Quem são para vocês as 10 maiores figuras da história do Sporting?

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

São muitos para se conseguir colocar só dez.

- José Alvalade
- Os Stromp
- Os 5 violinos
- Morais e toda a equipa que ganhou a finalíssima da Taça das Taças
- Aurélio Pereira
- Joaquim Agostinho
- António Livramento
- Moniz Pereira
- Carlos Lopes
- A equipa feminina que ganhou a Taça dos Campeões Europeus de Atletismo

Porquê a equipa feminina e não a masculina que fez outro tanto em 2000? Porquê Livramento e não toda a equipa campeã europeia? Porquê nenhum dos jogadores do Sporting atuais campeões europeus de futebol por Portugal? :inde:
São muitos para se conseguir colocar só dez.

- José Alvalade
- Os Stromp
- Os 5 violinos
- Morais e toda a equipa que ganhou a finalíssima da Taça das Taças
- Aurélio Pereira
- Joaquim Agostinho
- António Livramento
- Moniz Pereira
- Carlos Lopes
- A equipa feminina que ganhou a Taça dos Campeões Europeus de Atletismo

Porquê a equipa feminina e não a masculina que fez outro tanto em 2000? Porquê Livramento e não toda a equipa campeã europeia? Porquê nenhum dos jogadores do Sporting atuais campeões europeus de futebol por Portugal? :inde:

O Euro quem o ganhou foi Portugal, não o Sporting  :lol:

A minha lista é bastante similar, mas trocaria a equipa feminina de atletismo pela masculino também, e Aurélio Pereira, com todo o espeito que tenho por ele , por Bruno de Carvalho, por tudo o que JÁ FEZ pelo SPORTING CLUBE DE PORTUGAL. De resto António Livramento por JOÃO ROCHA, que foi o último presidente de jeito antes de BdC.
José Alvalade
Francisco Stromp
Fernando Peyroteo
António Morais
Mário Moniz Pereira
João Rocha
Carlos Lopes
Joaquim Agostinho
António Livramento e Chana (ao mesmo nível)
Vítor Damas
Augusto Inácio
Manuel Fernandes
Ivaylo Iordanov
Francis Obikwelw

Sim, estão catorze, dez não deu.
« Última modificação: Abril 28, 2017, 20:39 pm por Hemgê »

O Euro quem o ganhou foi Portugal, não o Sporting  :lol:

 De resto António Livramento por JOÃO ROCHA, que foi o último presidente de jeito antes de BdC.

Desculpa lá, estou a falar dos jogadores do Sporting que venceram por Portugal!... E não há maior honra do que vencer por Portugal... logo de seguida é vencer pelo Sporting... Então, Carlos Lopes não ganhou as principais medalhas e provas por Portugal? Joaquim Agostinho brilhou em França pelo Sporting?

O que interessa é que são ou foram atletas do Sporting! Se ganharam com as quinas ao peito ainda maior a honra da vitória.

João Rocha trabalhou muito pelo Sporting... mas nunca me esqueço da sua incompetência em ter deixado Futre ir para o F.C. Porto... foi erro e falta de visão dele e não propriamente mérito dos portistas... Perdemos um dos melhores do mundo da altura e isso não lhe posso perdoar.
« Última modificação: Abril 28, 2017, 20:41 pm por Sérgio Sodré »
António Livramento
São muitos para se conseguir colocar só dez.

- José Alvalade
- Os Stromp
- Os 5 violinos
- Morais e toda a equipa que ganhou a finalíssima da Taça das Taças
- Aurélio Pereira
- Joaquim Agostinho
- António Livramento
- Moniz Pereira
- Carlos Lopes
- A equipa feminina que ganhou a Taça dos Campeões Europeus de Atletismo

Porquê a equipa feminina e não a masculina que fez outro tanto em 2000? Porquê Livramento e não toda a equipa campeã europeia? Porquê nenhum dos jogadores do Sporting atuais campeões europeus de futebol por Portugal? :inde:

Existe um défice de grandes figuras femininas, daí a minha opção por elas.
Concedo: Livramento e toda a equipa campeã europeia.
Não considero os jogadores que venceram o Euro figuras maiores do SCP, admito não estar a ser justo, é apenas a minha opinião.
.
« Última modificação: Abril 28, 2017, 20:47 pm por zofo »

- Morais e toda a equipa que ganhou a finalíssima da Taça das Taças


Aqui estamos a considerar que todos os jogadores dessa equipa devem ser considerados acima de Hilário Conceição, que foi só o futebolista com mais jogos pelo Sporting (de longe) e elemento fundamental da seleção portuguesa que ficou em 3º lugar no campeonato mundial de 1966...  :think:

O Euro quem o ganhou foi Portugal, não o Sporting  :lol:

 De resto António Livramento por JOÃO ROCHA, que foi o último presidente de jeito antes de BdC.

Desculpa lá, estou a falar dos jogadores do Sporting que venceram por Portugal!... E não há maior honra do que vencer por Portugal... logo de seguida é vencer pelo Sporting... Então, Carlos Lopes não ganhou as principais medalhas e provas por Portugal? Joaquim Agostinho brilhou em França pelo Sporting?

O que interessa é que são ou foram atletas do Sporting! Se ganharam com as quinas ao peito ainda maior a honra da vitória.

João Rocha trabalhou muito pelo Sporting... mas nunca me esqueço da sua incompetência em ter deixado Futre ir para o F.C. Porto... foi erro e falta de visão dele e não propriamente mérito dos portistas... Perdemos um dos melhores do mundo da altura e isso não lhe posso perdoar.
Carlos Lopes ganhou numa modalidade individual e não coletiva, mas são opiniões .
Carlos Lopes ganhou numa modalidade individual e não coletiva, mas são opiniões .

Isso é verdade, aí há uma diferença..., mas, é espantoso que não se exalte que Rui Patrício (principal exemplo) foi o melhor guardião do europeu em geral e brilhante na final (o suficiente para ser um dos maiores do Sporting para as gerações vindouras)... Já Eusébio, que não ganhou ficando em 3º no mundial, é constantemente exaltado pelo benfiquistas por ter sido o melhor marcador do mundial de 1966 e pelos 4 golos (2 de penálti) que marcou à Coreia do Norte... Era uma modalidade coletiva e não estava a jogar pelo Benfica... Algum benfiquista se lembra de usar esse argumento para o diminuir como uma das maiores figuras do clube?... Já nós, sportinguistas..., por que arranjamos argumentos contra nós e os nossos????   :(
Carlos Lopes ganhou numa modalidade individual e não coletiva, mas são opiniões .

Isso é verdade, aí há uma diferença..., mas, é espantoso que não se exalte que Rui Patrício (principal exemplo) foi o melhor guardião do europeu em geral e brilhante na final (o suficiente para ser um dos maiores do Sporting para as gerações vindouras)... Já Eusébio, que não ganhou ficando em 3º no mundial, é constantemente exaltado pelo benfiquistas por ter sido o melhor marcador do mundial de 1966 e pelos 4 golos (2 de penálti) que marcou à Coreia do Norte... Era uma modalidade coletiva e não estava a jogar pelo Benfica... Algum benfiquista se lembra de usar esse argumento para o diminuir como uma das maiores figuras do clube?... Já nós, sportinguistas..., por que arranjamos argumentos contra nós e os nossos????   :(

É assim, eu acredito que numa perspetiva dos 10 mais importantes de sempre , o pessoal campeão europeu não merece estar lá - é uma modalidade coletiva e foi pela seleção. Agora se os benfiquistas exaltam o Eusébio por causa disso, é com eles ... e nós sabemos que a imparcialidade de qualquer lampião ( não benfiquista ) é zero ...

Mas sim, muitas vezes não se valoriza devidamente o trabalho de RP, não só os sportinguistas como os portugueses em geral que ainda o criticam depois dos milagres que fez.
Concordo com grande parte dos nomes enumerados acima. Acho que ainda precisamos de algum distanciamento para equacionar o Rui Patrício porque falta compreender o incrível feito da vitória do Euro (sim, não foi o Sporting que ganhou, mas o Rui foi pilar e o melhor GR do Europeu), bem como a impressionante carreira que tem construído no Clube. 
O Rui é o melhor keeper, de sempre, do SCP, só isso!
“There seems to be this snobbery around football that everyone has to play the most entertaining football" 
Gary Neville dixit
Concordo com grande parte dos nomes enumerados acima. Acho que ainda precisamos de algum distanciamento para equacionar o Rui Patrício porque falta compreender o incrível feito da vitória do Euro (sim, não foi o Sporting que ganhou, mas o Rui foi pilar e o melhor GR do Europeu), bem como a impressionante carreira que tem construído no Clube.

Quando um atleta do Sporting está em ação por Portugal isso não anula o facto de ser do Sporting mas sim acumula com o facto de ser do Sporting..., pois o Sporting existe ao serviço de Portugal.
O Rui é o melhor keeper, de sempre, do SCP, só isso!

E mesmo se não o for (por alta dificuldade em demonstrar a verdade indiscutível neste assunto)... Deve ser considerado e merece ser considerado como tal, após o Euro 2016 e por tudo o que tem feito.
Citar
As 5 personalidades do Universo Sporting que me marcaram
Por Nuno Almeida - 28/03/2018

Quando surgiu a ideia de fazer um Top sobre personalidades do Sporting que me marcaram, surgiram de imediato vários nomes para muitos Tops, no entanto tive que criar alguns pressupostos para reduzir esta listagem.

Assim, e sendo eu um nado-criado na Beira Interior em tempos em que não havia a facilidade de deslocação que há hoje, nem mesmo a quantidade de informação (Sou do tempo em que os jornais eram semanais) que temos actualmente, fui conhecendo o universo Sporting pelas informações desportivas no final do telejornal, nos “Domingos Desportivos”, ou nas “Bolas Brancas”. Tempos em que se falava mais em futebol e quase nada de bastidores (apesar de sabermos, eu saber, agora que eles existiam).

Este Top basear-se-á não apenas numa modalidade, apesar de a maior parte estar ligada, directa ou indirectamente ao Futebol, mas nos vários quadrantes do Sporting como instituição, tais como atletas, funcionários ou dirigentes.

Paulinho – Muitos dirão que haveria muitas personalidades bem mais importantes para falar, e até alguns “adversários” que possam dizer que é de clube pequeno ter como personalidade um Roupeiro. Pois eu diria o contrário. É de clube grande o que o Sporting fez pelo Paulinho e é de clube grande respeitar esta personalidade e conseguir passar aos jogadores o respeito que o mesmo lhes merece.

Quando eu era mais novo, e vendo algumas brincadeiras que os jogadores tinham com ele, sentia que o poderiam estar a desrespeitar, sendo apenas um motivo de “gozo”, no entanto fui percebendo que o limite entre respeito e desrespeito está na intenção de quem faz a acção e da forma como o “alvo” a encara. E nisso, o Paulinho é Grande. E os jogadores perceberam e percebem da importância dele no balneário. Só quem andou lá dentro (agora veio-me à cabeça o Damaiense, sei lá porquê!!) percebe a importância de um balneário unido, com boas relações entre atletas e staff. O Paulinho é uma dessas ligações de convergência dentro do balneário leonino.

Irmãos Castro – O desporto português já foi bem mais do que apenas Futebol. E culpa disso era a aposta que o Sporting fazia em algumas modalidades, nomeadamente o Atletismo. Aposta que se foi perdendo ao longo dos anos, deixando que outros se tornassem protagonistas, ou pelo menos que conseguissem aproximar-se do nível do nosso Clube. Felizmente estamos a voltar a apostar nas modalidades.

Noutros tempos (que agora também parecem estar a voltar) eu passava manhãs de domingo a ver os atletas do Sporting a ganhar medalhas em barda nos certames de corta-mato, mas sempre com duas personalidades a destacarem-se de todos os outros. Os irmãos Castro (Domingos e Dionísio) dominavam as provas do principio ao fim, não dando quaisquer veleidades à concorrência. Não havia emoção? Talvez. Mas mostrava a força que o Sporting como clube desportivo tinha no nosso país e no mundo do Atletismo.

Tivemos muitos nomes relevantes no atletismo, que mereciam também ser destacados, mas quem sabe o sejam noutro TOP. Não quero, no entanto, deixar de referir aqui Moniz Pereira, uma vez que estamos a falar de Atletismo, porque merece todo o meu reconhecimento como Sportinguista e ex-praticante de algumas modalidades de Atletismo, e que pode servir de representação maior de todos os atletas do Atletismo do Sporting.

Aurélio Pereira – Sempre foi reconhecido como o homem que descobriu, ou que viu valor em Cristiano Ronaldo, ajudando-o a dar os primeiros passos para se poder tornar o que é hoje. Só depois lhe dão o mérito de conseguir formar homens e jogadores de futebol como nenhum outro.

Também ele foi vítima do desnorte do nosso Clube nos anos negros de desinvestimento e desmembramento, tendo-lhe sido retirada a possibilidade de captação que permitiu ver muitos atletas que agora despontam nas camadas sub20 e sub21 sob a tutela de outros emblemas. No entanto, os tempos áureos, ou os tempos “aurélios” (como o do Europeu 2016) estão novamente a ser retomados, o que nos garante uma formação de qualidade, e valores seguros a despontar dentro de quatro ou cinco anos. Não quer dizer que não tenhamos qualidade agora, mas em muito menos quantidade, precisamente porque se desinvestiu na academia e se deixaram desviar valores para outras paragens.

Só espero que Aurélio Pereira consiga passar o seu “Know-How” para a estrutura do Sporting, para que o seu trabalho continue, seja eterno e inesgotável em Alcochete. E tal como Moniz Pereira no Atletismo, também Aurélio Pereira personifica e representa todos os ”craques” que saíram da nossa Academia.

Balakov – Bem sei que temos muita qualidade nacional, e muitos jovens da academia que saíram das nossas escolinhas, mas este Búlgaro deixava-me boquiaberto com os seus “slaloms”.

Veio num momento em que o Sporting, na pessoa de Sousa Cintra (outra personagem castiça do nosso clube. Senão ouçam aqui. O que eu me ria com este homem. E criou grandes equipas) apostava também na escola da Bulgária, que naqueles tempos era fortíssima (basta pensar na selecção Búlgara daqueles tempos).

Era rápido, tecnicamente muito forte, e foi dos jogadores que mais prazer me deu ver jogar no meu clube. Merecia outro palmarés, que, por várias razões, não apenas desportivas, não lhe foi possível juntar ao seu grande talento. A ele e consequentemente ao Sporting.

Com ele chegou também Cherbakov, que podia ter sido tão bom, ou melhor que o seu compatriota, não fosse a infelicidade que lhe bateu à porta.

Por falar em Búlgaros de qualidade, deixo uma palavra a Iordanov, que, apesar da menor qualidade técnica, tinha uma raça e capacidade física que compensava tudo.

Augusto Inácio – Foi o treinador do que parecia vir a ser o desenguiço. Não o foi, e saiu até de uma forma inglória do nosso clube (outro “Modus Operandi” que os nossos dirigentes nos iam começando a habituar). No entanto, ninguém lhe pode tirar o mérito de, depois de dezoito anos, ter feito explodir de alegria todo o universo Sportinguista.

Nunca mais me esquecerei de, nessa noite, ter que pegar no carro para ir para a cidade onde estava a estudar, e a cada vila ou aldeia que passava era brindado com acenos, apitos, cachecóis e bandeiras com as cores do Leão.

Foram poucos, é verdade, mas muito saborosos e inesquecíveis. E a Augusto Inácio ficarei eternamente agradecido. Não apenas a ele, mas a toda a equipa que com ele conseguiu o feito. Ele será também o rosto que reflecte o trabalho de muitos, no entanto, muitos outros treinadores, com equipas talvez melhores, não conseguiram dar-nos o título. Augusto Inácio conseguiu, e é por isso o meu destaque, que considero inteiramente merecido.

Espero agora que rapidamente surja outro “Inácio” para nos voltar a permitir festejar.


BnR
Os 10 que mais notabilizaram o Sporting

Morais (o do cantinho)
Livramento
Carlos Lopes
Irmãos Castro
Fernando Mamede
Joaquim Agostinho
Peyroteo, Albano, Jesus Correia, Vasques e Travassos
Obikwelu
Damas
Prof. Moniz Pereira

Menções Honrosas
Ricardo Andorinho
João Benedito
Sobreiro
Ramalhete
Jorge Theriaga
Naide Gomes
Patrícia Mamona
Madjer
Yazalde
Jardel
Figo
Cristiano Ronaldo
Schmeichel
Hilário
Osvaldo Silva
“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick