Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Abril 19, 2014, 15:45

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Redacção Porta 10-A Tópico:

A Organização Vencedora

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: [1] Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: A Organização Vencedora (Lida 1585 vezes)

A Organização Vencedora , « em: Fevereiro 17, 2010, 12:03 »



*

Condecorações:Membro do Ano 2010


Mensagens: 28372
Idade: 33
Localidade: Göteborg
Masculino

WWW
José Eduardo Bettencourt tem dito tantas asneiras e cometido tantos erros em prejuízo do Sporting desde que se tornou presidente do clube que se torna cada vez mais difícil acreditar que dele se vá ler ou ouvir algo de jeito. Mas há uns dias constatou algo acertado: «O Sporting não é, não tem tiques e não tem hábitos de uma organização vencedora. Vamos ter que pedalar muito para ter hábitos de organização vencedora, a todos os níveis. Não apenas os onze jogadores que entram em campo mas todas as pessoas que devem ter uma postura, enquadramento e forma de trabalho completamente diferente».

Estas palavras foram suficientes para vermos o status quo sair em defesa própria. Carlos Barbosa da Cruz, Rui Oliveira e Costa e até Dias Ferreira foram as faces mais visíveis desta reacção. Não se pense que vieram para criticar Bettencourt por não ter assumido a sua quota parte de culpa no cartório (porque tem e muita, visto ter sido administrador-geral da SAD durante 2 anos no início da década e depois vice-presidente do clube durante a presidência de Soares Franco). Não, em vez disso o principal teor das críticas assentou no quão despropositadas e injustas foram as palavras de Bettencourt.

Ok, o despropositado ainda compro, porque na verdade é preciso ter uma grande cara de pau para num momento mau vir constatar o que entra há anos pelos olhos dentro quando há poucos meses atrás, enquanto vice-presidente por altura de eleições, falava que ao Sporting faltava apenas um bocadinho mais de sorte e de treino, que o treinador era forever, que a época seria muito bem preparada porque só ele tinha "carta de pesados", etc. Nessa altura o Sporting era só maravilhas, não se tinha feito nada de errado e a "continuidade" era de comer e chorar por mais. Enfim... Roll Eyes

Quanto ao serem injustas, bem, esta já é mais difícil de engolir. Quer dizer, num clube fundado com o objectivo de ser tão grande quanto os maiores da Europa, com o lema que termina em "... glória", que conquistou 18 campeonatos nacionais de futebol e mais uma montanha de troféus nesta e noutras modalidades ao longo da sua história apenas superada pela do Barcelona, virem criticar quando alguém diz que não podemos estar contentes e conformados com os últimos 4 anos, período durante o qual não atingimos por uma única vez o nosso principal objectivo, é, perdoem-me a expressão, um exercício de parvoíce e a tentativa em passar um atestado de estupidez aos Sportinguistas que vibram com as vitórias do seu clube. Evil

Muito boa gente ficou chocada com as palavras de Bettencourt... eu fiquei mas foi chocado com este desplante dos defensores do status quo. Bastava-lhes terem assumido cabisbaixos o que JEB tinha acabado de dizer, mesmo que com um: "Fizemos o melhor que sabíamos, mas realmente não foi suficiente, teremos pois de fazer melhor" e teriam dado uma imagem de esforço e dedicação que só lhes ficaria bem perante os Sportinguistas. Mas nem isso foram capazes, a mediocridade e pequenez é tanta que já lhes faz confusão que alguém sequer pense que o Sporting pode ter hipóteses, época após época, de ser campeão... deve ser alguma doença, uma mutação genética roquettista, certamente de gene dominante e imune aos mecanismos de reparação do DNA.

Relembro, Bettencourt limitou-se a descrever o óbvio. Timing completamente errado e revelador de um desnorte total na gestão do clube é certo, mas ainda assim o óbvio... ... ...então, não doeu assim tanto pois não? Agora que o supra-sumo da gestão o disse, então sim se calhar já são capazes de admitir que o Rei vai nu. Já é qualquer coisa... mas não chega.

Como não tenho ilusões digo desde já: Bettencourt não tem capacidade para enfrentar o status quo. Se a tivesse já o tinha feito. Alguns poderão achar que esta nova faceta guerreira de JEB é o ponto de viragem, mas eu estou convencido que não é mais que a energia que acumulou no quentinho do Brasil e que com o tempo de irá desvanecer uma vez mais. Os dirigentes que cultivam a mediocridade farão tudo e mais alguma coisa para a manter, porque só assim conseguem impedir que a sua incompetência seja questionada pelo comum dos mortais.

Terão por isso que ser os adeptos a querer mudar o clube (eu sei que é cliché, mas não podemos ficar eternamente à espera do Dom Sebastião). Agora que acordaram para a vida convém por isso que ouçam com mais atenção quem há já algum tempo se opõe a este estado de coisas, que percebam os porquês e que os ajudem a lutar por um Sporting ambicioso, com alma e que nos encha de orgulho. Porque se ficarem a aguardar que a mensagem venha do oráculo JEB com nova pantufada no Roquettismo e suas variantes então podem esperar sentados - o Roquettismo (leia-se "a mediocridade") é como os gatos, tem "nove vidas" e os únicos que alguma vez terão capacidade para lhe dar a estocada fatal são os Sócios através das escolhas que fizerem... convençam-se disso (se estiver difícil façam de conta que me chamo Bettencourt Grin).

© Paracelsus 2010
Registado




Re: A Organização Vencedora , « Resposta #1 em: Fevereiro 17, 2010, 12:13 »



*

Mensagens: 3241
Idade: 44
Localidade: Amsterdâo(Holanda)/Lisboa
Masculino


Pessoas competentes fazem organizaçôes competentes. É isso que tem faltado ao Sporting, principalmente ao nivel das direcçôes. A gestâo financeira do Sporting tem sido desastrosa.

Os muitos jogadores e treinadores que temos tido o prazer de admirar  ::)nos ultimos anos nada mais têm sido que a face visivel dessa incompetencia.
Registado

Not everything that can be counted counts, and not everything that counts can be counted.
Albert Einstein (1879-1955)

Confront your enemies, avoid them if you can
A gentlemen will walk but never run.
Sting(1951- )
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #2 em: Fevereiro 17, 2010, 14:18 »

farinha amparo

Acho que já o disse: o diagnóstico é correcto, se bem que algo injusto para certas (provavelmente muito poucas) áreas do clube (mas essas são pouco mediáticas, não enchem as 1ªs páginas dos jornais, e nós, adeptos e sócios, ligamos-lhes pouco).
Só lamento o timing muito tardio e a forma auto-desresponsabilizadora do diagnóstico.

Quanto ao "dar a volta ao texto", as coisas são ainda mais difíceis de entender.
Do pequeno-almoço com a imprensa, destaco uma outra afirmação:
Citar
"O Sporting perdeu três, quatro anos em que não aconteceu nada. Encontrei um Sporting completamente parado nos principais projectos, nas principais decisões, nos principais dossiês. Estava parado! E ao retomar alguns dossiês, muitas das condições negociadas à época já não estavam válidas. Foi preciso recomeçar tudo, se calhar a menos que do zero."

Mais uma vez, não duvido que a constatação esteja correcta.
Mais uma vez se percebe (e lamenta) que alguns cargos electivos são meramente decorativos.
Mas o pior nem é isso.
Mesmo sem conhecer todos os nomes dos profissionais que gerem o clube no quotidiano, não tenho dado por muitas mudanças nessa composição.
Pelo menos os mais mediáticos prosseguem em funções.
Isto é, os dossiers estavam parados e JEB vai-lhes mexer com quem os deixou paralisar.
Isto é contraditório.
A menos, claro, que fosse mais uma bicada em FSF, mas, porra, numa organização supostamente profissional nem tudo é decisão política de quem manda.
E custa-me a crer que FSF tenha dado ordens explícitas para não tocar em certas matérias, logo ele que só gastava 1 hora por dia com o clube.
Registado
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #3 em: Fevereiro 17, 2010, 16:22 »


Ex-S1906


*
Iniciado

Mensagens: 196
Idade: 22
Localidade: Lisboa
Masculino


Se há coisa que odeio, é esta quantidade de "Notáveis" que o Sporting, são aos montes. Ninguém questiona a devoção e o sportinguista deles, mas por amor da santa recusem ser protagonista de drama organizado pelos desportivos. Todos têm direito á sua opinião, mas por razões de mediatismo a deles é sempre ouvida, e estou farto de vê-los na televisão/jornais. Dêem lugar ao adepto comum!
Registado
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #4 em: Fevereiro 17, 2010, 20:22 »



*
Júnior

Mensagens: 1602
Localidade: Paris


Li a entrevista toda no jornal Sporting, e não apenas a parte que alguns jornais fizeram questão de destacar.
Concordo que o timming é errado, mas acho que a entrevista no seu todo esta bem conseguida, são ditas algumas verdades que tinham que ser ditas, recomendo quem não leu.
Existe um ponto no entanto que gostava que Jeb tivesse explicado melhor quando diz que o Sporting não ira ter possibilidades de um momento para o outro passar de 25M para 50M de gastos, ate aqui tudo bem, não consegue de imediato ir do 8 ao 80, mas que e passo a citar "Vamos ter de passar do 8 para o 30", como o vai conseguir? e quanto tempo precisara o Sporting para atingir o patamar de despesas dos rivais?
Registado
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #5 em: Fevereiro 17, 2010, 21:57 »



*
Juvenil

Mensagens: 1028
Idade: 40
Masculino


Sinceramente acho que neste momento temos mais a ganhar ao deixarmos que o JEB coloque o seu projecto em curso, do que deixá-lo cair e no seguimento dessa queda, ver o presidente a ser substituído por um "Carlos Barbosa da Cruz".

Porque não há dúvidas, quem colocou JEB a presidente, também coloca outro no mesmo instante.

Se há duas semanas, a minha opinião era claramente pela demissão do presidente, no cenário actual e nomeadamente após o diagnóstico mais do que correcto que foi descrito na sua entrevista colectiva, sou pela continuação da sua presidência.

Se pensarmos bem, o grande erro do Sporting para esta época, foi decididamente a marcação tardia das eleições a perda de tempo em congressos que nada trouxeram ao cube.

Se todos os outros estavam já planear a época, o Sporting ainda estava a discutir a sua própria personalidade, com o descuido latente na gestão de toda época desportiva.

Depois, claro, não restou outra hipótese do que manter tudo como estava, representada com a célebre frase de "Paulo Benfo forever"

Logicamente que Bettencourt tem dado erros a vulso, mas acredito que muitos deles foram na vã tentativa de agradar tudo e todos, ou seja, ir no seguimento das linhas dos notáveis Roquetistas, mas ao mesmo tempo tentar ir ao encontro das claques, onde o ponto alto foi sem dúvida a nomeação de Sá Pinto para director de futebol.

Cada vez mais acredito, que para fazer um governo de algo, é praticamente impossível fazê-lo, agradando a todos os quadrantes.

Sendo que uma gestão como diz JEB, presidencialista, é a melhor forma de ter uma estrutura capaz de levar este clube para a frente.

O Sporting está demasiado cheio de conselheiros, grupos consultivos, notáveis, pensadores, figuras de prôa, etc.
Por mim, é calar toda esse tipo de gente, que de tanto opinarem não mais fazem do que dar cabo do clube em todo lado.

Pela primeira vez temos alguém que lá dentro consegui ver o que todos viam cá de fora.
E se ele sente que tem uma estratégia que poderá levar a um caminho correcto, por min, deixo o ficar pelo menos até ao final da próxima época, podendo planear de facto e pela sua primeira vez uma época desportiva.
« Última modificação: Fevereiro 17, 2010, 22:05 por Leão das Caldas » Registado
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #6 em: Fevereiro 17, 2010, 22:24 »



*
Veterano

Mensagens: 5811
Idade: 27
Masculino


Sinceramente acho que neste momento temos mais a ganhar ao deixarmos que o JEB coloque o seu projecto em curso, do que deixá-lo cair e no seguimento dessa queda, ver o presidente a ser substituído por um "Carlos Barbosa da Cruz".

Porque não há dúvidas, quem colocou JEB a presidente, também coloca outro no mesmo instante.

Se há duas semanas, a minha opinião era claramente pela demissão do presidente, no cenário actual e nomeadamente após o diagnóstico mais do que correcto que foi descrito na sua entrevista colectiva, sou pela continuação da sua presidência.

Se pensarmos bem, o grande erro do Sporting para esta época, foi decididamente a marcação tardia das eleições a perda de tempo em congressos que nada trouxeram ao cube.

Se todos os outros estavam já planear a época, o Sporting ainda estava a discutir a sua própria personalidade, com o descuido latente na gestão de toda época desportiva.

Depois, claro, não restou outra hipótese do que manter tudo como estava, representada com a célebre frase de "Paulo Benfo forever"

Logicamente que Bettencourt tem dado erros a vulso, mas acredito que muitos deles foram na vã tentativa de agradar tudo e todos, ou seja, ir no seguimento das linhas dos notáveis Roquetistas, mas ao mesmo tempo tentar ir ao encontro das claques, onde o ponto alto foi sem dúvida a nomeação de Sá Pinto para director de futebol.

Cada vez mais acredito, que para fazer um governo de algo, é praticamente impossível fazê-lo, agradando a todos os quadrantes.

Sendo que uma gestão como diz JEB, presidencialista, é a melhor forma de ter uma estrutura capaz de levar este clube para a frente.

O Sporting está demasiado cheio de conselheiros, grupos consultivos, notáveis, pensadores, figuras de prôa, etc.
Por mim, é calar toda esse tipo de gente, que de tanto opinarem não mais fazem do que dar cabo do clube em todo lado.

Pela primeira vez temos alguém que lá dentro consegui ver o que todos viam cá de fora.
E se ele sente que tem uma estratégia que poderá levar a um caminho correcto, por min, deixo o ficar pelo menos até ao final da próxima época, podendo planear de facto e pela sua primeira vez uma época desportiva.

Mas será JEB o Condutor ideal para conduzir o Camião que é o Sporting? não me parece! Ele só admitiu que há algo a mudar porque estava a ficar praticamente com o tacho por 1 fio, portanto toca a dar uma entrevista para ganhar mais tempo a ver se com um pouco de cagança, mais treino e sobretudo 1 bocadito de sorte a equipa de futebol ganha uns jogos...
Arrisco-me a dizer que é já o pior Presidente do Sporting desde que me lembro, pede a demissão se estás tão lúcido acerca do estado do Sporting!
Registado


O Sporting é nosso outra vez !
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #7 em: Fevereiro 17, 2010, 23:56 »



*
Júnior

Mensagens: 1523
Localidade: Porto


José Eduardo Bettencourt tem dito tantas asneiras e cometido tantos erros em prejuízo do Sporting desde que se tornou presidente do clube que se torna cada vez mais difícil acreditar que dele se vá ler ou ouvir algo de jeito. Mas há uns dias constatou algo acertado: «O Sporting não é, não tem tiques e não tem hábitos de uma organização vencedora. Vamos ter que pedalar muito para ter hábitos de organização vencedora, a todos os níveis. Não apenas os onze jogadores que entram em campo mas todas as pessoas que devem ter uma postura, enquadramento e forma de trabalho completamente diferente».

Estas palavras foram suficientes para vermos o status quo sair em defesa própria. Carlos Barbosa da Cruz, Rui Oliveira e Costa e até Dias Ferreira foram as faces mais visíveis desta reacção. Não se pense que vieram para criticar Bettencourt por não ter assumido a sua quota parte de culpa no cartório (porque tem e muita, visto ter sido administrador-geral da SAD durante 2 anos no início da década e depois vice-presidente do clube durante a presidência de Soares Franco). Não, em vez disso o principal teor das críticas assentou no quão despropositadas e injustas foram as palavras de Bettencourt.

Ok, o despropositado ainda compro, porque na verdade é preciso ter uma grande cara de pau para num momento mau vir constatar o que entra há anos pelos olhos dentro quando há poucos meses atrás, enquanto vice-presidente por altura de eleições, falava que ao Sporting faltava apenas um bocadinho mais de sorte e de treino, que o treinador era forever, que a época seria muito bem preparada porque só ele tinha "carta de pesados", etc. Nessa altura o Sporting era só maravilhas, não se tinha feito nada de errado e a "continuidade" era de comer e chorar por mais. Enfim... Roll Eyes

Quanto ao serem injustas, bem, esta já é mais difícil de engolir. Quer dizer, num clube fundado com o objectivo de ser tão grande quanto os maiores da Europa, com o lema que termina em "... glória", que conquistou 18 campeonatos nacionais de futebol e mais uma montanha de troféus nesta e noutras modalidades ao longo da sua história apenas superada pela do Barcelona, virem criticar quando alguém diz que não podemos estar contentes e conformados com os últimos 4 anos, período durante o qual não atingimos por uma única vez o nosso principal objectivo, é, perdoem-me a expressão, um exercício de parvoíce e a tentativa em passar um atestado de estupidez aos Sportinguistas que vibram com as vitórias do seu clube. Evil

Muito boa gente ficou chocada com as palavras de Bettencourt... eu fiquei mas foi chocado com este desplante dos defensores do status quo. Bastava-lhes terem assumido cabisbaixos o que JEB tinha acabado de dizer, mesmo que com um: "Fizemos o melhor que sabíamos, mas realmente não foi suficiente, teremos pois de fazer melhor" e teriam dado uma imagem de esforço e dedicação que só lhes ficaria bem perante os Sportinguistas. Mas nem isso foram capazes, a mediocridade e pequenez é tanta que já lhes faz confusão que alguém sequer pense que o Sporting pode ter hipóteses, época após época, de ser campeão... deve ser alguma doença, uma mutação genética roquettista, certamente de gene dominante e imune aos mecanismos de reparação do DNA.

Relembro, Bettencourt limitou-se a descrever o óbvio. Timing completamente errado e revelador de um desnorte total na gestão do clube é certo, mas ainda assim o óbvio... ... ...então, não doeu assim tanto pois não? Agora que o supra-sumo da gestão o disse, então sim se calhar já são capazes de admitir que o Rei vai nu. Já é qualquer coisa... mas não chega.

Como não tenho ilusões digo desde já: Bettencourt não tem capacidade para enfrentar o status quo. Se a tivesse já o tinha feito. Alguns poderão achar que esta nova faceta guerreira de JEB é o ponto de viragem, mas eu estou convencido que não é mais que a energia que acumulou no quentinho do Brasil e que com o tempo de irá desvanecer uma vez mais. Os dirigentes que cultivam a mediocridade farão tudo e mais alguma coisa para a manter, porque só assim conseguem impedir que a sua incompetência seja questionada pelo comum dos mortais.

Terão por isso que ser os adeptos a querer mudar o clube (eu sei que é cliché, mas não podemos ficar eternamente à espera do Dom Sebastião). Agora que acordaram para a vida convém por isso que ouçam com mais atenção quem há já algum tempo se opõe a este estado de coisas, que percebam os porquês e que os ajudem a lutar por um Sporting ambicioso, com alma e que nos encha de orgulho. Porque se ficarem a aguardar que a mensagem venha do oráculo JEB com nova pantufada no Roquettismo e suas variantes então podem esperar sentados - o Roquettismo (leia-se "a mediocridade") é como os gatos, tem "nove vidas" e os únicos que alguma vez terão capacidade para lhe dar a estocada fatal são os Sócios através das escolhas que fizerem... convençam-se disso (se estiver difícil façam de conta que me chamo Bettencourt Grin).

© Paracelsus 2010

É fácil definir o mundo Sporting numa palavra: ridículo. Se pegarmos na estrutura do Sporting a adaptarmos a qualquer outra actividade, ela serve. Podíamos exportar melancias, vendar carros, ser um banco... podíamos ser tudo. Tudo menos um clube de futebol. No Sporting existe demasiado luxo, demasiados notáveis, demasiados doutores e doutoras e misses e senhores de bem. O Sporting é neste momento uma fiel extensão de uma câmara municipal, um verdadeiro tacho lisboeta. Sendo eu do Porto, isto é-me demais evidente principalmente quando vejo o modo de funcionamento do clube da cidade. É bom que no Sporting se perceba uma coisa de uma vez por todas: o futebol é para gente do futebol. Nâo é qualquer um que tem jeito para estar no futebol, não é uma actividade menor, exige uma "esperteza" e uma "manha" que apenas a gente do futebol tem. O JEB quer um clube ganhador? Que trate de arranjar $ e dê a gestão das actividades a quem percebe delas, pessoas de confiança, trabalhadoras, com a manha de uma vida. Se assim não for, podemos esquecer, mais vale fechar portas.
Registado

Re: A Organização Vencedora , « Resposta #8 em: Fevereiro 18, 2010, 16:11 »



*
Iniciado

Mensagens: 212
Localidade: Lisboa

WWW


É fácil definir o mundo Sporting numa palavra: ridículo. Se pegarmos na estrutura do Sporting a adaptarmos a qualquer outra actividade, ela serve. Podíamos exportar melancias, vendar carros, ser um banco... podíamos ser tudo. Tudo menos um clube de futebol. No Sporting existe demasiado luxo, demasiados notáveis, demasiados doutores e doutoras e misses e senhores de bem. O Sporting é neste momento uma fiel extensão de uma câmara municipal, um verdadeiro tacho lisboeta. Sendo eu do Porto, isto é-me demais evidente principalmente quando vejo o modo de funcionamento do clube da cidade. É bom que no Sporting se perceba uma coisa de uma vez por todas: o futebol é para gente do futebol. Nâo é qualquer um que tem jeito para estar no futebol, não é uma actividade menor, exige uma "esperteza" e uma "manha" que apenas a gente do futebol tem. O JEB quer um clube ganhador? Que trate de arranjar $ e dê a gestão das actividades a quem percebe delas, pessoas de confiança, trabalhadoras, com a manha de uma vida. Se assim não for, podemos esquecer, mais vale fechar portas.

Relativamente ao que está a negrito só tenho a acrescentar que tenho boa imagem de Bettencourt. Não obstante, se ele não tem as características referidas a negrito então que arranje depressa que as tenha. É que quatro campeonatos em 35 anos é muito mas muito pouco. E quanto ao ecletismo que também nas outras modalidades que não o atletismo arranje gente com mentalidade vencedora.
Registado

http://alvalaxia.blogspot.com

Aposta aqui na BetandWin!
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #9 em: Fevereiro 18, 2010, 16:20 »

farinha amparo

É bom que no Sporting se perceba uma coisa de uma vez por todas: o futebol é para gente do futebol. Nâo é qualquer um que tem jeito para estar no futebol, não é uma actividade menor, exige uma "esperteza" e uma "manha" que apenas a gente do futebol tem. O JEB quer um clube ganhador? Que trate de arranjar $ e dê a gestão das actividades a quem percebe delas, pessoas de confiança, trabalhadoras, com a manha de uma vida. Se assim não for, podemos esquecer, mais vale fechar portas.

Relativamente ao que está a negrito só tenho a acrescentar que tenho boa imagem de Bettencourt. Não obstante, se ele não tem as características referidas a negrito então que arranje depressa que as tenha. É que quatro campeonatos em 35 anos é muito mas muito pouco. E quanto ao ecletismo que também nas outras modalidades que não o atletismo arranje gente com mentalidade vencedora.

Completamente de acordo com ambos, à excepção da imagem de JEB (não tinha nenhuma, para além de ter estado na sad, e ter contratado Boloni, engenheiro e Peseiro) e do atletismo (aqui conviria salvaguardar que, saindo MMP, não fica 1 vazio insusceptível de ser preenchido).
Registado
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #10 em: Fevereiro 18, 2010, 18:10 »

Gebeeme

Sem dúvida que JEB é sportinguista e quer fazer o melhor para o Sporting. Parece-me no entanto desajustada a atitude e desadequado o discurso de quem conheceu o clube por dentro como Vice-Presidente e que deveria tê-lo conhecido quando decidiu assumir a Presidência. Mais valia, como disse Paracelsus, que ele admitisse que tem metido água em tudo o que tem tocado, tanta água ao ponto do nosso clube se assemelhar ao Titanic. E esse admitir do erro deveria ser transversal a todos os que estão à frente do clube e se interessam por ele. E não basta admitir os erros. Há que arrepiar caminho, fomentar consensos entre a família sportinguista e definir uma estratégia que não pode ser a de um único homem pois o Clube é grande demais para ter os seus destinos dependentes de apenas um único homem, por muito bem intencionado que ele seja.
Registado
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #11 em: Fevereiro 18, 2010, 19:46 »


No avatar!


Registado

Mensagens: 1


Meus caros respeito, as vossas opiniões, mas eu vou dar a minha.

Eu acho ser presidente do Sporting Clube de Portugal e ainda estár á frente da SAD, é muita fruta para um camião só!

Por isso eu não concordo que o Sporting tenha a maioria das acções, acho que deveria vender 25 ou até 30% das suas acções.

E assim deixava o futebol e as outras modalidades para quem tivesse dinheiro, penso que seja assim que funciona na Inglaterra, Itália e noutros paises.

Porque quem investe tem sempre o intuito de ir buscar ainda mais desse investimento.

E nestes anos todos as pessoas que tem presidido o Sporting tem investido mal porque não tem a responsabilidadde de analisar se o investimento vai ser viavel ou não ao Sporting.

Simplesmente porque não está a sair dos bolsos deles.

Por isso eu acho que um dos grandes problemas do Sporting estaria resolvido se o Sporting deixasse de mandar na SAD e simplesmente se dedicasse só mesmo á própria instituição.
Registado
Re: A Organização Vencedora , « Resposta #12 em: Fevereiro 19, 2010, 19:11 »



*
Júnior

Mensagens: 2644
Idade: 41
Localidade: Fafe
Masculino


Antes de mais nada quero dar os parabéns ao Paracelsus pelo tema e texto, no qual me revejo quase na totalidade.
Fui dos que iludi com o projecto Roquette, e andava mesmo deslumbrado com aquilo tudo, depois, passei para o outro lado, da minoria de bloqueio, como é  lamentavelmente chamado um grupo de sócios do Sporting por apenas, terem opinião contrária, mas legitima. Portanto fui contra Bettencourt nas ultimas eleições.
Tenho acompanhado a vida do nosso Sporting, no reinado de Bettencourt, e como vocês quase todos, acho que o trabalho do nosso presidente tem sido um desastre.
Contudo, considero o nosso Presidente um bom Sportinguista e um homem inteligente, o que o distingue de Roquette, FSF e outros, e que portanto quererá o melhor para o nosso clube. Tenho por isso alguma fé neste homem, creio que a intervenção da ‘’organização vencedora’’ e a entrevista dele foram boas e podem ser o sinal da viragem, que ele quer para o clube, eu quero agarrar nisso e acreditar que sim. Até porque não acredito que nos deixem colocar na presidência uma lista fora do status quo, se Bettencourt sair entra outro FSF, ou pior, ficou provado nas ultimas eleições, por isso, Bettencourt foi eleito, mal, quanto a mim, mas foi, por isso terá de ir até ao fim, a não ser que aconteça uma catástrofe
« Última modificação: Fevereiro 20, 2010, 10:58 por RicardoLopes » Registado

SPORTING SEMPRE !!!...21.538-0
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: [1] Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Redacção Porta 10-A Tópico:

A Organização Vencedora

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade