Preparação da época 2016/2017

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Mas vocês sabem quanto era o ordenado do Naldo? É que ouvi dizer que não era assim tão baixo quanto vocês estão a fazer.

Tinha ordenado de titular, que era aquilo que ele era e bem.

Já o Douglas recebe mais e é o quarto central, no tocante à hierarquia e à qualidade.  :inde:

Douglas nem devia ter vindo.

Mas Naldo não era o titular.

Era sim, foi contratado e arrancou logo a titular e bem. Quando o contrataram foi para a titularidade.

Depois teve uma lesão e nunca mais voltou, o Jesus optou por uma nova dupla de centrais.

Aliás, até à vigésima jornada só falhou dois jogos, um por castigo e outro no banco por precaução.

28 jogos e 2'300 minutos na época passada, mesmo tendo contado zero praticamente na segunda metade da mesma.

Não sei porque fomos buscar o Douglas, mesmo com a saída do Naldo.

Por mim nunca teria saído, isso é certo. Não era um grande central mas tinha dinâmica e lucidez enquanto central, talvez pelo próprio reconhecer as suas limitações. Mas foi essa a decisão e agora temos um quarto central pago a peso de ouro, que se resolva isso.
Com a contratação de Coates e o regresso de Semedo, Naldo deixou de ser o titular, não estou a perceber a questão.

E a vinda de Douglas como se justifica?

Como se justifica ele ser um dos atletas mais bem pagos no plantel?

Uma verdadeira loucura, é o que é.

Mas esse é um ponto diferente. Como referi no verão, vi necessidade nenhuma na contratação de Douglas, independentemente da venda de Naldo.

Douglas, como era sabido, era um desejo antigo de JJ que o tentara contratar no ano anterior e só avançou para Naldo ( e Ciani ) quando falhou a sua contratação.

Mas na altura, o que JJ queria era inquestionável.

Tudo é bastante questionável em Jesus no que concerne a gostos pessoais, sempre foi.

A vinda do Douglas é uma aberração a todos níveis (desportivo e económico).E como já disse a venda do Naldo nem sequer cobre os custos deste tipo(pois é preciso ter em conta o vinculo que assinou, não está cá de passagem).

E o mais revoltante é assistir a relutância que existe em resolver estes casos.Estão á espera do final da temporada?
Se agora já são activos desvalorizados no final da temporada não valem um tostão furado.

Mas na mente de Jesus estes reforços vão ser todos apostas ganhas, é uma questão de tempo!
Mas vocês sabem quanto era o ordenado do Naldo? É que ouvi dizer que não era assim tão baixo quanto vocês estão a fazer.

Tinha ordenado de titular, que era aquilo que ele era e bem.

Já o Douglas recebe mais e é o quarto central, no tocante à hierarquia e à qualidade.  :inde:

Douglas nem devia ter vindo.

Mas Naldo não era o titular.

Era sim, foi contratado e arrancou logo a titular e bem. Quando o contrataram foi para a titularidade.

Depois teve uma lesão e nunca mais voltou, o Jesus optou por uma nova dupla de centrais.

Aliás, até à vigésima jornada só falhou dois jogos, um por castigo e outro no banco por precaução.

28 jogos e 2'300 minutos na época passada, mesmo tendo contado zero praticamente na segunda metade da mesma.

Não sei porque fomos buscar o Douglas, mesmo com a saída do Naldo.

Por mim nunca teria saído, isso é certo. Não era um grande central mas tinha dinâmica e lucidez enquanto central, talvez pelo próprio reconhecer as suas limitações. Mas foi essa a decisão e agora temos um quarto central pago a peso de ouro, que se resolva isso.
Com a contratação de Coates e o regresso de Semedo, Naldo deixou de ser o titular, não estou a perceber a questão.

E a vinda de Douglas como se justifica?

Como se justifica ele ser um dos atletas mais bem pagos no plantel?

Uma verdadeira loucura, é o que é.

Mas esse é um ponto diferente. Como referi no verão, vi necessidade nenhuma na contratação de Douglas, independentemente da venda de Naldo.

Douglas, como era sabido, era um desejo antigo de JJ que o tentara contratar no ano anterior e só avançou para Naldo ( e Ciani ) quando falhou a sua contratação.

Mas na altura, o que JJ queria era inquestionável.

Tudo é bastante questionável em Jesus no que concerne a gostos pessoais, sempre foi.

A vinda do Douglas é uma aberração a todos níveis (desportivo e económico).E como já disse a venda do Naldo nem sequer cobre os custos deste tipo(pois é preciso ter em conta o vinculo que assinou, não está cá de passagem).

E o mais revoltante é assistir a relutância que existe em resolver estes casos.Estão á espera do final da temporada?
Se agora já são activos desvalorizados no final da temporada não valem um tostão furado.

Mas na mente de Jesus estes reforços vão ser todos apostas ganhas, é uma questão de tempo!

Esses gostos são questionáveis mas deram consistentemente resultados ao longa da carreira

O que temos agora é que se passa de um contexto em que o que JJ decidia era lei, o que tinha sentido nenhum em termos da apreciação dos adeptos, para outro e à conta de um contexto negativo em que obviamente tem fortes responsabilidades, em que o tipo é um mentecapto que não sabe distinguir um pino de um jogador de futebol, que faz menos sentido ainda ( é que as pessoas esquecem-se do peso que sempre teve, em todas as estruturas onde trabalhou, na composição dos seus planteis. Mesmo que eventualmente esse peso fosse menor do que agora ).

Referi na altura própria que não vi necessidade na contratação de Douglas e que com a dupla titular Coates e Semedo, com o rendimento que tiveram, mais Oliveira, o Sporting estava bem servido. Por questões desportivas E financeiras.

Seja como for, fossem todos os problemas como este ( o quadro de centrais ).