Equipa B-Vantagens e Desvantagens

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Ao que parece a ideia de reactivarmos a Equipa B vai mesmo avançar.Como este tema vai criando off-topic por vários topicos já existentes criei este tópico.


Eu pessoalmente gosto desta ideia e penso que é a melhor situaçao para criar uma ponte entre o nosso futebol juvenil e o futebol sénior.Actualmente temos jogadores a apodrecerem nalguns clubes,como é o caso do Rosado no Penafiel,do A.Martins no Belenenses,A.Baldé no S.Clara ou do Rui Fonte em Espanha(este mais por falta de acompanhamento...).No passado isso já aconteceu a outros jogdores,penso que no caso Fábio Paím por exemplo teria sido mas benéfico te-lo a jogar "em casa" e punir/premiar os seus comportamentos com umas oportunidades na primeira equipa.Seria uma forma de incentivar o jogador.

Acho que a equipa B devia ser composta por 11/12 jogadores com idade sénior(ex-juniores) + uns quantos jogadores da equipa junior + alguns jogadores do plantel principal que precisem de ganhar ritmo competitivo.Penso que actualmente Tales,Cédric,Torsiglieri ou mesmo o Salomao teriam muito a beneficiar com a existencia duma equipa de reservas...


Quanto ao protocolo com o Cercle,penso que é para manter.Nao só porque está a correr bem aos miudos que temos lá a rodar mas principalmente para alguns jogadores se mostrarem e valorizarem-se na Europa.Se conseguirmos vender um jogador por 500.000€ sempre é melhor do que dispensá-lo...
« Última modificação: Outubro 20, 2010, 17:08 pm por S.Guerreiro »
Ao que parece a ideia de reactivarmos a Equipa B vai mesmo avançar.Como este tema vai criando off-topic por vários topicos já existentes criei este tópico.


Eu pessoalmente gosto desta ideia e penso que é a melhor situaçao para criar uma ponte entre o nosso futebol juvenil e o futebol sénior.Actualmente temos jogadores a apodrecerem nalguns clubes,como é o caso do Rosado no Penafiel,do A.Martins no Belenenses,A.Baldé no S.Clara ou do Rui Fonte em Espanha(este mais por falta de acompanhamento...).No passado isso já aconteceu a outros jogdores,penso que no caso Fábio Paím por exemplo teria sido mas benéfico te-lo a jogar "em casa" e punir/premiar os seus comportamentos com umas oportunidades na primeira equipa.Seria uma forma de incentivar o jogador.

Acho que a equipa B devia ser composta por 11/12 jogadores com idade sénior(ex-juniores) + uns quantos jogadores da equipa junior + alguns jogadores do plantel principal que precisem de ganhar ritmo competitivo.Penso que actualmente Tales,Cédric,Torsiglieri ou mesmo o Salomao teriam muito a beneficiar com a existencia duma equipa de reservas...


Quanto ao protocolo com o Cercle,penso que é para manter.Nao só porque está a correr bem aos miudos que temos lá a rodar mas principalmente para alguns jogadores se mostrarem e valorizarem-se na Europa.Se conseguirmos vender um jogador por 500.000€ sempre é melhor do que dispensá-lo...


É verdade mas se rosado,andre martins,balde ou fonte nao estao a triunfar nos seus clubes.. a culpa não será(pelo menos só) do clube onde se encontram.
Tales,Cedric,Torsi, e Salomão numa equipa que nem na orangina estaria ? Não concordo.

Creio que o protocolo com o Cercle é para manter, e seria interessante ter um protocolo com um clube da Liga Orangina, como o Benfica tem com o Fátima, por exemplo. Seria uma solução tão benéfica ou mesmo mais que uma equipa B. Na minha opiniao claro. Os jogadores jovens tambem precisam de ganhar maturidade, e enfrentar a dificuldade do futebol profissional...
Acho que teríamos tudo a ganhar se tivessemos uma equipa B, porque nos casos que foram referido acima. Mais vale jogar regularmente na Segunda Divisão do que não jogar sequer na Liga Orangina.

E olhem que a Segunda Divisão não é menos competitiva que a Liga Oragina, pois todos os clubes irão querer fazer boa figura contra uma equipa B dum grande, para além da oportunidade de gerar mais receitas para esses clubes com adeptos do Sporting.
Perfeito era uma equipa B que permitisse que os jogadores não convocados do plantel principal pudessem jogar todos os fins de semana  ... assim bastava ter um plantel de 18 jovens promessas e mandar ao fim de semana um Tales , Torsi ou Cedric

E mesmo um Grimi ou Izmaliov para ganharem ritmo ... ate se podia castigar ( lol ) um caneira e colocá-lo lá


Faz falta em Portugal um campeonato de reservas a sério ... o que existe acaba por ser jogado por uma maioria de juniores
««O Sporting é nosso outra vez» - Bruno de Carvalho» -> Agora não nos desiludas
Ao que parece a ideia de reactivarmos a Equipa B vai mesmo avançar.Como este tema vai criando off-topic por vários topicos já existentes criei este tópico.

Escapou-me qualquer coisa... Vai?
"O Sporting é nosso outra vez!"
Quando li esta proposta que estava a ser debatida na Liga, falava-se da possibilidade de integração das B, na Orangina, com a reformulação da mesma dividindo-a por zonas...não vai avançar? Se for para jogarem no terceiro escalão não concordo muito, prefiro que os melhores rodem na primeira liga e os outros na segunda... os do plantel principal que rodem na Intercalar. Quanto à composição da equipa de acordo com um misto de seniores de primeiro ano com rotação dos juniores...
Já escrevi algumas vezes sobre o assunto nalgumas discussões. Sou a favor da equipa B por várias razões que já expliquei, não me vou estar a repetir. Mas deixo só alguns pontos chave: acompanhamento directo do clube/equipa técnica aos jogadores (talvez até os jogadores da equipa B sentissem que estão sob observação constante, com possibilidades de dar o salto); possibilidade de rodar jogadores que não são convocados/regressam de lesão; na situação actual pagamos os salários à maioria dos jogadores emprestados e alguns deles nem calçam nos clubes, na equipa B eles jogariam com certeza (partindo do principio que o objectivo principal é fazer jogar os jogadores, e não os resultados); não pagaríamos ordenados a treinadores e equipa médica doutro clube (como fazíamos no Real Massamá); quem sabe, estar mais atento às divisões inferiores e encontrar alguma pérola; etc... Assim de repente, não estou a ver nenhuma desvantagem. Até os clubes adversários beneficiariam com a presença dum clube como o Sporting nos seus campos (não que isso nos diga respeito, mas é um facto).
Um àparte, ainda me lembro dum jogo que fui ver da equipa B: Sporting Lourel - Sporting CP B.

Uma equipa B tem imensas vantagens para um clube que aposta na formação, sendo para mim até essencial - veja-se o caso do Barça..

Como principal vantagem destaco o poder-se integrar na equipa principal jovens com ainda grande evolução pela frente sem perigo de estagnarem - como aconteceu com o Adrien e o Pereirinha por exemplo - caso não compitam regularmente competindo pela equipa B..

A reactivação da equipa B ganha ainda maior importância neste momento com a fornada que está prestes a sair da Academia.. provavelmente uma das melhores fornadas de sempre!!

É necessário no entanto para sucesso a longo prazo conseguir-se que a Equipa B possa subir até à Orangina..
Ao que parece a ideia de reactivarmos a Equipa B vai mesmo avançar.Como este tema vai criando off-topic por vários topicos já existentes criei este tópico.


Eu pessoalmente gosto desta ideia e penso que é a melhor situaçao para criar uma ponte entre o nosso futebol juvenil e o futebol sénior.Actualmente temos jogadores a apodrecerem nalguns clubes,como é o caso do Rosado no Penafiel,do A.Martins no Belenenses,A.Baldé no S.Clara ou do Rui Fonte em Espanha(este mais por falta de acompanhamento...).No passado isso já aconteceu a outros jogdores,penso que no caso Fábio Paím por exemplo teria sido mas benéfico te-lo a jogar "em casa" e punir/premiar os seus comportamentos com umas oportunidades na primeira equipa.Seria uma forma de incentivar o jogador.

Acho que a equipa B devia ser composta por 11/12 jogadores com idade sénior(ex-juniores) + uns quantos jogadores da equipa junior + alguns jogadores do plantel principal que precisem de ganhar ritmo competitivo.Penso que actualmente Tales,Cédric,Torsiglieri ou mesmo o Salomao teriam muito a beneficiar com a existencia duma equipa de reservas...


Quanto ao protocolo com o Cercle,penso que é para manter.Nao só porque está a correr bem aos miudos que temos lá a rodar mas principalmente para alguns jogadores se mostrarem e valorizarem-se na Europa.Se conseguirmos vender um jogador por 500.000€ sempre é melhor do que dispensá-lo...


100% de acordo com B e protocolo com o Cercle.
Apenas concordo com uma equipa B que possa subir à Liga Orangina.
as vantagens já foram tds faladas e tambem concordo que pode ser uma boa medida, a principal desvantagem é o elevado custo que é ter uma 2ªequipa profissional a competir
NÓS SOMOS DA RAÇA QUE NUNCA SE VERGARÁ! Por cada leão que cair outro se levantará!
Já escrevi algumas vezes sobre o assunto nalgumas discussões. Sou a favor da equipa B por várias razões que já expliquei, não me vou estar a repetir. Mas deixo só alguns pontos chave: acompanhamento directo do clube/equipa técnica aos jogadores (talvez até os jogadores da equipa B sentissem que estão sob observação constante, com possibilidades de dar o salto); possibilidade de rodar jogadores que não são convocados/regressam de lesão; na situação actual pagamos os salários à maioria dos jogadores emprestados e alguns deles nem calçam nos clubes, na equipa B eles jogariam com certeza (partindo do principio que o objectivo principal é fazer jogar os jogadores, e não os resultados); não pagaríamos ordenados a treinadores e equipa médica doutro clube (como fazíamos no Real Massamá); quem sabe, estar mais atento às divisões inferiores e encontrar alguma pérola; etc... Assim de repente, não estou a ver nenhuma desvantagem. Até os clubes adversários beneficiariam com a presença dum clube como o Sporting nos seus campos (não que isso nos diga respeito, mas é um facto).
Um àparte, ainda me lembro dum jogo que fui ver da equipa B: Sporting Lourel - Sporting CP B.

Hum, concordo com todas as vantagens, mas para mim existe uma desvantagem importante: o nível competitivo.
A começar um projecto como este, começaria nas divisões inferiores. Ora, basta ver que a maioria dos nossos emprestados, jogam nas duas primeiras divisoes de portugal/belgica. O que neste caso, nao ocorreria. Continuo a dizer: A liga intercalar(agora liga centenaria) tem condições para dar competiçao a jovens juniores e a jogadores nao utilizados do plantel principal.
Só tem de ser(bastante) alterada