Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Outubro 30, 2014, 16:56

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Redacção Porta 10-A Tópico:

O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: « anterior 1 [2] 3 4 ... 23 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo (Lida 41888 vezes)

Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #20 em: Maio 07, 2010, 21:04 »



*
Juvenil

Mensagens: 1172
Idade: 108
Localidade: Peixe Espada à Cinta
Masculino


Eu discordo completamente, logo a começar pela teoria principal.

Odeio profundamente o clube da gaivota, e, no entanto, não deixo de estar bem alerta em relação aos problemas do Sporting.
Não vou na justificação de que o anti-benfiquismo tem contribuído para o estado actual do clube. Até porque este ano ficaremos 3 (!) posições abaixo do carnide e olhem a grande preocupação da maioria dos Sportinguistas... Continua tudo igual.
Muitos disseram - eu incluído - que ficar atrás do carnide, com este campeão, abriria os olhos a muitas pessoas. Afinal não. Nem isso serve, já.

O mal principal do Sporting é o défice de Sportinguismo de muitos. É o deixar andar, o não querer saber, o escolher por aparências e apelidos, o não ler programas de candidatura, o apontar do dedo a quem pensa diferente, o escurraçar a quem tenta apresentar algo novo.
Tu recordas as celebrações pós-Munique da vitória vimaranense. Eu recordo as agressões que muitos leões sofreram por parte de sportinguistas apenas por expressarem a sua discórdia e vergonha, ante tamanha humilhação mundial. Isso é o que me dói mais.
Dói-me muito, enoja-me até, ver o pintalegrete JEB a ameaçar expulsar sócios do seu próprio clube!, enquanto tenta aliar-se a orelhas e quejandos.

Esta carência de valores Sportinguistas funciona como uma térmita imparável. Corrói, corrói e corrói. O défice de Sportinguismo-Leoninismo (uma excelente passagem tua, diga-se  Positivo!) pode estar, isso sim, a aumentar o anti-benfiquismo de muitos. Mas o mal nunca poderá ser o anti-benfiquismo em si, como ponto de partida.

Tomara eu que os nossos dirigentes odiassem os lampiões como eu odeio. Já era um bom passo inicial para começarem, finalmente, a dirigir condignamente.

Mas indo ao exemplo do porco... Repara que eles odeiam bastante os lampiões. Apenas gastam a voz em uníssono com dois cânticos: o do pinto da costa ou o do "slb slb anormalóide slb".
Têm um ódio visceral a tudo o que é encarnado. Qualquer declaração do seu presidente demonstra isso mesmo. Agora até diz que o Sócrates quis transformar o carnide novamente em clube do regime...

E é isso que os tem impedido de conquistar tudo o que é troféu nacional e internacional? Para eles, é um estímulo e uma motivação extra. Repara que ganham 3-1, com menos um jogador, apenas movidos pelo desejo de não os verem campeões no seu próprio dojo.

Mais nada!
Registado



Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #21 em: Maio 07, 2010, 21:33 »



*
Iniciado

Mensagens: 477
Idade: 32
Masculino


Eu discordo completamente, logo a começar pela teoria principal.

Odeio profundamente o clube da gaivota, e, no entanto, não deixo de estar bem alerta em relação aos problemas do Sporting.
Não vou na justificação de que o anti-benfiquismo tem contribuído para o estado actual do clube. Até porque este ano ficaremos 3 (!) posições abaixo do carnide e olhem a grande preocupação da maioria dos Sportinguistas... Continua tudo igual.
Muitos disseram - eu incluído - que ficar atrás do carnide, com este campeão, abriria os olhos a muitas pessoas. Afinal não. Nem isso serve, já.

O mal principal do Sporting é o défice de Sportinguismo de muitos. É o deixar andar, o não querer saber, o escolher por aparências e apelidos, o não ler programas de candidatura, o apontar do dedo a quem pensa diferente, o escurraçar a quem tenta apresentar algo novo.
Tu recordas as celebrações pós-Munique da vitória vimaranense. Eu recordo as agressões que muitos leões sofreram por parte de sportinguistas apenas por expressarem a sua discórdia e vergonha, ante tamanha humilhação mundial. Isso é o que me dói mais.
Dói-me muito, enoja-me até, ver o pintalegrete JEB a ameaçar expulsar sócios do seu próprio clube!, enquanto tenta aliar-se a orelhas e quejandos.

Esta carência de valores Sportinguistas funciona como uma térmita imparável. Corrói, corrói e corrói. O défice de Sportinguismo-Leoninismo (uma excelente passagem tua, diga-se  Positivo!) pode estar, isso sim, a aumentar o anti-benfiquismo de muitos. Mas o mal nunca poderá ser o anti-benfiquismo em si, como ponto de partida.

Tomara eu que os nossos dirigentes odiassem os lampiões como eu odeio. Já era um bom passo inicial para começarem, finalmente, a dirigir condignamente.

Mas indo ao exemplo do porco... Repara que eles odeiam bastante os lampiões. Apenas gastam a voz em uníssono com dois cânticos: o do pinto da costa ou o do "slb slb anormalóide slb".
Têm um ódio visceral a tudo o que é encarnado. Qualquer declaração do seu presidente demonstra isso mesmo. Agora até diz que o Sócrates quis transformar o carnide novamente em clube do regime...

E é isso que os tem impedido de conquistar tudo o que é troféu nacional e internacional? Para eles, é um estímulo e uma motivação extra. Repara que ganham 3-1, com menos um jogador, apenas movidos pelo desejo de não os verem campeões no seu próprio dojo.


Gostei muito deste post.  Bater Palmas

Cada vez mais, acho que anda a surgir nalguns nichos do universo leonino, uma vontade camuflada de formar uma espécie de aliança, ou pelo menos umas tréguas com o arqui-rival de carnide. Como se os nossos problemas internos residissem no porto, ou como se o nosso ódio eterno ao clube do pássaro não seja natural e até essencial para projectar a paixão pelo clube.
Não digo que um Sportinguista que sinta menos ódio em relação ao benfica, não seja tão sportinguista como eu, não podem é pôr em causa o sportinguismo de alguns, só porque estes sentem um asco naturalíssimo ao clube rival.
Aqui não se é anti, é-se pelo Sporting e isso implica sentir-se antipatia pelo benfica, porque desde que esse clube nasceu em 1908 que a história dos dois clubes foi partilhada sempre por uma rivalidade mútua, e como falamos de desporto e sobretudo competição, não podemos fingir que aqueles com que mais nos comparamos simplesmente não existem, ou pô-los num patamar semelhante a outros rivais... trata-se de paixão, não se pode aplicar rivalidade e até ódio a uma lógica racional.
Se se desse o milagre de no domingo o Braga ser campeão, festejaria "como se não houvesse amanhã"... Coisa normal para quem ainda não se esqueceu da história do braga, do benfica, da história do desporto nacional, da sociedade em geral e sobretudo da história do meu Clube.
Registado
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #22 em: Maio 07, 2010, 21:36 »



*
Veterano

Mensagens: 5085
Idade: 27
Localidade: Évora
Masculino


Eu sou anti benfiquista em último grau ao ponto de se um jogador lampião marcar um golo pela selecção nem sei bem se hei-de ficar triste se feliz, posso até ficar feliz mas não é a mesma coisa.

Nasceu comigo e há-de morrer, ao fim de semana torço fervorosamente pelo Sporting e pela derrota dos lampiões no futebol, no futsal, no andebol, nos matraquilhos e no jogo da macaca.

Continuarei a festejar as derrotas do carnide na esmagadora maioria das situações e nem se compara ao ódio que tenho aos galegos

Acho que são situações independentes salvo raras excepções. É magnífico o Sporting ganhar, mas se não ganharmos é menos mau se os lamps estiverem mal.

É também isto o desporto e a história de grandes instituições.
Registado
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #23 em: Maio 07, 2010, 22:23 »



*
Juvenil

Mensagens: 1364
Idade: 50
Localidade: Rio de Janeiro
Masculino


Eu discordo completamente, logo a começar pela teoria principal.

Odeio profundamente o clube da gaivota, e, no entanto, não deixo de estar bem alerta em relação aos problemas do Sporting.
Não vou na justificação de que o anti-benfiquismo tem contribuído para o estado actual do clube. Até porque este ano ficaremos 3 (!) posições abaixo do carnide e olhem a grande preocupação da maioria dos Sportinguistas... Continua tudo igual.
Muitos disseram - eu incluído - que ficar atrás do carnide, com este campeão, abriria os olhos a muitas pessoas. Afinal não. Nem isso serve, já.

O mal principal do Sporting é o défice de Sportinguismo de muitos. É o deixar andar, o não querer saber, o escolher por aparências e apelidos, o não ler programas de candidatura, o apontar do dedo a quem pensa diferente, o escurraçar a quem tenta apresentar algo novo.
Tu recordas as celebrações pós-Munique da vitória vimaranense. Eu recordo as agressões que muitos leões sofreram por parte de sportinguistas apenas por expressarem a sua discórdia e vergonha, ante tamanha humilhação mundial. Isso é o que me dói mais.
Dói-me muito, enoja-me até, ver o pintalegrete JEB a ameaçar expulsar sócios do seu próprio clube!, enquanto tenta aliar-se a orelhas e quejandos.

Esta carência de valores Sportinguistas funciona como uma térmita imparável. Corrói, corrói e corrói. O défice de Sportinguismo-Leoninismo (uma excelente passagem tua, diga-se  Positivo!) pode estar, isso sim, a aumentar o anti-benfiquismo de muitos. Mas o mal nunca poderá ser o anti-benfiquismo em si, como ponto de partida.

Tomara eu que os nossos dirigentes odiassem os lampiões como eu odeio. Já era um bom passo inicial para começarem, finalmente, a dirigir condignamente.

Mas indo ao exemplo do porco... Repara que eles odeiam bastante os lampiões. Apenas gastam a voz em uníssono com dois cânticos: o do pinto da costa ou o do "slb slb anormalóide slb".
Têm um ódio visceral a tudo o que é encarnado. Qualquer declaração do seu presidente demonstra isso mesmo. Agora até diz que o Sócrates quis transformar o carnide novamente em clube do regime...

E é isso que os tem impedido de conquistar tudo o que é troféu nacional e internacional? Para eles, é um estímulo e uma motivação extra. Repara que ganham 3-1, com menos um jogador, apenas movidos pelo desejo de não os verem campeões no seu próprio dojo.

100% de acordo.

Também costumo apreciar os posts do Petrovich, mas com este estou em desacordo.

 Positivo!
Registado
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #24 em: Maio 08, 2010, 00:06 »

farinha amparo

Eu fui, sou e serei sportinguista.
Mas também sou antibenfiquista.
Mas, quando ainda era infantil, até comecei por ser antiportista, mesmo vivendo em Lisboa e só tendo conhecido um portista quando já tinha 17/18 anos.
O primeiro campeonato que festejei foi contra o fóculporto, que era bicampeão, nós vínhamos de 2 terceiros e o meu pai disse-me que era verdade o que se dizia na escola: não éramos campeões há meia-dúzia de anos.
Embarrassed até fiquei satisfeito com a vitória dos lampiões na taça, contra o mesmo fóculporto, o clube que eu odiava.
Nunca deixei de o ser e, depois tornei-me antibenfiquista quando já era juvenil, mais ou menos por esta altura:
Boa parte das minhas memórias de infância, coincidem com um dos períodos mais negros da história do clube – imaginem esta época de 2009/10 mas multiplicada por três: 87/88, 88/89 e 89/90. Ao mesmo tempo que o Benfica ia a duas finais da Taça dos Campeões Europeus, nós discutíamos a Taça de Honra da AF Lisboa. Quando eles tinham o Valdo, nós tínhamos o Ali Hassan. Quando eles tinham o Magnusson, nós tínhamos o Eskilsson. E, na escola, as hordas vermelhas faziam questão de o lembrar todos dias. Ser do Sporting era então mais do que apoiar um clube: era um exercício de resistência - psicológica e, às vezes, mesmo física.

E nunca deixei de o ser antibenfiquista
Aliás ainda sou, tal como antiportista.
Este ano sou mais antibenfiquista, porque eles vão ganhar.
O ano passado era antiportista, porque percebi que eles iam ganhar, quando um sócio dos lampiões os manteve no primeiro lugar.
Quando não ganho nada, sou sempre anti-o-que-ganha.

- Pensem no Apito Dourado. Ficou provado que houve um clube que ganhou o campeonato de 2003/04 subornando árbitros – sendo o seu principal adversário nesse campeonato o Sporting Clube de Portugal. Que clube era esse? Será que não nos estamos a enganar sobre o nosso principal adversário neste momento?

Uma coisa é gostar de dar alfinetadas no Benfica – algo de saudável. Outra é assumir as balelas do Porto, por mais absurdas que elas sejam, com um ardor de fazer inveja a qualquer Super Dragão. É o Vandinho que é um mártir (apesar de as imagens que o mostram aos pontapés ao treinador adjunto do Benfica). São cabalas contra o Braga para os impedir de inscrever substitutos para o mesmo Vandinho (apesar de, à época do castigo, já terem esgotado as vagas de Inverno). É o Hulk que é provocado por um steward (apesar de nenhuma imagem o mostrar).  É o Ruben Micael que é vítima do túnel da Luz (apesar de só se ter lembrado disso quando chegou ao Porto e de, quando a Liga o chamou para investigar, ter ficado calado a conselho dos advogados do Porto). É o Benfica que controla Liga (apesar de ter sido o único “grande” que não apoiou a lista que agora cessa funções). É o Falcão que leva um amarelo para o impedir de jogar com o Benfica (apesar de a única dúvida nesse lance ser se é para amarelo ou vermelho)

Um jogador lamp leva com um isqueiro, pega nele,finge que o vai atirar de volta e deixa-o cair - a Liga é vermelha pois não lhe dá um castigo igual ao Hulk! Entretanto o Braga mantém-se na corrida do título graças a uma arbitragem vergonhosa contra o Guimarães e um golo milhas fora-de-jogo contra o Paços, mas isso não merece um comentário. O CJ da FPF iliba um jogador de uma suspensão justa com uma decisão hilariante que equipara um steward a um espectador – mas está é “descoberta a careca lampiã do Ricardo Costa!”. Desde que se arranje ruído – e se o Porto é especialista nisso! - e se repita o mantra: “este campeonato é roubado pelo Benfica”, tudo estará bem.

Isto é mais complicado e levar-nos-ia para conversas sobre matéria de facto, provas, jurisprudência, e eu nem conheço (nem quero conhecer) os regulamentos e não acompanhei todas essas novelas que aí falas.
Mas sim, o Ricardo Costa é um tretas, um flop da pior espécie, que inventou condenações à medida do freguês para o fóculporto, que aplica a mesma pena ao Luisão (que simula o envio de 1 objecto para o público) que ao Yannick (por deitar a língua de fora a festejar 1 golo ou mandar o público calar, já nem me lembro) e, passados 4 anos ainda se vem queixar de que a culpa é dos regulamentos (o que é que ele lá esteve a fazer? fez propostas? demitiu-se por elas não serem levadas por quem de direito à AG da Liga?).
E o Vítor Pereira é outro que tal. Fez, em público, tudo para acabar com a carreira do João Pinto e inventou uma interpretação sobre os atrasos aos guarda-redes, cuja leitura parece que foi obrigatória só para os jogadores do Sporting.
São 2 flops, que não merecem consideração nenhuma.
E sim, é verdade que acho muito estranho que os 2 principais adversários dos lampiões saiam prejudicados de 2 túneis em jogos com eles.
Logo eles que o ano passado já tinham dado problemas nos túneis e logo eles que têm 1 presidente cujo gorila deu uma chapada a um empresário no aeroporto nas barbas de bófias, que permaneceram impávidos e serenos, como se fosse tudo normal.
Tudo coincidências, tudo legal, tudo limpo, a culpa é dos regulamentos feitos pelo pai natal ou nas provas carreadas para os processos?
Eu não acredito em bruxas.

Desculpem-me se me entristece ver, na homenagem a um símbolo do Sporting, incentivos a um treinador que um dia disse que em circunstância alguma vestiria a camisola do Sporting. E desculpem-me se acho que este anti-benfiquismo primário e a sua manipulação por Direcções incompetentes tem tido um papel importante no adormecimento do clube.

Aqui tens toda a razão, se bem percebo de quem estás a falar e do episódio.
Até acho que ele foi o artista da festa de 1 título em que, em Alvalade, fomos cabeçudos, ainda por cima em dia muito trágico Bater Cabeça
Mas o pior é que quem o aplaudiu nem pensou no que pode vir a ser o futuro daquele que só querem ver campeão (acho que não disseram quando).
A paixão, o amor/ódio não se explicam racionalmente com 3 cantigas.
Registado
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #25 em: Maio 08, 2010, 00:21 »



*
Sénior

Mensagens: 4501
Localidade: Amadora


Sou + pela teoria do Shism do q do Petrovich, o problema do SCP não é o demasiado Anti-Benfica mas a falta de Genuino Sportinguismo daquele que smp existiu até a chegada da era Roquete...

O facto de sermos anti-Benfica só espanta os Benfiquistas pq é realmente dificil não ser Benfica pq eles com a teoria do somos 6milhoes conseguiram controlar grande parte da C.S e por isso somos tds os dias bombardeiados por doses primarias de Anti-Sportinguismo e penso q os tripas sentem o mesmo... Para mim os tripas tem td a razão em reclamar do sistema durante esta epoca, acho q o benfas foi claramente benefeciado em jogos de bastidores, é verdade que os tripas mereciam perder assim dps de tantos anos a dominarem como queriam com meios ilicitos mas isso não lhes tira a razão...
Registado

18 de Maio de 1996 eu não me esqueço e tu? R.I.P Rui Mendes
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #26 em: Maio 08, 2010, 01:27 »



*
Sénior

Mensagens: 4089
Idade: 25
Localidade: Alverca
Masculino


Sou completamente de acordo com o Petrovich e este anti-benfiquismo é a maior alegria que podemos dar a essa gente. Sentem-se importantes e com razão e sejamos sinceros o odio não é equivalente. Sei do que falo, eles não gostam de nós, torcem pelas nossas derrotas mas no fundo raramente ouvimos a expressão "Ele é anti-Sportinguista".
Registado
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #27 em: Maio 08, 2010, 01:31 »



*
Sénior

Mensagens: 4501
Localidade: Amadora


Sim mas isso é pq se criou o mito do Anti-Benfica, eu trabalho num restaurante e vejo bem o tipo de atitude que eles  tem a ver os jogos dos rivais, são do + anti-sporting e anti-porto que existe! Alias se vires com atenção as aparições publicas do presidente deles nos ultimos anos é smp pa atacar os tripas e de vez em quando o SCP...
Registado

18 de Maio de 1996 eu não me esqueço e tu? R.I.P Rui Mendes
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #28 em: Maio 08, 2010, 01:40 »



*
Sénior

Mensagens: 4089
Idade: 25
Localidade: Alverca
Masculino


Sim mas isso é pq se criou o mito do Anti-Benfica, eu trabalho num restaurante e vejo bem o tipo de atitude que eles  tem a ver os jogos dos rivais, são do + anti-sporting e anti-porto que existe! Alias se vires com atenção as aparições publicas do presidente deles nos ultimos anos é smp pa atacar os tripas e de vez em quando o SCP...

Não me parece que o orelhas ataque a instituição FCPorco, aí é claramente uma questão pessoal entre os 2 presidentes.
Registado
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #29 em: Maio 08, 2010, 01:45 »



*
Sénior

Mensagens: 4501
Localidade: Amadora


Na minha opinião ao atacar o Bimbo está a atacar a instituição ou não?

Apelo.Vamos pegar nas " Armas" por Pragal Colaco by JJD 04-05-10.mp4
Vejam este video e digam lá se eles tb não são anti....
Registado

18 de Maio de 1996 eu não me esqueço e tu? R.I.P Rui Mendes
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #30 em: Maio 08, 2010, 02:17 »


Ex-Hugo-mls


*
Iniciado

Mensagens: 465
Idade: 21
Localidade: Ponte da Barca
Masculino


 Seta Seta Bater Palmas Bater Palmas
perfeito este texto!!
temos de mostrar que somos GRANDES. O SPORTING não se pode preocupar com os outros rivais e festejar as derrotas dos outros enquanto que estamos a 27 pontos dos 1ºs. Temos de nos preocupar conosco!
ACORDA SPORTING!!
Registado

O SPORTING É O NOSSO GRANDE AMOR!
fomos,somos e seremos sempre ENORMES!
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #31 em: Maio 08, 2010, 02:33 »



*
Veterano

Mensagens: 8487
Localidade: Vale da Amoreira
Masculino


Concordo completamente com este post. Para já, é uma das melhores crónicas que vi aqui escritas e toca num ponto que dói em todos nós, porque todos temos o seu quê de anti-benfiquismo. Gostei quando falas do que passaste na juventude...felizmente ou não, nasci em 90, fui bastante gozado na primária talvez por viver num sítio em que se respira futebol, por viver numa casa sempre muito ligada ao futebol (o meu pai é treinador há quase 20 anos e eu e o meu irmão sempre jogamos futebol, ele agora é treinador também) e em que o meu pai e o meu irmão são lampiões. Lembro-me que em 2000 foi um grito de raiva, de anos a pensar no que seria ser campeão e de um certo medo (que só temos quando somos putos) que nunca veríamos o nosso clube campeão. Lembro-me que na semana anterior e com os 10 anos ainda não feitos enfiei-me no meu quarto a chorar por causa de um golo de Sabry. Lembro-me que não quis ver ninguém no dia a seguir e de pegar fogo a uma camisa do benfica que por cá andava ( Maldoso). Mas lembro-me acima de tudo da semana seguinte que nunca esqueci. Nunca esqueci o que foi sentir-me campeão e poder finalmente dizer que era campeão e que os 18 anos já lá iam e não ia chegar aos 20 que tanto falavam.

O anti benfiquismo sempre esteve bem presente pela presença de dois lampiões em casa e até há bem pouco tempo assumia quase a mesma importância que o sportinguismo. Se me perguntarem se prefiro benfica ou Braga campeão? Porra, claro que prefiro o Braga. Mas isso penso que é normal em qualquer rivalidade, o que não é normal é taparem-se os olhos, aplaudir tudo o que venha do clube mais corrupto da história do futebol português e vermos bichos papões em tudo o que é vermelho. No teu texto apontas vários exemplos de casos em que tu e eu sei que concordamos, mas que à conta de ter exprimido a minha opinião já fui várias vezes acusado de ser lampião. Numa outra discussão aqui no fórum referi que temos que nos abrir a novas ideias ou conhecimentos porque corremos o risco de ficar demasiado fechados em nós próprios e não evoluirmos...é isso que se passa com o sportinguista que se recusa a negar as evidências, apenas e só porque acha que fala mal de tudo o que é encarnado é o caminho a seguir. Paulo Bento (que usufruiu desta doença, senão não tinha ficado lá 4 anos) teve toda a razão quando saiu e disse que aqui se pensa demasiado no benfica. É um facto...e o exemplo que tu dás eu presenciei em pleno Estádio de Alvalade (não exactamente esse mas no mesmo dia). Lembro-me de ir preparado para uma grande manifestação (a seguir aos 7 de Munique) e até fui com bastante antecedência para o estádio. Entrei nas calmas e fui sentar-me mais para cima (Superior Sul A) para poder ver a tv que estava a dar o benfica e ainda não havia ninguém em aquecimento. O benfica perdia e qual não é o meu espanto que quando Patrício entra em campo se ouvem primeiro assobios (meus e de mais uns quantos) e de repente somos abafados por...palmas. Indeciso Palmas para quem tinha gozado e humilhado um clube centenário e que nasceu para ser dos maiores da Europa. Eu não desisti e assobiei sempre que pude nesse dia, mas ouviam-se sempre mais palmas que assobios, chegando a haver pessoas agredidas (vi com os meus próprios olhos) por membros de claque por estarem a assobiar e a insultar os jogadores. Foi neste dia que eu perdi toda a minha esperança no Sporting, porque quando se perde a esperança nos adeptos que podem mudar as coisas, perde-se em tudo. Há coisa de uns meses renasceu num Sporting-Atlético...mas não sei se sou eu que quero que essa esperança renasça ou se ela é mesmo real. Sei que dói tanto ver o Sporting assim como dói perder as pessoas que mais amamos.
Registado
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #32 em: Maio 08, 2010, 02:53 »



*
Veterano

Mensagens: 7046
Idade: 40
Localidade: Oeiras


O anti-benfiquismo não é nenhuma doença , é antes uma característica intrínseca a cada sportinguista que se preze , isso não acontece por acaso , mas sim de uma longa história que persegue a relação entre os dois clubes desde a fundação.

Tirando alguns excessos pontuais , é perfeitamente normal , aliás se não houvesse esta rivalidade histórica nem o Sporting nem o Benfica teriam os adeptos que têm.

A crise actual porque passa o Sporting não tem nada a ver com isto , que culpa tem esta rivalidade , de os actuais dirigentes na linha dos roqueteiros nos últimos 14 anos terem baixado a fasquia de objectivos do clube a tão baixo nível bastando ficar à frente do Benfica para estar tudo bem , a culpa do actual estado de coisas não é disso até porque esta rivalidade é tão antiga como a fundação dos clubes e os roqueteiros só têm 14 anos.

Tirando alguns excessos que não são admíssiveis , matar esta rivalidade é um pouco como matar tambem o Sporting , ser anti-benfiquista faz parte do nosso dna , e isso é uma das constantes do nosso universo , se isso algum dia acabar é porque o Sporting já não existe.

O problema actual do Sporting está antes demais nele próprio e não na relação com outros clubes.
Registado

Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #33 em: Maio 08, 2010, 02:58 »


Ex-mike31scp


*
Sénior

Mensagens: 3913
Idade: 22
Localidade: margem sul
Masculino


O anti-benfiquismo não é nenhuma doença , é antes uma característica intrínseca a cada sportinguista que se preze , isso não acontece por acaso , mas sim de uma longa história que persegue a relação entre os dois clubes desde a fundação.

Tirando alguns excessos pontuais , é perfeitamente normal , aliás se não houvesse esta rivalidade histórica nem o Sporting nem o Benfica teriam os adeptos que têm.

A crise actual porque passa o Sporting não tem nada a ver com isto , que culpa tem esta rivalidade , de os actuais dirigentes na linha dos roqueteiros nos últimos 14 anos terem baixado a fasquia de objectivos do clube a tão baixo nível bastando ficar à frente do Benfica para estar tudo bem , a culpa do actual estado de coisas não é disso até porque esta rivalidade é tão antiga como a fundação dos clubes e os roqueteiros só têm 14 anos.

Tirando alguns excessos que não são admíssiveis , matar esta rivalidade é um pouco como matar tambem o Sporting , ser anti-benfiquista faz parte do nosso dna , e isso é uma das constantes do nosso universo , se isso algum dia acabar é porque o Sporting já não existe.

O problema actual do Sporting está antes demais nele próprio e não na relação com outros clubes.
Seta
Registado

NA VANGUARDA DE UMA TRADIÇÃO, PELO SPORTING SEMPRE!
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #34 em: Maio 08, 2010, 13:00 »


PLVS VLTRA


*
Veterano

Mensagens: 15722
Idade: 29
Masculino

WWW
Anti benfiquismo é o nome que os orcs dão a uma invenção das suas cabeças para justificar o quão enormes são. Nas suas cabeças crêem que os outros têm mais rivalidade em relação a eles, do que eles em relação aos outros. Mentira e isso espelha logo o seu egoísmo e palas.

Para mim é simples: com o mal dos outros posso eu bem. Especialmente o mal dos dois grandes que competem pelo mesmo objectivo. Na eventualidade do SCP ficar arredado do título muito antes de o campeonato acabar (como este ano) é óbvio que não quero o bem do rival directo mais provável vencedor. Se fosse o porto seria anti-portista. Como é o beifica, sou anti-benfiquista.

Para mim só há três resultados que me metem feliz: vitória do Sporting, vitória do Sporting e vitória do Sporting.

O anti nada mais é do que um "não gosto". E eu não gosto de mais ninguém a não ser do SCP.
Registado

O Sporting é o Clube de Portugal.

Há os que exigem;
Há os que reclamam;
Há os que teclam;
E há os que dão: http://www.forumscp.com/index.php?topic=59703.40
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #35 em: Maio 08, 2010, 15:23 »



*
Juvenil

Mensagens: 1072
Idade: 37
Localidade: Londres
Masculino


Grande Texto, do melhor que li aqui desde os tempos áureos do Mauras, Incitatus, etc.

Parabens.
Melhor pensamento passado para a escrita ficava tao bem.
 Seta
Registado

Ignorado!!! LOL
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #36 em: Maio 08, 2010, 15:43 »


Ex-FranciscoBarão


*
Júnior

Mensagens: 2427
Masculino


O anti-benfiquismo não é nenhuma doença , é antes uma característica intrínseca a cada sportinguista que se preze , isso não acontece por acaso , mas sim de uma longa história que persegue a relação entre os dois clubes desde a fundação.

Tirando alguns excessos pontuais , é perfeitamente normal , aliás se não houvesse esta rivalidade histórica nem o Sporting nem o Benfica teriam os adeptos que têm.

A crise actual porque passa o Sporting não tem nada a ver com isto , que culpa tem esta rivalidade , de os actuais dirigentes na linha dos roqueteiros nos últimos 14 anos terem baixado a fasquia de objectivos do clube a tão baixo nível bastando ficar à frente do Benfica para estar tudo bem , a culpa do actual estado de coisas não é disso até porque esta rivalidade é tão antiga como a fundação dos clubes e os roqueteiros só têm 14 anos.

Tirando alguns excessos que não são admíssiveis , matar esta rivalidade é um pouco como matar tambem o Sporting , ser anti-benfiquista faz parte do nosso dna , e isso é uma das constantes do nosso universo , se isso algum dia acabar é porque o Sporting já não existe.

O problema actual do Sporting está antes demais nele próprio e não na relação com outros clubes.

 Seta
Registado

Sporting Clube de Portugal, somos diferentes, somos melhores.
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #37 em: Maio 08, 2010, 16:12 »



*
Juvenil

Mensagens: 643
Idade: 67
Localidade: Póvoa de Varzim
Masculino


Sou completamente de acordo com o Petrovich e este anti-benfiquismo é a maior alegria que podemos dar a essa gente. Sentem-se importantes e com razão e sejamos sinceros o odio não é equivalente. Sei do que falo, eles não gostam de nós, torcem pelas nossas derrotas mas no fundo raramente ouvimos a expressão "Ele é anti-Sportinguista".
Parabéns pelo texto devemos nos preocupar mais com o SCP do que com os outros sejam quem forem com todo o respeito pelas opiniões de cada um penso eu de que estamos a fortalecer o SPORTING mas para isso temos de estar unidos portanto a todos vos peço todo o apoio a esta enorme família SPORTING CLUBE DE PORTUGAL sim  (de Portugal)
Saudações Leoninas Bater Palmas Bater Palmas
Argilvaia
Registado

leão...desde pequenino!...
Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #38 em: Maio 08, 2010, 16:27 »



*
Veterano

Mensagens: 5510
Idade: 31
Localidade: Lisboa
Masculino


Concordo com quase tudo nesse excelente texto.

Mas não faças dos lampiões uns santos, porque não são, e as influências a favor deles são mais que muitas. Dentro e fora do relvado. A tal máquina trituradora do Jesus já teve jogos complicados, empates comprometedores, transformados em vitórias por 1 golo, fruto de lances "engenhosos". Com o Braga, em Leiria, em Guimarães...etc etc

O pessoal simplesmente quer que seja o Braga campeão , porque a alternativa são os lampiões. O mesmo se aplicava se fosse o Braga na luta contra os corruptos, eu como Sportinguista ia sempre ter preferência por um Braga campeão do que uns corruptos. É tão simples que para mim não é anti-nada primário. É só pura lógica, são os nossos 2 maiores rivais e como tal não os quero a vencer nada. O mesmo se aplica às competições Europeias, não sou incoerente e não quero que eles ganhem lá fora. Ganhar lá fora dá-lhes prestígio, dinheiro etc etc , que se traduzem numa maior força interna. Eu não quero isso.

Quanto ao anti-qualquer coisa acima do Sportinguismo, epah isso NÃO!!!  Stop
Registado

Re: O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo , « Resposta #39 em: Maio 08, 2010, 17:07 »



*
Veterano

Mensagens: 7046
Idade: 40
Localidade: Oeiras


Mais problema que o anti-benfiquismo que eu até acho que não é problema nenhum e já o disse atrás , é a falta sim de anti-portismo.

Vendo por este prisma se formos a colocar nos dois pratos na balança a falta de anti-portismo tem nos sido muito mais prejudicial do que a continuidade desde sempre da existência do anti-benfiquismo.

Neste aspecto a solução não passa por acabar ou pôr fim ao anti-benfiquismo , passa sim por aumentar e afirmar de vez o anti-portismo.

Deixem estar o anti-benfiquismo que está bem assim como está.

Se há alguma coisa que está mal e não é normal não é a nossa relação com o Benfica , mas sim a nossa relação com o FcPorto.
« Última modificação: Maio 08, 2010, 17:09 por Green Lion 1906 » Registado

Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: « anterior 1 [2] 3 4 ... 23 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Redacção Porta 10-A Tópico:

O anti-benfiquismo primário - a doença infantil do Sportinguismo

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade