol se o Domingos trabalhar os jogadores que tem e lhes incutir rotinas, e acho que estes são dois sistemas que se adequam aos nossos jogadores. O primeiro para jogar os jogos difíceis e o segundo para ser usado em necessidade de um caudal ofensivo superior.

Não estou a ver outra solução que não seja um meio campo de 3.
Se Marat não se lesionar prefiro o Carrillo para o seu lugar. O Djaló não tem simplesmente técnica para jogar a extremo.
Penso que Um esquema de 2 avançados seria interessante, mas também acho que não devemos abdicar do meio campo de 3.

Algo como isto.
Penso que estes dois esquemas são adequados para se jogar bom futebol se o Domingos trabalhar os jogadores que tem e lhes incutir rotinas, e acho que estes são dois sistemas que se adequam aos nossos jogadores. O primeiro para jogar os jogos difíceis e o segundo para ser usado em necessidade de um caudal ofensivo superior.

Isto não é FM, onde o Sporting apostou num sistema de três centrais?
Não estás a ver outra solução que um meio campo a três? Epá... eu estou, neste preciso momento (agora está no intervalo não conta :mrgreen:)
Ai agora não se pode jogar com 3 centrais?
Ou jogamos em 4-1-3-2 com 3 médios centro e o Izmailov ou o Capel?
Ai agora não se pode jogar com 3 centrais?
Ou jogamos em 4-1-3-2 com 3 médios centro e o Izmailov ou o Capel?

4-1-3-2 são 4 médios, não três.
Ai agora não se pode jogar com 3 centrais?
Ou jogamos em 4-1-3-2 com 3 médios centro e o Izmailov ou o Capel?

4-1-3-2 são 4 médios, não três.
3 médios centro+izmailov/capel=4.
Se Capel vier, e se Domingos apostar no mesmo 4-3-3 que utilizava em Braga, o nosso 11 não deverá andar longe disto:

...ou:


Capel e Izmailov nas alas, em simultâneo, só estou a ver quando fôr preciso jogar em 4-4-2, ou num 4-3-3 para defender resultados.

Já no Praga, Domingos não utilizava extremos fantasistas, mas sim um médio ala + um 2º avançado a jogar pela ala.

André Santos, Onyewu, e Izmailov no meio são outras possibilidades, assim como Yannick no lugar de Bojinov.


Apostas mais no Bojinov que o Izma? Eu não, Izma será titular independentemente do sistema de jogo, sem lesões claro!
Li no jornal que o Domingos está a apostar no 4-1-3-2 e ignoras completamente esse facto. Por mim até é o sistema mais viável porque temos... Izmailov. Não perdemos poder de fogo (dois avançados é melhor que um), jogamos com um trinco para segurar o jogo, um médio criativo para distribuir e depois teremos dois alas, um mais ofensivo (capel?) e outro mais táctico que pode funcionar como um médio centro quando a equipa está a defender (Izmailov). Se o Domingos for ao encontro desse sistema de jogo aplaudo, por uma razão muito simples, não perdemos consistência (Izma apesar de ala é fenomenal tacticamente), não perdemos poder de fogo, não perdemos largura (jogamos com dois alas) e como teremos vários jogadores com características diferentes mesmo ocupando a mesma posição permite que o Sporting desdobre-se num 4-3-3, 4-4-2 losango, 4-4-2 aberto de acordo com as necessidades do jogo. Pena é termos André Santos, Rinaudo e Schaars para a mesma posição, mas fartura nunca foi problema 8)

não deverás andar muito longe da verdade, shrek...  :great:

Acho que estás enganado por o que eu disse anteriormente :great:
Eu o onze titular, escolhi um a meu gosto  :mrgreen: , não faço a minima de qual será, até pode ser que o Postiga seja titular  :-X
Quanto ao facto do Domingos estar a apostar em 2 avançados agora na pré-época, não quer dizer que vá ser essa a sua aposta, até porque faltam muitos jogadores no estágio...
Acredito que entre Postiga, Wolf e Rubio, apenas um jogará de início, mas em muitos jogos (principalmente em casa), até pode ser que jogue num 4-4-2. Eu prefería que jogássemos em 4-3-3, mas vamos esperar para ver...


Algo como isto.
Penso que estes dois esquemas são adequados para se jogar bom futebol se o Domingos trabalhar os jogadores que tem e lhes incutir rotinas, e acho que estes são dois sistemas que se adequam aos nossos jogadores. O primeiro para jogar os jogos difíceis e o segundo para ser usado em necessidade de um caudal ofensivo superior.

Jogar com 3 centrais não leva a um caudal ofensivo superior. Nem sequer jogar com "apenas" 3 defesas, que acho que é o que realmente querias dizer. E sim, são duas coisas diferentes.

Este sistema tem 3 grandes problemas: 1º - São 3 centrais na verdadeira acepção da palavra, Carriço ainda é o melhor com a bola nos pés, portanto eliminaria a possibilidade de "carrossel" cá atrás, procurando meter a bola nos espaços a explorar (o maior mérito de um sistema de 3 defesas). 2º - João Pereira é tão melhor quando o espaço que tem para embalar. Passar de um lateral com obrigações ofensivas para um médio ala com obrigações defensivas é anular o que tem de mais necessário: espaço à frente para explorar. 3º Izmailov... a jogar aí procura o espaço interior, o que anula a largura que um sistema de 3 defesas quer dar. Eu percebo que é um dos médios mais capazes de comprometimento táctico e faz o que lhe mandam e o necessário com grande competência, mas não o estou a ver a ir à linha cruzar ou "rodear" o lateral pela esquerda e linha de fundo. Do outro lado ainda vá lá, do mal o menos, mas na esquerda... Uma ideia tem de funcionar em movimento, não no papel e de uma forma estática.


Quanto ao 4132 que vimos hoje e aqui discutido... Cada vez o vejo mais como a verdadeira primeira opção táctica. Eu sei que jogar agora não quer dizer nada, até porque o Domingos pode querer ver como funciona a equipa com menos um no centro do meio campo, aumentando a necessidade da equipa se juntar e corrigir as lacunas de espaço, mas a aposta em jogadores como o Capel (um verdadeiro extremo) leva-me a crer que se aposta verdadeiramente neste sistema.

Está bastante mais sólido que a época passada, com bastante menos espaço entre linhas (verticais e horizontais  :lol:), e com os alas mais no meio. O grande problema era esse (está ver Sr. Paulo Sérgio) e toda a equipa se mexe mais.

Infelizmente não penso que seja o melhor para o Sporting. Acaba sempre por ser um sistema que obriga um médio a ser bem mais interior (não poderá ser o Djaló ou o Capel), para jogos mais intensos a meio campo. O único que o poderá fazer será o Izmailov. Ainda o Matías, pois neste sistema não há grande lugar para ele. Não há um Ramires para colmatar um Aimar. Não estou a dizer que não é o melhor por ser mau ou não levar a vitórias, mas sim porque não torna os nossos jovens extremos em avançados (pensando na ideia de tornar um esquema transversal a todos os escalões).

A opção por 3 avançados seria melhor (na minha ideia, claro), mas parece estar em 2ª linha. Até por já irmos com 4 avançados centro. Mas isto também obrigaria a ter um Evaldo que fosse bem melhor e um trinco diferente de Rinaudo ou André Santos (parece vir a ser essa a sua 1ª posição).
« Última modificação: Julho 18, 2011, 20:50 pm por Ravanelli »
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Na imagem abaixo coloquei apenas os jogadores que considero poderem ser uma mais-valia ao longo da época... uma espécie de lista de convocados, posicionando-os nos lugares onde vejo existirem mais hipóteses de jogar.

Cheguei à conclusão de que existem 20 jogadores com condições de serem titulares e saliento a importância deste número porque é sinónimo de finalmente termos um "banco" com competitividade, se bem que 2 deles (Evaldo e Turan) não me dão garantias.
Entendo que a melhor jogada deste defeso seria, ao contrário dos que defendem a contratação de outro avançado, o reforço dos lugares de DE e DC, prescindindo de Evaldo, Yannick Djaló e Anderson Polga. Em vez de dar a 6ª oportunidade de fazer a "melhor época de sempre" ao Yannick, preferia ver darem a 1ª a um Bruma, um Zezinho, ou outro miúdo que a mereça.



Parece-me ser este o onze titular a utilizar por Domingos. Talvez em vez do Wolfswinkel opte pelo Postiga, mas de resto não estou a ver outras alterações (talvez Rodriguez em vez de Onyewo, quem sabe). :think:
Em certos jogos, gostava que jogassemos assim: