Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Dezembro 21, 2014, 10:45

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Redacção Porta 10-A Tópico:

Domingos merece toda a nossa Paciência

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: « anterior 1 [2] 3 4 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: Domingos merece toda a nossa Paciência (Lida 9677 vezes)

Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #20 em: Junho 29, 2011, 23:49 »

HULK VERDE

   @ ZeQueira

   Ainda vou ler com mais atenção o teu artigo, para ter uma melhor ideia do mesmo e fazer a minha análise, mas desde já dou os parabéns por ele.  Bater Palmas

   @ farinha amparo

   Quanto aos 2 pontos "negativos" que apontaste:

   1) Paulo Sérgio conseguiu o feito de nem sequer 1 competição aguentar, não descansou enquanto não nos arrumou nas 3 e abandonou o barco às portas da meia-final da Taça da Liga (talvez em solidariedade com um dos clubes envolvidos, qual ainda não sei, mas sei que em relação à eliminação da UEFA quase se mostrou mais solidário com o outro Clube que não aquele em que tinha sido técnico ainda à poucas semanas). O Domingos, mesmo com esse "fantasma", tem pelo menos o mérito de ter aguentado uma das 2 competições mais importantes em que esteve envolvido até ao último jogo, onde, com o tal clube dito médio, não conseguiu vencer nenhuma. Mas em relação a PS, fez sem dúvida melhor que ele fez com o Sporting (se bem que Domingos esteve mais de uma época em Braga e talvez tenha tido uma conjuntura mais estável, e uma estrutura de apoio mais concentrada nos objectivos desportivos do clube do que "noutros objectivos").

   2) A pressão da imprensa com que Domingos lidou não foi assim tão reduzida quanto isso, quer na 1.ª época, quer na 2.ª. Uma por estar envolvido na corrida ao título, até à última jornada, com todos os casos, pressões e hypes que houve. Na outra por novamente se ter envolvido numa corrida com outros clubes de maior projecção, quer na Liga Europa, quer também no campeonato (quem não se lembra da pressão que teve nos últimos meses em Braga, relativamente à corrida ao 3.º lugar no Campeonato e à meia-final e final da Liga Europa).

   Talvez estas reflexões ajudem a reduzir a tua moderada preocupação em relação a estes 2 pontos.  Positivo!

   O meu receio relativamente a Domingos prendia-se principalmente com os "laços azuis" e por conhecer como têm sido geridas estas situações de definição de treinadores no Sporting e nos seus rivais. É um círculo fechado, de competição pelos técnicos, por propostas e planos de trabalho, por interesses de empresários, dirigentes, orçamentos, patrocinadores, promessas de carreira, de boas remunerações e prémios, etc, onde as coisas podiam ter corrido mal.

   Felizmente o Domingos honrou a sua palavra, como já foi referido aqui no Fórum, e disse não ao assédio daqueles que o queriam "desviar". O compromisso assumido com o Sporting falou mais alto e fico feliz que assim tenha sido, pois era esse, antes da confirmação de Domingos, o meu maior receio (e como se demonstrou, não era um cenário imaginário, fantasioso ou irreal, de alguém traumatizado ou amedrontado - era uma possibilidade que felizmente Domingos tratou de anular). Por tudo isso, o Domingos tem tudo para ser feliz, e para merecer a nossa paciência e apoio.

   Vou ler a crónica do ZeQueira. SL
« Última modificação: Junho 29, 2011, 23:54 por HULK VERDE » Registado


Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #21 em: Junho 30, 2011, 00:22 »

COSA NOSTRA

Concordo.

Mas o que Domingos fez no Braga foi a sua boa defesa que por exemplo notou-se na Liga Europa comparando os golos marcados com os sofridos. O Domingos estava ciente das dificuldades do Braga que não tem/tinha um plantel por aí além. Fez da equipa do Braga uma muralha defensiva com bons índices de finalização, com um poder de contra-ataque brutal. Tem um defeito. Para ele quando perde nunca é culpa da equipa e dele. É sempre de terceiros. Lembro-me também da eliminação ao elfsborg que de facto pode ter sido uma viragem no modo de ser treinador do Domingos. Poderia ter descarrilado mas não descarrilou, se 2009/2010 tinha sido histórico e de muito mérito para Domingos, 2010/2011 foi para mim ainda melhor pois aquela pressão de jogar na  Champions e Liga ao mesmo tempo foi muito exigente e aí percebemos que o Domingos tinha "cojones" de treinador!! Aguentar com uma equipe limitada na champions dar 2-0 ao Arsenal(tá bem que levou 6) e ficar em 3º num grupo difícil e ainda chegar à final da Liga Europa e ficar em 4º na Liga foi Obra.

Por isso tenho fé no Domingos, mas as exigências desta época têm que ser apenas lutar pelo título. Não podemos exigir o título logo na 1ª época em que treina porque viemos de 2 épocas desastrosas e de 4 épocas de bentómania onde o que nos safava era a incompetência do benfica e as idas à Champions contudo nunca achei suficiente para me satisfazer. Por Isso este ano é para lutar pelo título mas sem pressões ficar em 2º lugar (claro que não gosto) para depois em 2012/2013 ir atacar o título com todas as garras do leão e limar algumas arestas que eventualmente em termos de plantel apareçam.  

              
Registado
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #22 em: Junho 30, 2011, 00:32 »

HULK VERDE

   Boa análise estatística comparativa, que demonstra que as duas últimas épocas significaram um agravamento dos problemas do futebol do Sporting e da sua quebra competitiva. Os números, quer os relativos quer os absolutos, demonstram isso, uma abordagem muito inteligente e factual revela claramente os problemas, mesmo que as bases de dados estatísticas por vezes não sejam 100% exactas e fiáveis, permitem perceber tendências e dão uma ideia objectiva do que foi a produção atacante e defensiva do SCP nas últimas épocas.

   Destacando 2 pontos no capítulo do ataque onde a análise se focou, os golos de bola parada (livres, principalmente, mas também os cantos) e os golos de cabeça, os números não deixam de ser confrangedores. Resta saber se nos livres te referias apenas aos livres directos, se também aos livres indirectos. Se for aos dois tipos de livres, ainda mais confrangedora se torna a situação.

   É bom que estas fragilidades do futebol do Sporting nas últimas épocas sejam abordadas e se tente resolver lacunas e circunstâncias que promoveram essas situações e estes números. Vou fazer como o ZeQueira e, até prova em contrário, confiar e ter Paciência com Domingos, acreditando que ele vai querer ganhar e marcar uma época (pelo menos duas temporadas) no SCP.

   Parabéns pela crónica.  Bater Palmas Bater Palmas Bater Palmas Positivo!
Registado
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #23 em: Junho 30, 2011, 16:00 »

farinha amparo

HULK VERDE,

Claro que ajudaste Positivo!

Mas a minha ideia não era apontar pontos negativos, mas apenas indicar pontos onde ainda não foi avaliado.
1- Fazer melhor que Paulo Sérgio não é difícil.
Acredita que fiquei tão em baixo com a última época, sobretudo com os jogos em casa, que tenho a carta de renovação da box no local dos pendentes, porque nem sei o que fazer. Vivi horas tão más, tão más, que até tremo só com a possibilidade de elas se repetirem. Como já no velho estádio tinha bilhete de época, posso dizer que já atravessei épocas inteiras muito más, mas 10/11 foi de perder a paciência.
Eu acho que Domingos já demonstrou ter capacidade para melhorar o desempenho obtido por Paulo Sérgio. Mas o meu ponto não era esse. O que queria realçar é que há zonas do trabalho de um treinador onde Domingos vai fazer exames pela primeira vez. Jogar em muitos tabuleiros ao mesmo tempo é um deles

2- Aqui discordo de ti.
Por mais voltas que demos, o Braga não tem a pressão mediática do Sporting. Domingos fez isso tudo que dizes e foi pressionado pela imprensa, sem dúvida, mas a sua equipa foi sempre uma outsider. O seu trabalho foi sempre a correr por fora. Ser campeão era um bónus, mas ficar em 2º já era uma vitória. Chegar à final da Uefa era um prémio, mas se fosse eliminado pelos lamps a vida continuava, porque já tinham chegado a um sítio quase-impossível. Levou um cabaz do Arsenal e, se bem me lembro, o mundo não lhe caiu como quando levámos cabaz aproximado dos bávaros. Trabalhar com alguma margem de erro, em função do trabaho feito, não é o mesmo que ter sempre desde o 1º momento margem de erro igual a 0, estando sempre no fio-da-navalha.
Este ano Domingos vai ter os holofotes apontados como ainda não teve. Séries negras são fatais. Um mau resultado requer explicações verbais convincentes e resultados no próximo jogo onde esses erros não se repitam e as melhorias sejam evidentes, sob pena das dúvidas, do descrédito se instalarem irreversivelmente. E o próprio Domingos vai ter de saber lidar com estas novidades, sendo factor de correcção, rápida, e não um elemento que aumente e ainda adense as dúvidas instaladas.

Com isto não quero, de forma alguma, desmerecer o trabalho de Domingos, nem sequer lançar dúvidas quanto ao futuro, mas apenas expor 2 preocupações, porque entendo que há áreas do seu trabalho que vão estar sob avaliação pela primeira vez este ano
Registado
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #24 em: Junho 30, 2011, 23:20 »


ex-Jimmy Antunes


*

Mensagens: 2425
Idade: 23
Localidade: Braga
Masculino


Domingos é um treinador que me inspira confiança, creio que irá fazer um bom trabalho. Só espero é que não lhe peçam já o título! Isto tem de ser um projecto a dois anos, pelo menos, com este primeiro a servir de base para o próximo. Creio que podemos lutar pela Liga Europa e pelas Taças Domésticas para agora, e se possível conquistá-las!
Registado

Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #25 em: Julho 02, 2011, 23:49 »



*

Condecorações:Treinador de Bancada 2013Treinador de Bancada 2012Treinador de Bancada 2011


Mensagens: 10020
Idade: 38
Masculino


Muito bom tópico, bons pontos de análise e factos para sustentar e lançar o debate. Já tive algumas passagens pelo tópico, já li, já revi, mas sempre expectante sobre o desenrolar das contratações, pois os "artistas" também moldam (e muito) o espectáculo.

As coisas vão ficando mais claras, embora me pareça que não estão inteiramente claras. Mas partindo da informação do momento e, principalmente, do treinador e do seu historial, podemos já avançar com algumas coisas.


A herança que Domingos Paciência recebe é, de facto, das mais pesadas da história do nosso clube.

Dentro de campo, herda um clube com manifestas dificuldades em marcar golos, em sistematizar um futebol ofensivo agradável e digno da história do nosso grandioso clube e com muitas lacunas organizativas, que resulta numa quantidade anormal de golos sofridos.

Tem as suas coisas boas e más. De facto, tem muito trabalho. Por outro lado, não tem base alguma e tem tudo para ideias novas. Inclusive recebe um plantel em reestruturação (que poderá ser boa ou má, as opiniões divergem), com muita cara nova.

As heranças têm sempre duas perspectivas, pois muitas vezes se fala em herança pesada quando o sucesso anterior foi muito grande e existe alguma resistência a ideias diferentes.

Aliás, se analisarmos os últimos dois títulos nacionais, quer do Sporting, quer da galinhagem ao lado, nota-se uma quebra brutal de processos com os passados recentes que os antecederam.

Há sempre um lado bom na coisa. Há sempre uma oportunidade na crise.


O Ataque

[...]
1 - Lances de Bola Parada:
   a) Livres: Nas últimas 2 épocas, o Sporting tem o extraordinário registo de 0 (zero? sim, ZERO!) golos de livre. Aqui, Domingos tem muito trabalho a fazer. [...]
   b) Cantos: Aqui, também entendo que há muito trabalho a fazer. Nas duas últimas temporadas, o Sporting apenas foi capaz de marcar por 4 vezes, na sequência da marcação de pontapés de canto (2 golos em cada uma das épocas).[...]

Bem, aqui deve de estar à vontade. Seria curioso observar dados estatísticos sobre o número de pontos  (mais que golos) obtidos pelo braga graças a lances de bola parada.

Eu sei o quão importantes são no futebol moderno, mas aqui tenho de dizer duas coisas:
  • Os lances de bola parada foram uma "promessa" do Sr. Paulo Sérgio quando chegou ao Sporting. Dizia-se até que as suas equipas eram especialistas nisto. Não sei porquê, mas dizia-se, até porque o exemplo de jogo ganho através de um canto era sempre o mesmo. Pois bem, Aqui não deve haver problema. O braga era especialista. MAs tenho na ideia que já era um processo em desenvolvimento antes de Domingos ou até de Jesus.
  • Detesto jogadas macacas para sacar livres. não pago bilhete para ver Alans meterem-se no "buraco", esperarem pela falta, para poderem marcar golo. Desculpem lá, mas isso não é futebol. Aproveitar lances de bola parada que resultem de lances de ataque corrido, sim, é futebol.


2 - Jogo Aéreo:
   São manifestas as dificuldades que o Sporting tem tido, nos últimos anos, no jogo aéreo, não só em termos defensivos, mas principalmente, no aspecto ofensivo, que me interessa agora explicitar. Nas últimas duas épocas, o Sporting apenas foi capaz de marcar 10 golos de cabeça, dos mais, apenas 3, foram obtidos na última temporada. Este aspecto terá que ser, radicalmente, alterado. Precisamos, claramente de muito trabalho neste aspecto da finalização e talvez, da contratação de um jogador que tenha estas características. Também aqui, Domingos parece ter trabalho feito. Nas últimas 2 temporadas, o Braga conseguiu marcar de cabeça por 22 vezes.

O Sporting já tinha problemas com os lances aéreos antes da entrada de Paulo Bento e acho que até de Peseiro. Parece endémico no novo Alvalade.

Um dos maiores atropelos à lógica é que isto se deve, única e exclusivamente, à altura média do plantel do Sporting, nomeadamente os centrais e o levezinho Liedson.

Não. Isso é muito redutor.

Desde essa altura já a equipa rodou "n" vezes a forma como defende as bolas paradas. Na mesma época chegou a experimentar "zona" (sem atacar a bola - não se percebe), marcação directa ao homem (Paulo Bento teve um corte radical quando chegou, porque já então se sofria a bom sofrer, tendo depois de mudar e um sistemas "mistos" (boa palavra para nem uma nem outra, safem-se como puderem, porque acho que nenhum percebia se tinha de se colocar para atacar a bola ou marcar alguém). Desde Paulo Bento, nenhum treinador teve suficiente tempo ou engenho para mudar isto. Fico furioso por não ver ninguém atacar bolas na área defensiva. É daquelas [....] que de deixam num ataque de nervos!!!

No ataque a mesma coisa. Tonel e Liedson não eram especialmente altos. mas chegaram a marcar golos de cabeça, o último em bolas de canto. Porquê? Quantas vezes viram o Tonel antecipar-se ao primeiro poste e marcar? Quantas viram jogadores falhar ao 2º? Quantos golos de cabeça marcou Liedson, graças à sua antecipação e leitura do lance? Não é só a altura (embora ajude, nem tal me passa pela cabeça refutar), mas principalmente a leitura do lance, a antecipação, o "atacar" a bola e a qualidade do gesto técnico que fazem a diferença.

Uma coisa que faz toda a diferença é atacar. Quanto mais se ataca, mais hipótese tem de se marcar, especialmente quando se ataca bem. Nós ou não atacamos ou atacamos mal, tem sido assim nas últimas épocas. Baixa-se a qualidade dos artistas, baixa-se a qualidade do jogo ofensivo, começa-se a despejar bolas e milagres é para outro departamento.

Voltando à defesa, há rapidamente que perceber uma coisa: a melhor forma de defender um cruzamento é impedir que ele aconteça. Na última década temos tido laterais muito permeáveis. Ou é uma ou é outra, quando não são as duas. Assim não dá, mais cedo ou mais tarde sofre-se golo, por muito que os centrais e o GR sejam competentes e defendam bem.


Um outro factor que temos claramente que melhorar é a eficácia de remate. Desde a época 2006/2007 que tem vindo a aumentar o número de remates necessários para que consigamos um golo:

2006/2007:  7 remates/golo
2007/2008:  8 remates/golo
2008/2009:  8 remates/golo
2009/2010:  9 remates/golo
2010/2011: 11 remates/golo

É natural, os artistas são piores, as situações de golo claro mais facilmente desperdiçadas e na maioria das vezes nem existem tanto como isso. Despejar bolas para a área ou remates a 40 metros não são uma boa forma de chegar ao golo.

Mas há um dado estatístico aparentemente positivo que gostava de referir: os golos obtidos em contra-ataque: 24% dos golos obtidos na última época pelo Sporting, foram obtidos em contra-ataque, sendo esta a percentagem mais elevada entre todas as equipas da liga, neste dado específico. E porque é que eu digo aparentemente positivo? Porque o número de golos obtidos nas outras situações de jogo, no caso do Sporting, são manifestamente baixas, fazendo disparar a percentagem de golos obtidos em contra-ataque para números que são, efectivamente, muito bons. No entanto, objectivamente, a esta percentagem correspondem 9 golos. Este número, a meu ver, pode subir, não em termos percentuais, mas em termos numéricos.

Basta a transição ser bem feita e haver mais soluções que as arrancadas do João Pereira ou as biqueiradas dos centrais. Nas duas últimas épocas o meio-campo berrou. Estoirou. Se antes era lento, agora é uma rede de pesca, em que cada linha não se entende com a do lado.

Mas devo dizer que a forma com a equipa partirá em contra-ataque (agora diz-se "transições", mas eu sou antigo) é algo que me preocupa. O que vi do braga nas últimas época não me deixa descansado. Serviu para eles, duvido que sirva para nós. Espero que Domingos não siga a "receita".


A Defesa

Relativamente aos aspectos defensivos da nossa equipa, a herança não poderia ser mais preocupante: dos preocupantes 26 golos sofridos em 2009/2010, passamos para uns inacreditáveis e inadmissíveis 31 golos!, na época transacta. Posto isto, o que mudar? Eu diria TUDO. Domingos terá que construir de raiz, todo o sistema defensivo. Não refiro apenas o quarteto mais recuado, mas sim, todo o mecanismo defensivo da equipa. É preciso uma mudança de filosofia total, maior qualidade no jogo aéreo, mais intensidade defensiva no meio campo, mais e melhores compensações, principalmente nas diagonais. Ou seja, há que construir, através da base, toda uma equipa que se quer ganhadora. E Domingos sabe fazê-lo. Em 2009/2010, numa época onde esteve quase a 100% concentrado na luta pelo título, o Braga apenas sofreu 20 golos, com um plantel manifestamente curto.

Veremos se não será uma repetição do que Paulo Bento fez quando entrou. É a forma mais fácil. Encurtas a linhas, diminuis o espaço adversário e disfarças os erros individuais da equipa. Desde que ela suba depois toda, sem problema. Mas aí é que reside o truque. O porto tem o mesmo sistema desde sei lá quando, defender em 4141 curtinho e depois sair rápido é fácil, está sistematizado. Teve de levar afinação, mas é um caso onde a herança é positiva.


Bem, @Goncalojbcorreia , vais-me desculpar, mas tenho de concordar com isto:

Isto preocupa-me porque o Braga conseguiu os resultados que conseguiu com um futebol de contenção e de contra-ataque - que aliás, foi tendo menores resultados à medida que o seu estatuto crescia (compare-se o desempenho no campeonato na 1ª e 2ª épocas de Domingos) e que as outras equipas começavam a olhar para o Braga como uma espécie de “semi-grande”.

Acho que já debatemos antes a forma como Domingos não pode incorporar a "receita" da primeira época do braga. E que as coisas não lhe corram como quando teve de a mudar na 2ª, porque não correu assim tão bem. Começaram a existir espaços que antes não existiram e levaram à tal proeza dos tais 20 golos sofridos.

Mas talvez tenhas mais razão e seja mais uma impressão que outra coisa. Seja como for, já não falta assim muito para vermos o que vai acontecer!  Positivo!

Até porque a "receita", na sua generalidade cai logo pela base: nós temos de passar a maior parte dos jogos a atacar e no Sporting a exigência de troféus é maior.

Isto:

Pegando no Braga, temos:
2010: brilharete no campeonato+fiasco na Uefa
2011: brilharete na champions/Uefa+fiasco no campeonato
Nem fui ver a carreira nas taças internas, mas não me lembro de grandes aventuras, pelo que as eliminações terão sido precoces.
O que eu quero dizer é simples.
Até agora Domingos pôs as fichas todas e teve êxito (ajustado ao Braga) numa só competição de cada vez. Nunca nas 2 maiores em simultâneo. Muito menos teve longas carreiras em 3 ou mais.
Problema do plantel, porque escasso, curto? Não sei, mas receio bem que em 2012 não tenha propriamente um maquinão nas mãos.
Se repetir a dose (sempre a sonhar, mas ou só no campeonato ou só na Uefa, porque completamente afastado de uma muito cedo), como será no SCP?

São factos.

Não só são factos os relativos à carreira do braga, como a leitura do que, em princípio e tendo em conta o que temos até agora e a conversa de mais 2/3 reforços no máximo, será o nosso plantel para o ano. As pessoas que abram os olhos e vejam que há sectores onde estamos a contar com o que jogadores poderão ser e não o que são ou fizeram até agora. Carrillo, Arias, Turan (se vier), Rubio (se vier), tanto poderão ser jovens reforços, como Ronny ou Tiuí mais uma vez. Van Wolfswinkel, João Gonçalves, Rinaudo (se vier), Luís Aguiar (se vier), Marcelo Boeck têm de mostrar o que valem a este nível. Os novos centrais não têm o cartel que por aí dizem. Há sectores que levantam bastantes preocupações e estão longe dos rivais.


No fundo e indo directamente ao apontado pelo @ ZeQueira, se nós temos de ter paciência...

O próprio Domingos terá de ter algo mais do que Paciência: ser convincente e reagir à velocidade da luz

Não sei, até acho que temos tido muita. Eles, treinador e dirigentes, é que vão ter de voltar a encher o saco da nossa paciência, porque na maioria (pelo menos dos que conheço) ela esgotou-se... Acho que o que tem de acontecer é mesmo p que o @farinha amparo diz.

Domingos é um homem inteligente, tenho muito poucas dúvidas sobre isso. Ele sabe que a vida de um treinador dura um momento, ás vezes mais curto que a duração de um jogo... E tem de saber com que linhas se está a coser em termos de plantel e ideias para colocar no campo. Não há desculpas, ou se aceita o projecto ou não. Ou se concorda com os recursos e se aceita o compromisso de com esse atingir o prometido ou não. Choradinho como o que vimos recentemente não é tolerável, porque não se pode dizer que se está satisfeito numa semana e cuspir no prato depois de despedido.

E lembrar-se de uma coisa: o problema não é alguns perceberem que aquilo que vai sucedendo na pré-época ser um engano e que o desastre está iminente, mesmo que a maioria não se aperceba, iludida pela esperança. O problema é mesmo o do desastre estar à porta. M;as lá está, Domingos é um homem inteligente e, pelo menos, sabe qualquer coisita sobre o que é uma equipa...



....(mesmo tendo sido avançado  !) - brincadeira, eu já ultrapassei o preconceito!
Registado

“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #26 em: Julho 03, 2011, 00:14 »

Goncalojbcorreia

@ Ravanelli:

Não acho que possamos fazer considerações desse tipo, sem ter visto a equipa jogar de forma regular e contínua. Faço-te, por exemplo, uma pergunta:

Quantas jogos viste do Braga com equipas fora do top 5 do Campeonato Português? Eu, sinceramente, não vi muitos. Admito que possa estar enganado, mas creio que tu também não o fizeste, até porque inclusivamente me disseste isso na altura (até falaste em adormecer  Tongue).

Se me disseres que dos jogos que a maioria de nós vimos (eu, tu, e os restantes foristas) - contra equipas grandes, eventualmente contra o Guimarães, e contra equipas teoricamente mais fortes na Liga Europa - o Braga jogou em contenção e em contra-ataque? Concordo na íntegra contigo.

Se o fez na maioria dos jogos, durante a época? Nos jogos em que - tal como no Sporting terá - teve mais responsabilidades que o adversário? Não creio. Mas posso estar enganado.

Aliás, acredito que tivéssemos observado todos os jogos da equipa minhota, víamos que, perante equipas mais fracas, o Braga assumiu claramente o jogo, atacando essencialmente de forma organizada. O que me leva a crer que não o fez nos jogos importantes (a maioria daqueles que todos nós observámos) não por "vício", ou ideologia, mas por estratégia e necessidade. Apenas e só.

Se conseguiu os resultados que conseguiu em contra-ataque (porque até aqui tinha falado da quantidade de vezes que o Braga jogou em contra-ataque, e não do porquê de ter conseguido tão bons resultados neste período) ? Parece-me que é ligeiramente dúbio.

Isto porque:

1) Na primeira temporada, fez uma campanha a nível interno brutal em casa. Nessa campanha, entre 15 jogos, cerca de 10 foram perante equipas que foram lá jogar - embora não tanto como fazem frente aos grandes - em contra-ataque. E ganhou a maioria dos jogos...

2) Uma equipa, que teoricamente era a 4ª ou a 5ª mais importante do País, jogando em contra-ataque durante a maior parte dos jogos do Campeonato, seria um fiasco. Pelo menos, nunca atingiria um 4º lugar (muito menos uma 2ª posição). Fê-lo contra os grandes em Portugal. Fê-lo, nalguns momentos, frente ao Guimaraes (especialmente fora). Mas, a nível interno, duvido que o tenha feito muito mais vezes. Só os que acompanharam de forma semanal (ou perto disso) o Braga nos poderiam esclarecer melhor.
 
3) Domingos conseguiu, contra equipas pequenas, muito melhores resultados que os seus antecessores no Braga. Parece-me óbvio. Não me parece que o conseguisse jogando fundamentalmente através de transições. É possível... mas (muito) improvável.

Portanto, concluo que, a nível interno, e perante equipas com recurso e "grandeza" semelhante, o Braga de Domingos não jogou, maioritariamente, em contra-ataque. E conseguiu excelentes resultados neste tipo de desafios (especialmente na primeira temporada).
Registado
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #27 em: Julho 03, 2011, 00:27 »



*

Condecorações:Treinador de Bancada 2013Treinador de Bancada 2012Treinador de Bancada 2011


Mensagens: 10020
Idade: 38
Masculino


@ Ravanelli:
[...]
Quantas jogos viste do Braga com equipas fora do top 5 do Campeonato Português? Eu, sinceramente, não vi muitos. Admito que possa estar enganado, mas creio que tu também não o fizeste, até porque inclusivamente me disseste isso na altura (até falaste em adormecer  Tongue).

Tens toda a razão, mesmo que o número de jogos fosse elevado, tal não corresponde a uma grande dose de minutos assistidos! Eu até tentei ver uma dose substancial (afinal, passaram bastantes na TV), mas geralmente acabei por desistir! Os motivos... bem, denunciaste o principal!  Rir Muito Alto

Por isso eu disse que podia ser só uma impressão e tu estares certo.

De facto, na última época teve de assumir muito mais o jogo, até porque sofreu do tal síndrome do “semi-grande”, um título bastante feliz do @ Petrovich. Mas não terá sido isso um dos motivos para uma maior perda de pontos?

De qualquer forma, como dizes temos de ver a equipa jogar para melhor aferir e como eu já tinha dito, falta pouco tempo para isso acontecer!  Positivo!
« Última modificação: Julho 03, 2011, 11:15 por Ravanelli » Registado

“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #28 em: Julho 03, 2011, 00:56 »

Goncalojbcorreia

@ Ravanelli:

Isto é só para dar luta. Tenho tantas dúvidas como tu, mas como sou um optimista no que ao Sporting diz respeito, lá vou arranjando argumentos minimamente racionais que permitam justificar e até - repare-se! - contradizer aquilo que eu próprio, no meu íntimo, penso receosamente! Mas não digas a ninguém  XIU

Oxalá o meu optimismo esteja certo, e o teu realismo esteja errado, por assim dizer...
Registado
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #29 em: Julho 04, 2011, 02:11 »



*
Juvenil

Mensagens: 2462
Idade: 34
Localidade: Portimão
Masculino


Desde já quero agradecer todas as palavras que me dirigiram. Nunca esperei que a minha análise causasse tantos ecos positivos. O meu muito obrigado.

Quero agradecer também ao nosso administrador Paracelsus que, depois de ler o meu texto, o considerou merecedor de tamanho destaque. Agradeço-lhe igualmente, toda a formatação que vez no texto, tornando-o muito mais agradável à leitura, e pela selecção da frase que se transformou no título deste tópico. O que era para ser uma simples análise no tópico do Domingos, transformou-se num tópico na redacção do forum, que, humildemente, me deixa muito honrado. Ah! E já agora, obrigado também por nos fazeres recordar a tal entrevista do Domingos. Dá para perceber a maneira de pensar do nosso treinador. Aconselho a leitura.

Queria também analisar algumas das coisas que aqui se tem dito:

@CrisSCP

Partilho a mesma preocupação que tu, relativamente à constante aposta em jogadores que falharam ou que não se evidenciaram, significativamente, nos seus anteriores clubes. Sou igualmente da opinião que a aposta deveria ser feita em jogadores que sejam mais valias nos seus clubes de origem. Mas para isso, é preciso grandes somas de dinheiro, o que já deu para perceber, que não há, independentemente dos discursos e das promessas feitas. Estou um bocado saturado de ouvir aquela frase que se tornou tão corriqueira: "vim para o Sporting, para relançar a minha carreira". No entanto, o perfil de jogadores contratados mudou substancialmente.
Não adianta nos deixarmos levar por promessas. É preciso saber interpretar os acontecimentos. E todos eles nos indicam que, o Sporting está no mercado com noção das suas dificuldades financeiras e em busca do melhor negócio possível, sempre ou quase sempre, a baixo custo.

@imaxxx

O problema de não controlarmos o jogo - Sem dúvida. Alertaste bastante bem para essa situação que, por lapso, me esqueci de referir. O facto de não controlarmos o jogo como deveríamos, faz com que os adversários tenham mais vezes a bola, aumentando a probabilidade de sairmos para contra-ataques sucessivos.

Em relação aos cantos, mais que a média de alturas (que penso ser determinante, claro), o essencial, a meu ver, é que haja trabalho de laboratório feito. Se há situações de jogo em que o Futebol pode ser mais rígido e controlado, é nas bolas paradas. Defendo que haja um conjunto de jogadas estudadas e treinadas, para que sejam aplicadas no jogo. Um pouco como acontece no Basquetebol e no Futebol Americano.

@Gêbêeme

Estou de acordo contigo, quando dizes que a zona central da nossa defesa é a que necessita de uma urgente intervenção. Mas, se me permites, eu iria mais além. O nosso maior problema, a meu ver, é toda a zona central da equipa, desde uma defesa desorganizada e lenta, a um meio campo completamente dessincronizado e desunido, terminando num avançado ou avançados que não constroem nem finalizam. É toda uma espinha dorsal, que necessita de intervenção rápida, para que os resultados possam ser positivos.

@Mudo

Relativamente à questão do Torsiglieri e do Rodriguez, não entendeste onde eu quis chegar. A questão é simples. Num plantel com controlo de custos, opta-se, geralmente, por ter apenas 4 opções para o centro da defesa. Três delas, parecem ser óbvias para todos: Oneywu, Carriço e Rodriguez (clara aposta do Domingos), que serão, a meu ver, as primeiras escolhas. Fica a faltar a quarta escolha, que será Polga ou Torsiglieri. Se queres a minha opinião, à primeira vista, dir-te-ia que preferiria colocar Polga no Brasil e apostar em Torsiglieri. No entanto, se for racional, digo-te que prefiro colocar Polga como quarta escolha e emprestar Torsiglieri, para que este evolua convenientemente. Ter Torsiglieri como quarta opção para o centro da defesa, é contribuir para a desvalorização de um activo e para a perda de confiança de um possível bom jogador.

Só coloquei Torsiglieri no mesmo "saco" de Rodriguez, porque tenho a convicção que o peruano foi escolha directa de Domingos, bem como a possibilidade de empréstimo do argentino, também partiu do treinador.

@Petrovich

Meu caro, bem sei que não queremos o Sporting a jogar como o braga jogava. O termo de comparação é utilizado apenas com a intenção de mostrar, com dados estatísticos, o trabalho feito pelo Domingos, nas variadas vertentes do jogo. Com muito menos, orientando o braga, Domingos conseguiu muito melhor que o Sporting de Paulo Bento, Carlos Carvalhal, Paulo Sérgio e José Couceiro.

Quero acreditar que um treinador que consegue, com as limitações que um clube como o braga tem, terminar um campeonato em 2º, lutando até à última jornada pelo título e, na época seguinte, conseguir chegar a uma final europeia, tem tudo para ter sucesso num clube com a dimensão e a projecção do Sporting.

Tenho que concordar contigo, quando dizes que o braga de Domingos, na sua primeira época, beneficiou do factor surpresa, para surpreender os seus adversários. Mas relembro que, na fase final dessa mesma época, onde o braga lutava directamente com o benfica, pelo título, Domingos e a sua equipa, conseguiram, resolver jogos que estavam a tornar-se dificeis, muitos deles nos últimos momentos das partidas. Isto mostra grande entrega e grande coração. E isto só é possível, com um líder forte.

Por tudo isto, concordo contigo quando dizes que o futebol do braga não será o suficiente para cativar a nossa exigente massa adepta. No entanto, confio no poder de liderança de um técnico que já demonstrou saber adequar filosofias distintas a clubes diferentes. E mais! Assume-se como um verdadeiro líder e faz da capacidade psicológica, um dos seus pontos fortes.

A questão da frase que dá título ao tópico e que encerra o meu post (e com isto respondo também ao meu caro ruitrind), foi montado por graça, aproveitando um trocadilho com o nome do nosso treinador. Obviamente que precisa de tempo e espaço para trabalhar. Mas terá que saber lidar com as exigências de uma massa adepta de um clube gigantesco.

Para finalizar o meu comentário ao teu post (que agradeço), também eu não admitirei 2º ou 3º lugares, só por estes poderem dar acesso à Liga dos Campeões. Quero o título, como todos nós. Alias, terminar o campeonato com porto e depois braga, faz-nos antever uma luta até ao fim.

@Goncalojbcorreia

A importância das bolas paradas é tanto maior, quanto mais difícil estiverem a ser os jogos. Iremos ter partidas em que, por muito envolvente que seja o nosso ataque, será sempre complicado penetrar nas defesas. E é aí que os lances de bola parada têm especial importância, sejam elas ofensivas (nas quais tu preferes te concentrar), sejam elas defensivas. Quantas vezes, no passado, dominávamos jogos e, num lance de bola parada defensivo, colocávamos tudo a perder?! Para mim, isto é um dado essencial para uma equipa que se quer campeã.

@Lion73

Meu caro, agradeço os dados estatísticos que colocaste e que complementam o meu texto.

Destaco igualmente o teu último parágrafo. Domingos, no braga, foi capaz de pegar em partes com alguma qualidade e transforma-lo num conjunto harmonioso, onde essas qualidades individuais eram potenciadas, a favor da equipa. É isto o mínimo que lhe exigo. Se existir proporcionalidades directas no futebol, o nosso futuro será feliz. Veremos...


@JAAQ

Não será dificil superar a herança deixada por Paulo Bento, Carvalhal, Paulo Sérgio e Couceiro. Porque ao contrário destes, Domingos tem uma filosofia de jogo e é capaz de criar uma identidade na equipa. Espero que tenhamos que recuar muitos anos, para podermos encontrar paralelismos na nossa história, relativamente ao trabalho a ser desenvolvido pelo novo treinador. É isso que espero e é isso que desejo.


@farinha amparo

De facto, tenho que concordar contigo quando dizes que o Domingos constrói as suas equipas, partindo de uma boa organização táctica. E para tal contribui, não só o exemplo do braga, mas igualmente o seu percurso por Leiria e Coimbra. E sou, igualmente da opinião que uma boa organização táctica não ganha jogos per si. É preciso bem mais que isso. Mas relembro uma coisa. Não há nenhuma equipa ganhadora que não tenha que ter, por base, uma boa organização táctica. Os desequilíbrios virão, numa primeira fase, das qualidades individuais dos atletas e depois, numa fase mais adiantada, dos automatismos da própria equipa.

E partilho igualmente da tua preocupação relativamente à dificuldade que o Domingos parece ter em jogar em várias frentes. Isso pode dever-se ao facto de ter tido planteis curtos, mas isto não pode servir de desculpa para tudo. No Sporting, exige-se claramente mais. Exige-se uma equipa altamente preparada, que defenda o nome do clube em todas as frentes que participe. E defender o nome do clube só pode ser conseguido, alcançando vitórias.

Outra questão que levantas e que me parece muito pertinente, é a pressão gigantesca a que estará sujeito. Não só da CS, mas a dos adeptos, sedentos por títulos. Veremos se estará à altura das responsabilidades. Mas uma coisa ele tem do lado dele: muito dificilmente fará pior do que nas duas últimas épocas. Servirá este discurso para me deixar tranquilo. Obviamente que não. Mas temos que ter noção, que iremos ouvir isto lá mais para a frente. Alguns resignar-se-ão. Eu não me calarei.

@COSA NOSTRA

De facto, a técnica do Calimero foi frequentemente utilizada pelo Domingos, no passado. Nunca gostei desse tipo de desculpabilização. E de facto, esse comportamento é algo que me preocupa. Mas só quando a época começar é que poderemos avaliar qual a atitude comportamental do treinador. Esperemos que não sejam preciso utilizar técnicas de desculpabilização pouco credíveis. Seria muito bom sinal.

@HULK VERDE

Meu caro, respondendo à tua dúvida, e por muito estranho que possa parecer, o dado estatístico relativo à total falta de golos, resultando da marcação de livres, inclui os livres directos e indirectos, e apenas se refere a jogos da liga. Verifiquei estes dados muitas vezes, por os achas quase que impossíveis. Mas infelizmente, o dado estatístico está correcto.

Concordo que estes dados tenham que ser do conhecimento dos responsáveis, para que estes momentos do jogo sejam resolvidos, através de contratações de jogadores e de trabalho específico. Não considero coincidência a contratação de jogadores como Luis Aguiar, Schaars, Rodriguez e Onyewu. Mas só isto não chega.

@Ravanelli

A tua análise da questão da herança ser ou não pesada é bastante pertinente. Realmente, a herança pode ser um pau de dois bicos. Para se poder criar um ciclo hegemónico, é preciso ter uma estrutura forte. O porto tem-na, claramente, enquanto que o Sporting e o benfica não o têm. Por esse facto, estão mais vulneráveis aos ataques às suas pérolas, por parte dos tubarões da Europa. E para além disso, substituir mais-valias não é, nem nunca será, um processo fácil.

Uma coisa o Domingos não pode dizer. Não pode dizer que não lhe deram condições para fazer uma equipa. Permitiram-lhe dispensar quem ele quis e contrataram jogadores para todas as posições. Tem muitas opções, para todas as posições. Algumas de muito boa qualidade. E mais, permite-lhe pensar em vários esquemas tácticos, dentro da filosofia de jogo que pretende implementar e dentro da identidade que pretende criar na equipa.


Para finalizar, queria mais uma vez agradecer a todos pelas palavras elogiosas que reservaram para mim e, principalmente, pelos contributos que deixaram neste tópico. Mais uma vez, meu muito obrigado.
Registado

E o SPORTING é o nosso GRANDE AMOR!
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #30 em: Julho 04, 2011, 02:50 »

HULK VERDE

   ZeQueira, gostei de ler a resposta às respostas!

   Quando eu falei da falta de fiabilidade das estatísticas, referia-me não ao teu trabalho de pesquisa, levantamento e montagem do artigo, mas sim aos próprios dados que podes ter recolhido de fontes não muito fidedignas, essas sim por nem sempre 100% precisas. Há sempre um outro pormenor que pode escapar, ser omitido ou ser contabilizado, tirando precisão aos números.

   De qualquer forma, sabendo agora que te referias aos 2 tipos de livres, não deixa de ser duplamente mais preocupante. Revela a confusão técnico-táctica que foram os 2 últimos anos, a falta de produtividade nas bolas paradas.

   Concordo que algumas das aquisições recentes têm esses pontos críticos como motivação e justificação para terem sido contratados. Mas isso não justifica o subaproveitamento total, para não dizer nulo aproveitamento, que esse tipo de lances tiveram nas últimas épocas. Não me parece justo, correcto ou exacto dizer que a culpa foi apenas dos jogadores, e acredito que pensas dessa forma.

   SL  Positivo!
Registado
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #31 em: Julho 04, 2011, 09:21 »



*
Juvenil

Mensagens: 2462
Idade: 34
Localidade: Portimão
Masculino


   ZeQueira, gostei de ler a resposta às respostas!

   Quando eu falei da falta de fiabilidade das estatísticas, referia-me não ao teu trabalho de pesquisa, levantamento e montagem do artigo, mas sim aos próprios dados que podes ter recolhido de fontes não muito fidedignas, essas sim por nem sempre 100% precisas. Há sempre um outro pormenor que pode escapar, ser omitido ou ser contabilizado, tirando precisão aos números.

   De qualquer forma, sabendo agora que te referias aos 2 tipos de livres, não deixa de ser duplamente mais preocupante. Revela a confusão técnico-táctica que foram os 2 últimos anos, a falta de produtividade nas bolas paradas.

   Concordo que algumas das aquisições recentes têm esses pontos críticos como motivação e justificação para terem sido contratados. Mas isso não justifica o subaproveitamento total, para não dizer nulo aproveitamento, que esse tipo de lances tiveram nas últimas épocas. Não me parece justo, correcto ou exacto dizer que a culpa foi apenas dos jogadores, e acredito que pensas dessa forma.

   SL  Positivo!

Concordo com tudo o que referes.

O principal problema de construir uma reflexão, baseada em dados estatísticos é mesmo esse que referes: a possível pouca credibilidade das fontes e consequente falta de rigor nos números. Por esse facto, esforcei-me ao máximo para confirmar, com dados oficiais (site da Liga) e visualização em tempo real, para que fosse possível um trabalho minimamente credível.

De facto, os lances de bola parada têm sido completamente negligenciados, pelas anteriores lideranças técnicas. Essa negligência foi, muitas vezes, desculpada pela falta de experiência da equipa, pela falta de estatura, pela falta de qualidade, pela falta de ambição. Tudo isso para desculpabilizar a total ausência de trabalho específico e de um rumo objectivo. Este é um dos factos que quero ver completamente alterado pois, apesar destes lances serem esporádicos, têm uma importância relevante nos resultados de algumas partidas, ao longo da época.

Bem haja para ti

SL
Registado

E o SPORTING é o nosso GRANDE AMOR!
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #32 em: Julho 04, 2011, 21:32 »


Sócio SCP há 40's e tantos.


*
Sénior

Mensagens: 9780
Localidade: Alg Alentejo
Masculino


Magnifico trabalho de estudo para dares as respostas com observações muito pertinentes. Bater Palmas

Parabéns! Positivo!
 
 idem pelos 777.
« Última modificação: Julho 04, 2011, 21:40 por JAAQ » Registado

QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #33 em: Julho 04, 2011, 23:40 »


ex-ruitrind


*
Veterano

Mensagens: 41590
Idade: 48
Localidade: Senhora da Hora
Masculino


Domingos estarei contigo até á morte não me decepciones lembra-te que o meu coração dará tudo pelo meu Sporting Clube de Portugal, o meu AMOR é o Sporting e só o Sporting, dá-nos alegria que nós merecemos! E nós agradecer-te-emos como ninguém!

Faz um favor repara neste Homem, um verdadeiro Leão, esta é a nossa casa abrimos o coração para ti não nos deixes ficar mal!


Orlando Duarte queremos um tratamento igual


Só te pedimos este AMOR! A minha unica TRUTA é o Sporting Clube de Portugal!




Lembra-te Domingos milhões de corações vão estar contigo e esperam o melhor de ti!


SL
« Última modificação: Julho 04, 2011, 23:54 por ruitrind » Registado

Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #34 em: Julho 10, 2011, 01:53 »


No avatar!

*
Júnior

Mensagens: 3439
Localidade: exton, pensylvania, usa
Masculino


Eu Vou gostar de saber e se os adeptos do Sporting irao ter Paciencia  para o Domingos para nao falar nas arbitragens  como ele sempre gostou tanto de fazer, especialmente se  o seu porto for favorecido  em algum jogo , ou se o Sporting vier a ser prejudicado em algum jogo , ou mesmo quando for mesmo diante do f.c.p !!
 
Ai e que eu e muitos irao a ficar a saber se realmente ele e de facto um grande profissional que agora nada tem a ver com o porto!!
Ora eu digo isto porque , infelizmente  eu nao consigo deixar de pensar que afinal o seu clube e de facto o f.c.p , e sera ele capaz de esquecer tal coisa?

 Vou ficar com a duvida ate ter provas em contrario!!
 
Agora no que toca a sua capacidade para ser um treinador de um clube como o Sporting , acerdito que esta sua aquizicao foi de facto um upgrade, agora so falta o resto!!
Registado
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #35 em: Julho 10, 2011, 03:06 »



*

Mensagens: 13618
Idade: 26
Localidade: Na Ilha, desta vez definitivamente, longe mas atento, longe mas voluntário, longe mas espevitado
Masculino

WWW
Esse aspecto, o de Domingos sempre ter sido estranhamente paciente com as arbitragens, é definitivamente um que vai cair por terra este ano. O Domingos, como Fernando Santos antes, vai saber o que é treinar o Sporting: é contra tudo e contra todos, literalmente, principalmente os tipos de apito.
Registado

Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #36 em: Julho 10, 2011, 10:51 »



*
Juvenil

Mensagens: 2462
Idade: 34
Localidade: Portimão
Masculino


Vejamos uma coisa: Algo que tem que mudar, de uma vez por todas, porque isso só serve para causar animosidades contra uma classe, é esta nossa permanente forma de pensar, em relação às arbitragens.

É óbvio para todos que o Sporting tem sido muito prejudicado, principalmente nos últimos anos. No entanto, esses erros contra nós são mais visíveis, pois não temos feito o suficiente para ganhar os jogos. Isto é indesmentível.

A nossa prioridade tem que deixar de ser procurar desculpabilizar as nossas derrotas com os erros dos outros. Isto é algo que, só os fracos fazem. O que o Sporting tem que conseguir é, construir uma equipa ganhadora, com um futebol envolvente, que construa muito mais futebol, do que tem, ultimamente construído. É natural que, se construirmos futebol para irmos apenas 5 vezes à baliza adversária, ficaremos muito mais susceptíveis a erros da arbitragem.

Essa terá que ser a principal preocupação do Domingos. Concentrar-se na equipa de futebol. É claro que, durante uma época longa, o treinador terá necessidade de defender o seu grupo e os seus jogadores. Domingos sempre o fez, mas sem nunca criar animosidades com a classe da arbitragem.

Se for preciso defender o bom nome do Sporting, de uma forma mais aguerrida e determinada, existem pessoas mais avalizadas para isso: Luís Duque e Carlos Freitas.
Registado

E o SPORTING é o nosso GRANDE AMOR!
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #37 em: Julho 11, 2011, 20:43 »




Registado

Mensagens: 147
Idade: 22
Masculino


Estou com fé em ti Domingos!
Aposto que vais fazer um bom trabalho.
Tens feito excelente trabalho com menos condições, agora com boas condições acredito que faças o que todos os Sportinguistas esperam Smiley
Registado

"Nasci para morrer, Lampião nunca vou ser!"
Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #38 em: Julho 11, 2011, 21:26 »



*
Veterano

Mensagens: 15186
Idade: 20
Localidade: Coimbra (à semana) / Penacova
Masculino


É ele que me faz sentir menos medo do fraco plantel que temos. Já demonstrou que faz ouro com cobre...
Registado

Re: Domingos merece toda a nossa Paciência , « Resposta #39 em: Julho 25, 2011, 09:58 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 25477
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


Como se entrou, neste excelente texto, por alguns dados aqui referenciados, deixo este link relativamente à análise estatítisca da liga do ano passado. Tem dados interessantes.

http://www.lpfp.pt/SiteCollectionDocumen...iais%20Liga%20-%20Final%20%C3%A9poca.pdf
Registado

Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: « anterior 1 [2] 3 4 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Redacção Porta 10-A Tópico:

Domingos merece toda a nossa Paciência

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade