Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Novembro 22, 2014, 10:38

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Futebol e Modalidades do Sporting Futebol Profissional (Moderadores: wild_oscar, Stunner, 138, Leão88, sotnas) Tópico:

"Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: « anterior 1 ... 3 4 [5] 6 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE (Lida 5983 vezes)

Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #80 em: Dezembro 01, 2009, 23:20 »



*
Veterano

Mensagens: 8022


Epá, muito "machão" anda por aqui... Indeciso Se calhar, no Carnaval, são os primeiros a soltar a "franga"... Rebolar de Tanto Rir Tivessem algo para fazer e satisfeitos com a sua vida, e não se colocavam a insultar outros, simplesmente porque sim.

Um clube que pretende crescer não pode, nem deve, discriminar. Precisa de receita, da quotização dos sócios.

Esta campanha além de abjecta, demonstra a estupidez e amadorismo do departamento que se diz que existe...

A justificação é cómica: é para atrair mais mulheres. Então, porque não lança a campanha dirigida a elas? Porque não pdoem duas mulheres comprar essa Gamebox, dado que o objectivo é levar mais mulher ao estádio?!

Além de discriminatória, é sexista: a mulher pode entrar, desde que acompanhada pelo dono, visto tratar-se de uma sub-espécie inferior sem capacidade de discernimento ou de agir isoladamente.

É essa gente que manda na Comunicação do clube...
Registado

É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010


Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #81 em: Dezembro 01, 2009, 23:24 »



*
Iniciado

Mensagens: 479
Idade: 32
Masculino



Além de discriminatória, é sexista: a mulher pode entrar, desde que acompanhada pelo dono, visto tratar-se de uma sub-espécie inferior sem capacidade de discernimento ou de agir isoladamente.


A mulher pode entrar em iguais circunstâncias, comprar os mesmos bilhetes e as mesmas box's. A Gamebox duo destina-se a um casal e os dois estão em circunstâncias exactamente iguais ao adquirirem a mesma, não inventes coisas onde elas não existem ó sr. "solta a franga".
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #82 em: Dezembro 02, 2009, 00:02 »


BANIDO


*
Sénior

Mensagens: 4732
Idade: 41
Localidade: LISBOA
Masculino

WWW
Epá, muito "machão" anda por aqui... Indeciso Se calhar, no Carnaval, são os primeiros a soltar a "franga"... Rebolar de Tanto Rir Tivessem algo para fazer e satisfeitos com a sua vida, e não se colocavam a insultar outros, simplesmente porque sim.

Um clube que pretende crescer não pode, nem deve, discriminar. Precisa de receita, da quotização dos sócios.

Esta campanha além de abjecta, demonstra a estupidez e amadorismo do departamento que se diz que existe...

A justificação é cómica: é para atrair mais mulheres. Então, porque não lança a campanha dirigida a elas? Porque não pdoem duas mulheres comprar essa Gamebox, dado que o objectivo é levar mais mulher ao estádio?!

Além de discriminatória, é sexista: a mulher pode entrar, desde que acompanhada pelo dono, visto tratar-se de uma sub-espécie inferior sem capacidade de discernimento ou de agir isoladamente.

É essa gente que manda na Comunicação do clube...

tanta letra e tanta estupidez...

eu sei que em Alvalade há mulheres lindas, mas o futebol não é para homens!?! Não são eles que o alimentam este negócio em em 99%...

este assunto já cheira mal...

A ideia da GB Duo é boa e deve manter-se como está, pois leva de facto a que mais mulheres possam ir ao estádio e não excluí ninguém pois existe sempre a GB normal...

Registado



SAUDAÇÕES LEONINAS
CARLOS ALMEIDA
16.126
SPORTING SEMPRE 10RGULH0
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #83 em: Dezembro 02, 2009, 00:27 »



*

Mensagens: 7910
Idade: 30
Localidade: Lisboa
Masculino


Epá, muito "machão" anda por aqui... Indeciso Se calhar, no Carnaval, são os primeiros a soltar a "franga"... Rebolar de Tanto Rir Tivessem algo para fazer e satisfeitos com a sua vida, e não se colocavam a insultar outros, simplesmente porque sim.

Um clube que pretende crescer não pode, nem deve, discriminar. Precisa de receita, da quotização dos sócios.

Esta campanha além de abjecta, demonstra a estupidez e amadorismo do departamento que se diz que existe...

A justificação é cómica: é para atrair mais mulheres. Então, porque não lança a campanha dirigida a elas? Porque não pdoem duas mulheres comprar essa Gamebox, dado que o objectivo é levar mais mulher ao estádio?!

Além de discriminatória, é sexista: a mulher pode entrar, desde que acompanhada pelo dono, visto tratar-se de uma sub-espécie inferior sem capacidade de discernimento ou de agir isoladamente.

É essa gente que manda na Comunicação do clube...

tanta letra e tanta estupidez...

eu sei que em Alvalade há mulheres lindas, mas o futebol não é para homens!?! Não são eles que o alimentam este negócio em em 99%...

este assunto já cheira mal...

A ideia da GB Duo é boa e deve manter-se como está, pois leva de facto a que mais mulheres possam ir ao estádio e não excluí ninguém pois existe sempre a GB normal...


A questão não é apenas para homens, é para toda a gente. São os homens que consomem mais futebol, mas isso não implica que o futebol também não apele às mulheres em geral.

A questão aqui é que não existe descriminação nenhuma. Existe uma Gamebox que serve para homens e mulheres, desde que acompanhados por uma pessoa do sexo oposto. Estão todos em igualdade de circunstâncias, uma mulher pode comprar uma Gamebox normal tal como um homem, e se quiserem adquirir esta Gamebox têm que se fazer acompanhar por alguém do sexo oposto. Isto é válido para homens e para mulheres, portanto as normas são equitativas para ambos os sexos.

Descriminação haveria se existisse uma Gamebox só para mulheres, mesmo sendo descriminação positiva e tendo o intuito de trazer mais pessoas do sexo feminino ao estádio. Honestamente, eu sou um defensor da igualdade entre os sexos e dos direitos dos homossexuais como já demonstrei noutros tópicos, mas esta polémica é completamente absurda.
Registado

"The one thing that doesn't abide by majority rule is a person's conscience." - Harper Lee
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #84 em: Dezembro 02, 2009, 00:46 »



*
Júnior

Mensagens: 1582


Epá, muito "machão" anda por aqui... Indeciso Se calhar, no Carnaval, são os primeiros a soltar a "franga"... Rebolar de Tanto Rir Tivessem algo para fazer e satisfeitos com a sua vida, e não se colocavam a insultar outros, simplesmente porque sim.

Um clube que pretende crescer não pode, nem deve, discriminar. Precisa de receita, da quotização dos sócios.

Esta campanha além de abjecta, demonstra a estupidez e amadorismo do departamento que se diz que existe...

A justificação é cómica: é para atrair mais mulheres. Então, porque não lança a campanha dirigida a elas? Porque não pdoem duas mulheres comprar essa Gamebox, dado que o objectivo é levar mais mulher ao estádio?!

Além de discriminatória, é sexista: a mulher pode entrar, desde que acompanhada pelo dono, visto tratar-se de uma sub-espécie inferior sem capacidade de discernimento ou de agir isoladamente.

É essa gente que manda na Comunicação do clube...


O que dizes não tem cabimento nenhum,o objectivo desta gamebox duo era simples.Quando o marido
ou namorado fosse á bola(quer gostes ou não é assim que acontece) a mulher ou namorada também
poderia ir,e teria desconto.Nocaso de ser a mulher ou namorada socia e levarem o namorado ou marido,
é a mesma coisa,o desconto mantêm-se,por isso chamar a isto discriminação é patetico.

Tem logica,mas para mim não colhe,até porque me dá uma tarde/noite sem aturar a mulher,e eu aproveito...
religiosamente!!
Registado

de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #85 em: Dezembro 02, 2009, 01:11 »



*
Veterano

Mensagens: 5092
Idade: 27
Localidade: Évora
Masculino



A questão não é apenas para homens, é para toda a gente. São os homens que consomem mais futebol, mas isso não implica que o futebol também não apele às mulheres em geral.

A questão aqui é que não existe descriminação nenhuma. Existe uma Gamebox que serve para homens e mulheres, desde que acompanhados por uma pessoa do sexo oposto. Estão todos em igualdade de circunstâncias, uma mulher pode comprar uma Gamebox normal tal como um homem, e se quiserem adquirir esta Gamebox têm que se fazer acompanhar por alguém do sexo oposto. Isto é válido para homens e para mulheres, portanto as normas são equitativas para ambos os sexos.

Descriminação haveria se existisse uma Gamebox só para mulheres, mesmo sendo descriminação positiva e tendo o intuito de trazer mais pessoas do sexo feminino ao estádio. Honestamente, eu sou um defensor da igualdade entre os sexos e dos direitos dos homossexuais como já demonstrei noutros tópicos, mas esta polémica é completamente absurda.

Existe discriminação e aqui sem estar a dar qualquer sentido negativo à palavra, de facto as mulheres têm condições melhores para adquirir esta game box que os homens.

O record na sua noticia cita o Site do Sorting que diz o seguinte: "Preço especial para 2 sócios de sexo oposto que adquiram a sua Gamebox em simultâneo e para o mesmo sector! Campanha válida para renovação de Lugares Especiais (LE DUO), renovação e compra de Gamebox Sócio (GB DUO) e aderentes à Campanha de Novos Sócios; O preço da GB DUO inclui os dois lugares (desconto aplicado no lugar da mulher); Obrigatoriedade de serem Homem e Mulher com mais de 18 anos de idade (Sócios Efectivos); Cada sócio terá o seu cartão de Gamebox para aceder ao Estádio José Alvalade".

São dois produtos comprados em promoção sendo que é nas mulheres que incide o desconto.

Depois há outro problemas para além disso que foram falados. E se forem duas mulheres a comprar já que é para trazer mais mulheres? Ou, se a ideia era ser por casal sem necessidade de comprovar que, de facto, são um casal (e aqui julgo que só daria pela certidão de casamento) então é discriminatório para outros tipos de casal (integralmente humano  Grin ) os quais a lei protege.

O problema é que se abre isto para todos os casais (se for esse o espírito da coisa) então têm que acabar com a promoção porque deixa de fazer sentido. Podem-me dizer que ninguém se vai fazer passar por casal homossexual, mas isso foi até ao dia em que um maluquinho se lembrou disso.
« Última modificação: Dezembro 02, 2009, 01:30 por romero » Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #86 em: Dezembro 02, 2009, 01:29 »



*
Sénior

Mensagens: 4912


É por causa dos chicos-espertos que abusam das coisas, que cada vez mais mamamos com as letrinhas pequeninas em tudo. As empresas tem de se proteger, no espirito de "ter de estar escrito", tambem elas abusam.

Todos já comentamos este facto da duo, e outras promoções semelhantes, mas simplesmente acatamos pois percebemos o espírito da coisa.

Os espertalhões querem ser mais que os outros, o máximo que vão conseguir é que todos os casai VERDADEIROS acabem prejudicados, pois se isto respingar para o Sporting, a promoção acaba imediatamente.

As regras estão lá, os produtos estão lá, o espirito com que foi criado (positivo, diga-se) também é perceptível. Só têm de escolher dos produtos disponíveis, para os quais respeitem os requisitos, os que mais lhes agrada e pagar.

Se não percebem a bondade da oferta, entrem no metro, saiam no anexo do colombo comprem um red(iculo)pass e uma camisola alternativa de há 2 anos, concerteza ficariam melhor servidos, dentro da sua refinada exigÊncia
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #87 em: Dezembro 02, 2009, 01:33 »



*
Veterano

Mensagens: 5830
Idade: 27
Localidade: Margem Sul
Masculino


Existe discriminação e aqui sem estar a dar qualquer sentido negativo à palavra, de facto as mulheres têm condições melhores para adquirir esta game box que os homens.

- O homem só compra GB Duo se quiser, pode comprar a GB normal. Ao comprar a Duo, sabe de antemão as condições;
- O desconto incide no lugar da mulher, mas podem sempre dividir o desconto pelos dois, pagando ambos o mesmo;
- Para mim só existiria discriminação se uma mulher ao comprar uma GB normal pagasse menos do que um homem, na compra da mesma.
Registado

Leão ao peito, SPORTING no coração!
Ecletismo: uma bandeira do Sporting Clube de Portugal!
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #88 em: Dezembro 02, 2009, 02:08 »



*
Júnior

Mensagens: 1502
Localidade: LS


Não há dúvida que os adeptos sportinguistas são diferentes. É pena é que, por vezes, essa diferença traduza-se em imbecilidade:

http://www.record.pt/noticia.aspx?id=ebd...0024-0000-0000-0000-000000000024&h=7

"Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE
POR ALEGADA DISCRIMINAÇÃO SEXUAL

O Sporting lançou a "Gamebox Duo" sublinhando na promoção do produto que este se destina a "dois sócios do sexo oposto", o que justificou uma queixa à ASAE por parte de um associado do clube de Alvalade, de acordo com notícia do jornal "i", por alegada discriminação sexual.

Na promoção à "Gamebox Duo" no "site" do clube, pode ler-se: "Preço especial para 2 sócios de sexo oposto que adquiram a sua Gamebox em simultâneo e para o mesmo sector! Campanha válida para renovação de Lugares Especiais (LE DUO), renovação e compra de Gamebox Sócio (GB DUO) e aderentes à Campanha de Novos Sócios; O preço da GB DUO inclui os dois lugares (desconto aplicado no lugar da mulher); Obrigatoriedade de serem Homem e Mulher com mais de 18 anos de idade (Sócios Efectivos); Cada sócio terá o seu cartão de Gamebox para aceder ao Estádio José Alvalade".

O clube justifica que não há qualquer tipo de discriminação sexual e justifica que campanha se "destina a trazer mais mulheres ao estádio".[/size]


Excelente resposta. assunto encerrado.

Excelente resposta? A mim parece-me ridicula, pois se fosse para aumentar o número de mulheres no estádio faziam apenas a 'gamebox mulher'.  Ou será que se forem lésbicas aceitam? É que aumentam efectivamente o número de mulheres no estádio.
Acho que a resposta só enterra ainda mais o Sporting neste caso ridiculo em que a denuncia não pode ter sído feita por sportinguistas de certeza. Mas ao clube bastava a simples resposta de que o dicionário tem um significado claro para a palavra 'casal', que queriam ver familias nos estádios ou que simplesmente se fosse possível ser comprado por casais homosexuais 20 mil sócios do Sporting viravam gays na altura da compra só para ter um descontozinho.
Mas pronto, se não sabem justificar as coisas para a próxima não as inventem para depois não mandarem respostas estúpidas para a comunicação social.
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #89 em: Dezembro 02, 2009, 02:42 »

a32772


Além de discriminatória, é sexista: a mulher pode entrar, desde que acompanhada pelo dono, visto tratar-se de uma sub-espécie inferior sem capacidade de discernimento ou de agir isoladamente.


 Rebolar de Tanto Rir

Vá, deixa lá essa aura de catequista. O que não falta por aí são situações em que quem veste as calças lá em casa acaba por ser ela...
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #90 em: Dezembro 02, 2009, 09:42 »



*

Mensagens: 3660


Esta campanha além de abjecta, demonstra a estupidez e amadorismo do departamento que se diz que existe...

A justificação é cómica: é para atrair mais mulheres. Então, porque não lança a campanha dirigida a elas? Porque não pdoem duas mulheres comprar essa Gamebox, dado que o objectivo é levar mais mulher ao estádio?!

Além de discriminatória, é sexista: a mulher pode entrar, desde que acompanhada pelo dono, visto tratar-se de uma sub-espécie inferior sem capacidade de discernimento ou de agir isoladamente.

Mas uma estupidez abjecta porquê? Porque incentiva a grande maioria dos espectadores (do sexo masculino) a trazer mais alguém para o estádio, oferecendo um desconto? Ou porque não é burra ao ponto de o casal poder ser constituído por dois homens, o que faria com que a grande maioria de espectadores procurasse um amigo para comprar com desconto, fazendo baixar em 25% as receitas de bilheteira?

E sexista? A mulher acompanhada pelo seu dono? Minha nossa, tanta confusão que vai por aí...
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #91 em: Dezembro 02, 2009, 11:41 »


Longa vida ao Sportinguismo-Leoninismo!


*

Mensagens: 2521
Idade: 39
Localidade: Chelas
Masculino


Isto descambou um bocado, por isso não li os posts todos do tópico. Mas um post do reactivado blog "Leão da Estrela" sobre o tema apresenta um argumento interessante que eu secundo.

O que o Sporting está a fazer com a Gamebox Duo é incentivar a diversidade de género entre  público de Alvalade. Não tem nada de específico para casais. Qualquer par de amigos ou mesmo de conhecidos pode aproveitá-la - eu, por exemplo, estive para comprar uma este ano com uma colega de trabalho.

Este propósito não só é social e culturalmentemente louvável - na medida em que promove a participação das mulheres numa área ainda tida como essencialmente masculina - como é comercialmente astuto - dado que, apesar de progressos signficativos nos últimos anos, o mercado feminino está ainda claramente subaproveitado no que ao futebol diz respeito. E note-se que só estamos a ver isto do lado mais óbvio. Pode suceder que seja a mulher, já habitueé em Alvalade, a conquistar um amigo/colega/parceiro para a Gamebox. Eu conheço um caso em que foi isso que aconteceu.

Acrescento que a homofobia é, de facto, um problema sério no futebol que só agora - e só ainda no Norte da Europa - começa a ser objecto de reflexão. Mas achar que uma medida como a Gamebox Duo contribui para esse problema e atacá-lo com isso parece-me um caso flagrante de "friendly fire".
« Última modificação: Dezembro 02, 2009, 11:43 por Petrovich » Registado

"Em matéria de contratações, não há caro nem barato. 100 milhões podem ser baratos e 20 milhões caros. Zidane custou-me 73 milhões de euros - e foi uma pechincha" - Florentino Pérez
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #92 em: Dezembro 02, 2009, 11:46 »



*

Condecorações:Membro do Ano 2010


Mensagens: 29649
Idade: 33
Localidade: Stockholm
Masculino

WWW
Isto descambou um bocado, por isso não li os posts todos do tópico. Mas um post do reactivado blog "Leão da Estrela" sobre o tema apresenta um argumento interessante que eu secundo.

O que o Sporting está a fazer com a Gamebox Duo é incentivar a diversidade de género entre  público de Alvalade. Não tem nada de específico para casais. Qualquer par de amigos ou mesmo de conhecidos pode aproveitá-la - eu, por exemplo, estive para comprar uma este ano com uma colega de trabalho.

Este propósito não só é social e culturalmentemente louvável - na medida em que promove a participação das mulheres numa área ainda tida como essencialmente masculina - como é comercialmente astuto - dado que, apesar de progressos signficativos nos últimos anos, o mercado feminino está ainda claramente subaproveitado no que ao futebol diz respeito. E note-se que só estamos a ver isto do lado mais óbvio. Pode suceder - e eu conheço um caso - em que foi a mulher, que já era habitueé em Alvalade, a conquistar um amigo para a Gamebox.

Acrescento que a homofobia é, de facto, um problema sério no futebol que só agora - e só ainda no Norte da Europa - começa a ser objecto de reflexão. Mas achar que uma medida como a Gamebox Duo contribui para esse problema e atacá-lo com isso parece-me um caso flagrante de "friendly fire".


O problema é que, como alguém já disse aqui, o Sporting já quis recusar a venda a um par homem-mulher que respeitava todas as condições do produto apenas porque à partida não eram um "casal". Depois ainda há o argumento oficial do Sporting de que o produto se destina a aumentar o número de mulheres, quando já se viu que em teoria até pode ser o número de homens a aumentar e nem sequer os pares de mulheres são permitidos.

Ou seja, parece que nem os responsáveis do Sporting sabem muito bem as razões que os levaram a criar este produto. Grin
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #93 em: Dezembro 02, 2009, 12:02 »


Longa vida ao Sportinguismo-Leoninismo!


*

Mensagens: 2521
Idade: 39
Localidade: Chelas
Masculino


O problema é que, como alguém já disse aqui, o Sporting já quis recusar a venda a um par homem-mulher que respeitava todas as condições do produto apenas porque à partida não eram um "casal". Depois ainda há o argumento oficial do Sporting de que o produto se destina a aumentar o número de mulheres, quando já se viu que em teoria até pode ser o número de homens a aumentar e nem sequer os pares de mulheres são permitidos.

Ou seja, parece que nem os responsáveis do Sporting sabem muito bem as razões que os levaram a criar este produto. Grin

Sim, eu sei. Afinal, estamos a falar dos gajos que acharam que era uma boa ideia cobrar sobretaxas aos bilhetes comprados perto ou no dia do jogo ou criar um esquema, a Gamebox adepto, que desincentiva a inscrição de novos sócios...  Roll Eyes
 
Claro que a restrição a "casais", a existir  - e como pode ser aplicada? pedem uma certidão? obrigam a dar um beijo na boca à frente do funcionário? - é uma burrice. Mas é fácil de reformular. É uma medida que pode ter umas aresta a limar, mas que tem o coração no sítio certo. Fossem todas assim.
Registado

"Em matéria de contratações, não há caro nem barato. 100 milhões podem ser baratos e 20 milhões caros. Zidane custou-me 73 milhões de euros - e foi uma pechincha" - Florentino Pérez
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #94 em: Dezembro 02, 2009, 12:37 »



*

Mensagens: 3660


O problema é que, como alguém já disse aqui, o Sporting já quis recusar a venda a um par homem-mulher que respeitava todas as condições do produto apenas porque à partida não eram um "casal".

Isso é mesmo assim ou é um diz-que-disse? Isto porque em minha casa há 2 gameboxes, compradas nesse pacote pelo 2º ou 3º ano consecutivo, em que a relação entre os dois é parental, e nunca foi levantado qualquer tipo de problema...
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #95 em: Dezembro 02, 2009, 12:49 »



*

Condecorações:Membro do Ano 2010


Mensagens: 29649
Idade: 33
Localidade: Stockholm
Masculino

WWW
O problema é que, como alguém já disse aqui, o Sporting já quis recusar a venda a um par homem-mulher que respeitava todas as condições do produto apenas porque à partida não eram um "casal".

Isso é mesmo assim ou é um diz-que-disse? Isto porque em minha casa há 2 gameboxes, compradas nesse pacote pelo 2º ou 3º ano consecutivo, em que a relação entre os dois é parental, e nunca foi levantado qualquer tipo de problema...


O autor é insuspeito :
Passo a explicar. No início da época comprei uma Gamebox Duo em conjunto com uma amiga. Nos dias que antecederam o lançamento da Gamebox Duo desta época telefonei para a linha do Sporting onde fui informado (por mais do que uma vez) de que efectivamente a compra destas Gamebox estava disponível somente para Casais e não simplesmente para pessoas do sexo oposto. Eu próprio também fiquei baralhado e até cheguei a perguntar como é que eles tencionavam validar que eu e a minha amiga éramos mais do que simples amigos (Claro que nunca me deram uma resposta objectiva).
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #96 em: Dezembro 02, 2009, 13:52 »



*
Sénior

Mensagens: 4071
Localidade: Loures


Descontando a polémica com os gays, acho a campanha gamebox duo antiquada e desfasada dos nossos tempos. As mulheres não precisam de ir só com homens ao futebol. Tenho amigas que vão a Alvalade sozinhas, ou com outras amigas, e não têm medo. E não, não são casais. Isto para dizer que se o Sporting quer atrair mais mulheres a Alvalade (e bem) não precisa de uma campanha estilo anos 50 em que a mocinha tem que ir com o namorado ou com o marido. O beifica, por exemplo, tem uma categoria de cativos (que eles chamam "red pass") para mulheres. Acho um exemplo bem mais conseguido que esta coisa do gamebox duo, e que de resto nem dá azo a polémicas.
Registado

FORÇA LEÕES!!
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #97 em: Dezembro 02, 2009, 14:43 »



*
Veterano

Mensagens: 12283
Idade: 24
Localidade: Ermesinde
Masculino


Esta campanha além de abjecta, demonstra a estupidez e amadorismo do departamento que se diz que existe...

A justificação é cómica: é para atrair mais mulheres. Então, porque não lança a campanha dirigida a elas? Porque não pdoem duas mulheres comprar essa Gamebox, dado que o objectivo é levar mais mulher ao estádio?!

Além de discriminatória, é sexista: a mulher pode entrar, desde que acompanhada pelo dono, visto tratar-se de uma sub-espécie inferior sem capacidade de discernimento ou de agir isoladamente.

Mas uma estupidez abjecta porquê? Porque incentiva a grande maioria dos espectadores (do sexo masculino) a trazer mais alguém para o estádio, oferecendo um desconto? Ou porque não é burra ao ponto de o casal poder ser constituído por dois homens, o que faria com que a grande maioria de espectadores procurasse um amigo para comprar com desconto, fazendo baixar em 25% as receitas de bilheteira?

E sexista? A mulher acompanhada pelo seu dono? Minha nossa, tanta confusão que vai por aí...

Exactamente.

Agora como estamos em tempos de crise e como tudo o que é mais barato é mais apetecível, os adeptos do Sporting aproveitavam-se desta campanha e juntavam-se com um amigo só para terem o tal desconto, faziam-se passar por homossexuais, e viamos assim cair imenso as receitas de bilheteira (que já são muito altas).

Tal como já li atrás, seria sim um acto descriminatório caso houvesse uma Gamebox própria para as mulheres e outra para os homens.

O verdadeiro problema disto tudo está a ser a paupérrima explicação dada pelo Sporting quando esta notícia saiu!
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #98 em: Dezembro 02, 2009, 15:44 »



*

Condecorações:Membro do Ano 2010


Mensagens: 29649
Idade: 33
Localidade: Stockholm
Masculino

WWW
Aqui vai uma reaccão sui generis a esta notícia... fartei-me de rir com ela.. brilhante! Rebolar de Tanto Rir Rebolar de Tanto Rir Rebolar de Tanto Rir

NOTA: É um bocado longa.

Arthur a grammar

A notícia que começou numa promoção concebida pelos Mad Men do departamento de marketing do Sporting, e que se começou a transformar em qualquer coisa diferente numa manchete do jornal i, chegou ao meu telemóvel às 15:14 de hoje, com este aspecto: "O que é isto de nós agora sermos homofóbicos? Já leste aquilo?" Não vou sequer tentar descrever os momentos aflitivos que passei até ter conseguido decifrar o dédalo semântico constituído por estas duas descontextualizadas construções verbais, nem os múltiplos fantasmas interpretativos que os vocábulos "nós", "agora", "leste" e "aquilo" evocaram na minha frequentemente aprazível  paisagem interior. Basta garantir que eu sou uma pessoa extremamente ocupada  e não me posso dar ao luxo de perder tardes inteiras a preocupar-me com problemas que não existem.

O título da notícia do jornal i que inaugurou todo este imbróglio é o seguinte: «A grammar is forgotten that there is a dog». Peço desculpa, isto é uma frase de Gertrude Stein. O título da notícia do jornal i que inaugurou todo este imbróglio é o seguinte: «Discriminação? Promoção do Sporting exclui casais homossexuais».

Com toda a honestidade, o título não é falso, mas pegar-lhe por essa ponta, a promoção a que o artigo se refere exclui efectivamente casais homossexuais - da mesma forma que exclui um par de homossexuais do mesmo sexo que não sejam um casal, da mesma forma que exclui um casal de heterossexuais que não sejam sócios do Sporting, da mesma forma que exclui um casal de heterossexuais com menos de 18 anos de idade, da mesma forma que exclui uma hipotética dupla familiar constituída por um tenente-coronel homofóbico chamado Ramiro e pelo seu filho Xavier, membro do núcleo Almadense do Ku Klux Klan. As condições especificadas no site do clube, e que o próprio artigo cita, nunca falam sequer em "casais", muito menos em orientação sexual:

PREÇO ESPECIAL PARA 2 SÓCIOS DE SEXO OPOSTO QUE ADQUIRAM A SUA GAMEBOX EM SIMULTÂNEO E PARA O MESMO SECTOR!

- Campanha válida para renovação de Lugares Especiais (LE DUO), renovação e compra de Gamebox Sócio (GB DUO) e aderentes à Campanha de Novos Sócios;

- O preço da GB DUO inclui os dois lugares (desconto aplicado no lugar da mulher);

- Obrigatoriedade de serem Homem e Mulher com mais de 18 anos de idade (Sócios Efectivos);


Confrontado com estas claras estipulações, o deputado Miguel Vale de Almeida fez a seguinte leitura: «If this was why they were to be the next to go to see the same that is that when that if that might that can that will be as likely as if compared». Peço desculpa, isto é uma frase de Gertrude Stein. Confrontado com estas claras estipulações, o deputado Miguel Vale de Almeida fez a seguinte leitura: «É absolutamente inaceitável. Pura maldade. Não há legislação que dê aval a uma discriminação dessas». (Suponho que a maldade foi descrita como "pura" para a distinguir daquelas outras maldades diluídas).

Tal como Gertrude Stein sempre revelou uma certa dificuldade em perceber que as discriminações impostas pelos conceitos de gramática, sintaxe e semântica não eram um ataque à sua liberdade pessoal, o Miguel Vale de Almeida também parece ter uma certa dificuldade em perceber que qualquer promoção ou actividade dirigida a um segmento limitado do público é, por definição, discriminatória. O Miguel Vale de Almeida e o seu parceiro não podem aderir a esta promoção pelos mesmo motivos que os impediram de defrontar a Carly Gullickson e o Travis Parrott na final de pares mistos do Open dos Estados Unidos. Esta promoção é oferecida apenas a sócios do clube, maiores de 18 anos, e de sexos diferentes. Quem não cumprir as condições estipuladas pelo Sporting para adquirir este produto específico, sejam casais homossexuais, sócios do Benfica, ou membros dos Ministars, não podem reclamar direito a ele, e terão de arranjar outra maneira de entrar no estádio - pagando o bilhete completo, aproveitando outra futura promoção, ou fazendo-se sócio, como eu, que nunca em quinze anos de quotas pagas consegui arrastar uma pessoa do sexo oposto para Alvalade, nem sequer com ameaças físicas. Se as condições fossem alteradas de forma a não discriminar os potenciais clientes que o Miguel Vale de Almeida acha que foram discriminados, a promoção ficaria reduzida a um "compre uma gamebox e tenha desconto na segunda", estratégia comercial que pode fazer sentido com os pacotes de ice tea do Lidl, mas que aplicada à venda de lugares para jogos do Sporting resultaria numa quebra de receitas inevitavelmente conducente à permanência de Pedro Silva no plantel até ao fim do calendário Maia, altura em que vamos todos morrer, menos as baratas e provavelmente o Pedro Silva.

O Sporting, por amor de Deus e de Freddie Mercury, não vedou o acesso ao estádio a casais homossexuais. Nem limitou os direitos fundamentais de nenhum casal homossexual, porque entre os direitos fundamentais de qualquer casal homossexual conta-se o direito de entrar no Alvalade XXI para observar as arrepiantes transições ofensivas da equipa principal, mas não o direito a usufruir de um desconto que, tal como os descontos para crianças, diplomatas e olheiros de clubes ingleses, não se aplica a eles.

A farsa, que poderia perfeitamente ter ficado por aqui, ganhou novas camadas de espessura esclerótica quando a direcção do Sporting decidiu interromper a prática da actividade para a qual tem menos competências (negociar contratações de treinadores com clubes em zona de despromoção), para se dedicar à segunda actividade para a qual tem menos competências (falar). Um dirigente foi prontamente encarregue de explicar ao jornal i que a campanha é "para mulheres e não para casais: as mulheres representam apenas 20% a 28% do público que vem ao estádio e considerámos ser um target interessante para a estratégia de aumento de sócios no Sporting". Quando confrontado com o facto de a promoção impossibilitar que o estádio se encha de lésbicas, o mesmo dirigente respondeu "Não pensámos nisso. Não está contemplado apenas porque não pensámos nisso".

Por amor de Deus, é óbvio que "não pensámos nisso". Há alguém que duvide que "não pensámos nisso"? Os dirigentes do Sporting têm um extenso e verificável currículo de "não pensámos nisso". A nossa longa história está pejada de momentos memoráveis em que "não pensámos nisso". Se eu tivesse de apostar todo o meu património na veracidade das declarações de um dirigente desportivo português, apostá-lo-ia sem hesitar num dirigente do Sporting que confessasse simplesmente que "não pensámos nisso".

Como é que o Miguel Vale de Almeida acha que a situação deve ser resolvida? Passo a citar: «There is some difference between having made it and carrying it about and how to use it and most of it is when they might be just as careful as ever». Peço desculpa, isto é outra frase de Gertrude Stein. Como é que o Miguel Vale de Almeida acha que a situação deve ser resolvida? Passo a citar: «Seria excelente enviar umas cópias da Constituição àquele clube de futebol. E, já agora, um belo processo.»

Eu percebo que o Miguel Vale de Almeida ache esta solução "excelente", mas posso garantir-lhe que, na lista de instrumentos de progresso que "seria excelente" enviar ao Sporting, um molho de exemplares da Constituição estaria significativamente abaixo de um lateral-direito que não padeça de nenhuma condição descrita no DSM - IV, um médio-defensivo de descendência africana com dois metros de altura e proveniente de uma tribo antropófoga, e um avançado cujo coeficiente de inteligência tenha pelo menos mais um dígito do que o seu índice de massa corporal.

Para ilustrar o que é, de facto, um caso de discriminação baseada na orientação sexual, os comentários deste blogue vão estar, durante o resto da semana, sujeitos a moderação, sendo que só serão aprovados aqueles escritos por casais heterossexuais maiores de 18 anos que achem que eu sou uma pessoa a todos os níveis brilhante.

Posted by "Rogério Casanova" at 05:44
Registado
Re: "Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE , « Resposta #99 em: Dezembro 02, 2009, 16:04 »



*
Veterano

Mensagens: 12283
Idade: 24
Localidade: Ermesinde
Masculino


Aqui vai uma reaccão sui generis a esta notícia... fartei-me de rir com ela.. brilhante! Rebolar de Tanto Rir Rebolar de Tanto Rir Rebolar de Tanto Rir

NOTA: É um bocado longa.

Arthur a grammar


(...)

Posted by "Rogério Casanova" at 05:44

 Rebolar de Tanto Rir

Ainda hesitei em ler, mas ainda bem que li porque está muito bom!
« Última modificação: Dezembro 02, 2009, 16:38 por SCP Fan » Registado
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: « anterior 1 ... 3 4 [5] 6 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Futebol e Modalidades do Sporting Futebol Profissional (Moderadores: wild_oscar, Stunner, 138, Leão88, sotnas) Tópico:

"Gamebox Duo" motiva queixa na ASAE

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade