Marvin Zeegelaar

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Nao acho que tenha sido um jogo assim tao mau mas pronto, ja se sabe que quando ha um resultado menos positivo, tudo esta mal e nao serve

O problema é que neste caso foi mesmo mau. Houve inúmeras situações (principalmente na segunda parte) em que ele não se disponibilizava a progredir na ala. Simplesmente ficava parado, o J.Mário e Adrien viravam-se para o lado esquerdo e se não tivesse lá o Ruiz, a bola nunca ia para lá. Isto numa equipa como o Sporting é impensável, não sei o que se passou com o rapaz, mas era desesperante. A única vez que me lembro ele ter subido e assumido o flanco desequilibrou logo.

Subiu mais do que uma vez. Tambem nao estou a dizer que fez um grande jogo mas nao é preciso todo este exagero.

Se o JM tivesse amrcado aquele golo e o Slimani aquele cabeceamento, nao estavam aqui a dizer tao mal deste

Não vejo as coisas assim. Se o jogador a defender deixa a desejar e não ataca não tem categoria para jogar no Sporting. Posso acreditar que lhe tenha corrido mal o jogo, esperemos pelo próximo para continuar a avaliação. Mas do que vi até agora dele, sinceramente não me agrada.  :menos:

Pessoalmente não me sigo por "se o x tivesse marcado este não era criticado", visto que por essa lógica não poderíamos criticar sempre que perdessemos um jogo, visto termos tido oportunidades e não as termos aproveitado.
Nao acho que tenha sido um jogo assim tao mau mas pronto, ja se sabe que quando ha um resultado menos positivo, tudo esta mal e nao serve

O problema é que neste caso foi mesmo mau. Houve inúmeras situações (principalmente na segunda parte) em que ele não se disponibilizava a progredir na ala. Simplesmente ficava parado, o J.Mário e Adrien viravam-se para o lado esquerdo e se não tivesse lá o Ruiz, a bola nunca ia para lá. Isto numa equipa como o Sporting é impensável, não sei o que se passou com o rapaz, mas era desesperante. A única vez que me lembro ele ter subido e assumido o flanco desequilibrou logo.

Subiu mais do que uma vez. Tambem nao estou a dizer que fez um grande jogo mas nao é preciso todo este exagero.

Se o JM tivesse amrcado aquele golo e o Slimani aquele cabeceamento, nao estavam aqui a dizer tao mal deste

Não vejo as coisas assim. Se o jogador a defender deixa a desejar e não ataca não tem categoria para jogar no Sporting. Posso acreditar que lhe tenha corrido mal o jogo, esperemos pelo próximo para continuar a avaliação. Mas do que vi até agora dele, sinceramente não me agrada.  :menos:

Pessoalmente não me sigo por "se o x tivesse marcado este não era criticado", visto que por essa lógica não poderíamos criticar sempre que perdessemos um jogo, visto termos tido oportunidades e não as termos aproveitado.

Mas acredita que quando ha um resultado menos positivo, mesma que a exibiçao nao seja ma, ha sempre gente que vem dizer que este ou aquele nao presta.

Eu ate acho o jogador interessante, nao é uma opiniao definitiva e por acaso até sinto mais segurança com ele a jogar do que quando era o Jonathan.
Por exemplo, ja nao acho a mesma coisa do Schelotto.
Socio n° 119 842-0
Do que vi dele não me tem parecido mau jogador. No geral tem cumprido quando chamado, o problema é que não sei se dá mais que isto.

É um bom backup ao Jefferson  mas não sei se é a concorrência que ele precisava.

Mas vou esperar por mais jogos, ainda só fez um par de jogos e entrou com o comboio em andamento.
Até a data não me convenceu, apenas como solução de recurso.
(Depois de jogar a extremo algumas vezes no Rio Ave) Teve inúmeras oportunidades para partir para cima do lateral do Rio Ave (que já tinha amarelo) e não o fez uma única vez, nunca investiu no um para um  :wall:

A defender esteve razoável... Só!
SL
Para mim este é a principal causa da nossa (falta de) acutilância ofensiva no(s) último(s) jogo(s). O Bryan joga bem a extremo mas precisa de um lateral que faça a linha, já que ele tende a jogar mais em espaços interiores. O Zeegelaar (que vinha rotulado de lateral atacante) não lhe dá essa profundidade, contra o Rio Ave então parecia que estávamos a jogar com 3 centrais, o homem raramente subia.
Para mim este é a principal causa da nossa (falta de) acutilância ofensiva no(s) último(s) jogo(s). O Bryan joga bem a extremo mas precisa de um lateral que faça a linha, já que ele tende a jogar mais em espaços interiores. O Zeegelaar (que vinha rotulado de lateral atacante) não lhe dá essa profundidade, contra o Rio Ave então parecia que estávamos a jogar com 3 centrais, o homem raramente subia.

 Ordem do treinador. E como sei? Acontecia o mesmo com o Jefferson.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Este rapaz neste jogo teve uma pecha grande: inibiu-se imenso no ataque, invariavelmente optou por cruzar (até cruzou bem) ou então domina a bola e joga para trás ou para o meio, nunca arriscou o um para um ou explorou a linha final. Acho que pode ser muito útil no plantel mas o Jefferson em missão ofensiva faz muita falta.
Pareceu-me que estava completamente de rastos fisicamente no jogo com o Rio Ave. Escondeu-se demasiado do jogo e sempre que atacou (foram raras as vezes que atacou) decidiu mal.