Fórum SCP

Júniores: Sporting 2 - Portimonense 0 (Crónica)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Caros(as) foristas,

A nossa talentosa equipa de júniores recebe na próxima jornada o Portimonense. A equipa algarvia perdeu em casa com o União da Madeira por 2-5 na 1ª jornada. Como sabemos, a nossa equipa saiu vitoriosa no Restelo por 2-0. O caminho em direcção ao bicampeonato já se iniciou e não vai parar.

A RTE (Ricardo's Tourism Events) vai mais uma vez organizar uma ida à Academia para que o apoio aos nossos jovens jogadores não falte.

O jogo realiza-se na Academia no próximo sábado, dia 3 de Setembro, às 17 horas.

O ponto de encontro é o habitual: o parque de estacionamento das bombas de gasolina da GALP, à saída da ponte Vasco da Gama, às 15h30m. Haverá um período de tolerância até às 15h45m, hora a que a comitiva partirá rumo à Academia.

Se se mantiver o mesmo esquema da época passada, os sócios têm entrada livre e os não sócios pagam € 4.

Confirmados (em actualização permanente):

Coração de Leão
Felina
Vítor Damas (1947-2003)

2 Campeonatos Nacionais (69/70 e 73/74)
3 Taças de Portugal (70/71, 72/73 e 73/74)
Amigo,

 Tenho jogo no sábado a essa hora, senão, garanto-te que estaria presente...

 Fica para a próxima...
Aquele Abraço,

RPA
Estarei a trabalhar fica para a próxima !!

Grita por nós  :)
The art of war is simple enough.
Find out where your enemy is ( LAMPS ).Get at him as soon as you can.
Strike him as hard as you can and keep moving!!
ANNTI-LAMPIÕES!!!
porque acaso estava com vontade de ir mas nesse dia o meu afilhado faz anos e como tal não poderei comparecer. Fica para a próxima ;). Força jovens leões!!! e mais uma vez confio na equipa de reportagem da RTE ;) para ficarmos a par das principais incidÊncias do Jogo. Aliás 8 dos elementos dessa equipa estão a treinar com os seniores e estarão a esta hora (julgo eu) a jogar frente ao Alcochetense.
Copa Libertadores 2009 - mais um título para "la brujita"
Tou em mudanças no fim de semanas mas vou tentar compatibilizar.

Não sei é se me deixam entrar na academia! :D
Citação de: "Mauras"
Tou em mudanças no fim de semanas mas vou tentar compatibilizar.

Não sei é se me deixam entrar na academia! :D


Vai disfarçado de Tibúrcio Osvaldão que já ninguém te chateia, só se forem fãs a pedir autógrafos!!! :D
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Tenho um compromisso muito importante nesse dia! :oops:  :P Não posso. :)
No Sábado estou a trabalhar entre as 20h e as 2h da manhã de Domingo, logo, lá estarei no local e hora combinada. Se houver algum contratempo, darei conta.   :wink:
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.
Sábado não dá. Fico a guardar-me para um grande "derby". :wink:
Saudades do futuro.
Ricardo,

Afinal não vai dar. Agora é que eu reparei que o jogo é às 17 horas. Eu pensei ter lido 11 horas, mas a essa hora (17 horas), não vai dar, porque o jogo não acaba antes das 18h45m e eu depois ainda tenho de jantar antes de entrar ao trabalho às 20 horas. Se o jogo fosse às 16 horas, já dava, agora assim...

Peço imensa desculpa, mas fica para a próxima. Oportunidades não hão-de faltar...   :(
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.
Dadas as indisponibilidades de última hora, a comitiva do Fórum SCP ficou reduzida aos suspeitos do costume: eu e a Felina, acompanhados pela nossa mãe. Foi o regresso à Academia, dois meses depois das intensas alegrias aqui vividas em Junho, em grande comunhão leonina.

O céu esteve sempre pouco nublado, com um ventinho fraco e muito calor. Felizmente estávamos todos à sombra. De salientar que a Academia hoje estava a meio gás, em termos de público. Consequência de recebermos uma equipa menos cotada.

Presentes em Alcochete estiveram Jean Paul, Eduardinho e também os júniores não utilizados: João Gonçalves, André Nogueira e Zezinando (todos a recuperarem de lesões), Paulo Renato e Alison.

À saída do aquecimento vemos em 1º plano Fábio Paim, Tiago Pinto, Vasco Campos e Marco Lança. Mais atrás, de colete amarelo, estão Simão Coutinho e Diogo Tavares e, de colete branco, André Pires e Bruno Pereirinha.
Vítor Damas (1947-2003)

2 Campeonatos Nacionais (69/70 e 73/74)
3 Taças de Portugal (70/71, 72/73 e 73/74)
O Sporting alinhou em 4-3-3 com Rui Patrício na baliza; Vasco Campos a defesa direito, Daniel Carriço e Marco Lança a centrais e Tiago Pinto a defesa esquerdo. No meio campo, Pedro Celestino a trinco, Bruno Pereirinha na direita e André Pires a descair sobre a esquerda. Frente de ataque com Fábio Paim a extremo direito, David Caiado a extremo esquerdo e Tomané no meio.

No banco estavam o guarda-redes Tiago Jorge, os defesas Tiago Pires, Simão Coutinho e André Marques; o médio João Martins e os avançados Ricardo Nogueira e Diogo Tavares. O trio de arbitragem veio de Setúbal.

A nossa equipa, da esquerda para a direita: Daniel Carriço (capitão), Rui Patrício, Marco Lança, Fábio Paim, Tiago Pinto, Pedro Celestino, Vasco Campos, Bruno Pereirinha, Tomané, André Pires e David Caiado.


O Sporting começou o jogo a todo o gás, procurando logo pautar o ritmo do jogo. Logo aos 2 minutos, Tiago Pinto marcou um livre directo que passou muito perto do poste esquerdo da baliza algarvia. Fábio Paim ia tentando lançar os colegas em profundidade, mas sem grandes resultados. À passagem do minuto 10, David Caiado remata de meia distância com muito perigo. A bola passou a rasar o poste e os primeiros aplausos fizeram-se ouvir na Academia.

Fábio Paim continuava com o seu recital. Depois de uma finta “à Quaresma”, serviu Bruno Pereirinha com um passe de “letra” para a linha de fundo e o médio direito conseguiu ainda cruzar em esforço. Mas Paim não escapou à reprimenda de Paulo Bento que não gostou dos floreados e queria mais pragmatismo por parte do n.º 11 leonino. A postura do Portimonense, ao início, foi a da equipa que veio para perder por poucos, com todos os jogadores atrás da linha da bola.

Aos 18 minutos, uma contrariedade. Pedro Celestino saiu lesionado e deu o lugar a João Martins. Saiu um trinco, entrou outro. O Sporting teve uns bons primeiros 15 minutos mas a partir daí o jogo começou a ficar um pouco concentrado a meio campo e os nossos jogadores não conseguiam criar perigo. Daí que David Caiado tentou novamente a meia distância ao minuto 24. Um remate perigoso para defesa difícil do guardião portimonense. Na recarga, Tomané rematou frouxo. Chegávamos à meia hora com o jogo na sua pior fase. Muitos passes errados e muita precipitação. Nesta altura, Daniel Carriço já reclamava com os companheiros, tentando despertá-los da letargia. Sempre a comandar as tropas e incentivando-os a corrigir o que estava mal. Pouco depois, Tomané rematou novamente dentro da área mas a bola embateu no corpo de um dos centrais algarvios.

O Portimonense tinha até então criado pouquíssimo perigo para a nossa baliza. Aos 32 minutos, uma descida pelo lado direito obrigou Rui Patrício a sair da área para aliviar a pontapé. Um minuto mais tarde houve um livre directo frontal à nossa baliza. O livre foi bem marcado pelos algarvios, a nossa barreira abriu mas Rui Patrício esticou-se todo e conseguiu defender para canto com uma estirada para o seu lado direito. A defesa da tarde! Aos 40 minutos mais um cruzamento perigoso para a nossa área e foi Fábio Paim que apareceu a dobrar os centrais do SCP. Até ao intervalo, nada mais a registar.

No 2º tempo, urgia chegar ao golo. Mas o 1º lance de perigo foi na nossa área. Um mau atraso de Marco Lança obrigou Rui Patrício a evitar um canto em esforço. Pouco depois, o Portimonense rematou à nossa baliza, do lado direito do ataque, com a bola a ir à malha lateral. Aos 55 minutos saiu Vasco Campos e entrou Ricardo Nogueira. Paulo Bento a arriscar forte tirando o defesa direito. Bruno Pereirinha passou a fechar o flanco direito enquanto Ricardo Nogueira foi jogar para extremo direito passando Paim para o meio. Tomané entretanto rematou mais uma vez ao lado.

A meia hora do fim, o Portimonense vendo que o zero a zero persistia, encetou uma onda de anti-jogo. Alguns jogadores mandavam-se para o chão, a pedido do treinador, de modo a pedir a assistência médica. Lamentável ver o modo como se formam jogadores (e homens) por esse país fora. :x

O Sporting não conseguia mais uma vez pegar no jogo. Paulo Bento tirou o último coelho da cartola. Fez entrar Diogo Tavares aos 72 minutos para o lugar de Fábio Paim, que entretanto tinha “desaparecido” do jogo. Diogo Tavares foi jogar para a frente do ataque, juntando-se a Tomané. Aos 79 minutos Tiago Pinto faz um bom cruzamento mas Diogo Tavares cabeceou por cima. Logo a seguir, Bruno Pereirinha cruzou com perigo. Do lance resultou um canto. Do canto, a bola passa rente a Diogo Tavares que falhou o cabeceamento. Era mesmo só encostar a testa.

O massacre acentuava-se. Jogadas combinadas à entrada da área, pontapés de canto e verdadeiro “tiro ao boneco” foram uma realidade a partir daqui. Só se jogava em redor da área algarvia.


Até que aos 85 minutos, de um canto de Bruno Pereirinha, resultou o 1º golo leonino. :P Um cabeceamento de Diogo Tavares que só parou no fundo das redes. Era o alívio para uma Academia já em estado de nervos. Diogo Tavares, já sem camisola, a ser cumprimentado pelos companheiros.


Nos quatro minutos de desconto, destaque para dois lances. Um cruzamento perigoso do Portimonense que Rui Patrício não conseguiu agarrar, saindo em falso. Houve uma recarga mas Tiago Pinto evitou o golo do empate. Um minuto mais tarde David Caiado, em jogada individual, flectindo da esquerda para o meio do terreno, consegue entrar na área adversária. Um defesa algarvio tenta o corte e, na confusão, a bola acaba por sobrar para Tomané que, só com o guarda-redes pela frente, teve apenas que encostar.  8) Era o 2-0, resultado final. Mais uma vitória justa do Sporting.

Parece que os nossos jovens já interiorizaram a sina do sofrimento até ao fim. Dois golos nos últimos minutos do jogo, quando já toda a gente pensava que o empate a zero era uma fatalidade.

À saída da Academia, cruzámo-nos com João Gonçalves, um dos jogadores deste plantel que mais apreciamos. Ausente por lesão, o jovem estava de muletas e com a perna direita ligada. Explicou-nos que sofreu uma rotura do ligamento cruzado anterior do joelho direito, ficando de fora nos próximos 5 meses.  :(  Desejámos-lhe as rápidas melhoras e manifestámos a grande vontade que temos de o ver de volta aos relvados.
Vítor Damas (1947-2003)

2 Campeonatos Nacionais (69/70 e 73/74)
3 Taças de Portugal (70/71, 72/73 e 73/74)
Agora as avaliações.

Trio de arbitragem – Esteve bem. Cometeu poucos erros quer a nível técnico, quer a nível disciplinar.

Portimonense – Remeteu-se a maior parte do tempo à defesa. O melhor sector parece ser precisamente esse.

Sporting – Não fez uma exibição muito conseguida mas ainda assim foi a melhor equipa em campo e a que mais procurou ganhar o jogo. As razões poderão estar no desgaste e fadiga acumulados devido aos jogos realizados na passada 4ª feira. Alguns dos atletas jogaram no desafio com o Alcochetense enquanto os restantes jogaram um particular na Malveira.

Rui Patrício – Foi pouco solicitado. Fez uma grande defesa mas também cometeu um erro grave quase no final.

Vasco Campos – Exibição razoável. Alguns erros a defender mas mais atrevido a atacar, aparecendo mais vezes na linha de fundo a cruzar para a área adversária.

Daniel Carriço – O que dizer dele? É um daqueles jogadores que, aparentemente, não sabe jogar mal. Mais uma exibição regular, segura e eficaz.

Marco Lança – Parece-nos pouco à vontade no lugar de central. Cometeu um ou outro erro, sem consequências de maior. Não teve, no entanto, muito trabalho.

Tiago Pinto – Boa exibição. Destemido e audaz, esteve bem quer a defender quer a atacar, cruzando e rematando quando teve oportunidade. Foi um dos melhores em campo.

Pedro Celestino – Esteve apenas 19 minutos em campo. Exibição mediana numa altura em que o nosso meio campo estava a acusar alguma desconcentração.

Bruno Pereirinha – Mais uma exibição esforçada mas hoje as coisas não lhe saíram tão bem como habitualmente. Marcou o canto que originou o 1º golo.

André Pires – O MVP!  =D> Uma autêntica carraça incansável atrás do adversário que transporta a bola. Uma entrega e raça desmedidas ao longo do jogo. Tentou sempre levar a equipa para a frente.

Fábio Paim – Uma boa 1ª parte mas caiu de rendimento na 2ª. Tem uma técnica e um talento descomunais mas também um feitiozinho muito quezilento. Quer ter sempre a bola e refila se os colegas não lha passam.  [-X Refila com o árbitro e livrou-se de ver um cartão amarelo apenas porque este foi benevolente. O seu comportamento tem de mudar muito, caso contrário…  :roll:
 
Tomané – Exibição medíocre. Faz-nos lembrar o Hugo Viana em termos de atitude competitiva. Por vezes, há jogadas que morrem quando lhe chegam aos pés. Má recepção, remates frouxos e pouca clarividência a jogar. Há alternativas no banco que também mereciam oportunidades no onze inicial. Acabou por marcar o golo da tranquilidade.

David Caiado – Boa exibição. Hoje não recorreu tanto aos individualismos exagerados. Alguns remates de meia distância e muitas iniciativas pelo seu flanco. Construiu o lance do 2º golo.

João Martins – Exibição esforçada. Nitidamente sem ritmo competitivo, já o vimos jogar bem melhor. Tentou segurar o meio campo leonino. Não comprometeu.

Ricardo Nogueira – Mais uma vez a jogar fora do seu lugar de ponta de lança. Tentou construir lances de ataque mas nem sempre com o melhor seguimento. Na nossa opinião não é jogador para jogar nas alas.

Diogo Tavares – Este jogador tem estrelinha. :)  Já em Odivelas, no jogo que decidiu o título, entrou e marcou um golo decisivo. Tal como hoje. Merecia uma oportunidade a titular.

Como sempre, estamos disponíveis para qualquer questão que queiram colocar.

Obrigado por lerem.
Vítor Damas (1947-2003)

2 Campeonatos Nacionais (69/70 e 73/74)
3 Taças de Portugal (70/71, 72/73 e 73/74)
Ricardo,
mais uma vez excelente. Infelizmente mais uma vez não consegui juntar-me a vocês, mas felizmente estamos no inicio do campeonato e surgirão outras oportunidades.

Lamento a lesão do João Gonçalves, um jogador em que acredito muito também devido às suas exibições do ano passado. Que regresse o maiss breve possível e que seja muito feliz na sua carreira.

Obrigado pelo teu trabalho e da Susana também.
FORÇA SCP!
Citação de: "Coração de Leão"


olhem só para a mão do Diogo, onde ela foi parar ...  :lol:
Obrigado mais uma vez pela excelente reportagem :)
esta equipa vai dar que falar.
Abraços e contamos em breve poder ir ate aí abaixo



ps - tb nao quero estes meninos treinados pelo pesito
Meu Caro,

 Começo a ficar sem palavras para estas tuas reportagens....

 O meu MUITO OBRIGADO  :D
Aquele Abraço,

RPA
O meu muito Obrigado também.
É muito importante para todos estas tuas reportagens, que são mais importantes do que possas imaginar, pois este fórum não é visitado e lido atentamente por meia dúzia de visitantes  8)

Gostei das tuas notas ao Paim, que ao contrário do que muitos pensam ... tem muito que ser trabalhado, é ainda muito miudo e tem muito para crescer, está muito  bem nos juniores e o Paulo Bento trata de o colocar na ordem.
Mais um trabalho na linha dos anteriores, magnífico! :)

Isto é que é um exemplo de regularidade, pela positiva! :wink:  :D
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Eheh! :)

Obrigado pelos elogios mas eles têm de ser igualmente endereçados à Felina. O trabalho é cada vez mais de conjunto porque há sempre pormenores durante o jogo de que ela se recorda melhor do que eu e vice-versa. Deste modo, complementamo-nos e temos a certeza de que a crónica do jogo fica mais completa.

Este trabalho conjunto é sobretudo importante na questão da avaliação dos jogadores, para termos a certeza de que o fazemos de modo justo e imparcial em relação a cada um deles.
Vítor Damas (1947-2003)

2 Campeonatos Nacionais (69/70 e 73/74)
3 Taças de Portugal (70/71, 72/73 e 73/74)