[Eleições SCP 2011] Distorção do nosso sistema eleitoral

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Passando a vida a ler sobre a desgraça do nosso eleitoral em que a antiguidade tem um peso muito importante e que só conquistando os velhos se consegue ganhar eleições, etc, etc etc...., decidi ir ver os últimos resultados.
Assim, em 2009, os resultados foram:
JEB - 65540 votos (90,44%) - 10142 votantes (89,43%)
PPC - 6926 votos (9,56%) - 1199 votantes (10,57%)
Onde raio é que está essa terrível distorção e necessidade de alterar os estatutos.
Agradeço que verifiquem se estes números estão correctos.
« Última modificação: Maio 11, 2011, 11:00 am por Rui Sampaio »
SPORTING.
Uma das escassas certezas da minha vida.
A necessidade de alterar os Estatutos tem sobretudo a ver com as Assembleias Gerais.
Nelas já se assistiu a resultados de votações que com outro sistema seriam diferentes. Normalmente há uma igualdade numérica que é desfeita pelo sistema actual de votação.
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
Também não me parece que seja por isso que se perdem ou ganham eleições.

JEB teve em média (65540 / 10142) 6,462 votos por votante
PPC teve (6926 / 1199) 5,776 votos por votante

Se calcularmos o número de votos (médio) por votante
Total de votos: 72466
Total de votantes: 11341
Nº de votos por votante é: 6,39 (próximo do valor médio de votos por votante de cada uma das listas) => Não será por aqui que perdem (ou vencem) eleições.

Aliás, é actualmente o único benefício dado aos Sócios mais "antigos". Sócios esses que me parecem merecer, por parte do Clube, alguma atenção.
Verdilhao vais perceber que por vezes existem no fórum aqui uns mitos que as pessoas adoram recorrer...mesmo que a realidade os desminta. Já escrevi varias vezes sobre este assunto mas de tempos a tempos lá vem a cançao que foi o pessoal com mais votos que elegeu A e B quando é factualmente mentira.O valor do voto numa eleicao com 13 mil pessoas dilui-se por completo.

A necessidade de alterar os Estatutos tem sobretudo a ver com as Assembleias Gerais.
Nelas já se assistiu a resultados de votações que com outro sistema seriam diferentes. Normalmente há uma igualdade numérica que é desfeita pelo sistema actual de votação.


Teoricamente isso é verdade. Quanto menor a amostra ,mais importante é o valor do voto...no entanto numa assembleia recente , os números voltaram a desmentir essa hipótese , apresentando uma margem curtissima . Pena é que esses  números nem sempre sejam revelados para se perceber um pouco melhor o peso dos votos numa assembleia com 500-1000 pessoas , para que se possa rever os valores actuais (defendendo eu sempre que os associados com mais anos de filiação merecem maior expressão no voto)
« Última modificação: Fevereiro 09, 2011, 11:42 am por Ash »
My name is Ash and I am a slave. As far as I can tell, the year is 1300 A.D and I'm being dragged to my death. It wasn't always like this, I had a normal life, once.....
Verdilhao vais perceber que por vezes existem no fórum aqui uns mitos que as pessoas adoram recorrer...mesmo que a realidade os desminta. Já escrevi varias vezes sobre este assunto mas de tempos a tempos lá vem a cançao que foi o pessoal com mais votos que elegeu A e B quando é factualmente mentira.O valor do voto numa eleicao com 13 mil pessoas dilui-se por completo.
A necessidade de alterar os Estatutos tem sobretudo a ver com as Assembleias Gerais.
Nelas já se assistiu a resultados de votações que com outro sistema seriam diferentes. Normalmente há uma igualdade numérica que é desfeita pelo sistema actual de votação.
Teoricamente isso é verdade. Quanto menor a amostra ,mais importante é o valor do voto...no entanto numa assembleia recente , os números voltaram a desmentir essa hipótese , apresentando uma margem curtissima . Pena é que esses  números nem sempre sejam revelados para se perceber um pouco melhor o peso dos votos numa assembleia com 500-1000 pessoas , para que se possa rever os valores actuais (defendendo eu sempre que os associados com mais anos de filiação merecem maior expressão no voto)
Eu refiro-me ao universo de todas as AGs, e não ao de uma apenas.
Quanto ao sistema ideal, é uma discussão cíclica aqui, e que já defendi que deve ter lugar nas AGs (com vista à alteração dos Estatutos), pois fazê-lo aqui não leva a nenhum resultado prático.
Também defendi um sistema de períodos de transição, um primeiro em que os 3 votos por cada 10 anos de associado passassem a 2 e outro em que passassem a 1 apenas. Também não discordo dum tecto máximo.
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
Eu falo naquela ag porque foram conhecidos os números...nas outras tenho dificuldade em comentar/criticar aquilo que nao foi divulgado ou que nao me lembro. Dai achar que antes de inventar sistemas de votos sem qualquer base , o importante inicialmente era simplesmente fazer o levantamento das votações em ag. A partir dai pode-se começar a criar um sistema novo.
My name is Ash and I am a slave. As far as I can tell, the year is 1300 A.D and I'm being dragged to my death. It wasn't always like this, I had a normal life, once.....