Fórum SCP

[Mundial 2010] Arbitragens - Mundial da Vergonha?

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Não era para ti, nem sei para quem era. Mas a mim custa-me ler que da posição em que se encontram os árbitros não podiam ver. Se não podiam ver é porque estavam mal colocados. Se não é erro de análise é erro de posicionamento.

Os bons árbitros são aqueles que menos erram e por algum motivo erram menos.

Ninguém é infalível, mas vir dizer que desculpa-se os erros por serem situações no limite, aí já me faz mais confusão.

No futebol não há intensidade, nem há "não tinha intenção", nem há "foi sem querer"!

No futebol ou é ou não é.

Ou é penalty ou não é.
Ou é golo ou não é.
Ou é falta ou não é.
Ou é fora-de-jogo ou não é.

Não há meios-termos. Ninguém ouve dizer não foi penalty porque só estava 22 cm dentro da área, nem ninguém ouve dizer que não é falta porque só lhe tocou com a ponta da bota.

“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Não era para ti, nem sei para quem era. Mas a mim custa-me ler que da posição em que se encontram os árbitros não podiam ver. Se não podiam ver é porque estavam mal colocados. Se não é erro de análise é erro de posicionamento.

Os bons árbitros são aqueles que menos erram e por algum motivo erram menos.

Ninguém é infalível, mas vir dizer que desculpa-se os erros por serem situações no limite, aí já me faz mais confusão.

No futebol não há intensidade, nem há "não tinha intenção", nem há "foi sem querer"!

No futebol ou é ou não é.

Ou é penalty ou não é.
Ou é golo ou não é.
Ou é falta ou não é.
Ou é fora-de-jogo ou não é.

Não há meios-termos. Ninguém ouve dizer não foi penalty porque só estava 22 cm dentro da área, nem ninguém ouve dizer que não é falta porque só lhe tocou com a ponta da bota.



 :arrow:
O fiscal de linha esteve mal porque errou, não percebo como se tem outra interpretação.

Agora se esse erro é "aceitavel"? Sim é, era um lance dificil.
Se teve duvidas (e espero que sim, senão o erro é maior) deveria ter deixado seguir? Sim, é a recomendação da FIFA.

Mas dizer que esteve bem é outra coisa.

Não era para ti, nem sei para quem era. Mas a mim custa-me ler que da posição em que se encontram os árbitros não podiam ver. Se não podiam ver é porque estavam mal colocados. Se não é erro de análise é erro de posicionamento.

Os bons árbitros são aqueles que menos erram e por algum motivo erram menos.

Ninguém é infalível, mas vir dizer que desculpa-se os erros por serem situações no limite, aí já me faz mais confusão.

No futebol não há intensidade, nem há "não tinha intenção", nem há "foi sem querer"!

No futebol ou é ou não é.

Ou é penalty ou não é.
Ou é golo ou não é.
Ou é falta ou não é.
Ou é fora-de-jogo ou não é.

Não há meios-termos. Ninguém ouve dizer não foi penalty porque só estava 22 cm dentro da área, nem ninguém ouve dizer que não é falta porque só lhe tocou com a ponta da bota.



A regra da bola da mão e mão na bola é claramente interpretativa. A do fora de jogo segundo as recomendações também o é porque em lances como este é quase impossível um árbitro ter certeza do que está a marcar e em caso de dúvida deve deixar seguir.
E julgo que há outras que também o são.
« Última modificação: Junho 30, 2010, 18:02 pm por romero »
Não era para ti, nem sei para quem era. Mas a mim custa-me ler que da posição em que se encontram os árbitros não podiam ver. Se não podiam ver é porque estavam mal colocados. Se não é erro de análise é erro de posicionamento.

Os bons árbitros são aqueles que menos erram e por algum motivo erram menos.

Ninguém é infalível, mas vir dizer que desculpa-se os erros por serem situações no limite, aí já me faz mais confusão.

No futebol não há intensidade, nem há "não tinha intenção", nem há "foi sem querer"!

No futebol ou é ou não é.

Ou é penalty ou não é.
Ou é golo ou não é.
Ou é falta ou não é.
Ou é fora-de-jogo ou não é.

Não há meios-termos. Ninguém ouve dizer não foi penalty porque só estava 22 cm dentro da área, nem ninguém ouve dizer que não é falta porque só lhe tocou com a ponta da bota.



A regra da bola da mão e mão na bola é claramente interpretativa. A do fora de jogo segundo as recomendações também o é porque em lances como este é quase impossível um árbitro ter certeza do que está a marcar e em caso de dúvida deve deixar seguir.
E julgo que há outras que também o são.

A mim não me interessa se vê ou não.
A lei diz isto:

Citar
Um jogador encontra-se em posição de fora-de-jogo se:

    * estiver mais perto da linha de baliza adversária do que a bola e o penúltimo adversário  

Afinal está ou não fora-de-jogo? Está. O árbitro assistente viu? Não. Logo, não acertou.

Citar
Um jogador encontra-se em posição de fora-de-jogo se:

    * estiver mais perto da linha de baliza adversária do que a bola e o penúltimo adversário  

Afinal está ou não fora-de-jogo? Está. O árbitro assistente viu? Não. Logo, não acertou.

Sim é fora de jogo e quanto a mim o árbitro não esteve mal. A sua decisão é correcta à luz das recomendações que os árbitros têm. E acho que cada um ficará com a sua opinião  ;D .

Citar
Um jogador encontra-se em posição de fora-de-jogo se:

    * estiver mais perto da linha de baliza adversária do que a bola e o penúltimo adversário  

Afinal está ou não fora-de-jogo? Está. O árbitro assistente viu? Não. Logo, não acertou.

Sim é fora de jogo e quanto a mim o árbitro não esteve mal. A sua decisão é correcta à luz das recomendações que os árbitros têm. E acho que cada um ficará com a sua opinião  ;D .

Então qual a missão do árbitro? Não é seguir as leis de jogo?

Então qual a missão do árbitro? Não é seguir as leis de jogo?

É, naquilo que lhes é possível ajuizar com certeza. Um jogador pode ser agredido em campo sem que ninguém se aperceba, é um vermelho que fica por mostrar e o árbitro não esteve mal.

Neste caso é um lance de enorme dificuldade, com um adiantamente que mesmo com a imagem parada custa a ver, em que o jogador que passa a bola está completamente tapado por jogadores portugueses qualquer que seja o posicionamento do assistente e em que naturalmente o assistente teve dúvidas.

Na dúvida segue o jogo.

O lance é tão mal ajuizado que em nenhum dos resumos que vi até agora se faz referência ao fora de jogo ou a existir dúvida no lance.

Então qual a missão do árbitro? Não é seguir as leis de jogo?

É, naquilo que lhes é possível ajuizar com certeza. Um jogador pode ser agredido em campo sem que ninguém se aperceba, é um vermelho que fica por mostrar e o árbitro não esteve mal.

Neste caso é um lance de enorme dificuldade, com um adiantamente que mesmo com a imagem parada custa a ver, em que o jogador que passa a bola está completamente tapado por jogadores portugueses qualquer que seja o posicionamento do assistente e em que naturalmente o assistente teve dúvidas.

Na dúvida segue o jogo.

O lance é tão mal ajuizado que em nenhum dos resumos que vi até agora se faz referência ao fora de jogo ou a existir dúvida no lance.

Por acaso nos que vi falaram sempre e isso nem é de estranhar. Em Portugal preocupamo-nos mais em culpar tudo e todos pela exibição vergonhosa (que o foi) e lá fora não temos peso.
Liedson falou.
Danny falou.

Queiros falou, tarde, mas falou.

Agora faz-me impressão a apatia dos jornalistas portugueses em constatar o óbvio. Foi preciso os brasileiros mostrarem o que todos nós já sabiamos.
“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
«96 por cento das decisões dos árbitros foram boas»

Presidente da Comissão de Arbitragem compara com «penalties» falhados

A Comissão de Arbitragem da FIFA concluiu que «96 por cento das decisões dos árbitros foram boas», após ter realizado um estudo sobre as partidas do Mundial-2010.

O presidente da Comissão de Arbitragem, o espanhol Garcia Aranda, argumentou, após a realização do estudo, que avaliou os 62 jogos do mundial já disputados: «Tivemos aqui os melhores jogadores do mundo, mas em 15 grandes penalidades assinaladas só nove foram convertidas em golo, o que dá uma precisão de 60 por cento. Comparado com os 96 por cento de acerto dos árbitros, penso que podemos estar muito satisfeitos.»

O dirigente revelou ainda que o número de lesões traumáticas foi muito baixo, o que é um claro indício do controlo que os árbitros tiveram sobre os jogos.



Miasfutebol
Ou seja, estão contentes porque os árbitros acertam mais que os jogadores...
«96 por cento das decisões dos árbitros foram boas»

Presidente da Comissão de Arbitragem compara com «penalties» falhados

A Comissão de Arbitragem da FIFA concluiu que «96 por cento das decisões dos árbitros foram boas», após ter realizado um estudo sobre as partidas do Mundial-2010.

O presidente da Comissão de Arbitragem, o espanhol Garcia Aranda, argumentou, após a realização do estudo, que avaliou os 62 jogos do mundial já disputados: «Tivemos aqui os melhores jogadores do mundo, mas em 15 grandes penalidades assinaladas só nove foram convertidas em golo, o que dá uma precisão de 60 por cento. Comparado com os 96 por cento de acerto dos árbitros, penso que podemos estar muito satisfeitos.»

O dirigente revelou ainda que o número de lesões traumáticas foi muito baixo, o que é um claro indício do controlo que os árbitros tiveram sobre os jogos.
 :cartao: :cartao: :cartao:



Miasfutebol
  Estes bois pretos/amarelos deveriam ser TODOS linchados numa árvore de grande porte. O futebol passaria bem sem eles. INOVEM, carago. Metem um raio de um ROBOT a comandar os jogos e veremos os verdadeiros campeões. O SCP já foi comido em 4/5 campeonatos por causa destes filhos de mãe sem nome. Têm IMENSA influência nos desfechos das partidas, com decisões perfeitamente surreais. Estes gajos da International Borad e conluio coma FIFA e comités presididos pelos corruptos espanhóis e brasileiros estão a amatar o futebol!! Bando de ladrões sem honra!
A FIFA é uma das faces mais sinistras de um Sistema muito maior.
Eu acho que aqui no fórum impera a regra de que "pior que o cego é aquele que não quer ver". Ontem estava tudo a queixar-se das arbitragens, e que levaram a Espanha ao colo etc etc...mas não mencionaram que a Holanda podia ter sido reduzida a 9 jogadores...
Eu acho que aqui no fórum impera a regra de que "pior que o cego é aquele que não quer ver". Ontem estava tudo a queixar-se das arbitragens, e que levaram a Espanha ao colo etc etc...mas não mencionaram que a Holanda podia ter sido reduzida a 9 jogadores...


E a Espanha não? Não podia muito bem ter ido o Puyol e o Iniesta?
É  muito estranho a espanha nao ter visto qualquer cartão até aos oitavos-de-final, e o responsável da fifa pela arbitragem ser Espanhol
É  muito estranho a espanha nao ter visto qualquer cartão até aos oitavos-de-final, e o responsável da fifa pela arbitragem ser Espanhol

Não é estranho, é o que se chama de teoria da conspiração.

Tirando duas situações em que os jogadores espanhóis reagiram mal a agressões (Villa contra as Honduras, Iniesta contra a Holanda) e que podiam ver o castigo agravado, a explicação para terem tão poucos cartões tem a ver com três situações: 1) posse de bola contínua; 2) equilíbrio táctico da equipa, que permitiu muito poucas situações de desequilíbrio defensivo; e 3) fairplay (vejam as declarações de Del Bosque no final do jogo).

Tirando os dois lances mencionados, que foram reacções a agressões, não houve, nos 7 jogos da Espanha, nenhum lance de violência por parte dos jogadores espanhóis.

Em relação ao lance do Puyol com o Robben, até aceito a interpretação de que podia ser falta e hipoteticamente expulsão (ou amarelo, já que havia outro jogador espanhol ao lado de Robben e à frente de Puyol). Mas usar isso como argumento de benefício para a Espanha é má fé. O único culpado por não ter havido golo da Holanda nesse lance foi o Robben, que é um nabo nesse tipo de lances (falha sempre, tal como já acontecia no Real).