A morte e o legado de Mario Soares

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Sinto vergonha por ler algumas coisas aqui.
E pena ate de partilhar o Sportinguismo com algumas pessoas.

Nao vou falar de nada conhecido do Mário Soares, antes vou referir um facto desconhecido da grande maioria.

Eu sou membro da comunidade Baha'i. Que durante a ditadura teve as suas reunioes regularmente visitadas pela PIDE.

Mesmo podendo sofrer represalias, o Mario Soares aceitou durante o inicio da sua carreira ser advogado da Comunida Bahá'í.

Prefiro lembra-lo pela sua coragem e defesa das nossas liberdades do que pelos erros que cometeu na sua vida politica.
-- Até a minha cozinha é verde e branca --
Muitos dos que escrevem dessa forma não passam de crianças que nem sabem do que falam, ouviram dizer... Para eles antes do 1974 é mais do que século passado...
A mim o "Medo" é uma cena que não me assiste...
 Por mim a seguir ao 25 de abril tinha-se dividido portugal ao meio em rio maior. Deixávamos os desprezíveis a brincar à agricultura no alentejo. Hoje em dia o sul era a venezuela e o norte era rico.

Há pessoas que devido à sua inteligência devia ser proibido terem um computador à frente...
A mim o "Medo" é uma cena que não me assiste...
Sinto vergonha por ler algumas coisas aqui.
E pena ate de partilhar o Sportinguismo com algumas pessoas.

Nao vou falar de nada conhecido do Mário Soares, antes vou referir um facto desconhecido da grande maioria.

Eu sou membro da comunidade Baha'i. Que durante a ditadura teve as suas reunioes regularmente visitadas pela PIDE.

Mesmo podendo sofrer represalias, o Mario Soares aceitou durante o inicio da sua carreira ser advogado da Comunida Bahá'í.

Prefiro lembra-lo pela sua coragem e defesa das nossas liberdades do que pelos erros que cometeu na sua vida politica.
O bom não apaga o que de mau se faz. 
Sinto vergonha por ler algumas coisas aqui.
E pena ate de partilhar o Sportinguismo com algumas pessoas.

Nao vou falar de nada conhecido do Mário Soares, antes vou referir um facto desconhecido da grande maioria.

Eu sou membro da comunidade Baha'i. Que durante a ditadura teve as suas reunioes regularmente visitadas pela PIDE.

Mesmo podendo sofrer represalias, o Mario Soares aceitou durante o inicio da sua carreira ser advogado da Comunida Bahá'í.

Prefiro lembra-lo pela sua coragem e defesa das nossas liberdades do que pelos erros que cometeu na sua vida politica.
O bom não apaga o que de mau se faz.

só não erra quem não toma decisões.

Não sou particular fã: tenho a ideia de que em determinado ponto da sua vida começou a agir como sendo "o dono disto tudo" e adoptou uma postura de superioridade que não me agrada e a agir, ironicamente, de forma reaccionária (ou seja, marcando uma posição elitista e de estar acima do cidadão comum, algo que, provavelmente, é  indissociável da noção de poder.. pelo menos enquanto regra).

Agora, com erros ou sem erros, não tenho dúvidas de que mário soares morre com a consciência de uma vida plena. Mais, morre com a consciência de que teve um papel importante na vida de milhoes de portugueses e de que ficará para sempre ligado à História do nosso país.

Concorde-se ou não.. e quem não concorda não quer dizer que esteja "mais" certo de que mário soares.
vivó Sporting!!!
É certo que não é nesta altura que se remexe o passado das pessoas, mas Soares não ficará na memória como o mais puro dos políticos. A sua eterna associação ao tráfico de diamantes, a aproximação a Sócrates, o despeito demonstrado pela austeridade que introduziu cortes na sua Fundação, onde militam vários membros das tríades chinesas, o dinheiro do BPN que desapareceu sem rasto, em Macau, via Fundação MS?

Mário Soares teve um papel importante na democracia portuguesa, sim. Mas também levou a mão bem ao fundo do pote, tratou-se bem e tentou tratar dos seus.

Respeito à sua pessoa e à família, mas não sou um dos seus grandes admiradores, também porque vivi depois do tempo onde terão sido maiores os seus feitos.

PS: 2 campanhas presidenciais com 2 tentativas de agressão quando perdia claramente nas tendências de voto? Soares era um tipo intelegentíssimo, até maquiavélico a esse nível. Não sendo do tempo da 1.ª e tendo visto a 2.ª, fico na dúvida acerca da espontaneidade de ambas. Food for thought.
- You're a real stone player, aren't you, Ma? You threatened to smother his children.
- What does that mean?
- You know, everyone thought Dad was the ruthless one. But I gotta hand it to you. If you'd been born after those feminists, you woulda been the real gangster.
- I don't know what you're talking about!


É certo que não é nesta altura que se remexe o passado das pessoas, mas Soares não ficará na memória como o mais puro dos políticos. A sua eterna associação ao tráfico de diamantes, a aproximação a Sócrates, o despeito demonstrado pela austeridade que introduziu cortes na sua Fundação, onde militam vários membros das tríades chinesas, o dinheiro do BPN que desapareceu sem rasto, em Macau, via Fundação MS?

Mário Soares teve um papel importante na democracia portuguesa, sim. Mas também levou a mão bem ao fundo do pote, tratou-se bem e tentou tratar dos seus.

Respeito à sua pessoa e à família, mas não sou um dos seus grandes admiradores, também porque vivi depois do tempo onde terão sido maiores os seus feitos.

PS: 2 campanhas presidenciais com 2 tentativas de agressão quando perdia claramente nas tendências de voto? Soares era um tipo intelegentíssimo, até maquiavélico a esse nível. Não sendo do tempo da 1.ª e tendo visto a 2.ª, fico na dúvida acerca da espontaneidade de ambas. Food for thought.

Elabora esse food for thought.
Premeditado? Planeado? Do velhote que tentou agredir o gajo no meio da rua, numa arruada? Desconheço a primeira. Acho que já vi uma foto (em 80 e qualquer coisa, Soares rodeado de pessoas, e várias tentam abeirar-se dele de forma ameaçadora).
Claro que sim. Achas que o gajo que fez a 2a não estava naquele exacto local por saber que o Soares iria estar ali?

Aquilo teve tanto de espontâneo como as gaziliões de pseudo-manifestações que atingiram o Passos e Cavaco Silva há não muito tempo.
Ou achas que foi um partido/movimento que plantou ali o agressor?

Na política a espontaneidade escasseia...


É certo que não é nesta altura que se remexe o passado das pessoas, mas Soares não ficará na memória como o mais puro dos políticos. A sua eterna associação ao tráfico de diamantes, a aproximação a Sócrates, o despeito demonstrado pela austeridade que introduziu cortes na sua Fundação, onde militam vários membros das tríades chinesas, o dinheiro do BPN que desapareceu sem rasto, em Macau, via Fundação MS?

Mário Soares teve um papel importante na democracia portuguesa, sim. Mas também levou a mão bem ao fundo do pote, tratou-se bem e tentou tratar dos seus.

Respeito à sua pessoa e à família, mas não sou um dos seus grandes admiradores, também porque vivi depois do tempo onde terão sido maiores os seus feitos.

PS: 2 campanhas presidenciais com 2 tentativas de agressão quando perdia claramente nas tendências de voto? Soares era um tipo intelegentíssimo, até maquiavélico a esse nível. Não sendo do tempo da 1.ª e tendo visto a 2.ª, fico na dúvida acerca da espontaneidade de ambas. Food for thought.

Elabora esse food for thought.
Premeditado? Planeado? Do velhote que tentou agredir o gajo no meio da rua, numa arruada? Desconheço a primeira. Acho que já vi uma foto (em 80 e qualquer coisa, Soares rodeado de pessoas, e várias tentam abeirar-se dele de forma ameaçadora).
Claro que sim. Achas que o gajo que fez a 2a não estava naquele exacto local por saber que o Soares iria estar ali?

Aquilo teve tanto de espontâneo como as gaziliões de pseudo-manifestações que atingiram o Passos e Cavaco Silva há não muito tempo.
Ou achas que foi um partido/movimento que plantou ali o agressor?

Na política a espontaneidade escasseia...

Grandes metes têm grandes planos e Soares nunca foi burro.

Em 80 não andava por cá para tirar conclusões, mas o aproveitamento político daquele incidente foi brutal e deu-lhe a presidência. Custa-me a crer que, 30 anos depois, com muito menos rancores, houvesse uma alma qualquer a tentar fazer o mesmo, sem ser devidamente manipulada/incentivada.

Se eu fosse político, era uma jogada hábil usar alguém conotado com a oposição para me agredir/tentar agredir, julgando que o estava a fazer mesmo convictamente. Não sei se foi isso que aconteceu ou não, mas de Soares guardo a ideia dum homem inteligente e hábil o suficiente para se lembrar disso.
- You're a real stone player, aren't you, Ma? You threatened to smother his children.
- What does that mean?
- You know, everyone thought Dad was the ruthless one. But I gotta hand it to you. If you'd been born after those feminists, you woulda been the real gangster.
- I don't know what you're talking about!