A política de contratações - o calcanhar de Aquiles do Sporting

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Mas a vdd é que o Sporting apostou elevado este ano, a massa salarial vai subir, e até ver, ainda não fizemos nenhuma grande venda, logo, até existe um boa probabilidade de acabaemos com prejuízo este ano. Por acaso até concordo com essa análise, seja cartilheira ou não... Mas vamos ao contexto, o porto está com dificuldades devido ao fair play financeiro, e o benfica, se as denuncias de mail continuarem, tb vai andar sobre grande pressão. As condições envolventes são das mais propricias para apostar forte dos últimos anos, pois cada milhão investido será dos mais rentáveis dos últimos anos. E não é all in, por uma simples razão, uma grande venda equilibra logo tudo, e nós temos Adrien, William, Gelson, Dost, Podence, Rui Patrício e Coates bem cotados no mercado, além de vimos de um lucro em 15/16 entre os 20-30M€, não é um contexto financeiro qq ...
Acho que com os anos que se leva de BdC, já se devia saber que as coisas não andam ao sabor do vento. Para o investimento todo feito de certeza que temos margem, ou iremos ter por vendas que já devem estar minimamente orientadas.
«O importante é ganhar. Quer se goste mais de umas coisas e menos de outras, quer se tenha uma opinião mais para a esquerda ou mais para a direita, o que realmente importa é que cada um de nós ponha sempre os interesses do Sporting Clube de Portugal acima de qualquer gosto particular, de qualquer ataque dos nossos adversários, e tão alto que nada nem ninguém nos impeça de sermos cada vez mais fortes, ganhadores e campeões».
Contínuo a achar piada a este "calcanhar de aquiles"... Qualquer um de nós com o EuroMilhões nas mãos é capaz de comprar carros topo de gama, marisco de primeira, Möet & Chandon para "aperitivo", etc. etc. com uma margem de erro muito diminuta sobre possíveis falhas de qualidade desses produtos! Agora se temos o dinheirinho à conta para ir às compras a uma  grande superfície, que nos garanta as refeições do mês se calhar compramos mais ovos, do que carne ( e da mais baratinha ), umas batatinhas, uns litros de leite de marca branca e respectivo cafézinho, uns suminhos e um tintinho da mesma linha, ou seja compra-se mais sem se calhar a qualidade que nos agradaria e reza-se para que chegue e não "faça mal" ao estômago!

E aqui tem sido mais ou menos o mesmo já que se podia criticar se tivessem dado 15 milhões pelo Éder, mas não, comprou-se o Dost, a grande maioria como referido vem por empréstimo e se dá fica, senão dá é remetido à procedência, ou então várias contratações de relativo baixo custo em relação à realidade vigente, com todos os riscos para a "saúde" que isso acarreta!

Quanto ao argumento de se comprar menos e com o mesmo dinheiro se comprar duas ou três mais valias, parece que já estou a ver o Bruno a convencer o Bonucci a vir para o Sporting fazer dupla com o Tobias, o Neymar deliciado por fazer o flanco com o Zegelaar e o Higuain ansioso, pela parceria no ataque com o Castaignos! E mesmo que viessem, com os ordenados que viriam auferir, o que não seria os empresários dos que já cá estavam, à porta do presidente reivindicando aumentos em consonância para os seus representados!

Moral da história Bruno de Carvalho, ou o "scouting" ou JJ, havendo ( muito ) dinheiro sabem onde existe qualidade o "pequeno" pormenor é que há cerca de cinco anos, não havia sequer dinheiro para vencimentos e fazer o que temos feito, em tão pouco tempo, para mim é que é surpreendente! De resto a aquisição de jogadores não é "preto e branco", tem muitas mais nuances complicadas e como já se constatou há muito, se calhar nem é o ponto fulcral para se ganharem campeonatos!

« Última modificação: Julho 24, 2017, 17:21 pm por GreenVenom »
"Pior do que não ver é NÃO QUERER VER!!!"

"Se o RIDICULO MATASSE...NÃO HAVIA LAMPIÕES!"