[Eleições SCP 2011] Quem deveria ser o próximo presidente do SCP?

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Se nem os programas, nem as ideias, nem os factos concretos relevados durante a campanha te interessarem, compreendo as tuas dúvidas. Aí tens que te agarrar à "impressão" pessoal que te causa cada um dos candidatos.

Ainda assim, é muito simples:
- votar GL elege GL
- votar PB elege GL
- votar BdC elege BdC
- votar DF elege GL
- votar AM elege GL
- votar em branco elege o GL

Agora que cada um utilize o seu direito de voto e assuma os resultados.


Isto é das coisas mais ridículas que possam ser ditas. Nem sequer estou a escrever isto por causa de serem as eleições do Sporting, ou por querer evitar que o panhonhas lá meta as patas, mas sim porque sempre que há eleições neste país, esta "história" do voto útil vem à tona.

Isto não existe. Uma pessoa consciente não vota num candidato sem acreditar nele. Nunca se deve apelar ao voto para não eleger um tipo, mas sim para eleger um tipo. Isso é a inversão completa do valor do voto e da própria democracia. Vota NESTE, porque ESTE é o melhor. Agora vota neste, mesmo que não acredites nele, senão o outro ganha?

Até porque o argumento para não votar em Godinho Lopes deveria ser fácil e transparente. Ao ver tal fraca figura, quem vota nele para líder? Ainda por cima para um líder em tempos de crise! Se isso não chega e ainda há quem vote nele... é porque se estão a lixar.
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Nao sei. É como alguns ja disseram, também apoiava bastante a candidatura do bruno de carvalho, ainda apoio, mas tem-se vindo a revelar algo autoritario e ''com a mania''. É a minha opiniao, sinceramente.


Mesmo com a "mania" é o único que, por exemplo, se dignou a entrar em permanente contacto directo com os adeptos e sócios, fosse por mail fosse por outros meios.

Estou farto de coninhas e de ser "diferente" (na medida em que os outros acabam sempre por espezinhar o Sporting devido a estes dirigentes coninhas).

Um lider não se faz sem um impôr a sua "autoridade", com a sua percentagem de arrogância, orgulho e auto-confiança. Se querem queques e mansos, votem nos godinhos, Ruis Oliveiras Costas e assim...
Se nem os programas, nem as ideias, nem os factos concretos relevados durante a campanha te interessarem, compreendo as tuas dúvidas. Aí tens que te agarrar à "impressão" pessoal que te causa cada um dos candidatos.

Ainda assim, é muito simples:
- votar GL elege GL
- votar PB elege GL
- votar BdC elege BdC
- votar DF elege GL
- votar AM elege GL
- votar em branco elege o GL

Agora que cada um utilize o seu direito de voto e assuma os resultados.


Isto é das coisas mais ridículas que possam ser ditas. Nem sequer estou a escrever isto por causa de serem as eleições do Sporting, ou por querer evitar que o panhonhas lá meta as patas, mas sim porque sempre que há eleições neste país, esta "história" do voto útil vem à tona.

Isto não existe. Uma pessoa consciente não vota num candidato sem acreditar nele. Nunca se deve apelar ao voto para não eleger um tipo, mas sim para eleger um tipo. Isso é a inversão completa do valor do voto e da própria democracia. Vota NESTE, porque ESTE é o melhor. Agora vota neste, mesmo que não acredites nele, senão o outro ganha?

Até porque o argumento para não votar em Godinho Lopes deveria ser fácil e transparente. Ao ver tal fraca figura, quem vota nele para líder? Ainda por cima para um líder em tempos de crise! Se isso não chega e ainda há quem vote nele... é porque se estão a lixar.

Ravanelli tem lá calma com os adjectivos que utilizas. O que tu achas de ridículo é um facto mais do que estudado em áreas relacionadas com a economia, sociologia e ciência política. É por demais utilizado em estratégias de candidatura sempre que há eleições. Ficas aqui com um link introdutório caso queiras aprender mais sobre o assunto: http://en.wikipedia.org/wiki/Tactical_voting.

No caso concreto destas eleições BdC é o único candidato alternativo à vitória de GL, logo qualquer voto que não seja em BdC contribui directa ou indirectamente para a eleição de GL.

Se tal acontecer a minha previsão pessoal, como já tive oportunidade de referir antes, é:
- GL vence as eleições. De acordo com os prazos conhecidos, em menos de 3 anos Sporting perderá a maioria da SAD. Os ditos privilégios sobre a SAD (as golden-shares) serão considerados nulos (como diz a lei). Sem controlo da SAD os sócios do Sporting passam a não ter nada a dizer no que diz respeito ao futebol. As decisões dependerão apenas dos accionistas.

Por isso digo e repito: ou BdC ou GL, e agora que cada um utilize o seu direito de voto em consciência e assuma os resultados. Depois não venham com balelas, "Ah, eu não votei GL, votei DF." Tretas! O sócios estão suficientemente informados, agora utilizem o seu direito de voto com responsabilidade.

(Se preferirem em consciência GL a presidente, da minha parte nada a opor, embora considere que o Sporting dos sócios acaba nesse instante.)

« Última modificação: Março 25, 2011, 16:46 pm por DF »
O próximo presidente do SCP deveria ser : Bruno Carvalho.  :clap: :clap: :clap:

O Godinho Lopes é um grande fiasco!  :cartao: :cartao: :cartao: :cartao: :cartao:
@ DF

 :clap: :clap: :clap:

Convém explicar que este DF é o forista e não o candidato  :mrgreen:

Fica descansado, lendo o  texto ninguém vai fazer confusão! :twisted:
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!

Ravanelli tem lá calma com os adjectivos que utilizas. O que tu achas de ridículo é um facto mais do que estudado em áreas relacionadas com a economia, sociologia e ciência política. É por demais utilizado em estratégias de candidatura sempre que há eleições. Ficas aqui com um link introdutório caso queiras aprender mais sobre o assunto: http://en.wikipedia.org/wiki/Tactical_voting.

No caso concreto destas eleições BdC é o único candidato alternativo à vitória de GL, logo qualquer voto que não seja em BdC contribui directa ou indirectamente para a eleição de GL.

Se tal acontecer a minha previsão pessoal, como já tive oportunidade de referir antes, é:
- GL vence as eleições. De acordo com os prazos conhecidos, em menos de 3 anos Sporting perderá a maioria da SAD. Os ditos privilégios sobre a SAD (as golden-shares) serão considerados nulos (como diz a lei). Sem controlo da SAD os sócios do Sporting passam a não ter nada a dizer no que diz respeito ao futebol. As decisões dependerão apenas dos accionistas.

Por isso digo e repito: ou BdC ou GL, e agora que cada um utilize o seu direito de voto em consciência e assuma os resultados. Depois não venham com balelas, "Ah, eu não votei GL, votei DF." Tretas! O sócios estão suficientemente informados, agora utilizem o seu direito de voto com responsabilidade.

(Se preferirem em consciência GL a presidente, da minha parte nada a opor, embora considere que o Sporting dos sócios acaba nesse instante.)


Sei perfeitamente que é estudado, aliás eu já o estudei, debati e tenho vindo a debater. É um comportamento, logo é estudado. E usado por políticos de forma completamente perversa.

Não és tu que és ridículo, mas sim o votar em algo em que não se acredita. Eu sou um adepto fervoroso do voto em branco sempre que um candidato não me enche as medidas (e sim, estou disponível para ouvir que tal acto é ridículo ou melhor "perverso", pois já o ouvi bastantes vezes). Nada tenho contra ti ou quem vota desse modo, mas sim contra a argumentação, não concordo que se vote por esses motivos ou que se apele ao voto "útil". Obviamente que ele é utilizado nas maiorias das democracias, Portugal é um exemplo clássico (talvez porque escasseiem as propostas verdadeiramente empolgantes - e não, não estou a falar destas eleições) e para mim é completamente adverso à ideia de democracia e voto.

Acredito que nestas eleições, ou em qualquer eleição, se deve votar naquilo em que se acredita. No que se acha melhor. Ao não fazê-lo, existe a quase imediata desresponsabilização ("só votei nele porque... mas..."; "Já sabia que..." - fenómeno também estudado), coisa que não pode acontecer. Porque esses vão assobiar tudo e todos à primeira oportunidade. Afinal, não era o seu candidato, mas sim o menos mau.

Durante estas semanas passei muitas horas a debater entre amigos os créditos e valor dos candidatos. Tentando passar informação que leve a que alguém que vai votar abrace um projecto e não o outro. Porque ele é o melhor, não porque é o menos mau ou o que lhes pode ganhar. É assim que eu penso. Personalidades...

Também acho que a cacicarem votos como andaram, correm o risco de ganhar. Ao contrário de ti, não acho que os sócios estejam suficientemente informados, pois há muitos que não usam a internet, há alguns para os quais não existem mais que 4 canais generalistas, mesmo assim os últimos debates foram tudo menos esclarecedores (TSF incluída) e tiorando um onde Bruno de Carvalho apareceu e se tornou na tal alternativa, todos os outros foram cães a um osso e apresentar o "mel" que cria cobiça e ganha eleições (jogador+treinador, deitando abaixo o dinheiroda Lista C).

Assim a informação que têm é através dos jornais desportivos e generalistas (o que me provoca grandes interrogações sobre a informação que lhes chegou...).

Vamos ver. Talvez esteja errado.
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly

Ravanelli tem lá calma com os adjectivos que utilizas. O que tu achas de ridículo é um facto mais do que estudado em áreas relacionadas com a economia, sociologia e ciência política. É por demais utilizado em estratégias de candidatura sempre que há eleições. Ficas aqui com um link introdutório caso queiras aprender mais sobre o assunto: http://en.wikipedia.org/wiki/Tactical_voting.

No caso concreto destas eleições BdC é o único candidato alternativo à vitória de GL, logo qualquer voto que não seja em BdC contribui directa ou indirectamente para a eleição de GL.

Se tal acontecer a minha previsão pessoal, como já tive oportunidade de referir antes, é:
- GL vence as eleições. De acordo com os prazos conhecidos, em menos de 3 anos Sporting perderá a maioria da SAD. Os ditos privilégios sobre a SAD (as golden-shares) serão considerados nulos (como diz a lei). Sem controlo da SAD os sócios do Sporting passam a não ter nada a dizer no que diz respeito ao futebol. As decisões dependerão apenas dos accionistas.

Por isso digo e repito: ou BdC ou GL, e agora que cada um utilize o seu direito de voto em consciência e assuma os resultados. Depois não venham com balelas, "Ah, eu não votei GL, votei DF." Tretas! O sócios estão suficientemente informados, agora utilizem o seu direito de voto com responsabilidade.

(Se preferirem em consciência GL a presidente, da minha parte nada a opor, embora considere que o Sporting dos sócios acaba nesse instante.)


Sei perfeitamente que é estudado, aliás eu já o estudei, debati e tenho vindo a debater. É um comportamento, logo é estudado. E usado por políticos de forma completamente perversa.

Não és tu que és ridículo, mas sim o votar em algo em que não se acredita. Eu sou um adepto fervoroso do voto em branco sempre que um candidato não me enche as medidas (e sim, estou disponível para ouvir que tal acto é ridículo ou melhor "perverso", pois já o ouvi bastantes vezes). Nada tenho contra ti ou quem vota desse modo, mas sim contra a argumentação, não concordo que se vote por esses motivos ou que se apele ao voto "útil". Obviamente que ele é utilizado nas maiorias das democracias, Portugal é um exemplo clássico (talvez porque escasseiem as propostas verdadeiramente empolgantes - e não, não estou a falar destas eleições) e para mim é completamente adverso à ideia de democracia e voto.

Acredito que nestas eleições, ou em qualquer eleição, se deve votar naquilo em que se acredita. No que se acha melhor. Ao não fazê-lo, existe a quase imediata desresponsabilização ("só votei nele porque... mas..."; "Já sabia que..." - fenómeno também estudado), coisa que não pode acontecer. Porque esses vão assobiar tudo e todos à primeira oportunidade. Afinal, não era o seu candidato, mas sim o menos mau.

Durante estas semanas passei muitas horas a debater entre amigos os créditos e valor dos candidatos. Tentando passar informação que leve a que alguém que vai votar abrace um projecto e não o outro. Porque ele é o melhor, não porque é o menos mau ou o que lhes pode ganhar. É assim que eu penso. Personalidades...

Também acho que a cacicarem votos como andaram, correm o risco de ganhar. Ao contrário de ti, não acho que os sócios estejam suficientemente informados, pois há muitos que não usam a internet, há alguns para os quais não existem mais que 4 canais generalistas, mesmo assim os últimos debates foram tudo menos esclarecedores (TSF incluída) e tiorando um onde Bruno de Carvalho apareceu e se tornou na tal alternativa, todos os outros foram cães a um osso e apresentar o "mel" que cria cobiça e ganha eleições (jogador+treinador, deitando abaixo o dinheiroda Lista C).

Assim a informação que têm é através dos jornais desportivos e generalistas (o que me provoca grandes interrogações sobre a informação que lhes chegou...).

Vamos ver. Talvez esteja errado.

Desculpa, mas não concordo. Na minha opinião, em Democracia, só o voto útil interessa. Um voto inútil é um voto desperdiçado.

É claro que esta minha convicção é muitas vezes pervertida. Com isso não concordo, naturalmente.

A verdade é que muito poucas pessoas votam com convicção, por isso é, e será sempre em Democracia, necessário votar com a cabeça e não com o coração.

O voto é branco é, também, em todos os sistemas que conheço, um voto inútil, a que não é atribuída qualquer importância ou efeito prático. Seria diferente (e desejável) que, por exemplo, nas eleições do tipo parlamentares ou colegiais, fosse atribuído ao voto em branco o mesmo valor que a um voto expresso, ou seja, a uma determinada percentagem de votos em branco corresponderia a mesma percentagem de lugares vazios! Utópico? Eu sei...

A mesma falta de efeito prático tem o voto inútil. Numa sociedade em que se vota em quem dá miais "autocolantes" (ou jogadores) é fundamental que existam quem vote utilmente em males menores. Equilibra-se (ainda que pouco) o sistema, dando-lhe alguma razão de ser. Sem o voto útil, as eleições são repetidamente manipuladas por que se serve do sistema e da ingenuidade, desinteresse e falta de informação das pessoas.

EDIT: Naturalmente as minhas opiniões e convicções quase nunca são as mesmas das da maioria, ou maiorias, das pessoas.
« Última modificação: Março 25, 2011, 17:56 pm por Mr. Green »

O voto é branco é, também, em todos os sistemas que conheço, um voto inútil, a que não é atribuída qualquer importância ou efeito prático. Seria diferente (e desejável) que, por exemplo, nas eleições do tipo parlamentares ou colegiais, fosse atribuído ao voto em branco o mesmo valor que a um voto expresso, ou seja, a uma determinada percentagem de votos em branco corresponderia a mesma percentagem de lugares vazios! Utópico? Eu sei...

Não digo que seja atribuído um assento, mas que tivesse efeito na contagem de votos e nas percentagens obtidas. O voto branco não ser um voto expresso é imoral, pois tem uma mensagem válida e expressa (pelo menos tanto quanto qualquer outro voto). Haverá mensagem mais poderosa do que o "levantei-me, vim aqui, mas nenhum merece o meu voto"? Continuarei a votar em branco sempre que tal cenário se coloque. Sempre votei, mas nada me pode obrigar a votar em algo que não acredito!

A mesma falta de efeito prático tem o voto inútil. Numa sociedade em que se vota em quem dá miais "autocolantes" (ou jogadores) é fundamental que existam quem vote utilmente em males menores. Equilibra-se (ainda que pouco) o sistema, dando-lhe alguma razão de ser. Sem o voto útil, as eleições são repetidamente manipuladas por que se serve do sistema e da ingenuidade, desinteresse e falta de informação das pessoas.

Se votam em quem dá mais autocolantes ou só porque diz que ele é que é "credível" e não é da continuidade, então merecem o que lhes calha. Enquanto outros decidirem por esses, vamos perpetuando o embrutecimento da população. E então o voto é sempre útil. Depois não venham chorar. Votaram mal, votaram na cara simpática, votaram no autocolante? Agora torçam pelo autocolante, comam o autocolante. E não chorem!



EDIT: Naturalmente as minhas opiniões e convicções quase nunca são as mesmas das da maioria, ou maiorias, das pessoas.

E as minhas? Não brinques! Ouço isso todos os dias. "Não sejas assim"; "Até podes ter razão, mas..."; "Assim não vais longe!"; "Não, o Bettencas é Leão!"; "Não, o Cristovão é de confiança"; "Não gostas do Paulo Sérgio? Tem grande discurso e é sempre a atacar!!!"; "O João Pereira vai dar certo" (ok, aqui tinham razão...  :lol:).


E fico-me por aqui com o  :offtopic:
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Contra todos os ditadores que no Sporting quiserem mandar
Os leões nasceram para poder reivindicar
O direito dos adeptos que por ti cantam sem parar

Não temos medo de acabar
Onde o Sporting joga nós vamos lá estar
O nosso amor é forte e jamais se quebrará

Pelo Sporting, o meu amor
Até ao fim somos leões!



Bruno Carvalho. Lista C.


O Sporting Clube de Portugal não se resume a uma paixão por um símbolo desenhado numa camisola. É uma religião, uma ideologia, uma forma de vida!
[...]    Entre os candidatos, Dias Ferreira é o sócio de maior antiguidade e
aquele que tem direito a maior número de votos (13), contra 10 de Abrantes
Mendes, sete de Bruno de Carvalho e Pedro Baltazar e quatro de Godinho Lopes,
o sócio mais recente...
[...]

http://www0.rtp.pt/noticias/index.php?t=Urnas-abrem-as-1000-e-novo-presidente-so-de-madrugada.rtp&article=427631&visual=16&layout=55&tm=27

Ninguém pega nisto. Factos são factos, só se lembrou que era do Sporting com que idade??? Uma coisa é se fazer sócio quando se ganha autonomia financeira, outra é isto!!!! :naughty:
[...]    Entre os candidatos, Dias Ferreira é o sócio de maior antiguidade e
aquele que tem direito a maior número de votos (13), contra 10 de Abrantes
Mendes, sete de Bruno de Carvalho e Pedro Baltazar e quatro de Godinho Lopes,
o sócio mais recente...
[...]

http://www0.rtp.pt/noticias/index.php?t=Urnas-abrem-as-1000-e-novo-presidente-so-de-madrugada.rtp&article=427631&visual=16&layout=55&tm=27

Ninguém pega nisto. Factos são factos, só se lembrou que era do Sporting com que idade??? Uma coisa é se fazer sócio quando se ganha autonomia financeira, outra é isto!!!! :naughty:

Eu até acho isso irrelevante. Cada qual é sócio se quiser, enquanto quiser e o Sporting é mais do que isso. Ninguém sabe os motivos e nem se tem de saber. Só o facto de se justificar... O que deveria dar cabo de Godinho Lopes não é o facto de ser sócio há 2, 5, 10, 12 ou 50 anos. É o facto de toda a postura que ele transmite é a de um homem sem qualquer capacidade de impor ideias. Ele não se consegue fazer ouvir, ele não consegue trocar duas ideias de seguida sem se recorrer da cassete (peço desculpa, do Ipad), como raio vai alguém acreditar que ele consegue liderar uma equipa dirigente de um Clube como o Sporting Clube de Portugal? Como é que alguém acredita que aquela figura consegue impor-se no meio de [...] como os presidentes dos nosso rivais. Alias, de qualquer dirigente do futebol português! Sempre que levantam a voz, o tipo encolhe-se! Ontem o Dias Ferreira berrava e quase que ele ia a chorar chamar pelo P. Cristovão!

O número de votos é irrelevante! Se meterem dois olhos num calhau, esse calhau passa a ter mais perfil de dirigente que o Sr. Godinho. Até pode ser um tipo muito porreiro, mas tem "testa de ferro" escrito em neons por toda cara!
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Penso que há poucas dúvidas que será Bruno de Carvalho o próximo presidente do Sporting. Esperemos que isso seja um corte com o passado e que seja o iniciar de uma caminha da triunfal.
Quem deveria ser o sucessor de Godinho Lopes?
[/quote

COMO COMEMOS e CALAMOS A TUDO, para depois fazermos de "coitadinhos", provavelmente (e mesmo com a sua demissão, impugnação ou segunda volta) o sucessor de Godinho Lopes seria....

GODINHO LOPES!!!!!!


 :cartao: :cartao: :cartao: :cartao: :cartao: :cartao: :cartao:
"Pior do que não ver é NÃO QUERER VER!!!"

"Se o RIDICULO MATASSE...NÃO HAVIA LAMPIÕES!"
Boa dia a todos, começo por dizer que ontem após ter marcado presença pelas 11:30 na mesa eleitoral 19, fui para o Alentejo, mais concretamente para a Quinta de Esporão, onde esperava ver cair todo o chamado roquetismo adjacente na própria casa do pai do mesmo (era erónico e não foi um acaso a escolha da quinta no momento da marcação). Devo dizer que estive acordado até perto das 4:30 / 5:00 da manhã, tendo-me deitado com Bruno Carvalho a presidente segundo dizia a nossa duvidosa comunicação social e, pese embora não ter votado nele (votei Pedro Baltazar), achar que Inácio ia ser um zero à esquerda naquelas funções etc, etc, deitei-me a ver e sonhar com tudo de positivo que Bdc nos poderia trazer, jovem, bem falante, amor ao clube, dedicação 24 h, o fundo, o Wagner Love, o discurso e a queda do Roquetismo, ou da sombra do mesmo...
Quando acordei fiquei triste e completamente supreendido, e fui logo tentar perceber o que teria acontecido, a resposta é muito fácil amigos, a nossa porcaria de comunicação socialq que à pressa de serem os primeiros, precipitaram-se, contribuindo sobremaneira para a pouca vergonha que se passou asseguir, e aqui falo de toda a palhaçada dos insultos ao presidente eleito, aos vândalos que queriam agredir o Engº. Godinho Lopes, e a vergonha que todos aqueles palhaços que entraram naquela estupidez pegada fez o meu SPORTING passar...
Meus caros, por favor não venham com paninhos quentes, aquilo foi uma autêntica VERGONHA para o clube, se o Bdc ganha-se por tão poucos votos aqueles palhaços que lá estavam a insultar reagiriam da mesma forma, como comentariam tais atitudes se fosse vândalos do Godinho a fazê-lo? Mais, aceitavam de bom grado que o GL viesse impugnar eleições, ui ui, o que seria se fosse ao contrário...
Isto atingiu um limite de estupidez que nem consigo acreditar, muitos de voçês que tanto vêm apregoar a democracia, blá, blá, blá, quando têm alguém aqui no fórum que não alinha convosco, pura e simplemente ignoram, têm botão para isso, e fazem não é? Pergunto, isso é democracia, cultura democrática? Hummm...dúvido
Pergunto, os delegados do Bdc nas mesas apresentaram algum protesto durante ou após a contagem? Ficou lavrado em acta? pois é, pois é, enfim, porra, parem para pensar, não matem mais o SPORTING...
Mal ou bem, e como sempre o disse, eu sou do SPORTING, enão do Baltazar, do Bdc, do GL, ou seja de quem fôr.....por isso hoje digo com todas as letras, para dentro e para fora, o Engº. Godinho Lopes, é o meu presidente, é o presidente do grande SPORTING CLUBE DE PORTUGAL...
Prince isso não aconteceria. SAbes porquê? Porque os apoiantes do Godinho estão na sua maioria num lar de idosos!!!! Ou seja não haveria gente suficiente para uma manifestação!!!
Bruno de Carvalho será o próximo presidente do Sporting. Já seria neste momento, se tivessem deixado.  >:D


Ele não pode desistir, porque nós jamais desistiremos. O Sporting é o nosso grande amor.
it's silly to give a shit about a game but earth is a little ball that's just spinning on its axis - too
Bruno de Carvalho será o próximo presidente do Sporting. Já seria neste momento, se tivessem deixado.  >:D


Ele não pode desistir, porque nós jamais desistiremos. O Sporting é o nosso grande amor.

uma correcção:

«Bruno de Carvalho É o presidente do Sporting» :great:

The past is now part of my future,the present is well out of hand Ian Curtis, Heart and Soul
Como o Chirola não concorreu o presidente dos Sportinguistas é o Bruno de Carvalho mas o Chirola podia se juntar ao Bruno.
www.atelier76.pt.vu

Sporting Sempre.