Yvailo Iordanov

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Com todo o respeito pelo Yordanov que gosto imenso dele, pelo seu Sportinguismo e a sua dedicação ao clube.

Mas eu também sou apaixonado pelo Sporting. Só por isso, mereço também um cargo? Faço sempre falta?

Por mim, fazes sempre falta como qualquer leão que verdadeiramente ame o seu clube.

Todavia, acho que o Iordanov devia estar no Sporting, não só por amar o clube e tê-lo demonstrado durante vários anos, mas por ter demonstrado capacidades de liderança e pela sua resiliência e profissionalismo. Vejo-o como uma óptima influência para os mais novos.

Que saudades do nosso "Orelhinhas" ;)
 :clap: :clap: :clap:

Iordanov nem hesita. "Se receber um convite, volto a trabalhar para o Sporting"

Antigo capitão do Sporting espera que o telefone toque e que do outro lado da linha esteja o clube onde se sente em casa. Iordanov continua a lidar diariamente com a doença crónica que o atingiu em 1997, mas o quadro clínico do ídolo dos adeptos leoninos está estabilizado.

"O Sporting é a minha vida". A frase vem de um ex-jogador, ex-capitão leonino, ícone dos anos 90 do emblema de Alvalade, ídolo dos sócios e adeptos. Ivaylo Iordanov não esquece o que o futebol lhe deu, apesar de algumas das mais difíceis contrariedades que a vida para ele reservou. Mas foi com o Sporting como um dos apoios primordiais que conseguiu alcançar o objectivo que mais pretendia: encerrar a carreira e, mais do que isso, fazê-lo ao serviço do clube do coração.

Por isso, 11 anos depois de se ter desvinculado dos quadros do emblema verde e branco, quando era adjunto na equipa B, Iordanov assegura que irá fazer as malas para regressar em definitivo a Portugal se o telefone tocar e se, do outro lado, surgir um convite para regressar ao Sporting.

"Cresci como homem e como jogador no Sporting. Não é uma ideia fixa voltar ao Sporting. Claro que, se receber um convite, vou voltar a trabalhar para o Sporting, com muito prazer", afiança, em entrevista a Bola Branca, demonstrando todo o amor que sente pelo universo sportinguista. "Gosto do Sporting e gosto dos adeptos que, para mim, são os melhores do mundo. Sinto o Sporting como a minha casa", atira.

A doença que não apaga o optimismo
Como já se escreveu, a vida não foi particularmente dócil para com Ivaylo Iordanov. Em 1995, sofreu um acidente de viação que o atirou para fora dos relvados durante largos meses. Seguiu-se a recuperação total, mas penosa, até ao ano de 1997.

Durante um treino da selecção da Bulgária, o então jogador do Sporting, na altura com 28 anos, começou a sentir dificuldades em movimentar a perna. Uma bateria de exames resultou num diagnóstico inesperado e difícil de digerir: esclerose múltipla, uma doença degenerativa do sistema nervoso central.

Hoje, aos 47 anos, exceptuando outros episódios de problemas de saúde, o quadro clínico de Iordanov está estabilizado. O antigo capitão do Sporting divide a vida entre a Bulgária e Lisboa, até porque é em Portugal que continua a ser seguido pelos médicos.

"Para já, está estabilizado. Sinto-me bem, com as pessoas que gostam de mim e que me rodeiam para me dar apoio. A primeira coisa é a saúde e depois o resto. Estou a ser tratado em Portugal e agradeço imenso aos meus médicos. Até agora, estou bem e estou bem de saúde", assegura. Sempre com um sentido positivo sobre a vida.


Uma "lenda" chamada Iordanov
Ivaylo Stoimenov Iordanov realizou mais de 200 jogos com a camisola do Sporting, tendo apontado 71 golos. Conquistou a Taça de Portugal, em 1995, "bisando" nessa final, frente ao Marítimo (2-0), arrecadou a Supertaça Cândido de Oliveira, igualmente em 1995 e foi campeão nacional em 2000.

Em 2001, terminou contrato com o Sporting e pendurou as botas, passando a treinador-adjunto da equipa "B", cargo que ocuparia até 2004. Em 2009, após um conturbado processo na barra dos tribunais, frente ao clube do coração, viu ser-lhe confirmado o direito de um jogo em sua homenagem.



http://rr.sapo.pt/bolabranca_detalhe.aspx?fid=45&did=188617
QUE O LEÃO VOLTE A RUGIR MAIS ALTO QUE NUNCA
Grande Iorda!
Um exemplo para todos aqueles que gostam de futebol. Ainda sinto remorsos pela maneira como tivemos que chegar a tribunal para lhe fazer um jogo de homenagem. Uma canalhice a um Homem que tanto deu ao clube. Este merecia um telefonema do Bruno a dizer-lhe para ir ao relvado receber uma ovação dos adeptos do clube que aprendeu a amar. Seria mais do que justo.
"Não é o Sporting que se orgulha do nosso valor. Nós é que nos devemos sentir honrados por ter esta camisola vestida."
Francisco Stromp
Só mais um miminho...


"Sporting vai ganhar a Taça de Portugal"

Entrevista Bola Branca. Iordanov, ex-avançado e antigo capitão leonino, deu uma Taça ao clube do coração em 1995. Duas décadas depois, acredita que Slimani, Montero ou Tanaka podem ser os avançados a decidir a conquista do "caneco", frente ao Sporting de Braga.

Será por poucos dias de diferença que Ivaylo Iordanov não estará em Portugal para poder assistir à final da Taça de Portugal, que esta temporada opõe o seu Sporting ao Sporting de Braga. Todavia, o ex-capitão dos leões vai assistir à distância, na Bulgária, ao duelo do próximo domingo, ficando naturalmente a torcer pela equipa de Alvalade.

"Com todo o respeito pelo Sporting de Braga, quero que o meu Sporting ganhe. Vou torcer pelo Sporting e tenho a certeza de que vai ganhar a final da Taça", sustenta o antigo avançado, de 47 anos, em entrevista a Bola Branca.

Iordanov apontou mais de 70 golos com a camisola do Sporting e, numa memorável final do Jamor, em 1995, assinou os dois golos da vitória leonina sobre o Marítimo (2-0), com assistências de Carlos Xavier e Ricardo Sá Pinto.

"Estou a voltar tantos anos atrás, mas nunca irei esquecer aquele momento", recorda, com um sorriso à mistura. "Graças a todos os meus colegas, demos uma alegria a toda a massa associativa e a nós próprios. Naquele ano, o Sporting tinha uma grande equipa. Aquela equipa foi uma das mais fortes que passaram pelo Sporting", argumenta.

E se, desta vez, os actuais avançados ao dispor de Marco Silva fizerem o gosto ao pé? Iordanov relativiza esse dado e até nem se importa de ver Rui Patrício apontar o golo da eventual vitória sportinguista sobre os minhotos. Contudo, reconhece que Slimani, Fredy Montero e Tanaka podem decidir a final da Taça.

"Por mim, se o Rui Patrício marcar e se for o golo da vitória... isso não é o mais importante. Mas o Sporting está bem servido de opções para o posto de ponta de lança. A qualquer momento do jogo, podem resolver a final da Taça", conclui.



 :victory:
QUE O LEÃO VOLTE A RUGIR MAIS ALTO QUE NUNCA

Iordanov apontou mais de 70 golos com a camisola do Sporting e, numa memorável final do Jamor, em 1995, assinou os dois golos da vitória leonina sobre o Marítimo (2-0), com assistências de Carlos Xavier e Ricardo Sá Pinto.

"Estou a voltar tantos anos atrás, mas nunca irei esquecer aquele momento", recorda, com um sorriso à mistura. "


"É NOSSA caraças!"
"É NOSSA caraças!"

Gritava um jovem leão de 16 anos, com os olhos marejados pela emoção de ver o seu clube a conquistar a Taça de Portugal. O seu primeiro troféu ao vivo e a cores.
Eu estive lá Iorda e também nunca esquecerei aquela tarde. Grande Iorda!

 :clap:  :clap:
"Não é o Sporting que se orgulha do nosso valor. Nós é que nos devemos sentir honrados por ter esta camisola vestida."
Francisco Stromp
Com todo o respeito pelo Yordanov que gosto imenso dele, pelo seu Sportinguismo e a sua dedicação ao clube.

Mas eu também sou apaixonado pelo Sporting. Só por isso, mereço também um cargo? Faço sempre falta?

Por mim, fazes sempre falta como qualquer leão que verdadeiramente ame o seu clube.

Todavia, acho que o Iordanov devia estar no Sporting, não só por amar o clube e tê-lo demonstrado durante vários anos, mas por ter demonstrado capacidades de liderança e pela sua resiliência e profissionalismo. Vejo-o como uma óptima influência para os mais novos.

porque não uma academia na bulgária???
Citar
Iordanov quer falar com Bruno de Carvalho sobre Marco Silva
00:03 - 02-07-2015


Iordanov, antigo avançado do Sporting, deseja sucesso a Jorge Jesus em Alvalade, mas avisa que pretende falar «cara a cara» com Bruno de Carvalho sobre a saída de Marco Silva.

«Espero que [Jesus] tenha sucesso. Mais do que no Benfica. Quando o Sporting começa uma nova época é para ganhar o Campeonato, a Taça e todas as competições. Este ano não será diferente. Espero que tenha sucesso e no final do ano possamos todos festejar o título», afirmou o ex-jogador búlgaro, à margem da 2.ª Gala Honoris Sporting.

Questionado sobre o processo que conduziu ao despedimento de Marco Silva, Iordanov não se alongou:

«Costumo dizer que prefiro falar cara a cara do que através da comunicação social. O que lhe vou dizer? É entre ele e mim.»

http://www.abola.pt/clubes/ver.aspx?t=4&id=557805