Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Outubro 23, 2014, 01:01

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Assuntos Desportivos Gerais e de Outros Clubes (Moderador: Angel Lion) Tópico:

Fascismo e os Clubes Portugueses

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: [1] 2 3 ... 6 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: Fascismo e os Clubes Portugueses (Lida 16683 vezes)

Fascismo e os Clubes Portugueses , « em: Janeiro 07, 2010, 18:28 »



*
Juvenil

Mensagens: 716
Idade: 27
Localidade: Costa Caparica
Masculino


Pá, uma cambada de colegas meus lampios anda-me chatear com esta imagem que apareceu algures num desses programas de entendidos da bola:



Além disso, dizem que a história do enfique ser o clube do regime na época do Salazar e etc é tudo mentira. Alguém com maior autoridade nesse assunto pode me esclarecer do contexto desta imagem e das ligações desses montes de trampa ao regime para eu rebater? Evil
« Última modificação: Janeiro 07, 2010, 21:15 por Da Rocha » Registado

"If you can't dazzle them with brilliance, baffle them with bullshit"


Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #1 em: Janeiro 07, 2010, 18:38 »



*
Veterano

Condecorações:Humorista Ano 2013Humorista Ano 2012Humorista Ano 2011Humorista 2010


Mensagens: 14219
Idade: 36
Localidade: Ponta Delgada
Masculino

WWW
Primeiro é preciso saber o contexto em que foi tirada a foto, depois é que se pode tirar conclusões.
Registado

“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #2 em: Janeiro 07, 2010, 18:49 »



*
Veterano

Condecorações:Humorista Ano 2013Humorista Ano 2012Humorista Ano 2011Humorista 2010


Mensagens: 14219
Idade: 36
Localidade: Ponta Delgada
Masculino

WWW
Para desfazer a 1ª dúvida, o benfica era (é) o clube do regime, aliás confirmado pelo próprio capitão do benfica à data, num artigo de Carlos Daniel datado de Janeiro de 2009.

Citar
Benfica era o Clube do Regime… o testemunho é de Mário Coluna
A RTPN decidiu realizar o último programa do “Trio da Ataque” a partir da estação ferroviária do Maputo em Moçambique. Naturalmente tratava-se de um momento oportuno para, em termos de homenagem, se recordarem algumas glórias do Futebol Moçambicano que fizeram carreira e sucesso em Portugal, das quais se destacaram Eusébio e Mário Coluna.

Ambos os jogadores são figuras incontornáveis e “responsáveis” dos sucessos e êxitos do Benfica na década de 60/70 e da Selecção Nacional, nomeadamente o 3º lugar alcançado por Portugal no Mundial 66. A presença ao vivo de Mário Coluna no referido programa, proporcionou ao moderador, Hugo Gilberto, o ensejo de o entrevistar e recordar a sua passagem pelo nosso Futebol.

Ficamos a saber que Mário Coluna era um jogador com grande personalidade e um líder inquestionável dentro do campo, sendo por esse facto capitão, de tal forma, que os colegas de equipa e da selecção não o tratavam por “tu”, mas sim por Senhor Coluna.

Grande surpresa para mim foi ouvir, de uma lenda viva do nosso futebol, a confirmação do “respeito” que lhe mereciam as forças vivas do antigo regime ditatorial de Salazar. Se alguma duvida ainda houvesse, Mário Coluna, encarregou-se de as desfazer.

Foi com muito orgulho que confirmou o “respeito” do anterior regime ao Benfica, ao ter sido convidado pessoalmente por Salazar para cortar a fita de inauguração da Ponte Salazar (agora 25 de Abril) em 1 966, uma das obras mais emblemáticas do anterior regime, pois tratava-se à data da 5ª maior ponte suspensa do mundo. Estiveram então presentes nessa inauguração os três grandes pilares do regime: Américo Tomas, António Salazar e o Cardeal Manuel Cerejeira.

O seu testemunho histórico, fica para a história. De viva voz foi a confirmação, às gerações seguintes, porque razão o Benfica era o Clube do Regime o que lhe permitiu durante décadas consolidar a sua supremacia no Futebol Português.

Por ironia ou não, quando a ponte mudou de nome, de Salazar para PONTE 25 de ABRIL, simultaneamente mudaram-se as vontades e aquilo que era a vontade do Regime deixou de o ser porque a Democracia impôs a legitimidade desportiva e enterrou definitivamente a burla que os tentáculos musculados da PIDE (Policia Politica) impunham a todos os níveis e em todos os quadrantes da vida social e da sociedade, nomeadamente desportivos.

Obrigado SENHOR MARIO COLUNA pelo seu testemunho histórico.

O seu testemunho será contado aos nossos filhos e aos nossos netos quando nos perguntarem, inocentemente, porque é que o Benfica há muitos anos atrás ganhava quase sempre.

Carlos Daniel

Registado

“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #3 em: Janeiro 07, 2010, 19:54 »



*

Mensagens: 7903
Idade: 30
Localidade: Lisboa
Masculino


Eu também não consigo ver a imagem, mas vou dar a minha opinião sobre este assunto.

Em Portugal viveu-se uma ditadura que teve como estratégia central o empobrecimento intelectual do povo português. Salazar percebeu deste muito cedo que, para conseguir manter um regime autocrático, era necessário não existirem muitas pessoas a pensar de forma autónoma. Portugal tornou-se um país predominantemente agrícola, onde apenas uma percentagem reduzida da população estudava até aos anos mais avançados do liceu. Depois, as pessoas que de facto estudavam e entravam em contacto com o pensamento de outros autores muitas vezes tornavam-se contestários (Universidade de Coimbra) e eram presos ou fugiam do país.

Posto isto, era necessário encontrar algo para entreter as pessoas. Uma sociedade onde não existe evolução intelectual precisa de encontrar estratégias para manter a mente ocupada. É aqui que entra o Benfica. Não tenho dúvidas que muitas das personalidades mais importantes do antigo regime eram sportinguistas, visto ser o clube "das elites". No entanto, usar o Benfica como uma espécie de ópio para adormecer a população era muito mais eficaz porque era um clube mais popular, bairrista e inclusivo. Chegava a mais pessoas.

Depois, o sucesso internacional do Benfica tornou-se uma forma de promoção da ditadura. É interessante verificar como todos os regimes autocráticos utilizaram o desporto para demonstrarem a sua superioridade. Franco, Salazar e Mussolini utilizaram o futebol, Estaline utilizou outras modalidades e Hitler chegou ao ponto de organizar uns Jogos Olímpicos para demonstrar a superioridade da raça ariana, tendo sido miseravelmente derrotado devido às prestações de um negro chamado Jesse Owens.

Os benfiquistas irão sempre negar terem sido ajudados pelo regime. Porém, por mais que esperneiem, gritem, abanem a cabeça ou o que seja, não deixa de ser verdade que Salazar não deixou o Eusébio sair do país. Episódios vergonhosos como aquele que Inocêncio Calabote protagonizou também não se apagam da história apenas porque sim. Era tudo uma forma de manter o povo entretido, até a frequência com que o Sporting ganhava campeonatos parecia programada - de quatro em quatro anos. Portanto, mais do que o Benfica ter sido ajudado, foi o Benfica que ajudou Salazar.

Para concluir, queria apenas falar de um fenómeno frequente na nossa vida mental. Chama-se negação. Segundo Freud, é uma forma do ego se defender contra ataques externos, que podem prejudicar e afectar gravemente a vida psíquica de um indivíduo. Quando alguém morre, quando sofremos experiências traumáticas ou quando evitamos um comentário potencialmente desagregador. No caso do Benfica, a negação é uma forma de se defenderem contra a possibilidade de terem ganho uma série de troféus devido a favorecimento externo. Não há nada pior para a auto-estima do que sentirmos que não fomos os responsáveis pelos nossos sucessos. Por isso é que não aceitam esta possibilidade de terem sido ajudados. É demasiado doloroso.
Registado

"The one thing that doesn't abide by majority rule is a person's conscience." - Harper Lee
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #4 em: Janeiro 07, 2010, 21:12 »



*
Veterano

Condecorações:Humorista Ano 2013Humorista Ano 2012Humorista Ano 2011Humorista 2010


Mensagens: 14219
Idade: 36
Localidade: Ponta Delgada
Masculino

WWW
Cá vai uma dos porcos



Julgo que na altura era obrigatório, por isso não faço juízos de valor.
« Última modificação: Janeiro 07, 2010, 21:18 por Da Rocha » Registado

“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #5 em: Janeiro 07, 2010, 21:18 »


André Cruz, 18/03/2000


*
Sénior

Condecorações:Melhor Assinatura 2008


Mensagens: 4718
Idade: 29
Localidade: Gafanha da Nazaré - Aveiro
Masculino

WWW
Comentário do Moderador Também não via a imagem. Mas guardei-a e editei a mensagem inicial. Apaguei também as mensagens em que diziam que não se via a mensagem e editei a última mensagem do Atlantian para "limpar" o tópico. Siga. Seta
Registado



«Deus criou o Mundo em seis dias e ao sétimo descansou. Era Domingo, havia futebol»
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #6 em: Janeiro 07, 2010, 21:21 »



*
Veterano

Mensagens: 7887
Localidade: S. M. Feira


A maior prova que os lampios dobraram a cerviz ao regime é a própria utilização do termo "encornados".

Eles são vermelhos, não existe "encornado" mas sim "vermelho", contudo Salazar ou alguém por ele, não querendo que a equipa do regime fosse vista como encarnação (LOL) do comunismo, esses sim os "vermelhos" que até comiam criancinhas ao pequeno almoço, obrigou-os a passarem a ser chamados "encornados" e eles aceitaram pacificamente e ainda hoje aceitam a subversão de uma regra da natureza de tão básica como o vermelho ser uma cor primária que eles renegaram por motivos políticos.

 
Registado
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #7 em: Janeiro 07, 2010, 22:32 »



*
Júnior

Mensagens: 2264
Idade: 26
Localidade: Lisboa
Masculino


A maior prova que os lampios dobraram a cerviz ao regime é a própria utilização do termo "encornados".

Eles são vermelhos, não existe "encornado" mas sim "vermelho", contudo Salazar ou alguém por ele, não querendo que a equipa do regime fosse vista como encarnação (LOL) do comunismo, esses sim os "vermelhos" que até comiam criancinhas ao pequeno almoço, obrigou-os a passarem a ser chamados "encornados" e eles aceitaram pacificamente e ainda hoje aceitam a subversão de uma regra da natureza de tão básica como o vermelho ser uma cor primária que eles renegaram por motivos políticos.

Não sabia dessa história, mas tá giro Cheesy Agora são os lampios encornados
Registado
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #8 em: Janeiro 07, 2010, 23:07 »



*
Juvenil

Mensagens: 716
Idade: 27
Localidade: Costa Caparica
Masculino


A maior prova que os lampios dobraram a cerviz ao regime é a própria utilização do termo "encornados".

Eles são vermelhos, não existe "encornado" mas sim "vermelho", contudo Salazar ou alguém por ele, não querendo que a equipa do regime fosse vista como encarnação (LOL) do comunismo, esses sim os "vermelhos" que até comiam criancinhas ao pequeno almoço, obrigou-os a passarem a ser chamados "encornados" e eles aceitaram pacificamente e ainda hoje aceitam a subversão de uma regra da natureza de tão básica como o vermelho ser uma cor primária que eles renegaram por motivos políticos.


LOL essa é linda Grin
Registado

"If you can't dazzle them with brilliance, baffle them with bullshit"
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #9 em: Janeiro 08, 2010, 19:47 »



*

Mensagens: 13614
Idade: 26
Localidade: POR TEMPO INDEFINIDO AFASTADO DO FÓRUM! REGRESSAREI - talvez - QUANDO FORMOS CAMPEÕES NACIONAIS!
Masculino

WWW
Primeiro é preciso saber o contexto em que foi tirada a foto, depois é que se pode tirar conclusões.

Amigos, não há contexto nenhum. Na presença de membros do Governo, era obrigatório fazer a saudação. Não é exclusiva do Sporting. O Sporting é que, como todos sabem, era/é um clube grande, portanto, era natural que tivesse maior dimensão política (presença de políticos). Há imagens do Belenenses, do Benfica e, se procurarem bem (eu já a vi), existe uma fotografia que inclui o Eusébio a fazer o gesto.

edit: não preciso de (re) afirmar que o Benfica foi o clube do Regime, pois não?
« Última modificação: Janeiro 08, 2010, 19:53 por danielw » Registado

http://sociedadesporting.blogspot.pt/201...a-ti-meu-querido-papa-fernando-1956.html

Um fragmento da que pode ter sido a primeira conversa séria que tive com o meu amado Papá Fernando; tinha eu uns 11 anos, julgo.
- Papá, eu sou o herdeiro, estou a fazer isto tudo [a auxiliar uns camionistas da empresa na montagem de uma enorme máquina] porquê? – perguntei eu.
- Filhote, és o herdeiro, és, mas do trabalho. Vá, mexe-te.
Só passados alguns anos compreendi, não apenas o significado do termo “trabalho”, mas o tom e a responsabilidade.
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #10 em: Janeiro 10, 2010, 06:45 »



*
Juvenil

Mensagens: 519
Idade: 29
Localidade: Barreiro
Masculino


Os meus pais dizem que eram obrigados a fazer essa saudaçao na escola, outros tempos que acabaram FELIZMENTE.
Mas o verdadeiro clube do regime sao as papoilas para manter as pessoas caladas e a pensar pouco o que se fazia?? punha-se a labregagem a ganhar isso é obvio.
Registado

O SPORTING É GRANDE DE MAIS PARA A VOSSA MEDIOCRIDADE!!

AMO-TE SPORTING
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #11 em: Janeiro 10, 2010, 19:56 »


Ex-REBELIAO06


*
Sénior

Mensagens: 3670
Localidade: nacional 109


....a escumalha é o clube do regime actual...é o rosto do lobby nojento em que este país se transformou.
Registado

 
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #12 em: Janeiro 11, 2010, 12:44 »



*

Condecorações:Extra-Futebol 2007Extra-Futebol 2006


Mensagens: 13612
Idade: 44
Localidade: UK
Masculino


A maior prova que os lampios dobraram a cerviz ao regime é a própria utilização do termo "encornados".

Eles são vermelhos, não existe "encornado" mas sim "vermelho", contudo Salazar ou alguém por ele, não querendo que a equipa do regime fosse vista como encarnação (LOL) do comunismo, esses sim os "vermelhos" que até comiam criancinhas ao pequeno almoço, obrigou-os a passarem a ser chamados "encornados" e eles aceitaram pacificamente e ainda hoje aceitam a subversão de uma regra da natureza de tão básica como o vermelho ser uma cor primária que eles renegaram por motivos políticos.

Acho isto no mínimo discutível. Encarnado é sinónimo aproximado (não fica muito bem, mas dá para ver a idéia) de vermelho, não existe por alma de quem? Também já vi descrito o facto de se apelidar a equipa de encarnada e não de vermelha como uma obrigação imposta pelo regime por motivações políticas óbvias, mas indo contra o sentimento de muitos adeptos, do "clube do povo" e com simpatias pela esquerda.
Registado

Saudades do futuro.
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #13 em: Janeiro 11, 2010, 13:03 »


Careful with that axe, Eugene


*
Sénior

Mensagens: 3424
Idade: 43
Localidade: Massamá
Masculino


Não consigo encontrar nenhuma foto do fifica ou do Eusébio com a saudação nazi... Alguém consegue encontrar? Os meus colegas já me estão a aborrecer com essa foto que anda a circular por mail!  Evil
Registado

"David Gilmour can do more with one note than most guitarists can do with the whole fretboard."

Dave Mustaine (Megadeth)
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #14 em: Janeiro 11, 2010, 13:47 »



*
Veterano

Mensagens: 7046
Idade: 40
Localidade: Oeiras


Não consigo encontrar nenhuma foto do fifica ou do Eusébio com a saudação nazi... Alguém consegue encontrar? Os meus colegas já me estão a aborrecer com essa foto que anda a circular por mail!  Evil

Esta saudação não é originalmente nazi , mas sim romana , foi ressuscitada pelo fascismo italiano de Mussolini que queria que a Itália criasse um novo império romano.
Esta saudação propagou-se com o fascismo para a Alemanha e para a Espanha franquista e tambem aqui para Portugal , se fosse a arriscar uma data para essa imagem diria que foi para aí nos anos 30 e todos os clubes a devem ter feito incluíndo o Benfica , devia ser moda na altura , era como um modo de saudação.

Pegar nessa foto e dizer que o Sporting era o clube do regime é sim um claro facciosismo dos lampiões alem do absurdo da questão.

Quanto à saudação não sei se continuou a ser feita , o que é certo é que o Salazar cortou as bases aos integralistas mais entusiastas , os camisas azuis de Rolão Preto que eram entusiastas dessa saudação e de outras manifestações agora conhecidas como tipicamente fascistas.
Registado

Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #15 em: Janeiro 11, 2010, 13:47 »


Sete a Um, estive lá!


*

Condecorações:Revelação 2008


Mensagens: 12727
Idade: 190
Localidade: Southwest corner of Europe
Masculino


Essa foto anda por aí há bué, não é de agora.
 
Vamos por partes.

O termo «encarnado» foi escolhido por analogia com «cor de carne», como alternativa a «vermelho», como muito bem explicou o Alemid.

A saudação nazi é uma coisa complicada.
O assunto é hoje tabu, muitos dos que hoje podem assumir-se como anti-salazaristas foram obrigados a fazê-la, e não quererão falar no assunto.
Fui apenas a duas ou três sessões semi-obrigatórias da MP (os encarregados de educação que dissessem que queriam que os filhos fossem dispensados podiam sofrer represálias), mas não me lembro do pormenor da saudação, só da fivela do cinto em S, e do resto da ridícula farda. Era muito miúdo, não me lembro mesmo, mas creio que de facto se fazia uma saudação nazi, mas nessa época, por pressão internacional, já estaria em desuso. Penso que a final da Guerra, em 1945, terá acabado com isso.

Ser ou não o clube do regime, é outra questão delicada.
Deixemo-nos de ilusões, foram muitas as figuras do regime que se identificaram com o Sporting, sobretudo ministros, tivemos presidentes militares, etc.
Mas os orcs não foram diferentes, como todos sabemos. Discuti o assunto com membros deste fórum, e um garantiu-me que o ditador não torcia por nenhum clube, segundo as investigações que fez. Não me admira, um mestre em dividir para reinar era perfeitamente capaz disso.
Resta uma argumentação tão ridícula que é hilariante, que li, sem querer (o Google leva-nos a toda a parte), num blog orc. Dizia o génio que escreveu essas baboseiras, que o facto da colectividade actualmente sediada no anexo do Colombo ter dominado os campeonatos imediatamente após o 25 de Abril prova que não era o clube preferido do ditador.
Palavras para quê? A imbecilidade dos orcs parece não ter mesmo limites.
Além da deturpação dos factos (Ganhámos o título de 1973-1974, mas eles tinham ganho os três anteriores! Aliás, por essas alturas, nós ganhávamos um título por cada três deles, como toda a gente sabe, a contagem é eloquente...), como é possível uma história retroactiva, ou, por outras palavras, o que tem o cu a ver com as calças? O que quer que tenha acontecido após a queda do regime não altera em nada o que se passou durante o regime.
Se alguém reivindicou ter sido muito prejudicado pelo regime, foram os dirigentes do FCP, segundo os quais nem sequer podiam protestar contra as verdadeiras roubalheiras de que eram vítimas quando iam jogar à zona do Alto dos Moinhos. Do pouco que me lembro, creio que tinham razão.
Quando o FCP acabou com o jejum de 19 anos (com uma ajudinha marota, através dum frango, do nosso guarda-redes), muitos sportinguistas festejaram o fim do domínio orc imediatamente ao seguir ao 25 de Abril. Esse domínio não teve a ver com serem ou não o clube do regime, mas sim com terem sido o clube que melhor se safou da fuga sistemática dos melhores jogadores de todos os clubes, logo após o 25 de Abril (por exemplo Yazalde).
Não creio que alguma vez se consiga apurar muito mais sobre as ligações do regime aos clubes, mas como até já se escreveram tantos livros sobre isso, nalgum há de vir alguma coisa.
Por mim é uma página muito triste da história deste país, que só serviria para se aprender de modo a não a repetir, mas poucos estão interessados em História.
Registado

L8tr,
 
106
 
 «Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»    
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #16 em: Janeiro 11, 2010, 16:43 »



*
Sénior

Mensagens: 4814
Idade: 20
Localidade: Lisboa menina e moça
Masculino


Lol a minha mãe contou-me que quando o Salazar veio a Portalegre a escola toda teve de fazer essa saudação. Naqueles tempos queriam o quê?
Registado
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #17 em: Janeiro 12, 2010, 00:52 »


Ex-REBELIAO06


*
Sénior

Mensagens: 3670
Localidade: nacional 109


Não consigo encontrar nenhuma foto do fifica ou do Eusébio com a saudação nazi... Alguém consegue encontrar? Os meus colegas já me estão a aborrecer com essa foto que anda a circular por mail!  Evil

manda-lhes isto


um clube de bebados e vendidos que oferecerm o corpo seja la a que regime for. sao o degredo nacional e vergonha de Portugal. Sem Honra nunca terao gloria.
ODIO ETERNO - saloios de trampa
« Última modificação: Janeiro 12, 2010, 00:54 por REBELIAO06 » Registado

 
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #18 em: Janeiro 12, 2010, 09:25 »


Careful with that axe, Eugene


*
Sénior

Mensagens: 3424
Idade: 43
Localidade: Massamá
Masculino


Não consigo encontrar nenhuma foto do fifica ou do Eusébio com a saudação nazi... Alguém consegue encontrar? Os meus colegas já me estão a aborrecer com essa foto que anda a circular por mail!  Evil

manda-lhes isto


um clube de bebados e vendidos que oferecerm o corpo seja la a que regime for. sao o degredo nacional e vergonha de Portugal. Sem Honra nunca terao gloria.
ODIO ETERNO - saloios de trampa
Pois, receio que seja insuficiente para aquelas cebecinhas! O que queria mesmo era uma foto deles a fazerem a saudação, mas pelos vistos está dificil de arranjar!  Indeciso
Registado

"David Gilmour can do more with one note than most guitarists can do with the whole fretboard."

Dave Mustaine (Megadeth)
Re: Fascismo e os Clubes Portugueses , « Resposta #19 em: Janeiro 12, 2010, 09:42 »


Careful with that axe, Eugene


*
Sénior

Mensagens: 3424
Idade: 43
Localidade: Massamá
Masculino


Ah não é mesmo! Tenho de lhes fazer um desenho ou então a tal imagem seria óptimo, com palavras não vão lá! Bater Cabeça

Agora querem afirmar que o Sporting era o clube do antigo regime!
"Em 1954/55 O Benfica apesar de campeão não foi indicado para a Taça dos Campeões Europeus porque naquela altura os clubes eram sugeridos pelas entidades nacionais responsáveis e o Benfica, mesmo sendo campeão, foi preterido em favor do Sporting."
« Última modificação: Janeiro 12, 2010, 09:47 por Judas » Registado

"David Gilmour can do more with one note than most guitarists can do with the whole fretboard."

Dave Mustaine (Megadeth)
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: [1] 2 3 ... 6 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Assuntos Desportivos Gerais e de Outros Clubes (Moderador: Angel Lion) Tópico:

Fascismo e os Clubes Portugueses

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade