Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Setembro 18, 2014, 20:52

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Orgulho Leonino (Moderadores: wild_oscar, Stunner, sotnas) Tópico:

Krassimir Balakov

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: « anterior 1 ... 3 4 [5] 6 7 ... 11 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: Krassimir Balakov (Lida 23370 vezes)

Re: Krassimir Balakov , « Resposta #80 em: Setembro 22, 2011, 23:55 »


ex-10.Vukcevic


*
Júnior

Mensagens: 2583






Como depois diz o Cintra: CA GRANDA GOLO! CA GRANDA GOLO!  Rir Muito Alto
Registado


Re: Krassimir Balakov , « Resposta #81 em: Setembro 23, 2011, 11:15 »



*
Veterano

Mensagens: 19725
Idade: 29
Localidade: Póvoa de Varzim
Masculino


Diria ainda mais: Ca Ganda Golo....
Registado

Re: Krassimir Balakov , « Resposta #82 em: Outubro 05, 2011, 15:28 »



*
Veterano

Mensagens: 6436
Localidade: Londres
Masculino


Tenho lido com atenção o que é dito, claro que já tinha visto vídeos e lido crónicos, mas dito por pessoas que realmente "sentiram na pele" a magia do Balakov é outra coisa, por Leões que sentiram cada golo seu como uma grande vitória do seu sportinguismo, faz-me também ter pena de não o ter visto jogar.

Naquele tempo - como agora - não ganhávamos nada ou ganhávamos muito pouco. (Balakov ganhou o quê? Uma taça?) Mas ao contrário de agora ninguém adormecia à frente da televisão a ver o Sporting. Tínhamos espectáculo era garantido. Balakov era um mágico que não sabia jogar mal. Cada drible, cada passe, cada remate, cada lance de bola parada... era um encanto ver aquele homem usar o pé esquerdo.

O Bala era um génio. Ponto. Nunca mais me hei-de esquecer o seu primeiro jogo oficial em Alvalade.... ainda no outro dia comentava isso com um grande amigo e grande Sportinguista que comigo durante anos calcorreou o país (e o estrangeiro) com o SCP.. o pessoal começou a olhar uns para os outros tipo, "mas o que é isto?..." nem queríamos acreditar no que estávamos a ver...

O mais incrível é a história da sua vinda para Alvalade (mais uma do Cintra... aquele coração mole pelo Sporting que o traiu com más decisões uma data de vezes porra..) que chegou por "atacado" num pacote com 3 búlgaros!!! A contratação era a de um búlgaro que era uma grande esperança lá do sítio - o Guentchev que em Alvalade nunca deu nada - que diziam era um grande jogador, mas à última da hora o empresário que estava a mediar o negócio, veio com exigências e com uns VHS (sim vejam bem... ) de imagens de mais outros 2 jogadores: o Balakov e o Iordanov. E foram todos contratados os 3 com desconto. Esta a verdadeira razão da contratação de um dos maiores génios que vi pisar aquele relvado...

Depois a sua saída, é outro episódio triste. Uma vergonha diria eu. O Carlos Queiroz nunca perdoou a "insubordinação" do Bala, e fez tudo para o despachar.. O Cintra foi na conversa, o gajo estava enamorado do queirós esse hype, e foi despachado para o Estugarda por 400 000 contos.. uma quantia patética mesmo para a época. Se levarmos em linha de conta que estamos a falar de um génio, é um crime.

O Bala saiu com muita mágoa no coração, ele amava o Sporting. Ainda hoje não fala com muito à vontade desse episódio. Por ele tinha terminado aqui a carreira. Como o Iordanov fez, que recusou convites financeiros superiores. No Estugarda rapidamente se tornou um ídolo, e dali já não saiu. O seu carácter era muito calmo, acho que por isso não chegou mais longe em termos de protagonismo. Repito: falamos de um génio do futebol. Ainda me lembro de uma entrevista que ele deu já lá na Alemanha, onde visivelmente emocionado, dizia, que podia terminar a carreira descansado pois já tinha representado um grande Clube, um dos maiores do Mundo. E não estava a falar do Estugarda...

Saudades, muitas saudades do Bala! Outro que nunca teve o reconhecimento que devia ter tido!
Registado

Assinatura renovada! Demorou, mas foi!
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #83 em: Outubro 07, 2011, 16:04 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 24348
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


Tenho lido com atenção o que é dito, claro que já tinha visto vídeos e lido crónicos, mas dito por pessoas que realmente "sentiram na pele" a magia do Balakov é outra coisa, por Leões que sentiram cada golo seu como uma grande vitória do seu sportinguismo, faz-me também ter pena de não o ter visto jogar.

Naquele tempo - como agora - não ganhávamos nada ou ganhávamos muito pouco. (Balakov ganhou o quê? Uma taça?) Mas ao contrário de agora ninguém adormecia à frente da televisão a ver o Sporting. Tínhamos espectáculo era garantido. Balakov era um mágico que não sabia jogar mal. Cada drible, cada passe, cada remate, cada lance de bola parada... era um encanto ver aquele homem usar o pé esquerdo.

O Bala era um génio. Ponto. Nunca mais me hei-de esquecer o seu primeiro jogo oficial em Alvalade.... ainda no outro dia comentava isso com um grande amigo e grande Sportinguista que comigo durante anos calcorreou o país (e o estrangeiro) com o SCP.. o pessoal começou a olhar uns para os outros tipo, "mas o que é isto?..." nem queríamos acreditar no que estávamos a ver...

O mais incrível é a história da sua vinda para Alvalade (mais uma do Cintra... aquele coração mole pelo Sporting que o traiu com más decisões uma data de vezes porra..) que chegou por "atacado" num pacote com 3 búlgaros!!! A contratação era a de um búlgaro que era uma grande esperança lá do sítio - o Guentchev que em Alvalade nunca deu nada - que diziam era um grande jogador, mas à última da hora o empresário que estava a mediar o negócio, veio com exigências e com uns VHS (sim vejam bem... ) de imagens de mais outros 2 jogadores: o Balakov e o Iordanov. E foram todos contratados os 3 com desconto. Esta a verdadeira razão da contratação de um dos maiores génios que vi pisar aquele relvado...

Depois a sua saída, é outro episódio triste. Uma vergonha diria eu. O Carlos Queiroz nunca perdoou a "insubordinação" do Bala, e fez tudo para o despachar.. O Cintra foi na conversa, o gajo estava enamorado do queirós esse hype, e foi despachado para o Estugarda por 400 000 contos.. uma quantia patética mesmo para a época. Se levarmos em linha de conta que estamos a falar de um génio, é um crime.

O Bala saiu com muita mágoa no coração, ele amava o Sporting. Ainda hoje não fala com muito à vontade desse episódio. Por ele tinha terminado aqui a carreira. Como o Iordanov fez, que recusou convites financeiros superiores. No Estugarda rapidamente se tornou um ídolo, e dali já não saiu. O seu carácter era muito calmo, acho que por isso não chegou mais longe em termos de protagonismo. Repito: falamos de um génio do futebol. Ainda me lembro de uma entrevista que ele deu já lá na Alemanha, onde visivelmente emocionado, dizia, que podia terminar a carreira descansado pois já tinha representado um grande Clube, um dos maiores do Mundo. E não estava a falar do Estugarda...

Saudades, muitas saudades do Bala! Outro que nunca teve o reconhecimento que devia ter tido!

Grande post. E grande Bala... o melhor que vi jogar com a nossa camisola.
Registado

Re: Krassimir Balakov , « Resposta #84 em: Outubro 07, 2011, 16:31 »



*
Juvenil

Mensagens: 1290
Idade: 32
Localidade: São João da Talha


Tenho lido com atenção o que é dito, claro que já tinha visto vídeos e lido crónicos, mas dito por pessoas que realmente "sentiram na pele" a magia do Balakov é outra coisa, por Leões que sentiram cada golo seu como uma grande vitória do seu sportinguismo, faz-me também ter pena de não o ter visto jogar.

Naquele tempo - como agora - não ganhávamos nada ou ganhávamos muito pouco. (Balakov ganhou o quê? Uma taça?) Mas ao contrário de agora ninguém adormecia à frente da televisão a ver o Sporting. Tínhamos espectáculo era garantido. Balakov era um mágico que não sabia jogar mal. Cada drible, cada passe, cada remate, cada lance de bola parada... era um encanto ver aquele homem usar o pé esquerdo.

O Bala era um génio. Ponto. Nunca mais me hei-de esquecer o seu primeiro jogo oficial em Alvalade.... ainda no outro dia comentava isso com um grande amigo e grande Sportinguista que comigo durante anos calcorreou o país (e o estrangeiro) com o SCP.. o pessoal começou a olhar uns para os outros tipo, "mas o que é isto?..." nem queríamos acreditar no que estávamos a ver...

O mais incrível é a história da sua vinda para Alvalade (mais uma do Cintra... aquele coração mole pelo Sporting que o traiu com más decisões uma data de vezes porra..) que chegou por "atacado" num pacote com 3 búlgaros!!! A contratação era a de um búlgaro que era uma grande esperança lá do sítio - o Guentchev que em Alvalade nunca deu nada - que diziam era um grande jogador, mas à última da hora o empresário que estava a mediar o negócio, veio com exigências e com uns VHS (sim vejam bem... ) de imagens de mais outros 2 jogadores: o Balakov e o Iordanov. E foram todos contratados os 3 com desconto. Esta a verdadeira razão da contratação de um dos maiores génios que vi pisar aquele relvado...

Depois a sua saída, é outro episódio triste. Uma vergonha diria eu. O Carlos Queiroz nunca perdoou a "insubordinação" do Bala, e fez tudo para o despachar.. O Cintra foi na conversa, o gajo estava enamorado do queirós esse hype, e foi despachado para o Estugarda por 400 000 contos.. uma quantia patética mesmo para a época. Se levarmos em linha de conta que estamos a falar de um génio, é um crime.

O Bala saiu com muita mágoa no coração, ele amava o Sporting. Ainda hoje não fala com muito à vontade desse episódio. Por ele tinha terminado aqui a carreira. Como o Iordanov fez, que recusou convites financeiros superiores. No Estugarda rapidamente se tornou um ídolo, e dali já não saiu. O seu carácter era muito calmo, acho que por isso não chegou mais longe em termos de protagonismo. Repito: falamos de um génio do futebol. Ainda me lembro de uma entrevista que ele deu já lá na Alemanha, onde visivelmente emocionado, dizia, que podia terminar a carreira descansado pois já tinha representado um grande Clube, um dos maiores do Mundo. E não estava a falar do Estugarda...

Saudades, muitas saudades do Bala! Outro que nunca teve o reconhecimento que devia ter tido!

Não me leves a mal, mas eu tenho ideia que o Balakov e o Yordanov chegaram 1 ano antes do Guentchev. Até acho que o Guentchev chegou ao Sporting devido ao sucesso nas contrataçõe do Balakov e do Yorda.
Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #85 em: Outubro 07, 2011, 16:35 »



*
Juvenil

Mensagens: 1290
Idade: 32
Localidade: São João da Talha


E já agora sobre o Balakov, dos melhores jogadores que eu já vi a vestirem a camisola do Sporting. Simplesmente fantástico! É que cada vez que era um canto ou um livre, sentia-se um "bruah" na bancada à espera que desse GOLO! E confesso que tenho muitas dificuldades em encontrar algum melhor que ele... Para mim foi claramente o melhor da sua equipa! De referir que chegou a cruzar-se com jogadores como o Figo ou Paulo Sousa... Aquele golo no 1º minuto aos lamps no inicio dos anos 90 foi um dos momentos mais marcantes da minha infancia como Sportinguista!
Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #86 em: Outubro 07, 2011, 16:36 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 24348
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


Tenho lido com atenção o que é dito, claro que já tinha visto vídeos e lido crónicos, mas dito por pessoas que realmente "sentiram na pele" a magia do Balakov é outra coisa, por Leões que sentiram cada golo seu como uma grande vitória do seu sportinguismo, faz-me também ter pena de não o ter visto jogar.

Naquele tempo - como agora - não ganhávamos nada ou ganhávamos muito pouco. (Balakov ganhou o quê? Uma taça?) Mas ao contrário de agora ninguém adormecia à frente da televisão a ver o Sporting. Tínhamos espectáculo era garantido. Balakov era um mágico que não sabia jogar mal. Cada drible, cada passe, cada remate, cada lance de bola parada... era um encanto ver aquele homem usar o pé esquerdo.

O Bala era um génio. Ponto. Nunca mais me hei-de esquecer o seu primeiro jogo oficial em Alvalade.... ainda no outro dia comentava isso com um grande amigo e grande Sportinguista que comigo durante anos calcorreou o país (e o estrangeiro) com o SCP.. o pessoal começou a olhar uns para os outros tipo, "mas o que é isto?..." nem queríamos acreditar no que estávamos a ver...

O mais incrível é a história da sua vinda para Alvalade (mais uma do Cintra... aquele coração mole pelo Sporting que o traiu com más decisões uma data de vezes porra..) que chegou por "atacado" num pacote com 3 búlgaros!!! A contratação era a de um búlgaro que era uma grande esperança lá do sítio - o Guentchev que em Alvalade nunca deu nada - que diziam era um grande jogador, mas à última da hora o empresário que estava a mediar o negócio, veio com exigências e com uns VHS (sim vejam bem... ) de imagens de mais outros 2 jogadores: o Balakov e o Iordanov. E foram todos contratados os 3 com desconto. Esta a verdadeira razão da contratação de um dos maiores génios que vi pisar aquele relvado...

Depois a sua saída, é outro episódio triste. Uma vergonha diria eu. O Carlos Queiroz nunca perdoou a "insubordinação" do Bala, e fez tudo para o despachar.. O Cintra foi na conversa, o gajo estava enamorado do queirós esse hype, e foi despachado para o Estugarda por 400 000 contos.. uma quantia patética mesmo para a época. Se levarmos em linha de conta que estamos a falar de um génio, é um crime.

O Bala saiu com muita mágoa no coração, ele amava o Sporting. Ainda hoje não fala com muito à vontade desse episódio. Por ele tinha terminado aqui a carreira. Como o Iordanov fez, que recusou convites financeiros superiores. No Estugarda rapidamente se tornou um ídolo, e dali já não saiu. O seu carácter era muito calmo, acho que por isso não chegou mais longe em termos de protagonismo. Repito: falamos de um génio do futebol. Ainda me lembro de uma entrevista que ele deu já lá na Alemanha, onde visivelmente emocionado, dizia, que podia terminar a carreira descansado pois já tinha representado um grande Clube, um dos maiores do Mundo. E não estava a falar do Estugarda...

Saudades, muitas saudades do Bala! Outro que nunca teve o reconhecimento que devia ter tido!

Não me leves a mal, mas eu tenho ideia que o Balakov e o Yordanov chegaram 1 ano antes do Guentchev. Até acho que o Guentchev chegou ao Sporting devido ao sucesso nas contrataçõe do Balakov e do Yorda.

Quase isso:

http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=Guentchev
Registado

Re: Krassimir Balakov , « Resposta #87 em: Outubro 07, 2011, 16:41 »



*
Juvenil

Mensagens: 1290
Idade: 32
Localidade: São João da Talha


Tenho lido com atenção o que é dito, claro que já tinha visto vídeos e lido crónicos, mas dito por pessoas que realmente "sentiram na pele" a magia do Balakov é outra coisa, por Leões que sentiram cada golo seu como uma grande vitória do seu sportinguismo, faz-me também ter pena de não o ter visto jogar.

Naquele tempo - como agora - não ganhávamos nada ou ganhávamos muito pouco. (Balakov ganhou o quê? Uma taça?) Mas ao contrário de agora ninguém adormecia à frente da televisão a ver o Sporting. Tínhamos espectáculo era garantido. Balakov era um mágico que não sabia jogar mal. Cada drible, cada passe, cada remate, cada lance de bola parada... era um encanto ver aquele homem usar o pé esquerdo.

O Bala era um génio. Ponto. Nunca mais me hei-de esquecer o seu primeiro jogo oficial em Alvalade.... ainda no outro dia comentava isso com um grande amigo e grande Sportinguista que comigo durante anos calcorreou o país (e o estrangeiro) com o SCP.. o pessoal começou a olhar uns para os outros tipo, "mas o que é isto?..." nem queríamos acreditar no que estávamos a ver...

O mais incrível é a história da sua vinda para Alvalade (mais uma do Cintra... aquele coração mole pelo Sporting que o traiu com más decisões uma data de vezes porra..) que chegou por "atacado" num pacote com 3 búlgaros!!! A contratação era a de um búlgaro que era uma grande esperança lá do sítio - o Guentchev que em Alvalade nunca deu nada - que diziam era um grande jogador, mas à última da hora o empresário que estava a mediar o negócio, veio com exigências e com uns VHS (sim vejam bem... ) de imagens de mais outros 2 jogadores: o Balakov e o Iordanov. E foram todos contratados os 3 com desconto. Esta a verdadeira razão da contratação de um dos maiores génios que vi pisar aquele relvado...

Depois a sua saída, é outro episódio triste. Uma vergonha diria eu. O Carlos Queiroz nunca perdoou a "insubordinação" do Bala, e fez tudo para o despachar.. O Cintra foi na conversa, o gajo estava enamorado do queirós esse hype, e foi despachado para o Estugarda por 400 000 contos.. uma quantia patética mesmo para a época. Se levarmos em linha de conta que estamos a falar de um génio, é um crime.

O Bala saiu com muita mágoa no coração, ele amava o Sporting. Ainda hoje não fala com muito à vontade desse episódio. Por ele tinha terminado aqui a carreira. Como o Iordanov fez, que recusou convites financeiros superiores. No Estugarda rapidamente se tornou um ídolo, e dali já não saiu. O seu carácter era muito calmo, acho que por isso não chegou mais longe em termos de protagonismo. Repito: falamos de um génio do futebol. Ainda me lembro de uma entrevista que ele deu já lá na Alemanha, onde visivelmente emocionado, dizia, que podia terminar a carreira descansado pois já tinha representado um grande Clube, um dos maiores do Mundo. E não estava a falar do Estugarda...

Saudades, muitas saudades do Bala! Outro que nunca teve o reconhecimento que devia ter tido!

Não me leves a mal, mas eu tenho ideia que o Balakov e o Yordanov chegaram 1 ano antes do Guentchev. Até acho que o Guentchev chegou ao Sporting devido ao sucesso nas contrataçõe do Balakov e do Yorda.

Quase isso:

http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=Guentchev

Ahaha foi quase! Mas realmente tinha ideia que o Guentchev tinha chegado depois!

Obrigado pela correcção!  Positivo!
Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #88 em: Novembro 17, 2011, 16:48 »



*
Sénior

Mensagens: 3693
Localidade: Vila Franca de Xira
Masculino


O golo contra o Benfica ficou na memória sem dúvida.
Cobrava livres como ninguém. Um jogador fabuloso.
Ainda hoje o meu pai fala-me muitas vezes nele.
Engraçado que nessa altura não ganhávamos campeonatos, mas jogávamos bem e dava prazer ir ver os jogos.
Tínhamos grandes jogadores.
Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #89 em: Novembro 17, 2011, 17:23 »



*
Júnior

Mensagens: 1702
Idade: 38
Localidade: Oeiras
Masculino


O golo contra o Benfica ficou na memória sem dúvida.
Cobrava livres como ninguém. Um jogador fabuloso.
Ainda hoje o meu pai fala-me muitas vezes nele.
Engraçado que nessa altura não ganhávamos campeonatos, mas jogávamos bem e dava prazer ir ver os jogos.
Tínhamos grandes jogadores.

O "sistema" estava muito activo... era impossivel!!!

Krasimir era enorme, um dos melhores 10 que vi jogar... a nivel mundial!!!
Registado

LAMPIÃO, SE VIRES 8 GAJOS DE GORRO VERDE A CORRER PRA TI NÃO TE ASSUSTES ... SÃO FORCADOS!!!
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #90 em: Fevereiro 07, 2012, 17:31 »



*
Iniciado

Mensagens: 161
Idade: 39
Localidade: Almada
Masculino




Cada vez que o nosso Sporting está numa fase menos boa, relembro este senhor que é um dos grandes motivos de orgulho que sinto em ser do Sporting Clube de Portugal!!

Muita pena ter saído como saiu e pior ainda por quem saiu...

Esse tal Professor que para entrar teve para ser despedido um dos melhores treinadores que alguma vez passaram pelo Sporting Clube de Portugal e um Senhor que tivémos a honra de ver no nosso estádio José de Alvalade.

Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #91 em: Fevereiro 08, 2012, 09:15 »



*
Juvenil

Mensagens: 923
Idade: 33
Localidade: Lusitania
Masculino

WWW
  Brinde
Registado

Eodem loco pone latronem et piratam, quo regem animum latronis et piratae habentem
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #92 em: Fevereiro 08, 2012, 09:56 »



*
Iniciado

Mensagens: 209
Idade: 38
Localidade: Mealhada
Masculino


Será que o grande Bala não tem um filho jeitoso (de bola, entenda-se!) que venha fazer uma perninha?

Que saudades de ver aquele nome no relvado... Se a clonagem fosse boa, só um clone de Balakov justificava todo o investimento!

Nunca, mas mesmo NUNCA o vi jogar mal...

Sem qualquer dúvidas, o jogador mais fantástico que vi jogar. Pura Classe e Magia.

Simply the BEST!
Registado

RIC SAMPA - ORGULHO DE SER UM VERDADEIRO SPORTINGUISTA
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #93 em: Fevereiro 16, 2012, 16:25 »



*
Veterano

Mensagens: 16147
Idade: 26
Localidade: Coimbra
Masculino


Citar
O Meu Pé Esquerdo

Entro no carro, ligo o rádio, "....notícia do dia.....Domingos Paciência já não é treinador do Sporting! Para o seu lugar é promovido, o até agora treinador dos juniores, Ricardo Sá Pinto...."
Um sopro,....lá vamos nós outra vez, penso eu, adivinhando a "balbúrdia" que se avizinha, e sem saber se ficar triste ou contente......


No início da década de 90, eu arriscava-me a ser desses poucos portugueses, mesmo os que não ligam "à bola", que não torcem por nenhum dos três grandes. Os anos de ouro do Desportivo de Chaves não tinham deixado espaço para mais. Nem a influência familiar vermelha, nem o recente calcanhar de Madjer me tinham atraído para a "causa".
Do Sporting, sentia admiração por uns adeptos que se mantinham fiéis e enchiam o estádio apesar de não ganharem o campeonato há muitos anos.
Enquanto o mundo prestava mais atenção a uma estrela búlgara em ascensão, Hristo Stoichkov, que tinha chegado a Barcelona para fazer história no Dream-Team de Johan Cruyff, chegava a Alvalade, silenciosamente, vindo do mesmo país , um jogador com o nome de Krassimir Guenchev Balakov, de 24 anos.
Mas depois de Radi, eu já sabia o que podia valer um búlgaro chegado de forma quase anónima e este, esquerdino, cabelo encaracolado e com o "10" nas costas, fazia-me lembrar alguém!
Não me enganei, e por "culpa" dele, de camisola verdibranca da UMBRO com os dizeres "bonança" vestida comecei a prestar atenção aos jogos do clube com o escudo do Leão.
Os livres directos, os penaltis à Panenka, as arrancadas desde o meio campo à Maradona. Golos de pé esquerdo, pé direito, de dentro e de fora da área, passes, assistências e tabelinhas. Um verdadeiro compêndio do futebolista total!
Espero até que a memória me atraiçoe e não tenha sido mesmo ele a marcar de canto directo ao meu Desportivo.
Durante aquelas épocas subiram com ele ao relvado outros Grandes como Ivkovic, Valckx, Cherbakov, Juskowiak, Figo, Naybet, Marco Aurélio, Carlos Xavier, Oceano, Paulo Sousa, Iordanov, Amunike ou Sá Pinto.
Ai, que saudades! Inacreditavelmente, para a estatística fica apenas aquela Taça de Portugal em 95, mas para mim, e com certeza para muitos outros ficou a recordação de um irresistível futebol, praticado por onzes com uma quantidade de gente que "sabia jogar à bola" difícil de igualar. Basta lembrar o que fazia o holandês, que era central, com a bola nos pés!
Quando o mágico búlgaro partiu, empurrado pela arrogância de C. Queiroz, eu, tal como ele, já tinha o verde a correr-me nas veias.
Nos alemães do Estugarda também não tardou em fazer história com o "Das magische Dreieck", o "triângulo mágico" que formou com Fredi Bobic e Giovane Elber.
E não era preciso perceber uma palavra de alemão para saber o que diziam os comentadores da Eurosport, quando gritavam, depois de mais uma jogada de génio: "klasse spiele von Krassimir Balakov".Eu fiquei, mas continuei a procurá-lo. E com certeza que o encontrei, muitas vezes, no futebol romântico do Pedro Barbosa, vi-o naqueles livres do André Cruz e até, algumas vezes, na subtileza do pé esquerdo do Miguel Veloso. Agora, vou a Alvalade com a crença de encontrá-lo nos passes inteligentes do chileno Matías e principalmente na inteligência do futebol do merecedor herdeiro da "10", o russo Marat.
E é por isso que para além do Chaves, também sou do Sporting, e por muitos dirigentes "autistas", por muita contratação absurda e "tiros no pé" que existam, continuarei. Porque faz parte de mim..

Agora dizem-me que o clube está falido, que um dia vai fechar. Então, mas não sabem que se esse dia chegasse, eu, e não-sei-quantos mil mais, fundaríamos no dia seguinte o Sporting 1906, e se por acaso esse acabasse, os nossos filhos o ressuscitariam com o nome de Sporting És a Nossa Fé, e que depois desse, daqui a muitos anos, haveria quem erguesse o Sporting És o Nosso Grande Amor!
É por isso que desencantados, a cada crise, juramos não ver mais os jogos, não voltar a Alvalade, e depois com o aproximar do jogo da Liga Europa a umas incómodas 6 da tarde, inventaremos uma repentina dor de cabeça no trabalho, e nos apetecerá parar para tomar um café que sabemos, vai durar duas horas. É por isso que se ganharmos esse jogo nos esqueceremos das juras anteriores. É também por isso que as repetiremos se perdermos. E no fim-de-semana, com o nervoso da hora do jogo a chegar, diremos um "já volto" e rumaremos a Alvalade....porque sim, porque sabemos que lá estarão, á nossa espera, os Violinos Jesus Correia, Vasques, Albano, Peyroteo e Travassos, o "Chirola" Yazalde, o Damas, o Manuel Fernandes e eu lá encontrarei........o Meu Pé Esquerdo, esse mesmo, o de Krassimir Balakov!
 
(Благодаря Балъков!)


http://seromaradona.blogspot.com/2012/02/o-meu-pe-esquerdo.html

 Bater Palmas Bater Palmas Bater Palmas
Registado

''You have forgotten who you are and so have forgotten me. Look inside yourself, Simba. You are more than what you have become. You must take your place in the Circle of Life.'' Mufasa, Lion King, 1994

''These are dark times, there is no denying. Our world has perhaps faced no greater threat than it does today. But I say this to our citizenry: We, ever your servants, will continue to defend your liberty and repel the forces that seek to take it from you!'' Rufus Scrimgeour, Minister for Magic
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #94 em: Fevereiro 18, 2012, 22:44 »



*
Sénior

Mensagens: 4365
Idade: 36
Masculino


Citar
O Meu Pé Esquerdo

Entro no carro, ligo o rádio, "....notícia do dia.....Domingos Paciência já não é treinador do Sporting! Para o seu lugar é promovido, o até agora treinador dos juniores, Ricardo Sá Pinto...."
Um sopro,....lá vamos nós outra vez, penso eu, adivinhando a "balbúrdia" que se avizinha, e sem saber se ficar triste ou contente......


No início da década de 90, eu arriscava-me a ser desses poucos portugueses, mesmo os que não ligam "à bola", que não torcem por nenhum dos três grandes. Os anos de ouro do Desportivo de Chaves não tinham deixado espaço para mais. Nem a influência familiar vermelha, nem o recente calcanhar de Madjer me tinham atraído para a "causa".
Do Sporting, sentia admiração por uns adeptos que se mantinham fiéis e enchiam o estádio apesar de não ganharem o campeonato há muitos anos.
Enquanto o mundo prestava mais atenção a uma estrela búlgara em ascensão, Hristo Stoichkov, que tinha chegado a Barcelona para fazer história no Dream-Team de Johan Cruyff, chegava a Alvalade, silenciosamente, vindo do mesmo país , um jogador com o nome de Krassimir Guenchev Balakov, de 24 anos.
Mas depois de Radi, eu já sabia o que podia valer um búlgaro chegado de forma quase anónima e este, esquerdino, cabelo encaracolado e com o "10" nas costas, fazia-me lembrar alguém!
Não me enganei, e por "culpa" dele, de camisola verdibranca da UMBRO com os dizeres "bonança" vestida comecei a prestar atenção aos jogos do clube com o escudo do Leão.
Os livres directos, os penaltis à Panenka, as arrancadas desde o meio campo à Maradona. Golos de pé esquerdo, pé direito, de dentro e de fora da área, passes, assistências e tabelinhas. Um verdadeiro compêndio do futebolista total!
Espero até que a memória me atraiçoe e não tenha sido mesmo ele a marcar de canto directo ao meu Desportivo.
Durante aquelas épocas subiram com ele ao relvado outros Grandes como Ivkovic, Valckx, Cherbakov, Juskowiak, Figo, Naybet, Marco Aurélio, Carlos Xavier, Oceano, Paulo Sousa, Iordanov, Amunike ou Sá Pinto.
Ai, que saudades! Inacreditavelmente, para a estatística fica apenas aquela Taça de Portugal em 95, mas para mim, e com certeza para muitos outros ficou a recordação de um irresistível futebol, praticado por onzes com uma quantidade de gente que "sabia jogar à bola" difícil de igualar. Basta lembrar o que fazia o holandês, que era central, com a bola nos pés!
Quando o mágico búlgaro partiu, empurrado pela arrogância de C. Queiroz, eu, tal como ele, já tinha o verde a correr-me nas veias.
Nos alemães do Estugarda também não tardou em fazer história com o "Das magische Dreieck", o "triângulo mágico" que formou com Fredi Bobic e Giovane Elber.
E não era preciso perceber uma palavra de alemão para saber o que diziam os comentadores da Eurosport, quando gritavam, depois de mais uma jogada de génio: "klasse spiele von Krassimir Balakov".Eu fiquei, mas continuei a procurá-lo. E com certeza que o encontrei, muitas vezes, no futebol romântico do Pedro Barbosa, vi-o naqueles livres do André Cruz e até, algumas vezes, na subtileza do pé esquerdo do Miguel Veloso. Agora, vou a Alvalade com a crença de encontrá-lo nos passes inteligentes do chileno Matías e principalmente na inteligência do futebol do merecedor herdeiro da "10", o russo Marat.
E é por isso que para além do Chaves, também sou do Sporting, e por muitos dirigentes "autistas", por muita contratação absurda e "tiros no pé" que existam, continuarei. Porque faz parte de mim..

Agora dizem-me que o clube está falido, que um dia vai fechar. Então, mas não sabem que se esse dia chegasse, eu, e não-sei-quantos mil mais, fundaríamos no dia seguinte o Sporting 1906, e se por acaso esse acabasse, os nossos filhos o ressuscitariam com o nome de Sporting És a Nossa Fé, e que depois desse, daqui a muitos anos, haveria quem erguesse o Sporting És o Nosso Grande Amor!
É por isso que desencantados, a cada crise, juramos não ver mais os jogos, não voltar a Alvalade, e depois com o aproximar do jogo da Liga Europa a umas incómodas 6 da tarde, inventaremos uma repentina dor de cabeça no trabalho, e nos apetecerá parar para tomar um café que sabemos, vai durar duas horas. É por isso que se ganharmos esse jogo nos esqueceremos das juras anteriores. É também por isso que as repetiremos se perdermos. E no fim-de-semana, com o nervoso da hora do jogo a chegar, diremos um "já volto" e rumaremos a Alvalade....porque sim, porque sabemos que lá estarão, á nossa espera, os Violinos Jesus Correia, Vasques, Albano, Peyroteo e Travassos, o "Chirola" Yazalde, o Damas, o Manuel Fernandes e eu lá encontrarei........o Meu Pé Esquerdo, esse mesmo, o de Krassimir Balakov!
 
(Благодаря Балъков!)


http://seromaradona.blogspot.com/2012/02/o-meu-pe-esquerdo.html

 Bater Palmas Bater Palmas Bater Palmas

 Seta

Belo texto   Positivo!

 Bater Palmas Bater Palmas Bater Palmas
Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #95 em: Fevereiro 25, 2012, 21:53 »


No avatar!


Registado

Mensagens: 3


 O melhor 10 que vi jogar pelo Sporting e dos melhores a nível mundial! Tive o prazer de o ver jogar nas primeiras vezes que fui a Alvalade ( sendo do norte, não fui tantas como gostaria Sad ) e depressa se tornou num ídolo meu.
Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #96 em: Fevereiro 26, 2012, 10:21 »



*
Juvenil

Mensagens: 881
Idade: 35


O outro dia deu um salgueiros- Sporting de 1990 ou 91 na rtp memória, por aí...

Era o único que tentava fazer qualquer coisa, e devia ele ter acabado de chegar. Não me lembrava daquele jogo mas ao intervalo perdíamos por 2-0. A exibição era tão má tão má, que eu só pensava "rico Sporting actual", nem vi a 2 parte. Mau demais aquilo...

Que saudades deste jogador. Já contei umas coisas engraçadas por aqui mas não me canso, foi um dos responsáveis pela minha paixão pelo clube.



 
Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #97 em: Fevereiro 27, 2012, 19:39 »



*
Iniciado

Mensagens: 145
Idade: 25
Localidade: Lisboa
Masculino


É por jogadores como este, que ás vezes gostaria de ter mais idade.
Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #98 em: Março 01, 2012, 16:30 »



*
Juvenil

Mensagens: 783
Idade: 34
Masculino


Jogadores como este já não se fazem.
Registado
Re: Krassimir Balakov , « Resposta #99 em: Março 08, 2012, 03:29 »




Registado

Mensagens: 19
Idade: 34
Localidade: Caparica
Masculino


Foi único.

Sinto-me um priveligiado por ter visto jogar este verdadeiro MAGO da bola.

Registado
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: « anterior 1 ... 3 4 [5] 6 7 ... 11 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Orgulho Leonino (Moderadores: wild_oscar, Stunner, sotnas) Tópico:

Krassimir Balakov

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade