Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Novembro 24, 2014, 04:11

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Direcção, SAD e Orgãos Sociais (Moderadores: wild_oscar, Stunner, Leão88, sotnas) Tópico:

"Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: « anterior 1 2 3 [4] 5 6 ... 8 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting (Lida 8011 vezes)

Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #60 em: Julho 01, 2011, 18:46 »

HULK VERDE

   Relativamente ao controlo dos sócios que foram votar, tenho a dizer que é muito estranho o facto de não virem totalizados em acta. Por 2 motivos: se bem me lembro (e corrijam-me se estiver errado), existem 2 controlos no acto eleitoral (ou supostamente deveria haver, já que são conhecidas algumas situações em que sócios sem as cotas actualizadas entraram e votaram) - logo aí um indicador de irregularidades sem ser preciso andar com calculadoras, procissões de "fé", requerimentos na "justiça" e "vai-te queixar ao papa ou aos tribunais"...

   Dizia eu que existem 2 controlos - à entrada do Hall Vip, onde o sócio tem de exibir o cartão (mas não o BI, pelo menos no meu caso). E na mesa de voto, onde o cartão é recolhido e o sócio-eleitor verificado na lista de associados (caderno eleitoral).

   Se estes procedimentos fossem efectuados com competência e sem irregularidades, seria fácil ter a noção não só do número de sócios que se apresentaram para votar, como daqueles que efectivamente votaram. Não invalida que possa haver discrepâncias no número de votos, pois podem ter votado para o Conselho Directivo e terem-se abstido para a Assembleia Geral, ou podem ter inserido boletins nulos, adulterados, ou apenas 1 deles, ou, como alguém disse, boletins repetidos que chegaram, por lapso ou não, a ser dados a alguns sócios-eleitores. Mas o número de sócios, o simples número de sócios que se apresentaram para votar e os que votaram, esse não podia levantar dúvidas - a não ser que houvesse intenção ou muita incompetência, falta de preparação ou irregularidades.

   É tempo de concentrarmos as nossas energias para que estas situações não voltem a ocorrer num Clube chamado Sporting Clube de Portugal, em pleno século XXI.

   A não ser que a ideia que têm da sociedade e do Clube seja impedi-los de se desenvolver, de evoluir, ou mesmo fazê-los regredir e constantemente sabotá-los para que cada vez menos os valores da Liberdade, da Justiça e da Verdade prevaleçam. Esses serão um Clube e uma Sociedade sem Paz e sem Esperança. Sem união. Sem perspectivas. Manipulados, amputados e sabotados.
Registado


Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #61 em: Julho 01, 2011, 18:59 »

leao09

Já se sabia que o dia 26 de Março de 2011 e a noite que se lhe seguiu ficará para sempre marcado como uma das datas mais vergonhosas da história Sporting Clube de Portugal.

Já se sabia que nessa triste data se tinha efectuado uma enorme Golpada, um Afinanço impróprio e escandaloso que serviu para cooptar Godinho Lopes e a continuidade podre e infecta, através dumas eleições fraudolentas.

Já se sabia que depois de tudo o que se passou o presidente ilegítimo empossado não teria quaisquer condições de governabilidade e que enquanto a Corja estiver dentro do Sporting, os Sportinguistas estarão fora.

O que não se sabia, era o que é que esta trupe de falsários e vigaristas, esta associação de malfeitores, iria registar na acta da Assembleia Eleitoral.

Faltava a cereja em cima do bolo, para que o Afinanço fosse completo e o descrédito fosse total.

Como é sabido, todos os sócios têm o direito de solicitar o envio duma cópia da referida acta e aconselho desde já a que todos o façam por mail enviado ao servico.sócio@sporting.pt

Nesta conformidade e como é natural, depois do cambalacho que foi o acto eleitoral, alguns sócios já o fizeram e solicitaram logo após o resultado da trafulhice dessa noite de má memória, o envio duma cópia da acta eleitoral.

Depois de mais de dois meses de espera em que se questionava o porquê de tanta demora e em que as respostas evidenciavam que não haveria grande vontade em proceder ao envio, mas sempre dizendo que o pedido já tinha sido encaminhado, lá veio uma em que disseram que finalmente tinha sido enviada a dita acta.

No entanto, pediam secretismo. Pediam mesmo compreensão e chegavam a dizer que o momento aconselhava discrição e reserva quanto à divulgação do seu conteúdo, nomeadamente na comunicação social.

Na verdade, não é de estranhar, uma vez que, como é sabido, estamos a lidar com pulhas que, embora não tenham um pingo de vergonha na cara, sabem bem aquilo que fizeram.

Finalmente, lá chegou a acta da assembleia eleitoral. E de facto, após a leitura da mesma conpreendeu-se a razão de tantos medos e de tantos receios.

É que, para além de nas dez páginas referentes ao acto eleitoral se verificar uma preocupação obcessiva e uma tentativa desesperada em colar com cuspo que tudo correu dentro da legalidade e que tudo se passou como Deus com os anjos, por incrível e inacreditável que possa parecer, em parte alguma vem mencionado quantos sócios do Sporting votaram no acto eleitoral.

Repito. Em nenhuma parte da cópia da acta eleitoral aparece o número de sócios do Sporting que votaram nas eleições de 26/03/2011. Ou seja, foi sonegada essa informação.
Ou seja, aquilo que é o mais elementar, fundamental e crucial, mesmo tratando-se da eleição dum bando de meliantes, que é o número de participantes, o número de votantes, o número de sócios que exerceram o seu direito de voto, não foi mencionado, nem registado.


Foi então enviado novo mail a questionar sobre a ausência na acta do número de sócios que votaram nas eleições e pondo até em causa a legalidade da mesma, uma vez que não vem informado aquilo que é o mais importante em qualquer eleição.

E a resposta da direcção de sócios, para estupefacção e repugnância de quem a leu, foi que, "não foi determinado o número total de sócios que exerceram o direito de voto..."


COMO É POSSÍVEL??

Claro que, e em face desta bandalheira inqualificável que foram estas eleições fraudolentas, e também em virtude do pedido de secretismo(compreende-se porquê), a primeira atitude em defesa do Sporting, foi enviar toda esta pulhice para a comunicação social, para que todos saibam a vergonha que é este sporting roquetteiro.

E ainda têm o descaramento de tentar extorquir aos Sportinguistas dinheiro em quotas e em gameboxes e hipocritamente pedir paz e união. NUNCA A TERÃO.

Isto não é o Sporting.

ELEIÇÕES, JÁ!

Editado pela moderação.

 Ofensas gratuitas a responsáveis do Sporting e desrespeito pelos foristas que apoiam a actual direcção.

10 dias avisado, dado o historial e a gravidade das ofensas.

Winston Smith

Mas qual é o problema de chamar pulhas ou bandalhos, vermes ou invertebrados a esta corja roquetteira ou aos seus apoiantes???

Tão ou mais culpados que eles são quem os elege e os defende!!!

Winston Smith, presumo que sejas sócio, logo espero que tenhas alguma coerência, para quem tem um cargo de responsabilidade, e apresentes na próxima AG um pedido de expulsão do sócio José Eduardo Bettencourt do Sporting Clube de Portugal, por ter proferido as piores ofensas indiscriminadas a sócios do nosso Clube, com a agravante de o ter feito na qualidade de Presidente do CD do SCP !!!

Fico a aguardar!
Registado
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #62 em: Julho 01, 2011, 19:08 »



*
Veterano

Mensagens: 5093
Idade: 27
Localidade: Évora
Masculino



Peço-te a ti ou a outro, que prove ou que mostre que este meu raciocínio em cima está errado, se estiver então tudo bem, mas senão estiver, acho que está tudo dito ou não ?!




Tu percebeste bem o que eu queria dizer, não é a mesma coisa ser fraude ou erro, mas em termos práticos resultava na mesma coisa, ou seja anulação do acto eleitoral, é por isso que já nem me interessa discutir se foi fraude ou erro. Mas que existem erros, existem! Ou simplesmente não haver sequer um número total de votantes não te chega para concluir isso ?!... fora o resto dos números que não batem certo.
É que sinceramente para chegar a esta conclusão não é preciso muito, basta ter o 5º ano e saber usar uma calculadora.

Eu não tenho duvidas que este acto eleitoral não deveria ser válido... e tu, já usaste a calculadora e viste os números ? Ou falas sem ter visto nada ? Crenças ?! Crença tens tu, que achas que este acto eleitoral está todo certinho... isso é que é crença!

Volto a perguntar: É crença, que os números não batem certo e que nem sequer existe um número total de votantes, o que torna este acto eleitoral um acto sem qualquer ética ?
Ainda achas que é fé e crença ?


Isso que dizes, foi feito, mas foi decidido pelo tribunal que seria mais prejudicial para o Sporting ficar sem direcção do que manter a situação como estava...

Mas olha, sabendo que o Sporting é um clube com sócios, temos que andar à espera que a justiça e tribunais decidam pela nossa cabecinha, é ?! Então os sócios não têm o direito de mandar no clube ?! Para de te refugiar na justiça e tribunais e usa a cabeça!!!

Olha romero o teu descaramento é tanto, que sinceramente gostava de te conhecer pessoalmente e falar disto contigo, para ver se tens a lata de mandar os mesmos argumentos e as mesmas desculpas. E eu levo a calculadora e os números e até te explico tudo!

Tu é que tens que mostrar que o teu raciocínio está correcto, eu não faço análises com base em legislação que desconheço ainda para mais para a qual não tenho competência de interpretar e mais importante ainda não julgo esse tipo de situações.
Se aqui colocares a legislação eu posso emitir uma opinião, mas como disse antes não sou a melhor pessoa para fazê-lo até porque nunca tive responsabilidades desse tipo.
Quem tem a responsabilidade de saber essas questões (mais que os outros) são os envolvidos no acto eleitoral... os que se sintam prejudicados podem recorrer ao que acharem necessário para que as suas pretenções sejam atendidas. Se ninguém se queixar (e depois ainda se tem que ganhar em tribunal) não tenho dúvidas de que a direcção tomou posse foi a correcta.

Acreditar que existiu uma fraude ou uma irregularidade tal que anularia a eleição quando os interessados ou não viram nada ou desistiram da vertente juridica é uma questão de fé (má-fé), de desrespeito ao Sporting, ao Presidente do Sporting e aos trabalhadores do Sporting.

Não sei se ainda é possivel anular as eleições ou se é possivel colocar algum processo aos responsáveis no acto eleitoral, se for que o façam. Podes pegar na calculadora, como te disse, e ir explicar isso a um juiz que tem mais que a quarta classe, não é a mim que me tens que explicar.

Se não o fizerem trata-se de uma questão de crença e desrespeito.

Registado
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #63 em: Julho 01, 2011, 19:51 »



*

Mensagens: 7910
Idade: 30
Localidade: Lisboa
Masculino


Mas qual é o problema de chamar pulhas ou bandalhos, vermes ou invertebrados a esta corja roquetteira ou aos seus apoiantes???

Tão ou mais culpados que eles são quem os elege e os defende!!!

Winston Smith, presumo que sejas sócio, logo espero que tenhas alguma coerência, para quem tem um cargo de responsabilidade, e apresentes na próxima AG um pedido de expulsão do sócio José Eduardo Bettencourt do Sporting Clube de Portugal, por ter proferido as piores ofensas indiscriminadas a sócios do nosso Clube, com a agravante de o ter feito na qualidade de Presidente do CD do SCP !!!

Fico a aguardar!

Se não conheces as regras de funcionamento do Fórum, passo a elucidar:

Citação de: Regras
Ofensas gratuitas a personalidades e outros sites relacionados com o Sporting. Apesar de serem permitidas expressões legítimas de descontentamento de carácter ocasional e em determinados contextos, não é considerado aceitável que se enxovalhe pessoas e sites relacionados com o SCP de forma gratuita.
(...)
Criar mau ambiente no fórum, seja através de ataques, conflitos ou provocações pessoais a Membros da Comunidade. Quem tiver linguagem demasiado agressiva ou corrosiva deverá ter isso em atenção e tentar ser mais moderado.

Se quiseres chamar pulha, bandalho ou verme à actual direcção ou aos foristas que os apoiam, fazes pessoalmente ou através de outros meios, porque aqui não será permitido. Este espaço é plural e independente, agregando pessoas com várias visões acerca da realidade sportinguista. É essencial respeitar essa pluralidade opinativa porque é um dos factores mais importante na elevação deste fórum a site mais visitado a seguir ao oficial.

Quanto às questões relacionadas com o anterior presidente, nada têm a ver com este assunto específico. A minha posição de moderador é distinta da de associado/adepto, sendo as AG's e afins também diferentes do que se passa aqui. Isto parece-me de tal forma óbvio que não perderei mais tempo a explicar. Acrescento apenas que ninguém aqui colocou a hipótese de expulsar o forista chirola, por isso a tua argumentação não faz muito sentido.

Por fim, se queres acrescentar mais alguma coisa, usas as MP's ou então abres um tópico no Atendimento VIP. Todas as mensagens futuras relacionadas com este tema específico serão apagadas por parte da moderação.
« Última modificação: Julho 01, 2011, 19:56 por Winston Smith » Registado

"The one thing that doesn't abide by majority rule is a person's conscience." - Harper Lee
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #64 em: Julho 01, 2011, 20:33 »

farinha amparo

Já se sabia que o dia 26 de Março de 2011 e a noite que se lhe seguiu ficará para sempre marcado como uma das datas mais vergonhosas da história Sporting Clube de Portugal.

Já se sabia que nessa triste data se tinha efectuado uma enorme Golpada, um Afinanço impróprio e escandaloso que serviu para cooptar Godinho Lopes e a continuidade podre e infecta, através dumas eleições fraudolentas.

Já se sabia que depois de tudo o que se passou o presidente ilegítimo empossado não teria quaisquer condições de governabilidade e que enquanto a Corja estiver dentro do Sporting, os Sportinguistas estarão fora.

O que não se sabia, era o que é que esta trupe de falsários e vigaristas, esta associação de malfeitores, iria registar na acta da Assembleia Eleitoral.

Faltava a cereja em cima do bolo, para que o Afinanço fosse completo e o descrédito fosse total.

Como é sabido, todos os sócios têm o direito de solicitar o envio duma cópia da referida acta e aconselho desde já a que todos o façam por mail enviado ao servico.sócio@sporting.pt

Nesta conformidade e como é natural, depois do cambalacho que foi o acto eleitoral, alguns sócios já o fizeram e solicitaram logo após o resultado da trafulhice dessa noite de má memória, o envio duma cópia da acta eleitoral.

Depois de mais de dois meses de espera em que se questionava o porquê de tanta demora e em que as respostas evidenciavam que não haveria grande vontade em proceder ao envio, mas sempre dizendo que o pedido já tinha sido encaminhado, lá veio uma em que disseram que finalmente tinha sido enviada a dita acta.

No entanto, pediam secretismo. Pediam mesmo compreensão e chegavam a dizer que o momento aconselhava discrição e reserva quanto à divulgação do seu conteúdo, nomeadamente na comunicação social.

Na verdade, não é de estranhar, uma vez que, como é sabido, estamos a lidar com pulhas que, embora não tenham um pingo de vergonha na cara, sabem bem aquilo que fizeram.

Finalmente, lá chegou a acta da assembleia eleitoral. E de facto, após a leitura da mesma conpreendeu-se a razão de tantos medos e de tantos receios.

É que, para além de nas dez páginas referentes ao acto eleitoral se verificar uma preocupação obcessiva e uma tentativa desesperada em colar com cuspo que tudo correu dentro da legalidade e que tudo se passou como Deus com os anjos, por incrível e inacreditável que possa parecer, em parte alguma vem mencionado quantos sócios do Sporting votaram no acto eleitoral.

Repito. Em nenhuma parte da cópia da acta eleitoral aparece o número de sócios do Sporting que votaram nas eleições de 26/03/2011. Ou seja, foi sonegada essa informação.
Ou seja, aquilo que é o mais elementar, fundamental e crucial, mesmo tratando-se da eleição dum bando de meliantes, que é o número de participantes, o número de votantes, o número de sócios que exerceram o seu direito de voto, não foi mencionado, nem registado.


Foi então enviado novo mail a questionar sobre a ausência na acta do número de sócios que votaram nas eleições e pondo até em causa a legalidade da mesma, uma vez que não vem informado aquilo que é o mais importante em qualquer eleição.

E a resposta da direcção de sócios, para estupefacção e repugnância de quem a leu, foi que, "não foi determinado o número total de sócios que exerceram o direito de voto..."


COMO É POSSÍVEL??

Claro que, e em face desta bandalheira inqualificável que foram estas eleições fraudolentas, e também em virtude do pedido de secretismo(compreende-se porquê), a primeira atitude em defesa do Sporting, foi enviar toda esta pulhice para a comunicação social, para que todos saibam a vergonha que é este sporting roquetteiro.

E ainda têm o descaramento de tentar extorquir aos Sportinguistas dinheiro em quotas e em gameboxes e hipocritamente pedir paz e união. NUNCA A TERÃO.

Isto não é o Sporting.

ELEIÇÕES, JÁ!



C'um caneco. Até me custa a acreditar  Chocado
Podia haver um pingo de vergonha, mesmo que pequenino, microscópico, mas nem isso
Registado
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #65 em: Julho 01, 2011, 20:44 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 25122
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


Enfim. Qualquer laivo de boa vontade ou benefício da dúvida torna-se um esforço colossal.
Registado

Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #66 em: Julho 02, 2011, 00:37 »



*
Veterano

Mensagens: 8443
Masculino



Peço-te a ti ou a outro, que prove ou que mostre que este meu raciocínio em cima está errado, se estiver então tudo bem, mas senão estiver, acho que está tudo dito ou não ?!




Tu percebeste bem o que eu queria dizer, não é a mesma coisa ser fraude ou erro, mas em termos práticos resultava na mesma coisa, ou seja anulação do acto eleitoral, é por isso que já nem me interessa discutir se foi fraude ou erro. Mas que existem erros, existem! Ou simplesmente não haver sequer um número total de votantes não te chega para concluir isso ?!... fora o resto dos números que não batem certo.
É que sinceramente para chegar a esta conclusão não é preciso muito, basta ter o 5º ano e saber usar uma calculadora.

Eu não tenho duvidas que este acto eleitoral não deveria ser válido... e tu, já usaste a calculadora e viste os números ? Ou falas sem ter visto nada ? Crenças ?! Crença tens tu, que achas que este acto eleitoral está todo certinho... isso é que é crença!

Volto a perguntar: É crença, que os números não batem certo e que nem sequer existe um número total de votantes, o que torna este acto eleitoral um acto sem qualquer ética ?
Ainda achas que é fé e crença ?


Isso que dizes, foi feito, mas foi decidido pelo tribunal que seria mais prejudicial para o Sporting ficar sem direcção do que manter a situação como estava...

Mas olha, sabendo que o Sporting é um clube com sócios, temos que andar à espera que a justiça e tribunais decidam pela nossa cabecinha, é ?! Então os sócios não têm o direito de mandar no clube ?! Para de te refugiar na justiça e tribunais e usa a cabeça!!!

Olha romero o teu descaramento é tanto, que sinceramente gostava de te conhecer pessoalmente e falar disto contigo, para ver se tens a lata de mandar os mesmos argumentos e as mesmas desculpas. E eu levo a calculadora e os números e até te explico tudo!

Tu é que tens que mostrar que o teu raciocínio está correcto, eu não faço análises com base em legislação que desconheço ainda para mais para a qual não tenho competência de interpretar e mais importante ainda não julgo esse tipo de situações.
Se aqui colocares a legislação eu posso emitir uma opinião, mas como disse antes não sou a melhor pessoa para fazê-lo até porque nunca tive responsabilidades desse tipo.
Quem tem a responsabilidade de saber essas questões (mais que os outros) são os envolvidos no acto eleitoral... os que se sintam prejudicados podem recorrer ao que acharem necessário para que as suas pretenções sejam atendidas. Se ninguém se queixar (e depois ainda se tem que ganhar em tribunal) não tenho dúvidas de que a direcção tomou posse foi a correcta.

Acreditar que existiu uma fraude ou uma irregularidade tal que anularia a eleição quando os interessados ou não viram nada ou desistiram da vertente juridica é uma questão de fé (má-fé), de desrespeito ao Sporting, ao Presidente do Sporting e aos trabalhadores do Sporting.

Não sei se ainda é possivel anular as eleições ou se é possivel colocar algum processo aos responsáveis no acto eleitoral, se for que o façam. Podes pegar na calculadora, como te disse, e ir explicar isso a um juiz que tem mais que a quarta classe, não é a mim que me tens que explicar.

Se não o fizerem trata-se de uma questão de crença e desrespeito.



Lá estás tu a fazer refugio em legislações e tribunais e bla bla bla... eu não me interessa mais o que pensa a justiça ou os tribunais deste caso! Interessa-me sim o que pensam os sócios do Sporting, porque são eles que "ainda" têm o futuro do clube na mão.
Eu não preciso que a justiça me venha dizer que sim ou que não, para eu ter as minhas ideias.

Para ti é moralmente e eticamente correcto que estas eleições sejam válidas ?! -> É isto que me interessa neste momento! As opiniões dos sócios! E peço-te que não me respondas que tu não tens que saber isso, ou que não te compete a ti, ou outro BLA BLA BLA do género! Alguma opinião tens que ter!
Pela tua ordem de ideias, por mais estúpidas e ótarias que sejam as leis de um pais e as decisões dos tribunais, então uma pessoa tem que concordar com elas. Errado! Porque nesse caso todas as pessoas viviam descansadas na sua consciência mesmo em países com ditadura!

O Tribunal já decidiu, aquando da providência cautelar, que seria mais prejudicial o Sporting ficar sem direcção do que suspender o resultado eleitoral, como tal... queres que eu vá dizer o quê ao tribunal? Eu estou-me borrifando para o que o tribunal acha ou não... Muitas coisas eu acho mal, mas o tribunal e as leis acham bem e vice-versa! O que me interessa é o que pensam os sócios do Sporting!

Se o tribunal decidiu mal ? Na minha opinião sim.

Mostrar que o meu raciocínio está correcto?... queres mais que isto:

Citar
Se não se sabe o número total de votantes, é porque não se sabe o número total de votantes por candidatura em pelo menos uma delas para algum cargo/órgão social, certo ?... Então se eu não sei quantas pessoas votaram em alguém, como podem essas eleições serem válidas ?!

Se conseguires perceber o que está aqui escrito em cima e todas as palavras, então consegues perceber e fica assim explicado por definição, a não ser que aches correcto que umas eleições sejam válidas mesmo quando não se conhece quantas pessoas votaram em algum dos candidatos! Se isto fosse para decidir, o presidente de câmara ou junta de freguesia onde moras, achavas correcto?!

Acreditar que existiu uma fraude ou irregularidade?! Amigo... ELES NEM SABEM O NÚMERO TOTAL DE VOTANTES POR AMOR DA SANTA! (E nem sou religioso)... SÓCIO POR FAVOR, É PRECISO MAIS O QUÊ ?! Volto a dizer, pode não ter havido fraude, mas irregularidades houve, porque senão, então como seria possível não se saber o número total de votantes?!
« Última modificação: Julho 02, 2011, 00:48 por Green_Heart » Registado

És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> http://socionumminuto.pt/

A verdade sobre o Sporting da "geração" Roquette

Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 1 - "Os Credíveis"
Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 2 - "Afinação Eleitoral"
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #67 em: Julho 02, 2011, 01:27 »


ex-ruitrind


*
Veterano

Mensagens: 41472
Idade: 48
Localidade: Senhora da Hora
Masculino


Fabuloso trabalho, a verdade acima de tudo! Ou somos CREDIVEIS ou não! Pelos vistos não são! Aliás como todos já estávamos fartos de saber.

Fica mais que provado que o dia 26 de Março de 2011 ficará para sempre como o dia mais sujo da história do Sporting Clube de Portugal!
Registado

Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #68 em: Julho 02, 2011, 01:28 »



*
Veterano

Mensagens: 5093
Idade: 27
Localidade: Évora
Masculino



Lá estás tu a fazer refugio em legislações e tribunais e bla bla bla... eu não me interessa mais o que pensa a justiça ou os tribunais deste caso! Interessa-me sim o que pensam os sócios do Sporting, porque são eles que "ainda" têm o futuro do clube na mão.
Eu não preciso que a justiça me venha dizer que sim ou que não, para eu ter as minhas ideias.

Para ti é moralmente e eticamente correcto que estas eleições sejam válidas ?! -> É isto que me interessa neste momento! As opiniões dos sócios! E peço-te que não me respondas que tu não tens que saber isso, ou que não te compete a ti, ou outro BLA BLA BLA do género! Alguma opinião tens que ter!
Pela tua ordem de ideias, por mais estúpidas e ótarias que sejam as leis de um pais e as decisões dos tribunais, então uma pessoa tem que concordar com elas. Errado! Porque nesse caso todas as pessoas viviam descansadas na sua consciência mesmo em países com ditadura!

O Tribunal já decidiu, aquando da providência cautelar, que seria mais prejudicial o Sporting ficar sem direcção do que suspender o resultado eleitoral, como tal... queres que eu vá dizer o quê ao tribunal? Eu estou-me borrifando para o que o tribunal acha ou não... Muitas coisas eu acho mal, mas o tribunal e as leis acham bem e vice-versa! O que me interessa é o que pensam os sócios do Sporting!

Se o tribunal decidiu mal ? Na minha opinião sim.

Mostrar que o meu raciocínio está correcto?... queres mais que isto:

Citar
Se não se sabe o número total de votantes, é porque não se sabe o número total de votantes por candidatura em pelo menos uma delas para algum cargo/órgão social, certo ?... Então se eu não sei quantas pessoas votaram em alguém, como podem essas eleições serem válidas ?!

Se conseguires perceber o que está aqui escrito em cima e todas as palavras, então consegues perceber e fica assim explicado por definição, a não ser que aches correcto que umas eleições sejam válidas mesmo quando não se conhece quantas pessoas votaram em algum dos candidatos! Se isto fosse para decidir, o presidente de câmara ou junta de freguesia onde moras, achavas correcto?!

Acreditar que existiu uma fraude ou irregularidade?! Amigo... ELES NEM SABEM O NÚMERO TOTAL DE VOTANTES POR AMOR DA SANTA! (E nem sou religioso)... SÓCIO POR FAVOR, É PRECISO MAIS O QUÊ ?! Volto a dizer, pode não ter havido fraude, mas irregularidades houve, porque senão, então como seria possível não se saber o número total de votantes?!

Primeiro era fraude, depois iregularidades, agora o tribunal não é necessário, eu acho que até daqui a 2 semanas ainda te vou ouvir a dizer que as eleições foram um bom exemplo democrático  Grin .
Não percebo como se anulam umas eleições sem recorrer a tribunal...

Já agora falando em decisões de tribunais fui pesquisar o motivo pelo qual a providência cautelar foi rejeitada. Este artigo do Público foi o primeiro que me apareceu usando na pesquisa as palavras "providencia cautelar Sporting".

Citar

O Tribunal Cível de Lisboa terá indeferido liminarmente a providência cautelar interposta por Bruno de Carvalho por alegadas irregularidades nas eleições do Sporting realizadas a 26 de Março, noticia o Correio da Manhã.

As eventuais irregularidades invocadas pelo ex-candidato, como o facto de não ter um representante na mesa eleitoral, segundo o tribunal não podem constituir fundamento para a suspensão da deliberação de proclamação dos vencedores das eleições em que Godinho Lopes foi eleito presidente do Sporting.

Segundo as fontes citadas pelo mesmo jornal, o juiz terá mesmo frisado que uma eventual suspensão dos órgãos eleitos poderia provocar significativos prejuízos a nível de imagem e bom-nome do clube, bem como quebra de receitas.

Também a questão de uma alegada superioridade de votos a favor de Carvalho não foi atendida, por se basear apenas numa convicção, não justificada em quaisquer indícios objectivos. Godinho Lopes ganhou as eleições do Sporting com 360 votos de diferença em relação a Bruno de Carvalho.

Há ainda uma outra questão em que não terá sido dada razão ao empresário, relacionada com o facto de se não ter retirado da alegada inconsistência entre os números de votos nos registos de entrada e nas urnas e na negação da recontagem qualquer invalidade do processo eleitoral.

João de Castro, advogado de Bruno de Carvalho, não quis adiantar pormenores sobre a decisão mas não rejeitou apresentar um eventual recurso hoje no Tribunal da Relação de Lisboa

http://desporto.publico.pt/noticia.aspx?id=1489938


A negrito está a tal questão da fé sem fundamentos que a sustentem. Se alguém tiver por escrito aquilo que o juiz declarou que faça favor de nos elucidar. Eu juro que nunca tinha lido este artigo.

Quanto ao que os sócios pensam sobre isso e outras coisas haverá eleições no futuro e outros actos internos no clube, é assim que se passa em democracia.

O que eu acho muito estranho é que tudo isso que apresentas é tão óbvio mas ninguém avança para tribunal (e eu apoio quem o fizer desde que vença a acção)... se não o fazem naturalmente os resultados estão correctos. É uma lógica que aparentemente está mais correcta que a matemática no último acto eleitoral  Grin .

Tu preferes escolher o caminho da fé, uma fé que aparentemente é até maior que a do candidato derrotado que desistiu de ir a tribunal, são escolhas... quanto a mim quando o dogma deixar de ser um dogma eu sou capaz de da algum valor àquilo que é hoje uma falta de respeito ao SPorting.
« Última modificação: Julho 02, 2011, 01:36 por romero » Registado
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #69 em: Julho 02, 2011, 01:48 »



*
Veterano

Mensagens: 8443
Masculino



Lá estás tu a fazer refugio em legislações e tribunais e bla bla bla... eu não me interessa mais o que pensa a justiça ou os tribunais deste caso! Interessa-me sim o que pensam os sócios do Sporting, porque são eles que "ainda" têm o futuro do clube na mão.
Eu não preciso que a justiça me venha dizer que sim ou que não, para eu ter as minhas ideias.

Para ti é moralmente e eticamente correcto que estas eleições sejam válidas ?! -> É isto que me interessa neste momento! As opiniões dos sócios! E peço-te que não me respondas que tu não tens que saber isso, ou que não te compete a ti, ou outro BLA BLA BLA do género! Alguma opinião tens que ter!
Pela tua ordem de ideias, por mais estúpidas e ótarias que sejam as leis de um pais e as decisões dos tribunais, então uma pessoa tem que concordar com elas. Errado! Porque nesse caso todas as pessoas viviam descansadas na sua consciência mesmo em países com ditadura!

O Tribunal já decidiu, aquando da providência cautelar, que seria mais prejudicial o Sporting ficar sem direcção do que suspender o resultado eleitoral, como tal... queres que eu vá dizer o quê ao tribunal? Eu estou-me borrifando para o que o tribunal acha ou não... Muitas coisas eu acho mal, mas o tribunal e as leis acham bem e vice-versa! O que me interessa é o que pensam os sócios do Sporting!

Se o tribunal decidiu mal ? Na minha opinião sim.

Mostrar que o meu raciocínio está correcto?... queres mais que isto:

Citar
Se não se sabe o número total de votantes, é porque não se sabe o número total de votantes por candidatura em pelo menos uma delas para algum cargo/órgão social, certo ?... Então se eu não sei quantas pessoas votaram em alguém, como podem essas eleições serem válidas ?!

Se conseguires perceber o que está aqui escrito em cima e todas as palavras, então consegues perceber e fica assim explicado por definição, a não ser que aches correcto que umas eleições sejam válidas mesmo quando não se conhece quantas pessoas votaram em algum dos candidatos! Se isto fosse para decidir, o presidente de câmara ou junta de freguesia onde moras, achavas correcto?!

Acreditar que existiu uma fraude ou irregularidade?! Amigo... ELES NEM SABEM O NÚMERO TOTAL DE VOTANTES POR AMOR DA SANTA! (E nem sou religioso)... SÓCIO POR FAVOR, É PRECISO MAIS O QUÊ ?! Volto a dizer, pode não ter havido fraude, mas irregularidades houve, porque senão, então como seria possível não se saber o número total de votantes?!

Primeiro era fraude, depois iregularidades, agora o tribunal não é necessário, eu acho que até daqui a 2 semanas ainda te vou ouvir a dizer que as eleições foram um bom exemplo democrático  Grin .
Não percebo como se anulam umas eleições sem recorrer a tribunal...

Já agora falando em decisões de tribunais fui pesquisar o motivo pelo qual a providência cautelar foi rejeitada. Este artigo do Público foi o primeiro que me apareceu usando na pesquisa as palavras "providencia cautelar Sporting".

Citar

O Tribunal Cível de Lisboa terá indeferido liminarmente a providência cautelar interposta por Bruno de Carvalho por alegadas irregularidades nas eleições do Sporting realizadas a 26 de Março, noticia o Correio da Manhã.

As eventuais irregularidades invocadas pelo ex-candidato, como o facto de não ter um representante na mesa eleitoral, segundo o tribunal não podem constituir fundamento para a suspensão da deliberação de proclamação dos vencedores das eleições em que Godinho Lopes foi eleito presidente do Sporting.

Segundo as fontes citadas pelo mesmo jornal, o juiz terá mesmo frisado que uma eventual suspensão dos órgãos eleitos poderia provocar significativos prejuízos a nível de imagem e bom-nome do clube, bem como quebra de receitas.

Também a questão de uma alegada superioridade de votos a favor de Carvalho não foi atendida, por se basear apenas numa convicção, não justificada em quaisquer indícios objectivos. Godinho Lopes ganhou as eleições do Sporting com 360 votos de diferença em relação a Bruno de Carvalho.

Há ainda uma outra questão em que não terá sido dada razão ao empresário, relacionada com o facto de se não ter retirado da alegada inconsistência entre os números de votos nos registos de entrada e nas urnas e na negação da recontagem qualquer invalidade do processo eleitoral.

João de Castro, advogado de Bruno de Carvalho, não quis adiantar pormenores sobre a decisão mas não rejeitou apresentar um eventual recurso hoje no Tribunal da Relação de Lisboa

http://desporto.publico.pt/noticia.aspx?id=1489938


A negrito está a tal questão da fé sem fundamentos que a sustentem. Se alguém tiver por escrito aquilo que o juiz declarou que faça favor de nos elucidar. Eu juro que nunca tinha lido este artigo.

Quanto ao que os sócios pensam sobre isso e outras coisas haverá eleições no futuro e outros actos internos no clube, é assim que se passa em democracia.

O que eu acho muito estranho é que tudo isso que apresentas é tão óbvio mas ninguém avança para tribunal (e eu apoio quem o fizer desde que vença a acção)... se não o fazem naturalmente os resultados estão correctos. É uma lógica que aparentemente está mais correcta que a matemática no último acto eleitoral  Grin .

Tu preferes escolher o caminho da fé, uma fé que aparentemente é até maior que a do candidato derrotado que desistiu de ir a tribunal, são escolhas... quanto a mim quando o dogma deixar de ser um dogma eu sou capaz de da algum valor àquilo que é hoje uma falta de respeito ao SPorting.



É incrível como consegues deturpar o que digo para o que mais te convém!
Nem primeiro era fraude, nem segundo irregularidades! Eu já disse e repito, pode não ter havido fraude mas irregularidades houveram!
O tribunal não é necessário ?! Para os sócios terem uma opinião, acerca do assunto, não, não é! Qual é a tua ?!
Só respondes ao que te apetece e fazes vista grossa àquilo que não te interessa!



Volto a dizer:
Eu não preciso que a justiça me venha dizer que sim ou que não, para eu ter as minhas ideias.
Para ti é moralmente e eticamente correcto que estas eleições sejam válidas ?! -> É isto que me interessa neste momento! As opiniões dos sócios! E peço-te que não me respondas que tu não tens que saber isso, ou que não te compete a ti, ou outro BLA BLA BLA do género! Alguma opinião tens que ter!



Olha que bonito, pesquisas no google e espetas aqui a primeira coisa que te aparece que diz:
Citar
Segundo as fontes citadas pelo mesmo jornal, o juiz terá mesmo frisado que uma eventual suspensão dos órgãos eleitos poderia provocar significativos prejuízos a nível de imagem e bom-nome do clube, bem como quebra de receitas.

Também a questão de uma alegada superioridade de votos a favor de Carvalho não foi atendida, por se basear apenas numa convicção, não justificada em quaisquer indícios objectivos. Godinho Lopes ganhou as eleições do Sporting com 360 votos de diferença em relação a Bruno de Carvalho.

Há ainda uma outra questão em que não terá sido dada razão ao empresário, relacionada com o facto de se não ter retirado da alegada inconsistência entre os números de votos nos registos de entrada e nas urnas e na negação da recontagem qualquer invalidade do processo eleitoral.

1º-Ora então, segundo o juiz ele acha que seria mais prejudicial para o Sporting a suspensão dos órgãos eleitos. Tal como já disse, acho errado!
2º-A alegada superioridade de votos a favor do Bruno, é realmente um argumento fraco que o Bruno nem deveria ter levado para tribunal... e isto, se o fez mesmo... e se o fez, fez mal!
3º-E por fim, o tribunal não acha mal as inconsistências nos números... mas uma coisa é facto -> Elas existem!

Ora muito bem... o tribunal decidiu assim... SO WHAT ?! O tribunal também solta criminosos e corruptos! Muitas coisas têm lógica, mas depois quando chegas a tribunal a lógica desaparece e entras num zona demasiado cinzenta com muita papelada e muitos "inconvenientes". Tens 24 anos, certamente já ouviste ou viste muitos casos destes na CS.
Talvez a culpa não tenha sido toda do tribunal, mas sim de alguns argumentos que o Bruno levou, tudo bem, admito isso, porque não sei quais foram ao certo.

Já te disse, o que para mim me interessa são as opiniões dos sócios!
Anular as eleições sem recorrer ao tribunal ?... Era só preciso que os sócios estivessem todos devidamente informados do que se passou e dos números, decidissem em avançar para a destituição dos órgãos e convocar AGE.

E já chega da conversa da Fé! A matemática não é uma fé! A matemática não falha. E a matemática diz que os números das eleições não batem certo! De tal maneira que nem um número total de votantes foi possível definir!



p.s: Já agora... explica-me lá o que é que é, da minha parte, uma falta de respeito ao Sporting sff.
« Última modificação: Julho 02, 2011, 02:03 por Green_Heart » Registado

És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> http://socionumminuto.pt/

A verdade sobre o Sporting da "geração" Roquette

Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 1 - "Os Credíveis"
Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 2 - "Afinação Eleitoral"
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #70 em: Julho 02, 2011, 03:20 »



*
Veterano

Mensagens: 5093
Idade: 27
Localidade: Évora
Masculino



É incrível como consegues deturpar o que digo para o que mais te convém!
Nem primeiro era fraude, nem segundo irregularidades! Eu já disse e repito, pode não ter havido fraude mas irregularidades houveram!
O tribunal não é necessário ?! Para os sócios terem uma opinião, acerca do assunto, não, não é! Qual é a tua ?!
Só respondes ao que te apetece e fazes vista grossa àquilo que não te interessa!



Se não me disserem que o resultado foi adulterado com vista a Godinho Lopes vencer as eleições eu já me dou por muito satisfeito. Quanto às opiniões cada um pode ter a sua mas ignorar uma decisão de um tribunal, ignorar o facto de o candidato ter desistido do recurso a tribunal e ainda de possivelmente ninguém vir a recorrer a tribunal depois de se saber que não consta o nº total de sócios votantes, não me parece um bom ponto de partida. QUem tem interesse na questão recorre aos meios legais, quem se conforma com os resultados não o faz. Parece-me óbvio.

Para não dizeres que eu só respondo ao que quero, já disse que não acho normal que tenham existido numeros contraditórios (fico descansado pelos motivos já expostos quanto a esta situação) e não acho normal não se saber o nº de votantes (se isso é mesmo assim). Mais considerações sobre a legitimidade do Presidente não faço.. São situações que no minimo devem ser revistas no futuro.


Olha que bonito, pesquisas no google e espetas aqui a primeira coisa que te aparece que diz:

Citar
Segundo as fontes citadas pelo mesmo jornal, o juiz terá mesmo frisado que uma eventual suspensão dos órgãos eleitos poderia provocar significativos prejuízos a nível de imagem e bom-nome do clube, bem como quebra de receitas.

Também a questão de uma alegada superioridade de votos a favor de Carvalho não foi atendida, por se basear apenas numa convicção, não justificada em quaisquer indícios objectivos. Godinho Lopes ganhou as eleições do Sporting com 360 votos de diferença em relação a Bruno de Carvalho.

Há ainda uma outra questão em que não terá sido dada razão ao empresário, relacionada com o facto de se não ter retirado da alegada inconsistência entre os números de votos nos registos de entrada e nas urnas e na negação da recontagem qualquer invalidade do processo eleitoral.

1º-Ora então, segundo o juiz ele acha que seria mais prejudicial para o Sporting a suspensão dos órgãos eleitos. Tal como já disse, acho errado!
2º-A alegada superioridade de votos a favor do Bruno, é realmente um argumento fraco que o Bruno nem deveria ter levado para tribunal... e isto, se o fez mesmo... e se o fez, fez mal!
3º-E por fim, o tribunal não acha mal as inconsistências nos números... mas uma coisa é facto -> Elas existem!

Ora muito bem... o tribunal decidiu assim... SO WHAT ?! O tribunal também solta criminosos e corruptos! Muitas coisas têm lógica, mas depois quando chegas a tribunal a lógica desaparece e entras num zona demasiado cinzenta. Tens 24 anos, certamente já ouviste ou viste muitos casos destes na TV.
Talvez a culpa não tenha sido toda do tribunal, mas sim de alguns argumentos que o Bruno levou, tudo bem, admito isso, porque não sei quais foram ao certo.



O texto do público tinha mais umas linhas, não sei se achaste que não eram importantes... para mim são e portanto deixa-me recuperar esta:

"As eventuais irregularidades invocadas pelo ex-candidato, como o facto de não ter um representante na mesa eleitoral, segundo o tribunal não podem constituir fundamento para a suspensão da deliberação de proclamação dos vencedores das eleições em que Godinho Lopes foi eleito presidente do Sporting."

Eu não retiro do texto que o único motivo para a não suspensão da deliveração seja a imagem do clube ou a quebra de receitas. Parece-me que é uma das questões que foram pesadas, como deverá ter sido também a existência ou não de irregularidades, a sua gravidade, o potencial prejuizo ou ganhos de cada um dos candidatos, etc. Acho que não faz sentido pensar-se que o juiz nesta matéria olhou apenas ao bom nome do Sporting.

E isto é admitindo que a noticia está correcta.


Já te disse, o que para mim me interessa são as opiniões dos sócios!
Anular as eleições sem recorrer ao tribunal ?... Era só preciso que os sócios estivessem todos devidamente informados do que se passou e dos números, decidissem em avançar para a destituição dos órgãos e convocar AGE.

Volto a dizer:
Eu não preciso que a justiça me venha dizer que sim ou que não, para eu ter as minhas ideias.
Para ti é moralmente e eticamente correcto que estas eleições sejam válidas ?! -> É isto que me interessa neste momento! As opiniões dos sócios! E peço-te que não me respondas que tu não tens que saber isso, ou que não te compete a ti, ou outro BLA BLA BLA do género! Alguma opinião tens que ter!



E já chega da conversa da Fé! A matemática não é uma fé! A matemática não falha. E a matemática diz que os números das eleições não batem certo! De tal maneira que nem um numero total de votantes foi possível definir!

Alguém lá atrás colocou umas perguntas bem mais interessantes a que infelizmente ninguém respondeu... se não me engano perguntaram se as actas passadas tinham o total de votantes, se era obrigatório terem esse total, e em caso afirmativo o que poderia acontecer... eram questões para as quais eu gostaria de ter também resposta.

Sem essas informações fica-me dificil expressar uma opinião com a qual me sinta à vontade.

Até onde sei as eleições são completamente válidas, tenho absoluta confiança na seriedade na Direcção e nos trabalhadores do Sporting (como teria em qualquer direcção), e para mim as únicas decisões que valem até ao momento são a do Presidente da Assembleia que deu posse a Godinho Lopes e a do tribunal.

Mas já entendi finalmente o que queres, queres eleições de qualquer forma, neste momento a questão já ultrapassou a Matemática, o Direito, a Teologia, ou a Fisica. Tu afirmas agora que não sabes se os resultados foram adulterados, a única decisão judicial que existe não deu razão a BdC, o candidato derrotado resignou-se ao facto até ao momento, mas é teu desejo ter novas eleições com base nisto. Faz sentido!
« Última modificação: Julho 02, 2011, 04:07 por romero » Registado
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #71 em: Julho 02, 2011, 07:48 »



*
Veterano

Mensagens: 8443
Masculino


Eu não sei se o resultado foi adulterado ou não, o que sei é que existiram irregularidades, sei que os números não batem certo e sei que nem um número total de votantes conseguiram apurar. Queres fechar os olhos a isto ou considerar que são coisas menores ?!

As opiniões realmente cada um pode e deve ter as suas e não faz mal nenhum que diga quais são.

Parece que te faz confusão que eu mantenha esta postura mesmo sabendo que o Bruno desistiu da "batalha" das eleições.
Eu explico: Não me interessa para nada se o Bruno desistiu ou não, até podia ser o Zé ou o Manuel, o Bruno não é o meu guru, eu tenho uma cabeça só minha, não penso pela cabeça do Bruno... o que eu quero não é ver o Bruno a presidente, o que eu quero é ver que o Sporting é respeitado independentemente do presidente. E para mim, com esta vergonha de acto eleitoral o Sporting foi altamente desrespeitado. Se houvessem novas eleições totalmente feitas de uma forma correcta, sem nenhuma irregularidade, nenhuns números suspeitos, nem nada do que de mal possa acontecer e que aconteceu nesta e o Godinho fosse eleito ou o Bruno ou qualquer outro, então, aí sim, seria como qualquer outra eleição normal e não haveria nada desta conversa.


Mas já entendi finalmente o que queres, queres eleições de qualquer forma, neste momento a questão já ultrapassou a Matemática, o Direito, a Teologia, ou a Fisica. Tu afirmas agora que não sabes se os resultados foram adulterados, a única decisão judicial que existe não deu razão a BdC, o candidato derrotado resignou-se ao facto até ao momento, mas é teu desejo ter novas eleições com base nisto. Faz sentido!

Não ultrapassou nem deixou de ultrapassar a Física nem a Teologia, porque essas matérias nunca sequer estiveram na equação, ao contrário do que tu queres fazer parecer... ainda bem que já deixaste a palavra "fé" de lado, já cansava.

O direito ultrapassou certamente, porque eu não preciso de um tribunal para julgar certo ou errado uma determinada coisa (tu com 24 anos, certamente sabes que muitas coisas que achas moralmente e eticamente mal, são aceites em tribunal e outras que achas boas, não são aceites), tu pelos vistos precisas mas de uma maneira hipócrita ou só quando convém, porque consegues dizer que não achas normal que não se saiba o número de votantes, mas no entanto consideras bem que o acto eleitoral tenha sido válido.
Não devias então ver a legislação primeiro ou consultar alguém, para só depois teres uma opinião sobre se é normal ou não, não haver um número de votantes ?! Estou a estranhar a tua postura!... Afinal sempre tens opiniões!
Afinal não tens que usar sempre a desculpa que não tens que saber das coisas, que nem te compete a ti, ou simplesmente usar o refugio de leis, etc.


Sinceramente eu pergunto, se para ti, nem sequer se conseguir apurar o número de votantes, não é razão suficiente para considerares na tua consciência (aqui o tribunal não entra!) que este acto eleitoral não deveria ser válido, então o que seria no mínimo necessário para achares que um acto eleitoral não deveria ser válido ?

Relativamente à Matemática, essa não ultrapassou não, por mais que tu queiras, Não!

De resto... olha, sinceramente fico chateado e fico a pensar que não vale a pena falar contigo, porque depois desta conversa toda, tu tens o desplante de dizer que eu quero eleições de qualquer forma, como se eu nem sequer tivesse argumentos nem razões para querer tal coisa! É surreal mesmo.
« Última modificação: Julho 02, 2011, 08:03 por Green_Heart » Registado

És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> http://socionumminuto.pt/

A verdade sobre o Sporting da "geração" Roquette

Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 1 - "Os Credíveis"
Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 2 - "Afinação Eleitoral"
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #72 em: Julho 02, 2011, 11:43 »



*
Júnior

Mensagens: 2088


Também eu lá estive até ao fim naquele dia e como quase toda gente que viveu aquela noite não se podia deixar de pensar que tinha de facto havido uma afinação dos resultados, foram horas a ouvir boatos de recontagens, de mudanças de vencedor e chegámos mesmo a pensar que o Bruno de Carvalho tinha ganho para minutos depois levarmos com um balde de água fria...

Obviamente, a maioria ficou revoltada porque pensou que tinha havido fraude dos mesmos de sempre e foi uma ideia que pelo menos para mim continuou durante algum tempo, mas mais serenamente é fácil de concluir que não se pode provar que houve uma fraude, muito menos que esta beneficiou o Godinho Lopes...

Houve irregularidades através de um modo de realizar as eleições completamente amador mas ninguém ouviu o Bruno de Carvalho queixar-se delas antes do acto eleitoral e estas beneficiaram todos os candidatos certamente, aliás a única pessoa que veio a público dizer que não podia votar, de seu nome Catarina Bita, não apoiou certamente o Godinho Lopes...

Durante o acto eleitoral estavam presentes delegados de várias listas, a maioria independente do status quo, os registados aqui no fórum afirmaram que não houve nenhum problema, que houve sempre a ideia que o Godinho ia na frente na contagem...

Tudo bem, houve irregularidades mas estas, tenho a certeza, que beneficiaram toda gente, os vários candidatos tinham delegados na sala que secalhar deviam estar mais atentos, a maior parte andava na conversa com os amigos, paciência.
Registado
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #73 em: Julho 02, 2011, 11:58 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 25122
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


@Dakine.

As duas palavras " regulamento eleitoral " não apareceram pós eleições.

Quanto à prova judicial de fraude... só por milagre esta existiria. Num país em que escutas só servem para julgamento popular, eu faço o meu julgamento quanto ao ocorrido em 26/03.
Registado

Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #74 em: Julho 02, 2011, 12:13 »



*
Júnior

Mensagens: 2088


@Dakine.

As duas palavras " regulamento eleitoral " não apareceram pós eleições.

Quanto à prova judicial de fraude... só por milagre esta existiria. Num país em que escutas só servem para julgamento popular, eu faço o meu julgamento quanto ao ocorrido em 26/03.

Certo, não apareceram, mas ouviste qualquer referência do Bruno de Carvalho nos Media antes das eleições? Eu não. Aliás, quando toda gente pensava que ia ser o Bruno o vencedor antes da banhada que apanhámos ninguém se queixava da organização das eleições...

Prova judicial e prova que esta beneficiou o Godinho Lopes.

Vamos ser sinceros, o Bruno de Carvalho não ganhou não por uma questão de afinamento.

Não ganhou porque, primeiro não soube convencer totalmente as pessoas, tirando o primeiro debate os restantes foi só meter os pés pelas mãos, na questão do fundo qualquer forista mais informado deste fórum conseguia explicar melhor o fundo que muitas das vezes o Bruno fez; depois não conseguiu obter o apoio do Dias Ferreira e do Abrantes Mendes, este último o suficiente para as ter ganho; não tinha uma pessoa tão forte para o futebol como o Duque; foi uma candidatura que ganhou muitos mais votos não tanto pelos seus méritos mas pelo que os seus apoiantes fizeram em torno dela; e já dou de barato aquela maneira de estar nos debates meio arrogante porque não precisamos de gostar da maneira de ser do Presidente, mas se fosse mais simpático que ajudava a ganhar votos ajudava...
Registado
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #75 em: Julho 02, 2011, 12:31 »



*
Júnior

Mensagens: 2103
Idade: 35
Localidade: Guarda
Masculino


Vergonhoso, por demais vergonhoso. Como se não bastasse esta direcção ter sido responsável pelo dia mais negro da história sportinguista, ainda conseguem perpetuar a vergonha com tiradas surreais como esta acta.

Continuo a acreditar que a corja vai cair da cadeira e perder a máscara. O Sporting vai sobreviver-lhes.
Registado

Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #76 em: Julho 02, 2011, 14:51 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 25122
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


@Dakine.

Discordo. Não vou argumentar porquê porque cansei e já o fiz várias vezes.
Registado

Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #77 em: Julho 02, 2011, 15:45 »



*
Veterano

Mensagens: 5093
Idade: 27
Localidade: Évora
Masculino


Eu não sei se o resultado foi adulterado ou não, o que sei é que existiram irregularidades, sei que os números não batem certo e sei que nem um número total de votantes conseguiram apurar. Queres fechar os olhos a isto ou considerar que são coisas menores ?!

As opiniões realmente cada um pode e deve ter as suas e não faz mal nenhum que diga quais são.

Parece que te faz confusão que eu mantenha esta postura mesmo sabendo que o Bruno desistiu da "batalha" das eleições.
Eu explico: Não me interessa para nada se o Bruno desistiu ou não, até podia ser o Zé ou o Manuel, o Bruno não é o meu guru, eu tenho uma cabeça só minha, não penso pela cabeça do Bruno... o que eu quero não é ver o Bruno a presidente, o que eu quero é ver que o Sporting é respeitado independentemente do presidente. E para mim, com esta vergonha de acto eleitoral o Sporting foi altamente desrespeitado. Se houvessem novas eleições totalmente feitas de uma forma correcta, sem nenhuma irregularidade, nenhuns números suspeitos, nem nada do que de mal possa acontecer e que aconteceu nesta e o Godinho fosse eleito ou o Bruno ou qualquer outro, então, aí sim, seria como qualquer outra eleição normal e não haveria nada desta conversa.


Mas já entendi finalmente o que queres, queres eleições de qualquer forma, neste momento a questão já ultrapassou a Matemática, o Direito, a Teologia, ou a Fisica. Tu afirmas agora que não sabes se os resultados foram adulterados, a única decisão judicial que existe não deu razão a BdC, o candidato derrotado resignou-se ao facto até ao momento, mas é teu desejo ter novas eleições com base nisto. Faz sentido!

Não ultrapassou nem deixou de ultrapassar a Física nem a Teologia, porque essas matérias nunca sequer estiveram na equação, ao contrário do que tu queres fazer parecer... ainda bem que já deixaste a palavra "fé" de lado, já cansava.

O direito ultrapassou certamente, porque eu não preciso de um tribunal para julgar certo ou errado uma determinada coisa (tu com 24 anos, certamente sabes que muitas coisas que achas moralmente e eticamente mal, são aceites em tribunal e outras que achas boas, não são aceites), tu pelos vistos precisas mas de uma maneira hipócrita ou só quando convém, porque consegues dizer que não achas normal que não se saiba o número de votantes, mas no entanto consideras bem que o acto eleitoral tenha sido válido.
Não devias então ver a legislação primeiro ou consultar alguém, para só depois teres uma opinião sobre se é normal ou não, não haver um número de votantes ?! Estou a estranhar a tua postura!... Afinal sempre tens opiniões!
Afinal não tens que usar sempre a desculpa que não tens que saber das coisas, que nem te compete a ti, ou simplesmente usar o refugio de leis, etc.


Sinceramente eu pergunto, se para ti, nem sequer se conseguir apurar o número de votantes, não é razão suficiente para considerares na tua consciência (aqui o tribunal não entra!) que este acto eleitoral não deveria ser válido, então o que seria no mínimo necessário para achares que um acto eleitoral não deveria ser válido ?

Relativamente à Matemática, essa não ultrapassou não, por mais que tu queiras, Não!

De resto... olha, sinceramente fico chateado e fico a pensar que não vale a pena falar contigo, porque depois desta conversa toda, tu tens o desplante de dizer que eu quero eleições de qualquer forma, como se eu nem sequer tivesse argumentos nem razões para querer tal coisa! É surreal mesmo.

Depois eu é que respondo ao que me convém  Grin . Questões juridicas não vale a pena discutir... e não posso utlilizar a palavra fé... vou tentar então mas vai ser dificil.

Por acaso já alguém (@leao09 penso) me tinha questionado se eu achava normal o facto de não se saber o nº total de votantes, eu respondi mais ou menos da mesma forma que fiz agora. Não obtive feedback, imagino que tenha ficado esclarecido em relação ao que penso.

Achar estranho abre um leque de possibilidades. Com um exemplo que me deixa bem mais feliz:

Eu acho estranho que o Roberto tenha custado 8M€. O VIerira pode ter metido dinheio ao bolso, ou outra pessoa pode ter metido dinheio ao bolso, ou o Presidente do benfica pode ainda ter uma costela de dragão, ou os lampiões podem ter acreditado que o GR valia mesmo aquilo, ou ainda pode ter acontecido outra coisa qualquer. Não me verás certamente a dizer num ambiente "solene" (como o desta conversa) que Vieira ou outro qualquer roubou o benfica baseado no que sei.

Acho estranho também que o SPorting não tenha jogado com extremos durante muito tempo. Há tanta coisa que eu acho estranha nesta vida.

Sinto muito mas quanto à validade das eleições é uma questão puramente juridica dês as voltas que queiras dar, elas foram validadas (se é que este é o termo certo) pelo Presidente da Assembleia com base nas normas que existem, foi confirmada a sua "validade" pelo menos no seu espirito na rejeição da providência cautelar e quem quiser anular as eleições terá que fazê-lo legalmente.
Penso que é uma questão óbvia, se não o for que me elucidem como pode ser feito que estou sempre disposto a aprender e não vejo outra possibilidade.

Umas novas eleições provocadas pelos sócios não invalidam o último acto eleitoral, e eu tenho até curiosidade em saber como seria explicado aos Sportinguistas porque teriam novas eleições. A mesma curiosidade tenho em saber que candidatos se apresentariam nessas condições. Quem se sujeita a ir a eleições desta forma?

Tentei usar o minimo os argumentos que não gostas mas é dificil quando estamos a discutir um lance de fora de jogo e não se quer saber o que é um fora de jogo.
Tu queres resolver uma questão legal de uma forma "política", eu já acho dificil alguém provar legalmente a irregularidade legal das eleições não só por acreditar na seriedade de qualquer pessoa no SPorting mas porque é uma matéria complexa mas desejarei boa sorte a quem o fizer, se quiserem através dos sócios ter umas novas eleições é melhor falarem com um pai de santo porque é um absurdo.
« Última modificação: Julho 02, 2011, 16:18 por romero » Registado
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #78 em: Julho 02, 2011, 16:50 »



*
Veterano

Mensagens: 8443
Masculino


Eu não sei se o resultado foi adulterado ou não, o que sei é que existiram irregularidades, sei que os números não batem certo e sei que nem um número total de votantes conseguiram apurar. Queres fechar os olhos a isto ou considerar que são coisas menores ?!

As opiniões realmente cada um pode e deve ter as suas e não faz mal nenhum que diga quais são.

Parece que te faz confusão que eu mantenha esta postura mesmo sabendo que o Bruno desistiu da "batalha" das eleições.
Eu explico: Não me interessa para nada se o Bruno desistiu ou não, até podia ser o Zé ou o Manuel, o Bruno não é o meu guru, eu tenho uma cabeça só minha, não penso pela cabeça do Bruno... o que eu quero não é ver o Bruno a presidente, o que eu quero é ver que o Sporting é respeitado independentemente do presidente. E para mim, com esta vergonha de acto eleitoral o Sporting foi altamente desrespeitado. Se houvessem novas eleições totalmente feitas de uma forma correcta, sem nenhuma irregularidade, nenhuns números suspeitos, nem nada do que de mal possa acontecer e que aconteceu nesta e o Godinho fosse eleito ou o Bruno ou qualquer outro, então, aí sim, seria como qualquer outra eleição normal e não haveria nada desta conversa.


Mas já entendi finalmente o que queres, queres eleições de qualquer forma, neste momento a questão já ultrapassou a Matemática, o Direito, a Teologia, ou a Fisica. Tu afirmas agora que não sabes se os resultados foram adulterados, a única decisão judicial que existe não deu razão a BdC, o candidato derrotado resignou-se ao facto até ao momento, mas é teu desejo ter novas eleições com base nisto. Faz sentido!

Não ultrapassou nem deixou de ultrapassar a Física nem a Teologia, porque essas matérias nunca sequer estiveram na equação, ao contrário do que tu queres fazer parecer... ainda bem que já deixaste a palavra "fé" de lado, já cansava.

O direito ultrapassou certamente, porque eu não preciso de um tribunal para julgar certo ou errado uma determinada coisa (tu com 24 anos, certamente sabes que muitas coisas que achas moralmente e eticamente mal, são aceites em tribunal e outras que achas boas, não são aceites), tu pelos vistos precisas mas de uma maneira hipócrita ou só quando convém, porque consegues dizer que não achas normal que não se saiba o número de votantes, mas no entanto consideras bem que o acto eleitoral tenha sido válido.
Não devias então ver a legislação primeiro ou consultar alguém, para só depois teres uma opinião sobre se é normal ou não, não haver um número de votantes ?! Estou a estranhar a tua postura!... Afinal sempre tens opiniões!
Afinal não tens que usar sempre a desculpa que não tens que saber das coisas, que nem te compete a ti, ou simplesmente usar o refugio de leis, etc.


Sinceramente eu pergunto, se para ti, nem sequer se conseguir apurar o número de votantes, não é razão suficiente para considerares na tua consciência (aqui o tribunal não entra!) que este acto eleitoral não deveria ser válido, então o que seria no mínimo necessário para achares que um acto eleitoral não deveria ser válido ?

Relativamente à Matemática, essa não ultrapassou não, por mais que tu queiras, Não!

De resto... olha, sinceramente fico chateado e fico a pensar que não vale a pena falar contigo, porque depois desta conversa toda, tu tens o desplante de dizer que eu quero eleições de qualquer forma, como se eu nem sequer tivesse argumentos nem razões para querer tal coisa! É surreal mesmo.

Depois eu é que respondo ao que me convém  Grin . Questões juridicas não vale a pena discutir... e não posso utlilizar a palavra fé... vou tentar então mas vai ser dificil.

Por acaso já alguém (@leao09 penso) me tinha questionado se eu achava normal o facto de não se saber o nº total de votantes, eu respondi mais ou menos da mesma forma que fiz agora. Não obtive feedback, imagino que tenha ficado esclarecido em relação ao que penso.

Achar estranho abre um leque de possibilidades. Com um exemplo que me deixa bem mais feliz:

Eu acho estranho que o Roberto tenha custado 8M€. O VIerira pode ter metido dinheio ao bolso, ou outra pessoa pode ter metido dinheio ao bolso, ou o Presidente do benfica pode ainda ter uma costela de dragão, ou os lampiões podem ter acreditado que o GR valia mesmo aquilo, ou ainda pode ter acontecido outra coisa qualquer. Não me verás certamente a dizer num ambiente "solene" (como o desta conversa) que Vieira ou outro qualquer roubou o benfica baseado no que sei.

Acho estranho também que o SPorting não tenha jogado com extremos durante muito tempo. Há tanta coisa que eu acho estranha nesta vida.

Sinto muito mas quanto à validade das eleições é uma questão puramente juridica dês as voltas que queiras dar, elas foram validadas (se é que este é o termo certo) pelo Presidente da Assembleia com base nas normas que existem, foi confirmada a sua "validade" pelo menos no seu espirito na rejeição da providência cautelar e quem quiser anular as eleições terá que fazê-lo legalmente.
Penso que é uma questão óbvia, se não o for que me elucidem como pode ser feito que estou sempre disposto a aprender e não vejo outra possibilidade.

Umas novas eleições provocadas pelos sócios não invalidam o último acto eleitoral, e eu tenho até curiosidade em saber como seria explicado aos Sportinguistas porque teriam novas eleições. A mesma curiosidade tenho em saber que candidatos se apresentariam nessas condições. Quem se sujeita a ir a eleições desta forma?

Tentei usar o minimo os argumentos que não gostas mas é dificil quando estamos a discutir um lance de fora de jogo e não se quer saber o que é um fora de jogo.
Tu queres resolver uma questão legal de uma forma "política", eu já acho dificil alguém provar legalmente a irregularidade legal das eleições não só por acreditar na seriedade de qualquer pessoa no SPorting mas porque é uma matéria complexa mas desejarei boa sorte a quem o fizer, se quiserem através dos sócios ter umas novas eleições é melhor falarem com um pai de santo porque é um absurdo.

Então, qual foi a parte que não respondi? Apenas não comentei uma parte do teu post que era sobre um paragrafo da noticia, porque concordo com o que escreveste e porque nem tu nem eu sabemos quais foram exactamente os argumentos e dados levados a tribunal, podem ter sido fracos, não sei.

Mas eu nem estou a discutir questões jurídicas, porque admito que estas eleições possam ser totalmente válidas relativamente ao que diz respeito a essas questões jurídicas, porque não as conheço e realmente se estão válidas relativamente a isso, então não concordo com essas normas e leis que permitem validar estas eleições, acho que deveriam ser mais apertadas.
Mas isso não invalida nada do que eu disse, eu apenas me interessa o que pensam o sócios sobre esta vergonha.
Pensei que já tivesses percebido isso.

Tal como já disse, eu posso achar incorrecto uma coisa que juridicamente é limpa e totalmente aceite. Talvez juridicamente seja possível que sejam válidas umas eleições em que nem se conhece o número total de votantes... Mas eu acho isso incorrecto e acho que não deveriam ser válidas. -> É por isto que dizes que eu quero novas eleições a todo o custo ? Não é nada disso, apenas é a minha opinião face ao que aconteceu e o meu estado de consciência sobre isto tudo. É isto que me importa, o que pensam os sócios.

Eu também acho estranho muita coisa, uma delas é que Sportinguistas fiquem de consciência tranquila com umas eleições em que nem se conseguiu apurar o número de votantes. Tu podes argumentar que eu quero eleições a todo custo (já te disse que não, porque acho que tenho argumentos e razões para isso), por essa ordem de ideias eu posso dizer que tu queres abafar e fechar os olhos a todas as peças do puzzle (destas eleições) que não encaixam, também a todo o custo.

romero, a diferença, parece-me, é que eu consigo achar uma coisa moralmente e eticamente certa ou errada independentemente de ela ser oficial, independentemente de ser válida juridicamente, etc.
Mas tu usas o facto de a validação ter sido feita, para justificar tudo.
-> Isto para mim é a fuga fácil, é como a malta do porto dizer que como o pinto da costa foi absolvido, então não existiu corrupção e nem vale a pena as pessoas pensarem outra coisa porque os tribunais decidem sempre bem e correctamente, etc.

Olha uma coisa... que as eleições foram validadas sei eu! O problema é precisamente esse, fico indignado por ser possível validar uma aberração destas!

Sim, umas novas eleições provocadas pelos sócios não invalidariam o acto eleitoral, no aspecto teórico, mas no aspecto pratico e funcional sim. Tu percebeste o que queria dizer. Mas relativamente a isso, admito que seja utópico, porque seria necessário grande parte dos sócios terem toda a informação do que se passou, os números, etc.
E como é obvio, se o Godinho fizer mais algumas coisas boas (não tenho problemas em admitir, que já fez coisas boas) os sócios esquecem tudo.

Como vez o meu problema, não são as pessoas, não é se é o Godinho ou o Zé, o meu problema é que não entendo como podem ser válidas umas eleições desta natureza, o que os tribunais ou as leis dizem ou deixam de dizer não entra aqui, porque eu não sou juiz e não estou aqui para aplicar a lei. Dizer que uma coisa está bem feita e está certa, apenas porque é aceite por lei, para mim é uma desculpa demasiado fácil e por essa ordem de pensamento então as leis nunca se alteravam porque estavam sempre bem à partida.

Resumindo: se fosse eu a fazer as leis, não permitiria que fossem válidas umas eleições desta natureza em que nem o número total de votantes é conhecido. E tu, permitirias ?!
Eu sei que não sou eu a fazer as leis, mas isso não impede que pense pela minha cabeça e tenha as minhas opiniões!
Registado

És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> http://socionumminuto.pt/

A verdade sobre o Sporting da "geração" Roquette

Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 1 - "Os Credíveis"
Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 2 - "Afinação Eleitoral"
Re: "Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting , « Resposta #79 em: Julho 02, 2011, 17:01 »



*

Condecorações:Artigo do Ano 2013Talibã 2013Artigo do Ano 2012Artigo do Ano 2011Artigo do Ano 2010Talibã 2012Talibã 2011Talibã 2010Talibã 2009Talibã 2008


Mensagens: 1788
Idade: 55
Masculino


Editado pela moderação

Os actuais dirigentes, depois da vergonha que foi o acto eleitoral e da enorme Golpada que foi perpetrada, não representam a maioria dos sócios do Sporting Clube de Portugal e ainda menos a maioria esmagadora dos Sportinguistas.

ESTA DIRECÇÃO É ILEGÍTIMA.

ELES NÃO SÃO O SPORTING.

ELEIÇÕES, JÁ!
 Desrespeito pelo aviso anterior da moderação, persistência no uso de linguagem imprópria e caracterização negativa de outros foristas.

Moderado durante 7 dias.

Winston Smith
« Última modificação: Julho 02, 2011, 19:16 por Winston Smith » Registado

Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: « anterior 1 2 3 [4] 5 6 ... 8 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Direcção, SAD e Orgãos Sociais (Moderadores: wild_oscar, Stunner, Leão88, sotnas) Tópico:

"Dossier do Afinamento" - Tudo sobre o processo eleitoral no Sporting

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade