[Eleições SCP 2011] Conselho Fiscal e Disciplinar

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Na minha humilde opinião aquele inicio de texto não faz sentido.
O Sporting está numa situação complicada é certo mas os sócios vão ter oportunidade de mudar isso.


 :naughty:

Foram exactamente os sócios que perpetuaram esta escumalha. Eu não tinha rtanta certeza que não vão ser enganados novamente.
--------------------------------------------------------------------------------
Citar
Caros,

O SCP está MORTO.

Epa...  :hand:
.
Queres-nos enterrar? ou cremar? :rotfl: :rotfl: :rotfl:
.
Volta volta mesmo ao mundo do CONSELHO FISCAL e lidera a lista A! :great:
« Última modificação: Janeiro 18, 2011, 00:23 am por JORGE Q. »
QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
Penso que a banca é vista como bicho papão, mas parece exagerado. Se não fosse a banca já há muito tinhas fechado portas, apesar de tudo continuam a emprestar quando precisamos, com maior ou menor dificuldade em convencê-los a injectar a guita!

O problema não é a banca mas sim quem preside e gere o que a banca dá e o que a banca exige. O SCP tem de pagar o que deve e tem, ponto final. A banca zela pelos interesses dela e obriga o SCP a pagar, que é o que faz a todos nós que temos dívidas. A grande questão está em arranjar um presidente, capaz, e que com um projecto pensado consiga aliar o pagamento dessa dívida ao rendimento desportivo e apresentar esse projecto à banca de modos que ela aceite o risco e aceite a estratégia, porque se eu fosse o BES e tivesse emprestado milhares de milhões ao SCP podem crer que também ia querer saber o que andávamos a fazer e que maluqueiras de investimentos estávamos a orquestrar. E acham que o SCP pode morrer? Algum dia o BES deixava isso acontecer? Tem ali uma fonte de receita com juro garantida durante décadas. Por isso...

A fonte de rendimento que pode inverter isto é, por muito que custe aos protestantes moralistas, o associado com quotas em dia e a presença em massa no estádio, é logo um começo. Depois ser realista, ver a distância a que estamos dos rivais e não desatar a assobiar e a destabilizar quando sacarmos um acesso directo à champions, sim porque é por aí que se começa e é aí que se amealha.

Depois de dizer amén aos bancos é só ir buscar uns treinadores da valia do carvalhal e do paulo bento sérgio, contratar jogadores importantes como o Mexer e o Tales e mudar de director desportivo de 2 em 2 meses. Quando a coisa apertar tira-se umas férias no Brasil e é sucesso garantido.
--------------------------------------------------------------------------------

Citar
Caros,

O SCP está MORTO.

A culpa é do Jorge Gonçalves :whistle:


Não perguntes o que o Sporting pode fazer por ti, mas sim o que tu podes fazer pelo Sporting!
Citar
Que engano!

À banca interessa ter o clube da maneira que está: morto. Não no sentido de terminado, extinguido, mas sim controlado, com ambições baixas, e sempre a pingar juros.

A banca não te ajudou a injectar a guita. A banca é a mesma que participa em fundos de jogadores do fifica, sobrevalorizando-os, e permitindo-lhes um forte investimento ao mesmo tempo que a ti vai impondo restrições de vários níveis.  

À banca interessa-lhe dominar a SAD do teu clube para serem eles a mandar de vez e sem subterfúgios. Tal será uma questão de tempo (5 anos) até isso acontecer OFICIALMENTE e quando isso acontecer irão lucrar fortemente da venda dos terrenos da Academia que fizeram questão que fosse trespassada do clube a preço de saldo.

Fontes de rendimento? Enumera-as... Mas tem de ser daquelas que não sirvam apenas para fazer cócegas a uma dívida de 400 milhões de euros!

Então mas tens de começar a lucrar por algum lado! Depois disso, poderás comprar activos, valorizar se continuares a ganhar e a jogar bem, vendes, lucras, marketing que neste momento é inexistente seria uma fonte de receita, etc etc.

A banca pode fazer com que pingue o juro, e mesmo assim ser possível sermos vitoriosos. Uma coisa não invalida a outra. A dívida é tão grande que era preciso um SCP Decacampeão para conseguir pagar metade dela. Um SCP ganhador, pagará na mesma a dívida, já um SCP perdedor além de ter de pagar a dívida (fora de horas) corre risco de se continuar sem ganhar não as poder pagar mais porque não o tem.

Se eu fosse o banco ia preferir perpetuar a dívida de forma estável, ao invés de deixar o clube cair ou definhar. E como? Injectar de vez em quando uns cobres. Injectar ao ponto de poderes ser campeão e fazeres de novo a máquina andar, para continuares a pagar. A dívida é já quase eterna, a questão, como disse, passa por saber lidar com ela.

Uma coisa é garantida, o SCP não ganha absolutamente nada em ter um clima de guerrilha com o seu credor, exemplo disso é o fundo dos jogadores que referes. Um presidente com boas relações na alta finança, com connections também se calhar veria o seu produto sobrevalorizado. O JEB pronto... maracas...

No caso dos galináceos é diferente. Há gente que enterra guita nos orcs e depois quer o retorno com lucro. Gente com poder estilo Isabel dos Santos que investe forte na banca e na multimédia. Segundo se noticiou há uns tempos também enterrou carcanhol nos orcs. A sobrevalorização de jogadores dá jeito a muitos.

Já agora qual é a tua sugestão então para o caso da banca? Como pretendes fugir dela?!
O Sporting é o Clube de Portugal.

Há os que exigem;
Há os que reclamam;
Há os que teclam;
E há os que dão: http://www.forumscp.com/index.php?topic=59703.40
Cadáver o caraças!!!

É claro que a banca não é bicho papão, emprestaram o que lhe pediram numa altura em que havia dinheiro para emprestar, quando o mercado interbancário funcionava e o dinheiro era de fácil acesso a todos. Tudo mudou.

O que a banca quer é sair do buraco onde se meteu, com balúrdios emprestados a SADs que gastam mais do que recebem e quem não o faz, é por receitas extraordinárias que por comuns não o parecem, mas que se sabe que o que é extraordinário, mais cedo ou mais tarde vai convergir para o seu próprio conceito.

Discordo que a banca queira o clube como está... porque como está não consegue lidar com as responsabilidades financeiras de curto prazo, com empréstimos obrigacionistas a vencerem-se em poucos meses e muito dificilmente se consegue contrair um novo para liquidar o anterior, que é o que tem acontecido. Novas dividas para cobrir dividas anteriores e adiar o problema para daqui a uns anos, foi chão que deu uvas.

Esta reestruturação que deixa muito por explicar ainda e cujos termos negociais são desconhecidos pelo público, não é mais que um delete sobre a divida de curto prazo e que a banca sabia que o SCP não conseguia pagar. Para isso não se importou de entrar no capital de uma SAD, consistentemente com exploração negativa.

É um adiar do problema também para os bancos, mantendo-se a qualidade da gestão actual, com rendimento desportivo decadente e toda a inerente redução de receitas, porque os "clientes" ( sócios e adeptos ) não compram espectáculos medíocres.

O SCP, só em receitas de bilheteira, em lugares fixos, na quotização, tem mercado para muito mais do que o actual. A união dos adeptos em redor de alguém competente, um novo rosto e com um discurso ganhador e à imagem do clube e que acima de tudo saiba reconhecer a competência dos que escolher para a sua estrutura de futebol, pode perfeitamente, de forma sustentada, rigorosa, mas sempre ambiciosa, libertar a asfixia financeira existente.
Citar
Que engano!

À banca interessa ter o clube da maneira que está: morto. Não no sentido de terminado, extinguido, mas sim controlado, com ambições baixas, e sempre a pingar juros.

A banca não te ajudou a injectar a guita. A banca é a mesma que participa em fundos de jogadores do fifica, sobrevalorizando-os, e permitindo-lhes um forte investimento ao mesmo tempo que a ti vai impondo restrições de vários níveis.  

À banca interessa-lhe dominar a SAD do teu clube para serem eles a mandar de vez e sem subterfúgios. Tal será uma questão de tempo (5 anos) até isso acontecer OFICIALMENTE e quando isso acontecer irão lucrar fortemente da venda dos terrenos da Academia que fizeram questão que fosse trespassada do clube a preço de saldo.

Fontes de rendimento? Enumera-as... Mas tem de ser daquelas que não sirvam apenas para fazer cócegas a uma dívida de 400 milhões de euros!

Então mas tens de começar a lucrar por algum lado! Depois disso, poderás comprar activos, valorizar se continuares a ganhar e a jogar bem, vendes, lucras, marketing que neste momento é inexistente seria uma fonte de receita, etc etc.

A banca pode fazer com que pingue o juro, e mesmo assim ser possível sermos vitoriosos. Uma coisa não invalida a outra. A dívida é tão grande que era preciso um SCP Decacampeão para conseguir pagar metade dela. Um SCP ganhador, pagará na mesma a dívida, já um SCP perdedor além de ter de pagar a dívida (fora de horas) corre risco de se continuar sem ganhar não as poder pagar mais porque não o tem.

Se eu fosse o banco ia preferir perpetuar a dívida de forma estável, ao invés de deixar o clube cair ou definhar. E como? Injectar de vez em quando uns cobres. Injectar ao ponto de poderes ser campeão e fazeres de novo a máquina andar, para continuares a pagar. A dívida é já quase eterna, a questão, como disse, passa por saber lidar com ela.

Uma coisa é garantida, o SCP não ganha absolutamente nada em ter um clima de guerrilha com o seu credor, exemplo disso é o fundo dos jogadores que referes. Um presidente com boas relações na alta finança, com connections também se calhar veria o seu produto sobrevalorizado. O JEB pronto... maracas...

No caso dos galináceos é diferente. Há gente que enterra guita nos orcs e depois quer o retorno com lucro. Gente com poder estilo Isabel dos Santos que investe forte na banca e na multimédia. Segundo se noticiou há uns tempos também enterrou carcanhol nos orcs. A sobrevalorização de jogadores dá jeito a muitos.

Já agora qual é a tua sugestão então para o caso da banca? Como pretendes fugir dela?!

A minha opinião?
A minha opinião é que estamos altamente subjugados ao interesse dela e como tal urgia fazer três coisas para reverter o processo:

1-entrar com uma acção judicial para reaver a Academia. É um processo vergonhoso que apenas visou lesar o clube financeiramente mas que ocorreu de forma ilegal, que não respeitou os estatutos do clube e como tal seria a primeira coisa a atacar. A Academia irá valorizar futuramente e como tal seria um suporte, uma garantia para o clube poder negociar a sua dívida em condições benéficas;

2-fazer uma Auditoria ao clube. É necessário transparência, é necessário esclarecer tudo o que foi feito nestes últimos anos para que os sócios possam ter noção das pessoas que estiveram no clube, das patifarias que foram cometidas e para fazer ver quem nos últimos anos esteve com ou a favor do clube. Para se poder programar o futuro é preciso saber bem o que se passou no passado, até para usar isso como forma de pressão nos interesses do clube.
(Exemplo: se for provado que um fulano que foi funcionário no clube e numa instituição bancária negociou condições que lesaram fortemente o clube e beneficiaram a outra instituição bancária não duvides que a banca começa a ficar com o rabo apertado pois os sócios podem-se revoltar e serão milhões de clientes a virarem-lhes as costas...)

3-fazer tudo (mas  tudo mesmo!) o que possa ser feito para anular o efeito das VMOC's que no prazo de 5 anos nos irá colocar oficialmente refém da banca.

Estes três passos são fundamentais para que o clube possa depois encarar o futuro de frente e os seus problemas. Tudo o que seja menos que estes três passos é deixar o problema por resolver, é deixar ficar estar tudo como está.
Infelizmente a banca não está a nosso favor, tem estado claramente a lixar-nos à grande. A solução é fazer-lhes frente, é fazer guerra (o nosso mal tem sido o clima de paz para com eles...), usar o número de sócios que o clube possui, fazer-lhes crer que eles gostem ou não terão de cooperar. Mas isso só será exequível desde que o clube não seja dirigido por cavalos de Tróia...
Enfim, mais do mesmo... o que eu vejo é as pessoas referirem-se à auditoria ( suponho às empresas que não o são ) quase como que um fim em si mesmo. Eu vejo-a como uma medida de gestão, se eventualmente houver responsabilidades a apurar por actos ilícitos, que seja.

Não respondeste ao que o Majestade te perguntou, a32772, na mesma linha do que leio muitas vezes e nos últimos dias por excesso. Porque soluções não há, existe o sentimento de ânsia de punição de uns, com declarações de morte do clube e afins.

Acho fantástico que com tantos protestos contra operações denominadas como ilícitas, se estejam meses para nada fazer, as operações iniciam-se e finalizam-se e nada se fez na mesma. Agora é que iniciam os processos judiciais? Ok, se exequíveis. Por mim conversados.

Vou aguardar ainda, num momento de capital importância para o clube, do que todo o SPORTING é capaz de fazer... cada vez tenho menos esperanças, sou contagiado por quem considera o clube um cadáver.
« Última modificação: Janeiro 18, 2011, 01:32 am por lion73 »
Enfim, mais do mesmo... o que eu vejo é as pessoas referirem-se à auditoria ( suponho às empresas que não o são ) quase como que um fim em si mesmo. Eu vejo-a como uma medida de gestão, se eventualmente houver responsabilidades a apurar por actos ilícitos, que seja.

Não respondeste ao que o Majestade te perguntou, a32772, na mesma linha do que leio muitas vezes e nos últimos dias por excesso. Porque soluções não há, existe o sentimento de ânsia de punição de uns, com declarações de morte do clube e afins.

Acho fantástico que com tantos protestos contra operações denominadas como ilícitas, se estejam meses para nada fazer, as operações iniciam-se e finalizam-se e nada se fez na mesma. Agora é que iniciam os processos judiciais? Ok, se exequíveis. Por mim conversados.

Vou aguardar ainda, num momento de capital importância para o clube, do que todo o SPORTING é capaz de fazer... cada vez tenho menos esperanças, sou contagiado por que considera o clube um cadáver.

Não percebi.
Afinal o que é que eu não respondi ao Majestade? Ele perguntou-me como é que eu enfrentaria a banca e eu respondi. Disse que a próxima direcção fazer de tudo para reverter o processo da passagem da Academia para a SAD que não respeitou os estatutos do clube e disse que iria fazer pressão para poder negociar novamente a dívida. Como? Sentando-me com eles, fazendo-os ver que eles tinham de cooperar nem que para isso usasse como elemento persuasor o número de associados/adeptos que o clube dispõe. Qual é a dúvida?
Estão ofendidos por ele dizer que o Sporting está morto? Se não está, está quase.
Não é ao dizer-se que o Sporting só acaba quando nós desistirmos que isso passa a ser verdade.

Quanto ao texto, concordo, é uma excelente ideia.
"O Sporting Clube de Portugal é uma reserva moral no plano desportivo e social. E para tanto temos de trabalhar ainda mais, ser ainda mais competentes do que aqueles que não foram.
Haja Sporting. E haja desporto, paz, justiça, honra, trabalho e dignidade, com dedicação rigor e competencia. Porque o Sporting é mais que um Clube, é uma forma de estar na vida. Com elevação e respeito, é essa a nossa marca.
É isso que nos faz diferentes. É isso que nos faz ganhar. O desejo de ser melhor, de fazer melhor, ir mais longe."
O Sporting Clube de Portugal morto?!  :cartao:

O Sporting Clube de Portugal está bem vivo! O Sporting Clube de Portugal é muito mais do que um simples clubes de futebol! Olhem para o futsal! Olhem para o Atletismo! Olhem para o Hóquei em Patins! Se há algo que caracteriza perfeitamente a nossa Instituição, esse algo é o Ecletismo. Estamos mal no futebol? Sim, é verdade. Mas e no resto? Não estamos assim tão mal. Aliás, penso que até estejamos bastante bem.

Para alterar este momento no futebol apenas é preciso uma coisa: movimento dos adeptos em prol dos objectivos. O Estádio José de Alvalade que encha em todos os jogos. Que se faça um ambiente de horror contra os árbitros e equipas que nos visitam. Que se faça ver a todos os representantes da nossa Instituição, que nós é que somos o Sporitng Clube de Portugal!

Tenho a certeza de uma coisa: No ano em que tivermos o Estádio sempre cheio, desde o inicio, o Sporting Clube de Portugal é Campeão nacional de futebol!

O Sporting não está morto. Pode estar menos bem no futebol, mas o Sporting é muito mais do que isso!  :great:

O Sporting não está morto. Pode estar menos bem no futebol, mas o Sporting é muito mais do que isso!  :great:

É é. Pergunta-lhes de onde vem tamanho investimento na secção de andebol e futsal e obtens a resposta! Se o futebol morrer, o Sporting não será mais que um local de visitas na wiki para relembrar os velhos e gloriosos tempos.

O tempo urge!
SPORTING SEMPRE!
Não, a32772. Tens 1 divida, de 150M, 200M, 250M... como é que a resolves? É o que entendo na pergunta do nosso companheiro.

Negociações em que termos? Ameaças de falta de pagamento? Aumentos dos prazos? Redução das tx de juro? Mais financiamentos?  Quanto às últimas 2 e nos dias de hoje, cada vez mais dificeis. Perdão de dívida? Foi o que aconteceu nas últimas semanas. Parte dela. Pequena parte, ok....

O aumento de capital e a emissão das VMOCs  terminou. Se não estou em erro a liquidação financeira foi ontem e tomo esta operação como irreversível. Espero que o clube daqui a 5 anos esteja forte o suficiente para ir buscar a sua SAD, se realmente não tiver controlo sobre esta, que é coisa que ainda gosta de ver esclarecida.
Caros,

O SCP está MORTO. Quem pegar neste Clube será apenas o gestor de um cadáver. Putrefacto e fétido.

Caro,

Convido-te a vir cá a casa e a conhecer o meu filho mais velho. Tem 8 anos. Não conheço ninguém melhor do que ele para te explicar como é falso o que dizes.
Compreendo o resto do teu texto, mas o prelúdio saiu-te engatado ;)
O Sporting Clube de Portugal está bem vivo!

Não está morto mas está a morrer...

Ou achas que o JEB saltou da cadeira porque se aborreceu com tanto sucesso?
Lamento que a primeira lista a assumir-se para as eleições no Sporting, sejas avaliada/comentada nestas páginas por ter utilizado a palavra o Sporting está morto.

Toda a gente entende o que é que se quer dizer por morto. Se tivesse bem vivo não estaríamos num ponto crítico a nível desportivo, financeiro e directivo.

Com 400 milhões de passivo;
Sem Património;
Com uma estrutura de custos pesada;
Com receitas futuras hipotecadas;
Incapazes para gerir receitas;
Equipa de futebol que não serve de mola impulsionadora;
Com adeptos e sócios descontentes e divididos;

Não estamos mortos, mas estamos a ficar parecidos com o Belenenses e com o Boavista. Caminhamos para uma morte lenta, se não invertermos o rumo do Clube.

O presente tópico seria para debater as ideias que a referida lista tem para o Sporting. De forma a executar as seguintes competências

Citar
Artigo 60º
1 - Compete ao Conselho Fiscal e Disciplinar.
a) dar parecer sobre qualquer assunto proposto pelo Conselho Directivo relativo à gestão do Clube;
b) dar parecer sobre as propostas de orçamento anual e orçamentos suplementares elaborados pelo Conselho Directivo;
c) dar parecer sobre o relatório de gestão e as contas do exercício e demais documentos de prestação de contas;
d) dar parecer sobre as propostas do Conselho Directivo relativas ás matérias referidas nas alíneas l),
m) e n) do nº 1 do artigo 44º, antes da sua submissão à Assembleia Geral ou ao Conselho Leonino;
e) dar parecer sobre os demais assuntos que expressamente lhe sejam cometidos nos estatutos;
f) fiscalizar os actos administrativos e financeiros do Conselho Directivo, procedendo ao exame periódico dos documentos contabilísticos do Clube e verificando a legalidade dos pagamentos efectuados, assim como das demais despesas;
g) dar parecer relativamente aos empréstimos e outras operações de crédito que sejam da competência do Conselho Directivo;
h) proceder à análise de participações ou queixas que lhe forem apresentadas e fundamentados pelos outros órgãos sociais, colectiva ou individualmente,
ou por, pelos menos, dez sócios efectivos, contra qualquer sócio do Clube, mesmo que o visado seja membro de qualquer dos órgãos sociais em exercício, promovendo, quando for caso disso, por iniciativa própria ou no seguimento das participações ou queixas, a instauração de processo disciplinar e deliberando, por maioria de, pelo menos, dois terços dos membros em efectividade de funções, no que respeita à aplicação da respectiva sanção, observando-se, caso o arguido seja membro do próprio Conselho Fiscal e Disciplinar, que nem aquele pode participar na instrução do processo disciplinar, nem na votação sobre a aplicação da sanção, nem conta como membro do órgão em efectividade de funções para a determinação dos acima referidos dois terços;
i) obter do Conselho Directivo, ou de qualquer dos seus membros, as informações e esclarecimentos que tenha por necessários sobre quaisquer operações de relevância económica ou financeira, realizadas ou em curso, desde que, na sequência da fiscalização e análises efectuadas, como preceituado na alínea f) deste número, tenham surgido dúvidas quanto à sua adequação aos interesses do Clube;
j) participar ao Conselho Directivo quaisquer irregularidades, ou indício delas, que tenha detectado no exercício das suas funções e que sejam susceptíveis de imputação a empregados ou colaboradores do Clube, para que o Conselho Directivo ordene as averiguações necessárias à confirmação e identificação dos autores, e promova o que caiba para a devida responsabilização.

Para discutir a situação actual do Clube, existem vários tópicos presentes neste fórum.
"Reforçamos ainda a solução que temos vindo a defender para a sustentabilidade do Clube:
a)   O afastamento do Clube de todos os dirigentes envolvidos no “Projecto Roquette” e com responsabilidades na gravíssima situação actual, apuradas após a realização de uma verdadeira auditoria de gestão. Pedido de indemnização cível pelos danos causados ao Sporting Clube de Portugal;
b)    A renegociação firme, corajosa e realista da dívida bancária, de forma a reduzir drasticamente os encargos financeiros anuais; 
c)    A redução drástica dos custos com pessoal, como ponto de partida para que se alcance o equilíbrio da exploração operacional. Se analisarmos as últimas épocas, bem como o descalabro no balanço entre contratações e vendas de jogadores, facilmente verificamos duas realidades: (i) maior investimento não tem sido sinónimo de maior rendimento desportivo, (ii) os maiores encaixes financeiros com venda de jogadores foram com jogadores formados no Clube, e não com jogadores adquiridos pelas administrações e gestores de activos profissionais da SAD."
 - Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar
Não, a32772. Tens 1 divida, de 150M, 200M, 250M... como é que a resolves? É o que entendo na pergunta do nosso companheiro.

Negociações em que termos? Ameaças de falta de pagamento? Aumentos dos prazos? Redução das tx de juro? Mais financiamentos?  Quanto às últimas 2 e nos dias de hoje, cada vez mais dificeis. Perdão de dívida? Foi o que aconteceu nas últimas semanas. Parte dela. Pequena parte, ok....

O aumento de capital e a emissão das VMOCs  terminou. Se não estou em erro a liquidação financeira foi ontem e tomo esta operação como irreversível. Espero que o clube daqui a 5 anos esteja forte o suficiente para ir buscar a sua SAD, se realmente não tiver controlo sobre esta, que é coisa que ainda gosta de ver esclarecida.
Já várias vezes te li esta ideia. Qual foi a parte que nos foi perdoada?
Não, a32772. Tens 1 divida, de 150M, 200M, 250M... como é que a resolves? É o que entendo na pergunta do nosso companheiro.

Negociações em que termos? Ameaças de falta de pagamento? Aumentos dos prazos? Redução das tx de juro? Mais financiamentos?  Quanto às últimas 2 e nos dias de hoje, cada vez mais dificeis. Perdão de dívida? Foi o que aconteceu nas últimas semanas. Parte dela. Pequena parte, ok....

O aumento de capital e a emissão das VMOCs  terminou. Se não estou em erro a liquidação financeira foi ontem e tomo esta operação como irreversível. Espero que o clube daqui a 5 anos esteja forte o suficiente para ir buscar a sua SAD, se realmente não tiver controlo sobre esta, que é coisa que ainda gosta de ver esclarecida.

Se tiver de ser não vejo porque não. Mas não vejo necessidade de chegar a tanto.
O facto é que a banca não tem negociado com o Sporting, a banca tem imposto as condições ao Sporting e tem-lhe tirado a sua autonomia. Tem sido a banca a governar o Sporting e como tal tem-se limitado a defender os seus interesses e até se deu ao luxo de poder fazer o investimento na Academia. Uma maravilha!

A situação do clube é complicada mas há duas coisas que sei que a própria banca não deseja:
- a extinção do clube e consequente falha no saldamento da dívida dos 400 milhões de euros;
- ter um universo de 3 milhões de pessoas a virarem as costas à instituição bancária;

Há que saber jogar com isso e obrigá-los a cooperar, coisa que eles definitivamente não tem feito!
bigfoot. É minha convicção, há meses, antes das notícias dos últimos dias, que estes VMOCs seriam subscritos em grande parte pela Banca. Isto antes de saber que assegurariam a subscrição total. Infelizmente fizeram-no mesmo, quase na totalidade. E não compreendia que o fizessem feito excepto para liquidação de divida pelo montante total dos VMOCs. E será a dívida mais premente, a que vence no curto prazo, que dificilmente o SCP cumpriria a não ser com mais crédito, que neste momento é muito, mas muito escasso.

Perdão não é o termo correcto, mas não me parece que qualquer das partes fique muito satisfeita... o clube porque tem não sei por quantos por cento da SAD... a banca porque entra no capital da mesma sem outro interesse ao seu negócio a não ser  fugir a crédito vencido, imparidades e prejuízos...

É o que eu acho.

a32772... é de todo o interesse deles ter um SCP forte... quanto mais forte, melhor será o seu risco e mais rentabilidade terá com o clube. Ou por outra, mais asfixiado, maior o risco e correm o risco de criar imparidades monstras mesmo sem crédito vencido. É assim para o clube, é assim para as empresas, é assim para os particulares. Se a banca não colabora mais é por inépcia nossa, que então nos mexemos no sector financeiro da mesma forma que no mercado de jogadores... de forma incompetente.
Mas como é que se pode dizer uma coisa dessas se é o BES que manobra tudo, escolhe presidentes e tem lá funcionários dentro do clube a decidir? :o

À banca não interessa um Sporting forte, a sua escolha já foi feita. Interessa-lhes mais sobrevalorizar júniores do fifica que ninguém sabe quem são e manter as coisas  como estão no Sporting...