Jornal do Sporting

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Eu compro porque sou do Sporting. Não sou do Sporting do a ou do b. Sou do Sporting clube de Portugal. Penso que é tempo de  união. Viva o Sporting. O meu Sporting, o nosso Sporting.
Ó jorgesoeiro, coloca uma cassete, pá... :mrgreen:  :great:

A falta de rigor, excesso de parcialidade para lá do aceitável  e o silenciar de vozes incómodas dentro do Universo SCP, por meios de comunicação ligados ao clube ( os que existem e um futuro canal de televisão ), são um problema não desses meios, óbvio, mas dos responsáveis... a postura e linha de pensamento pouco transparente e clara, intrínsecas a um certo dirigismo do clube, estariam sempre associados a uma comunicação propagandista, indigna do Sporting.
Agora peguem no exemplo do Jornal Sporting e imaginem uma Sporting TV... bonito não é ?! :(

 :arrow: :arrow: :arrow:

O jornal Sporting nao é actualmente um espaço de informaçao do mundo Sportinguista, ultrapassa isso, e de forma errada a meu ver, pois so perde com isso.



 :arrow:
23-03-2013 A noite mais feliz da minha vida como Sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem haja Presidente!
Eu sou assinante do jornal. Tenho visto aqui algumas críticas ao jornal, é verdade que o jornal é muito pró direcção, mas é obvio que sim isso acontece sempre e sempre vai ser assim. Se nem os jornais desportivos, bola, record e jogo são verdadeiramente isentos, alguma vez seria de esperar que o Jornal Sporting o fosse.
No inicio desta  epoca tornar-me-ei assinante!

SL
de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010
Jornal Sporting (21 Junho de 2011)

Excelente capa desta semana  :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:
Eu sou assinante do jornal. Tenho visto aqui algumas críticas ao jornal, é verdade que o jornal é muito pró direcção, mas é obvio que sim isso acontece sempre e sempre vai ser assim. Se nem os jornais desportivos, bola, record e jogo são verdadeiramente isentos, alguma vez seria de esperar que o Jornal Sporting o fosse.

A questão aqui não é o Jornal ser pró-direcção, é o constante achincalhamento de todas as facções críticas nas colunas de opinião. É que as pessoas criticadas também são sócios do Sporting.
"The one thing that doesn't abide by majority rule is a person's conscience." - Harper Lee
Eu sou assinante do jornal. Tenho visto aqui algumas críticas ao jornal, é verdade que o jornal é muito pró direcção, mas é obvio que sim isso acontece sempre e sempre vai ser assim. Se nem os jornais desportivos, bola, record e jogo são verdadeiramente isentos, alguma vez seria de esperar que o Jornal Sporting o fosse.

A questão aqui não é o Jornal ser pró-direcção, é o constante achincalhamento de todas as facções críticas nas colunas de opinião. É que as pessoas criticadas também são sócios do Sporting.

Desde que assim é permitido que o meu pai é assinante do Jornal Sporting, e admito que foi sempre das leituras que mais esperava todas as semanas. Como tal, nunca vi um jornal tão pró-direcção quanto o dos últimos tempos, tendo este sectarismo atingido o seu auge nos meses finais da era JEB, em que não faltarem crónicas estrategicamente delineadas contra este ou aquele associado ou modo de pensar.

Uma parte do jornal deve estar aberta a uma sistema de rotatividade de opinião, e não relegado para um canto obscuro da publicação, mas num espaço privilegiado, livre de censura ou de prévias obrigações.

Mais: defendo que quem lidera o Jornal do Sporting deve ser eleito em Assembleia-Geral, assim como defendo este sistema para o vindouro, assim o espero, Canal Sporting CP.

E também me parece que o jornal está carente de um sério update gráfico.

Eu sou assinante do jornal. Tenho visto aqui algumas críticas ao jornal, é verdade que o jornal é muito pró direcção, mas é obvio que sim isso acontece sempre e sempre vai ser assim. Se nem os jornais desportivos, bola, record e jogo são verdadeiramente isentos, alguma vez seria de esperar que o Jornal Sporting o fosse.

A questão aqui não é o Jornal ser pró-direcção, é o constante achincalhamento de todas as facções críticas nas colunas de opinião. É que as pessoas criticadas também são sócios do Sporting.

Desde que assim é permitido que o meu pai é assinante do Jornal Sporting, e admito que foi sempre das leituras que mais esperava todas as semanas. Como tal, nunca vi um jornal tão pró-direcção quanto o dos últimos tempos, tendo este sectarismo atingido o seu auge nos meses finais da era JEB, em que não faltarem crónicas estrategicamente delineadas contra este ou aquele associado ou modo de pensar.

Uma parte do jornal deve estar aberta a uma sistema de rotatividade de opinião, e não relegado para um canto obscuro da publicação, mas num espaço privilegiado, livre de censura ou de prévias obrigações.

Mais: defendo que quem lidera o Jornal do Sporting deve ser eleito em Assembleia-Geral, assim como defendo este sistema para o vindouro, assim o espero, Canal Sporting CP.

E também me parece que o jornal está carente de um sério update gráfico.



O Jornal devia ter outro aspecto gráfico, estou de acordo, mas da-me sempre a ideia que o Jornal esta virado, em demasia, na minha opinião, para um determinado grupo alvo, que são os sócios e adeptos mais velhos.

Que a liderança do jornal devia vir de decisão em assembleia geral, parece me uma ideia interessante, apesar do resultado poder ser o mesmo ou o contrário termos alguem no Jornal Sporting, anti direcção e que use esse espaço para isso.

Quanto ao resto eu acho muito sinceramente no jornal muitas vezes se confunde o defender os interesses do Sporting, com o defender quem esta à frente dos destinos do clube, isso é obvio, mas quem le o Jornal tambem deve saber pensar pela própria cabeça.
Eu sou assinante do jornal. Tenho visto aqui algumas críticas ao jornal, é verdade que o jornal é muito pró direcção, mas é obvio que sim isso acontece sempre e sempre vai ser assim. Se nem os jornais desportivos, bola, record e jogo são verdadeiramente isentos, alguma vez seria de esperar que o Jornal Sporting o fosse.

A questão aqui não é o Jornal ser pró-direcção, é o constante achincalhamento de todas as facções críticas nas colunas de opinião. É que as pessoas criticadas também são sócios do Sporting.

Desde que assim é permitido que o meu pai é assinante do Jornal Sporting, e admito que foi sempre das leituras que mais esperava todas as semanas. Como tal, nunca vi um jornal tão pró-direcção quanto o dos últimos tempos, tendo este sectarismo atingido o seu auge nos meses finais da era JEB, em que não faltarem crónicas estrategicamente delineadas contra este ou aquele associado ou modo de pensar.

Uma parte do jornal deve estar aberta a uma sistema de rotatividade de opinião, e não relegado para um canto obscuro da publicação, mas num espaço privilegiado, livre de censura ou de prévias obrigações.

Mais: defendo que quem lidera o Jornal do Sporting deve ser eleito em Assembleia-Geral, assim como defendo este sistema para o vindouro, assim o espero, Canal Sporting CP.

E também me parece que o jornal está carente de um sério update gráfico.



O Jornal devia ter outro aspecto gráfico, estou de acordo, mas da-me sempre a ideia que o Jornal esta virado, em demasia, na minha opinião, para um determinado grupo alvo, que são os sócios e adeptos mais velhos.

Que a liderança do jornal devia vir de decisão em assembleia geral, parece me uma ideia interessante, apesar do resultado poder ser o mesmo ou o contrário termos alguem no Jornal Sporting, anti direcção e que use esse espaço para isso.

Quanto ao resto eu acho muito sinceramente que o jornal acho que no jornal muitas vezes se confunde o defender os interesses do Sporting, com o defender quem esta à frente dos destinos do clube, isso é obvio.

Sim, é verdade que poderia ser decidido entregar o jornal, por assim dizer, a um tipo que não pode com estes nem um bocado, mas esse, pelo menos, seria um cenário com alguma legitimidade, a legitimidade do voto dos sócios, o que não acontece agora.

E concordo em absoluto quando afirmas que o problema gráfico pode ser da responsabilidade de o público-alvo não estar bem definido. Eu sei que agora não está. Há alguns anos, apenas os velhotes, ou dos 40 para cima, compravam o jornal, mas os tempos são outros, e até é do próprio interesse, comercial e clubístico, que este seja mais apelativo a outras classes etárias.
Jornal Sporting (28 de Junho de 2011)


P.S: Desculpem o atraso em colocar a imagem.
Jornal Sporting (5 de Julho de 2011)

Era mesmo deste tópico que andava à procura. :mrgreen:

tclaro92
, se fores à banca de jornais do sapo e aumentares na barra de baixo o tamanho, consegues ter a capa em melhor resolução, que dá para ver até a primeira foto da época. Assim: :great:

Pedro 1906, sabia que havia essa barra de aumentar/reduzir a imagem. Pensava que ao aumentar, a imagem começava a ficar desfocada. Mas não, assim vê se muito bem. Não sabia, estamos sempre a apreender. Obrigado! :great:
Pedro 1906, sabia que havia essa barra de aumentar/reduzir a imagem. Pensava que ao aumentar, a imagem começava a ficar desfocada. Mas não, assim vê se muito bem. Não sabia, estamos sempre a apreender. Obrigado! :great:

Sim, algumas ficam, felizmente a do Jornal do Sporting não fica. 8) Mas só descobri há uns tempos... :great:
NÓS SOMOS DA RAÇA QUE NUNCA SE VERGARÁ! Por cada leão que cair outro se levantará!
O Sporting Clube de Portugal não se resume a uma paixão por um símbolo desenhado numa camisola. É uma religião, uma ideologia, uma forma de vida!
Essa página do facebook nada tem a ver com o jornal oficial do Clube, todavia, parece ter as notícias actualizadas na hora  :great: