Vamos falar de futebol

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Vou mais para o Mário Sérgio.
Mas se o Prof. acha que o mesmo não lhe dá garantias (tem todo o direito de o achar, pois é ele quem arca com a responsabilidade), acho então que deveria apostar no Beto passando o Ena para o centro.
Tudo passa! Na noite de 23 para 24 de março de 2013 ficou provado que sim. VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!! É NOSSO OUTRA VEZ!
Eu apenas acho que se a equipa se mostra bem menos permeável com Enak na direita não havia razão para o ter tirado da equipa, foi uma decisão incoerente de Pesito, ainda para mais quando a opção foi M.Garcia.
No golo do maritimo, a responsabilidade objectiva no lance é de Polga (mais uma vez Polga). Com os jogadores que Peseiro dispõe, e nesse matéria penso que não foi tido nem achado, demora muito a conciliar caracteristicas. Fernando santos foi no ano passado muito mais agil a perceber as possibilidades que disponha. Garcia, M.Sergio ou Enak dependem da rotina de lugar, não podendo estar sujeitos a rotatividade do mesmo. A estabilização dos lugares, das rotinas e do sistema tactico são nesta altura fundamentais.
Pessoalmente prefiro laterais que sobem muito, façam o corredor todo, e que tenham pernas e cintura para recuperar a posição, mesmo que não defendam assim tão bem... por isso gosto do Paíto! por isso gostava do Cesár Prates (ainda que este pudesse aprender a centrar um bocadito melhor...).

Logo não gosto de ver o ena na direita porque, manifestamente, o gajo não tem velocidade para subir.

Acho, contudo, razoável a explicação do peseiro que, em favor da consistência defensiva, opta por ter um lateral mais ofensivo na esquerda (paíto) e não usar extremo esquerdo e ter um lateral direito mais fixo e utilizar um extremo direito (douala) para ganhar profundidade deste lado... assim, com a equipa a funcionar idealmente, ganhar solidez defensiva e profundidade atacante...
______________________
antigo Tyler07Durden
Na minha opinião não temos nenhum lateral direito à altura e quando é assim, há que optar pelo menos mau que, neste caso, será a hipótese Zé Ena...