O speaker

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Epah, eu ainda acho que ele nem Sporting consegue dizer... diz sportim ou sporty! dizendo atão que é uma pessoa paga...

Dêem-me a mim essa função de ver e o meu pagamento bem que podia ser uma taça de amendoins e um lugar na central... Mas com o maior dos gostos! Mesmo!!
Votei Não. Acho que não tem nada que ver, e que excepto as informações gerais, o locutor não deve ter nenhuma intervenção no jogo.

No caso do actual a coisa piora e de que maneira (não é especialmente pelo tipo, que ainda assim não sabe colocar a voz, mas sobretudo pela tristeza de discurso).

Ainda assim esta época no jogo da mulher (já não me lembro com quem, talvez o Guimarães) gostei bastante da speaker utilizada, tinha um tom de voz muito agradável, não berrava que nem uma possessa, parece-me que cumpriu o essencial sem sequer, que me recorde, utilizar o guião normal.

Mas a preferência será sempre para que não exista speaker!
Quem se lembra do jogo em que houve muitas mulheres em Alvalade? Se bem se recordam, foi uma mulher tambem a fazer de speaker, penso que o que dizia era um pouco repetitivo e chegava  por vezes a ser maçador, mas deu pa perceber que estava a gostar do que estava a fazer e puxava bem pelo público, tirando a celebre frase " Aí em cima não têm frio? aqui em baixo está bastante frio ! ".

Para ser sincero, este tema é o menos importante do que estamos a passar neste momento, mas não escondo alguma irritação quando o speaker actual profere as mesmas frases de jogo para jogo, é visto e escrito que têm tudo na cábula, quando pouco tempo depois das portas do estádio abrirem, a frase e qualquer coisa do tipo " Boa noite Estádio José Alvalade! Bem-vindos, a esta que é a vossa casa... " e ao intervalo " Vamos para mais 45 minutos de glória..." quando por vezes nem é o Sporting que está a vencer. Penso que deveria ter alguma originalidade naquilo que diz, porque chega a um momento que já toda a gente sabe o que se segue...

Ainda assim esta época no jogo da mulher (já não me lembro com quem, talvez o Guimarães) gostei bastante da speaker utilizada, tinha um tom de voz muito agradável, não berrava que nem uma possessa, parece-me que cumpriu o essencial sem sequer, que me recorde, utilizar o guião normal.



Joana Cruz, locutora de rádio na RFM e co-apresentadora do "Caia Quem Caia" (com o Pedro Fernandes, outro Sportinguista)
Eu sou responsável pelo que escrevo, não pelo que os outros entendem!

Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência.

Ainda assim esta época no jogo da mulher (já não me lembro com quem, talvez o Guimarães) gostei bastante da speaker utilizada, tinha um tom de voz muito agradável, não berrava que nem uma possessa, parece-me que cumpriu o essencial sem sequer, que me recorde, utilizar o guião normal.



Joana Cruz, locutora de rádio na RFM e co-apresentadora do "Caia Quem Caia" (com o Pedro Fernandes, outro Sportinguista)

Era ela?!

Então melhor, porque a acho excelente.
Como já referi no tópico do jogo do Iorda o grande problema do Speaker, mais do que ser fraquinho, é ultrapassar em muito o que devem ser as funções do mesmo num estádio de futebol (algo que ocorre muito com os diversos funcionários do Sporting).
A beleza da espontaneidade das manifestações das bancadas jamais deveria ser amputada, como é constantemente, por um artista que invariavelmente anda ao contrário dos feelings da bancada.

É caso para dizer, e perdoem-me a expressão, que as bancadas de Alvalade vivem constantemente sob o espectro de um coito interrompido.

Votei não, mas na minha opinião, deveria de haver uma hipótese do género "Speaker - Com funções restritas às informações necessárias".
A continuidade e a sua credibilidade trouxeram-nos a esta triste realidade. Basta!

E, já que estamos numa onda de enquadramento do jogo, para quando uns gráficos decentes nos placards, que se percebam a mais de 20 metros de distância?

Esta também é uma observação importante. Os gráficos que estavam no jogo da liga Europa (penso que serão os oficiais da Uefa) eram bem mais decentes. Os nossos são de um amadorismo atroz.
A continuidade e a sua credibilidade trouxeram-nos a esta triste realidade. Basta!

Existencia de um Speaker ? SIM!

Sem maior ligação ás claques? NÃO!

Para mim, o speaker deveria estar mais dentro dos cânticos que se vão cantando nos dias que correm, deveria perder a vergonha, deveria ir junto dos adeptos, deveria puxar pelo estádio com cânticos realmente motivadores.

E não somente, como já alguém disse, falar o que está no guião, que mais parece um disco riscado, sempre a dizer o mesmo  ::)


Por exemplo, o jogo com o Vitória de Setúbal, ficou marcado o regresso do grande Manuel Fernandes á sua casa embora do lado contrário. Muitos foram para lhe baterem palmas e homenageá-lo assim como para mostrar todo o carinho que temos por ele. Resultado: Pouco ou nada o Manel ouviu, muita descoordenação no final do jogo nos cânticos e nenhuma referência ( pelo menos que eu tenha ouvido ) por parte do Speaker para um aplauso ( ou menos isso ) ao grande Manuel.

sou a favor de um speaker mas deste não

mas gostava um nos moldes usado no estádio dos tripeiros
Este speaker é do piorio, quantas vezes já enumerei o seu esganiçamento quando puxa pela voz...

E fosse só isso já não era mau.

Que dizer da falta de tacto ou talvez de vista, para não mais forte e dizer estupidez. Em jogos com pouco mais de 15000 como muitos este ano estar com aquela coisa de dizer o primeiro nome para o público completar durante o escalonamento da equipa ? que é que este gajo tem na cabeça ? porque é que numa época de trampa está constantemente a impingir gamebox para a 2ª volta ?

Gostava de uma coisa à inglesa, uma boa voz, dar a constituição da equipa, a tempo e horas, dizendo os nomes com igual entusiasmo. Depois de um golo dizer o nome do marcador, apenas nos grande jogos e com grande ambiente é que seria aconselhável puxar ainda mais, fazendo a cena de dizer o primeiro nome para o público completar.

Votei SIM, o actual é bom.

Julgo que o infeliz e desajeitado rapazinho que lá está, se enquadra perfeitamente e está em total consonância com o sporting actual.

É descaracterizado, foleiro, piroso e apimbalhado. É o espelho dos feirantes manhosos que governam o Clube.

Mas para o Circo fatela de província em que este sporting se transformou e tendo em conta as palavras sábias do atrasado mental que está à frente dos destinos do Clube, numa perspectiva de "reforma de optimização de recursos no clube" e que o "novo rumo" terá"as responsabilidades transversais e uma forma de funcionamento mais complementar, com mais sinergias para potenciar o negócio, para optimizar a estrutura", eu deixava uma singela e despretenciosa sugestão.

Para complementar o rapazinho que lá está e sem desprimor para o seu trabalho e para a sua graciosidade, um outro Speaker.
Em parceria.

O Padre Melícias.


 :clap: :clap: :clap:

genial como sempre.


eu votei sim, precisamos de outro.
este é uma autêntica nódoa, um palhaço pegado. já era mau quando estava acompanho da outra que lá andava, uma nulidade autêntica, mas este é igual.
um nojo, á imagem do ambiente de alvalade.
24/03/2013: Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida.
Ainda bem que discutimos se o speaker é bom ou mau, é sinal que temos um clube sem problemas e temos de nos preocupar com coisas sem grande interesse como esta.
Ao menos é sportinguista.
Speaker talvez mas não este e muito menos a loira que lá andava antes  :cartao:
Ainda bem que discutimos se o speaker é bom ou mau, é sinal que temos um clube sem problemas e temos de nos preocupar com coisas sem grande interesse como esta.
Ao menos é sportinguista.

Sim, vamos então para o tópico do JEB dizer que ele deve sair e que é um incompetente. Ou vamos para o tópico do Pereirinha dizer que é um pimbolim.

Ou, melhor, melhor! Vamos organizar manifestações imaginárias, onde tudo vai de preto para o Estádio e em silêncio.

Não percebo o problema em discutir o assunto do speaker. É algo tão válido como qualquer outro assunto. De menor importância? Sim. Mas por isso é que este tópico nunca chegará às 600 páginas que o tópico do JEB já tem. Que eu saiba, este espaço não está confinado somente a assuntos de extrema relevância e urgência.
Steph Curry • Baron Davis • Chris Mullin • Rick Barry • Wilt Chamberlain •• Nate Thurmond
Ainda bem que discutimos se o speaker é bom ou mau, é sinal que temos um clube sem problemas e temos de nos preocupar com coisas sem grande interesse como esta.
Ao menos é sportinguista.

Sim, vamos então para o tópico do JEB dizer que ele deve sair e que é um incompetente. Ou vamos para o tópico do Pereirinha dizer que é um pimbolim.

Ou, melhor, melhor! Vamos organizar manifestações imaginárias, onde tudo vai de preto para o Estádio e em silêncio.

Não percebo o problema em discutir o assunto do speaker. É algo tão válido como qualquer outro assunto. De menor importância? Sim. Mas por isso é que este tópico nunca chegará às 600 páginas que o tópico do JEB já tem. Que eu saiba, este espaço não está confinado somente a assuntos de extrema relevância e urgência.

Não, vamos continuar a discutir o speaker então. Espero que consigam correr com ele para lá nem que para isso marquem e desmarquem manifestações, etc.
sou a favor de um speaker mas deste não

mas gostava um nos moldes usado no estádio dos tripeiros

Como é o speaker da frutaria? Que tem de especial?

"EU AMO O SPORTING!"
"Somos guerreiros e jamais viramos a cara à luta. Morremos pelo Sporting!"
O speaker faz falta, mas a sua participação deve ser mais limitada do que é actualmente, deverá apenas fazer apresentações de eventos que se passem no relvado... a animação das bancadas deve ser 'natural' e não forçada pelo speaker pois isso raramente resulta e torna-se ridículo ter um gajo aos berros no microfone sem ninguém lhe estar a ligar.
The future is now... and now... and now... and now... and now... and now... and now...
concordo que o nosso actual speaker n vale nd.


então com estádio muito despido a pedir para o pessoal esticar os cascois, tipo Celtics e criar um ambiente do género com tanta cadeira despida mete dó.

Digam-me um email do Sporting para eu mandar para lá a concorrer que faço melhor figura que o actual....
Saudações Leoninas!
É uma das minhas embirrações de longa data.

Gostava que o speaker se limitasse a anunciar a composição das equipas - coisa que nem fez no jogo com a Naval - as substituições e o tempo de desconto no final de cada parte. Informação útil, portanto. O resto, dispenso. Acho deprimente toda a ideia de um tipo (ou tipa) aos gritos a tentar iniciar artificialmente o que deveria ser de geração espontânea. Soa sempre a falso e vagamente ridículo. Se o ambiente está fraco, normalmente a situação justifica-o. 

E, já que estamos numa onda de enquadramento do jogo, para quando uns gráficos decentes nos placards, que se percebam a mais de 20 metros de distância?

 :arrow: :arrow: :arrow:
Epá, juntem as claques todas na sul e já nem se ouve o speaker a dizer trampa...

 :arrow: :arrow: :arrow: