Fernando Mendes (1937-2016)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

CERIMÓNIAS FÚNEBRES DE FERNANDO MENDES
Por Jornal Sporting
01 Abr, 2016
NOTÍCIAS
Antigo capitão e campeão como jogador e treinador faleceu ontem aos 78 anos


O velório de Fernando Mendes tem lugar hoje, sexta-feira, a partir das 18 horas, na Igreja de São João de Deus.

Amanhã, sábado, o funeral do antigo campeão ‘leonino’ sairá da Igreja de São João de Deus às 14h30, passando pela Praça do Centenário do Estádio José Alvalade pelas 14h45 antes de seguir para o Cemitérios dos Olivais, onde será cremado.

Convidam-se todos os Sócios e adeptos que queiram prestar uma última homenagem ao antigo capitão, vencedor da Taças das Taças de 1964 e campeão nacional como jogador e treinador, para estarem presentes na Praça do Centenário.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2016-04-01/cerimonias-funebres-de-fernando-mendes


Que a sua alma descanse em Paz! Grande perda para o Nosso Clube! :(
Que descanse em paz, eterno capitão. Obrigado por tudo! :venia:
Obrigada por tudo, capitão.

Que descanse em paz.
''JUNTOS SOMOS MAIS E MELHORES. VAMOS SPORTING, VAMOS EQUIPA!'' - JOÃO BENEDITO
UNIVERSO SPORTING CP RECORDA O "GRANDE MENDES"
Por Jornal Sporting
01 Abr, 2016
NOTÍCIAS
Órgãos Sociais, treinador, capitão e antigos companheiros em peso no velório


As primeiras horas do velório de Fernando Mendes, o eterno capitão que liderou em campo o triunfo do Sporting CP na Taça dos Vencedores das Taças entre muitos outros feitos, funcionam como exemplo paradigmático do Desportista e Homem que ontem partiu: alguém capaz de unir clubes, personalidades e vontades distintas com um raro sentido de liderança, inteligência e educação. O ‘Magriço’ era um cavalheiro, dentro e fora de campo. E o Universo ‘leonino’ marcou presença em peso no velório que se está a realizar na Igreja de São João de Deus, na Praça de Londres.

Ainda antes do início da cerimónia, já muitas pessoas que privaram com Fernando Mendes estavam à porta da Igreja. Antigos companheiros de equipa, jogadores que por ele foram treinados, atletas de outras modalidades como o hóquei em patins ou o râguebi, Sportinguistas mais velhos que recordavam com nostalgia uma das maiores figuras do Clube. Chegou até a ser comovente ver o reencontro de glórias ‘verde e brancas’ como Marinho, Peres ou Lourenço, entre tantos outros, unidos num momento de tristeza com aquela teimosa lágrima no canto do olho num misto de saudosismo e nostalgia.

Humberto Coelho, actual vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, também marcou presença na homenagem a “uma das grandes referências da juventude”. “Era uma referência como jogador e como pessoa, muito amigo. Tinha gosto em falar de futebol. Era um atleta com arte, técnica e grande postura, sempre com uma atitude profissional, solidária e tolerante. Havia nele aquilo que nos faz gostar do futebol”, disse.

Por volta das 18 horas, chegava o autocarro do Clube, liderado pelo Presidente, Bruno de Carvalho, com todos os Órgãos Sociais do Clube, Jorge Jesus, Octávio Machado, Manuel Fernandes, Aurélio Pereira, Adrien, Nélson e muitos daqueles que, com o seu líder, ganharam a Taça dos Vencedores das Taças como Carvalho, Hilário, Pedro Gomes, Mário Lino, Alexandre Baptista, José Carlos ou Figueiredo. Foi um momento marcante e que, por si só, representou o respeito por uma figura incontornável da história centenária.

“Foi um exemplo para muita gente e para os mais jovens. Entrou nas camadas jovens e entregou-se na totalidade ao Clube. Foi exemplar, um amigo, mas Deus quis levá-lo agora e não há nada a fazer... Era ele que criava almoços e jantares com os colegas. As maiores memórias? Dois momentos marcantes: a vitória na Taça das Taças e a grave lesão que sofreu com a Checoslováquia pela Selecção. Mas a memória irá perdurar para sempre”, comentou José Carlos, que herdou a braçadeira de Fernando Mendes.

“Foi um produto do Sporting CP e não se entregou a 100 ou 200 mas a 300% ao Clube. Entrou ainda nas camadas jovens na década de 50 e fez parte da geração de jogadores da Selecção Nacional que emancipou o futebol português. Foi um internacional de primeiro plano. Destacou-se também como treinador e figura da formação. O Mendes era uma pessoa respeitadora e delicada, um exemplo para os mais jovens. Um exemplo de sucesso e de muito trabalho para os mais jovens, que têm hoje muito melhores condições do que nós tínhamos naquela altura, onde tínhamos os nossos trabalhos e depois vínhamos jogar à bola. Foi uma figura marcante a nível nacional”, assinalou Mário Lino, também ele campeão como jogador e treinador de ‘verde e branco’ como Fernando Mendes.

“É difícil descrever o que se sente num momento destes... Estreou-se ainda na altura de Vasques e Travassos. Cheguei em Agosto de 1958 e foi o meu primeiro amigo, um irmão e professor na minha adaptação. Muito do que sou hoje devo-o a ele. Foi também um treinador excepcional, apesar da falta de sorte como jogador pela grave lesão que sofreu”, acrescentou Hilário, o jogador com mais encontros oficiais realizados de ‘leão’ ao peito.

Durante a noite, muitas mais figuras fizeram questão de passar pela Igreja de São João de Deus, num último adeus ao eterno capitão que foi capaz de ser tão ou mais elogiado dentro de campo como fora dele. No local, o lema da caminhada sinodal que a Diocese de Lisboa vai viver nos próximos dois anos pastorais destacava-se numa larga tarja: “O sonho missionário de chegar a todos”. Fernando Mendes, como Homem e Desportista, cumpriu esse desígnio, numa vida que serve de inspiração para todas as gerações, dos mais velhos aos mais novos. Até porque um símbolo assim nunca o deixará de ser.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2016-04-01/universo-sporting-cp-recorda-o-grande-mendes

Até sempre Leão.

RIP.
E aos poucos lá vão cedendo ao tempo, mas podem ficar descansados porque continuarão presentes na memória de todos nós.

Que descanse em paz e continue a comandar a equipa lá em cima.
Citar
Ontem foi o dia do último adeus ao corpo de Fernando Mendes, que foi cremado no cemitério dos Olivais, local onde marcaram presença muitas personalidades ligadas ao clube sportinguista. Os restos mortais do antigo capitão, que será para sempre recordado como um dos símbolo do clube, deixaram a Igreja de São João de Deus (Praça de Londres) em direção à Praça Centenário, no Estádio de Alvalade, para uma homenagem. Com a Taça das Taças em exposição no exterior, alguns dos ex-jogadores presentes nessa conquista – entre os quais Hilário, Manuel Pedro Gomes, Alexandre Baptista e José Carlos – aproveitaram então para assinalar o momento, ao qual se seguiu um coro de aplausos. Nessa altura, Bruno de Carvalho, assim como todos os dirigentes presentes na cerimónia, dirigiram-se à família do malogrado Fernando Mendes, para um último e muito sentido cumprimento. A circunstância ficou ainda marcada pela entrega da braçadeira que o antigo capitão usou na altura em que era jogador do Sporting, além de uma coroa de flores.
Saudade eterna
Manuel Pedro Gomes venceu a Taça das Taças juntamente com Fernando Mendes, um amigo que, recorda, vai continuar a lembrar. "Para mim foi uma espécie de mentor e um grande colega. Deixa um legado e fica eternizado no futebol português", referiu Pedro Gomes, emocionado. Já José Carlos falou num "atleta de eleição que os sportinguistas nunca vão esquecer".




SPORTING É CLASSE!
Citar
Fernando Mendes - jogador, capitão, treinador e vencedor da Taça das Taças pelo Sporting CP - faria hoje 79 anos. Nunca serás esquecido.




https://www.facebook.com/SportingClubePortugal/photos/a.402235511554.185820.98098491554/10153534314426555/?type=3&theater