Cinco Violinos

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Muda isso num só minuto, faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> https://socionumminuto.pt

RESULTADOS E CONCLUSÕES DA AUDITORIA DE GESTÃO 1995-2013

Documentário "GOLPE NO SPORTING"
És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Muda isso num só minuto, faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> https://socionumminuto.pt

RESULTADOS E CONCLUSÕES DA AUDITORIA DE GESTÃO 1995-2013

Documentário "GOLPE NO SPORTING"
És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Muda isso num só minuto, faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> https://socionumminuto.pt

RESULTADOS E CONCLUSÕES DA AUDITORIA DE GESTÃO 1995-2013

Documentário "GOLPE NO SPORTING"
Citar
Foi um dos 5 violinos, campeão nacional em futebol, campeão nacional em Hóquei Patins, campeão do mundo em hóquei patins, internacional português tanto em futebol como hóquei...uma lenda.
Faria hoje anos, Parabéns Jesus Correia.



ALBANO, O VIOLINO QUE PROVOU QUE O TALENTO NÃO SE MEDE AOS PALMOS
Por Jornal Sporting
26 Jul, 2016
NOTÍCIAS
Ainda hoje é recordado como um dos melhores pontas esquerdas do futebol português


Rápido, com uma aptidão anormal em termos técnicos e uma capacidade de drible acima da média, obrigou o Sporting a pagar 20 contos – uma fortuna na época (1943) – pela sua contratação ao Seixal. Era visto pelo Dr. Amado de Aguilar, que na altura dirigia os leões, como o jogador ideal para ocupar a vaga de estremo esquerdo deixada em aberto por João Cruz, um nome consagrado do Clube. O problema é que as finanças leoninas, na altura, passavam por um período difícil – lutava-se pela renovação das instalações verde e brancas –, o que motivou uma forte contestação dos adeptos.

Nada que preocupasse o pequeno Albano, que se mostrou à altura do desafio e pegou de estaca na equipa principal. Fez parte dos famosos Cinco Violinos e ainda rendeu juros: conquistou um total de oito Campeonatos, quatro Taças de Portugal, três campeonatos de Lisboa e uma Taça do Império. Um palmarés que o torna num dos atletas leoninos com mais troféus. Mas mais do que títulos, Albano provou durante 13 anos na ponta esquerda do ataque do Sporting que o talento não se mede aos palmos.

Com fintas desconcertantes, não tinha medo das diferenças de cabedal e, por isso, deixava a cabeça em água dos defesas adversários – uma vez até passou por entre as pernas de um adversário escocês. Que é como quem diz que se punha a jeito para levar umas pancadas valentes. Algo que contribuiu para que fosse um jogador muito querido entre os Sócios e adeptos, que não toleravam tal comportamento perante tamanha genialidade. O cartão-de-visita também ajudou: 161 golos em 335 jogos de leão ao peito.

Para a história fica ainda o seu humor e boa-disposição, simbolizada na sua estreia pela Selecção Nacional, contra a Suíça, no Jamor, no célebre jogo da chuva que terminou com dois golos para cada lado. "Choveu tanto naquele Portugal-Suíça que eu encolhi mais dois centímetros”, contou Albano, anos mais tarde, que com 13 internacionalizações e três golos de quinas ao peito ganhou com mérito um lugar de honra no futebol português.

Teve a sua festa de homenagem e despedida a 29 de Junho de 1957, quando muitos já o chamavam de velho: realizou apenas seis jogos nessa época. Ainda assim, teve a humildade para afirmar que jogaria nas reservas ou onde fosse necessário, até o Sporting o mandar embora.

Faleceu a cinco de março de 1990, com 67 anos. Ainda hoje é recordado como um dos melhores pontas esquerdos que o futebol português conheceu. De pequeno nunca teve nada.

Albano em números:

Temporadas: 13

Títulos: 8 Campeonatos Nacionais, 4 Taças de Portugal, 3 Campeonatos de Lisboa e 1 Taça Império

Jogos: 335

Golos: 161

Lista de vítimas: Benfica: 16 golos; Atlético: 15 golos; FC Porto: 15 golos; Belenenses: 12 golos; Académica: 10 golos; V. Guimarães: 10 golos; Estoril: 10 golos; Sp. Braga: 9 golos; V. Setúbal: 7 golos; Oriental: 7 golos; Boavista: 6 golos; Elvas: 6 golos; CUF: 5 golos; Salgueiros: 5 golos; Sp. Covilhã: 5 golos; Lusitano VRSA: 5 golos; Olhanense: 4 golos; Lusitano Évora: 4 golos; Barreirense: 3 golos; Famalicão: 3 golos; Nice: 1 golo; U. Lisboa: 1 golo; Fósforos: 1 golo; Oliveirense: 1 golo; Sanjoanense: 1 golo

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2016-07-26/albano-o-violino-que-provou-que-o-talento-nao-se-mede-aos-palmos