Paulinho - Um tópico que vale por três

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

No verão quente de 1985, mais precisamente em Agosto, destacava-se à beira mar dos demais veraneantes em plena praia de Carcavelos, alguém totalmente equipado (calças, camisola e ténis!) com as cores Sportinguistas, deliciando-se com uma bola.
Foi então que alguns de nós não resistimos e abeirámo-nos, contagiados pelo evidente esforço que aquele verdadeiro leão manifestava - reforçado por inerentes dificuldades físicas e pelo calor sufocante.
Volvido pouco tempo, o Paulinho estava no meio de nós, sendo uma companhia permanente até ao final desse verão.
Foi com naturalidade que visitámos o colégio onde residia com outros amigos e amigas.

Na primeira visita guiada, impressionou a vasta colecção de posters, fotos, recortes de jornais alusivas ao nosso Sporting!
Na verdade o quarto estava integralmente "forrado" com esses recortes - tendo ainda material para forrar os quartos de outros colegas!
Não foi fácil, "resgatar" o Paulinho do Colégio para connosco apoiar o SCP.
Deste relacionamento terá nascido o primeiro grande senso de responsabilidade quando os responsáveis da instituição onde se encontrava o Paulo Gama, nos exigiu que alguém o fosse buscar e depois levar - respeitando sempre as apertadas horas da refeição.
O que valeu foi que a "arrecadação" da Torcida Verde nesses tempos situava-se perto do Colégio possibilitando esse "vai e vem".

Foi importante acompanhar a evolução de alguém como o Paulinho - que quando conhecemos mal soletrava uma palavra para volvido algum tempo "estar em todas".
Do futebol ao basket, andebol, hóquei, andebol em Alvalade nunca faltava.
Até que volvidos cerca de dois anos, o director do colégio onde vivia o Paulo convoca-nos para uma reunião.

A solenidade do momento deixou-nos perplexos, mas lá foi.
O director da instituição começou por fazer um balanço - bastante elogioso referindo que "ele se sente como um de vós reforçando a sua auto estima e confiança".
De seguida viria a parte mais "complicada". O Paulo estava prestes a completar os 18 anos pelo que não poderia manter-se na instituição. "A sua evolução sugere-nos que a paixão e dedicação que ele nutre pelo SCP, potência uma forte possibilidade para o seu futuro profissional" - afirmara o director.
Ficámos "bloqueados", explicando-lhe que não poderíamos assegurar-lhe trabalho no SCP, por razões óbvias!
Comprometemo-nos a contactar dirigentes Sportinguistas, sensibilizá-los até porque o Paulo já "era conhecido no meio". Marcámos a reunião, fomos cicerones dos responsáveis do Colégio do Paulo Jorge Gama e aguardámos pelo desenlace que felizmente foi positivo.

Acompanhámos o Paulo nos primeiros tempos, mas sempre com a devida distância que o bom senso exige.
O Paulo sabe-o.
Sabe que nunca "potenciámos este relacionamento", parasitando á sua sombra, sacando equipamentos ou o que quer que fosse!

Foi com orgulho que recebemos a notícia do galardão que recebeu da UEFA - o que também premiou o nosso SCP pela "integração social" do Paulinho.
Afinal, o sonho sempre é possível …desde que se acredite.
Aquele prémio também foi da Torcida Verde!
Nunca nos metemos em bicos dos pés á pala deste episódio, apesar de vermos tanta "parasitagem" de volta do Paulo quando recebeu o prémio no Mónaco.
Esta acção foi espontânea, terá sido a primeira grande intervenção da Torcida Verde com resultados práticos!




Fonte: Torcida Verde

Sabiam disto?