O que andam a ouvir?

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Citação de: "Rui"
Nao tenho ouvido nada novo... alias nem tempo tenho tido para ouvir musica em condicoes, pelo que me fico pelo carro e pela TV (sobretudo VH1).

No carro ando com a "velharia" de Manowar, Maiden, Megadeth, Suicidal, Anthrax, Helloween, Metallica e alguns outros.

Vou "atenuando" com Creed, Evanescence e uma ou outra mais do mesmo estilo.

Tb ouves Megadeth?  :wink:
Eu só ouço tralha velha: Pink Floyd, Dire Straits, Waterboys, Rolling Stones, Def Leppard, U2, Joe Satriani, Stevie Ray Vaughan, e coisas do género.

Penso abrir em breve um processo de reciclagem, pedindo aos meus irmãos que me gravem uns CDs de mp3 com uma selecção de música dos últimos 10 anos... :)
Neste momento estou a ouvir o último CD que comprei, Queens of the Stone Age - Lullabies to Paralyze. Imprescindível para quem gosta de stoner rock e afins.
Citação de: "Ao Leo"
Já que há pessoal que anda a ouvir o último dos Coldplay, queria saber a vossa opinião. Fiquei rendido ao anterior, não tendo ouvido deste último mais do que a música de lançamento, sendo que achei um som muito colado aos anteriores registos, sem me cativar por aí além. Como é que é o resto do álbum?

Sabes aquelas laranjas que já não têm muito sumo para dar?
Pois eles tentaram espremer a formula que tem tido sucesso ao máximo, mas o que tinha de melhor já foi feito.
Eu agarro em todas as musicas e consigo facilmente coloca-las no "A Rush Of Blood To The Head", sem que se note diferença de estilo. E o sucesso comercial que está tendo é derivado ao AROBTTH e não por este ser melhor.

Não é que seja mau e não compense ouvi-lo, mas a sensação que tenho é igual à de quando comprei o Be Here Now dos Oasis e não gostei tanto como gosto agora, pela comparação com os albuns anteriores (o que é inevitavel).

Os Coldplay vão ficar com dois caminho a seguir num próximo trabalho: podem continuar no mesmo estilo e correr o risco de "morrer lentamente" e ficar marcada como uma banda de momento, ou em alternativa, mudam radicalmente o som (como fizeram os Oasis ou os Radiohead) mesmo que tenha custos altos ao nível das vendas de albuns, mas conseguiram sobreviver e porventura com fãs muito mais fieis que os que têm agora, agarrando assim um lugar na história da musica. Claro que para mudar é preciso ter capacidade e aí vamos ver o que o Chris Martin consegue.
John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
Citação de: "Bileao"
...E o sucesso comercial que está tendo é derivado ao AROBTTH e não por este ser melhor.

Derivado ao quê?  :shock:  :shock:
Citação de: "Zed"
Citação de: "Bileao"
...E o sucesso comercial que está tendo é derivado ao AROBTTH e não por este ser melhor.

Derivado ao quê?  :shock:  :shock:

Ups :D

A Rush Of Blood To The Head, o album anterior, é que não tive paciência de escrever de novo :wink:
John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
Bem,
claro que gostos não se discutem, mas Coldplay é das bandas mais overated do Mundo, pura cópia de Radiohead, uma das maiores secas que me podem dar...

O que eu ando a ouvir, como sempre;

Radiohead, seja o que for...

Marillion

Placebo


E montes de musica dos 80´s, como Reo Speedwagon, Air Supply, Jonh Cougar Mellencamp, Pat Benatar, Mike Oldfield, The The... Etc...


P.S- Já me esquecia, os sempre divinais Cocteau Twins da não menos divinal Elizabeth Frasier  8)
Another day, another idiot...
Citação de: "Incitatus"
Bem,
claro que gostos não se discutem, mas Coldplay é das bandas mais overated do Mundo, pura cópia de Radiohead, uma das maiores secas que me podem dar...

Pois que eu tenho os Radiohead como uma das minhas bandas predilectas e mesmo assim considero os Coldplay uma boa banda. O "Rush Of Blood To The Head" é sem sombra de dúvida um bom álbum e por acaso nem lhes encontro essa tendência de copiarem os Radiohead. Acho que até conseguiram encontrar um som relativamente original. Não sei se já ouviste o álbum todo, para além das mais conhecidas. Se não o fizeste, acredito que tenhas para ali umas boas supresas. Por exemplo o tema que dá o nome ao álbum, e que praticamente não terá surgido nas rádios, é mesmo muito bom.

Temo é que aconteça aquilo que o Bileao disse, que é estarem algo espremidos e sem ideias para nos surpreender, acabando pelo contrário por nos cansar. A fórmula acaba por ficar gasta e cada nova música começa a soar a algo já ouvido antes. Há que tentar uma reinvenção, só ao alcance dos melhores.
Pois,

Acredita que há uma faceta em mim que é mesmo real, não dizer mal sem conhecer, aliás, eu não pretendo dizer mal de Coldplay, até reconheço uma tentativa esforçada por mostrarem o minimo de qualidade, no entanto, e em todos os albuns (sou obrigado a ouvir tudo no emprego pois faz parte do "air play" lá do sitio), só encontro decalques de Radiohead, no primeiro deles todos, o que tem o "Yellow", para mim a única musica audivel dessa banda, é Radiohead do Pablo Honey...

O Rush of... é mistura de Ok Computer com the Bends, e este novo por lá anda a misturar os outros referidos atras junto com o resto que Coldplay fez.
Sinceramente, passando pela voz do cromo, até as proprias composições, tudo é plástico e falho de imaginação... Quer dizer, para quem não ia dizer mal ja me estiquei   :oops:  :oops:

Mas é como vos digo gostos não se discutem, ja aqui li que toda a gente que gosta de musica tem que gostar de Beatles e eu abomino essa coisa, tal como U2 são os campeões deste fórum e eu nem consigo olhar para a capa dos albuns...  :lol:
Another day, another idiot...
Não acho que Coldplay seja cópia de Radiohead, e eu conheço bem as duas.
Tem claras influências, mas conseguiram fazer o seu próprio estilo.

É muito dificil até dizer um estilo para Radiohead, porque todos os albuns são diferentes um do outro, tirando os insuportaveis Kid A e Amnesiac (eu de tempos a tempos meto o Kid A na aparelhagem mas até hoje não consigo digerir).

Outras perolas menos conhecidas do A Rush Of Blood To The Head : Amsterdam, Green Eyes ou Politik (esta ultima é quase de ir às lágrimas).
John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
Citação de: "Incitatus"
Mas é como vos digo gostos não se discutem, ja aqui li que toda a gente que gosta de musica tem que gostar de Beatles e eu abomino essa coisa

Podes até não gostar, mas  tens de respeitar enquanto banda mais importante de sempre.

Lembra-te que tudo o que tu ouves são bandas que foram infuênciadas pelos Beatles, directa ou indirectamente. :wink:
John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
E é isso que a música tem de fascinante. Ninguém a ouve da mesma forma. É uma área onde será difícil reunir consensos.

Há que respeitar as opini... NÃO GOSTAS DE BEATLES?!?! COMO É POSSÍVEL?!?! :twisted: ...ões e seguir em frente.

(confesso que faço por respeitar os gostos dos outros (bom filme), mas ainda tenho de contar até 10 em certos casos. Ainda há pouco quando vi o Zed a colocar os Morphine e os AC/DC na mesma lista tive de respirar fundo...  :D )
Citação de: "Bileao"
É muito dificil até dizer um estilo para Radiohead, porque todos os albuns são diferentes um do outro, tirando os insuportaveis Kid A e Amnesiac (eu de tempos a tempos meto o Kid A na aparelhagem mas até hoje não consigo digerir).

Eu por acaso comecei a ouvir o álbum ao vivo que saiu na sequência desses e acabei por aderir bem àquele novo som. Há versões ao vivo (Idioteque, por exemplo) que resultam bem melhor ao vivo do que em estúdio. Mesmo assim, continuo a eleger a fase do Ok Computer e do The Bends como a melhor deles, ainda que tenha ficado totalmente rendido ao último. Mas aí sim, falamos de génios (assim como falaríamos se falássemos de Beatles  :mrgreen: ).
Eu tb axo ke Kid A e Amnesiac são de dificil audição, e até seriam de certa forma dispensaveis, no entanto o Tom Yorke é mesmo assim, faz o que lhe dá na telha, e não se vende.

O Kid A ainda é audivel, o outro é mesmo so pra fanaticos, como eu, que mesmo assim raramente o tocam...

A ultima do homem foi inaudita, estava num clube qq a beber um copo, deu-lhe na telha, subiu ao palco sozinho, e tocou umas 2 horas, foi dos albuns antigos até inéditos que supostamente so virão no proximo album...  :lol:

P.S- Eu não gosto de Beatles apenas pq acho que não sobreviveu ao tempo, Rolling Stones por exemplo safa-se melhor (e n me digam ke Stones e influenciado por Beatles) reconheço no entanto todo o merito a banda, e confesso que as carreiras dos musicos da banda a solo têm algumas pérolas, principalmente Lenon...

Idiotheque ao vivo funciona bem, no Coliseu foi brilhante.

Por acaso Morphine e AC/DC na mesma onda foi estranho, mas isso e mesmo algo inerente as pessoas...
Another day, another idiot...
Citação de: "Ao Leo"
Da minha parte, estou nesta altura a largar um álbum que me conquistou por completo. Falo do "I'm a bird now" do "Antony and the Johnsons". Para quem gostar de música mais para o melancólica, é do melhor que tenho ouvido.
bahhh... queria ter ido ao concerto na aula magna. (foste?)
não fui, que urso. já nem sei porquê. devo ter feito qualquer coisa de extremamento inútil nessa noite.

Citação de: "Incitatus"
Idiotheque ao vivo funciona bem, no Coliseu foi brilhante.
tava lá, tava lá, tava lá. 2 dos 3 dias. foi giro à brava.

(...)
respondendo ao tópico. ando a ouvir (dois pontos)

sufjan stevens - illinois (perfeitinho que até irrita. és capaz de gostar Ao Leo.)
four tet - everything ecstatic
spoon - gimme fiction
electralane - axes
stephen malkmus - face the truth
white stripes - get behind me satan (não sei se gosto.)

a ouvir insistentemente desde há uma porrada de meses, ainda sem ter enjoado:

six organs of admittance - school of the flower
andrew bird - andrew bird & the mysterious production of eggs

(ah, e o Kid A é bem capaz de ser o meu disco preferido de sempre.
já foi o Ok, agora é este.)
'When the seagulls follow the trawler, it is because they think sardines will be thrown into the sea' - Eric Cantona
Idiotheque no Coliseu foi a música que mais puxou por mim. É uma das minhas preferidas da banda. Tem uma força extraordinária (e lá fui eu pô-la a tocar).

Mas do "difícil" Amnesiac ainda se sacam músicas de referência dos Radiohead. Recorrendo ao álbum para saber os nomes, há a "Like Spinning Plates", a "You and Whose Army?" (aquele momento em que a música como que pára e surge um som de guitarra é sublime) e a "I Might be Wrong" entre outras. Mesmo assim, reconheço que há ali músicas que salto quando oiço o álbum, fenómeno raro quando se trata de ouvir Radiohead.

Em relação aos Beatles, não consigo deixar de gostar. São músicas com um som datado, no sentido de não haver banda alguma de momento que faça algo de parecido (um álbum dos brasileiros Skank colou-se um bocado àquele som), mas é ao mesmo tempo um som intemporal, atingindo várias gerações. É impressionante o número de excelentes músicas que aquele grupo conseguiu fazer e a variedade dessas mesmas músicas. Então quando penso na inovação que aquele som representava, ainda mais esmagado me sinto pelo génio daqueles 4.

Será um som aparentemente simples, dando a ideia de não ter grande ciência, mas mesmo nesse "manipular" do simples os Beatles foram geniais. Não tenho qualquer formação musical para analisar aquelas composições, mas dá para peceber que só quem dominava por completo a arte musical (para além de toda a outra carga que diz respeito aos sentidos e felizmente não analisável) podia compor aquelas músicas.
Citação de: "netzer"
Citação de: "Ao Leo"
Da minha parte, estou nesta altura a largar um álbum que me conquistou por completo. Falo do "I'm a bird now" do "Antony and the Johnsons". Para quem gostar de música mais para o melancólica, é do melhor que tenho ouvido.
bahhh... queria ter ido ao concerto na aula magna. (foste?)
não fui, que urso. já nem sei porquê. devo ter feito qualquer coisa de extremamento inútil nessa noite.

Não te vou atenuar a consciência. O pior que te posso dizer sobre o concerto foi que estava um calor estúpido na sala e que havia ali bicharocas a mais  :D . De resto, foi excelente. Aquela voz não consegue cantar mal. Houve até tempo para uns momentos em que o homem colocou a sala a fazer um longo "hmmmmmmm" com ele a cantar por cima. Resultou de forma quase perfeita, parecendo que havia um acorde em fundo tocado por um qualquer órgão.

Só ficou a faltar a "Fistfull of Love", mas seria impossível de tocar sem instrumentos de sopro e percursão (ainda acreditei que o Lou Read inrompesse pela sala com uma banda improvisada para fechar o espectáculo de forma épica, mas já seria o calor a estorricar-me os neurónios).
Sobre Radiohead: nunca tive oportunidade de vê-los ao vivo, mas vou tentar sacas umas bootlegs ou o album ao vivo para saber se funciona. A unica coisa que tenho ao vivo deles é uma bootleg de Dezembro de 2003 para a BBC Radio 1 e digamos que gosto. Algumas melhoram em relação ao estudio outras pioram, mas isso é normal. :D


Sobre Bealtes: nunca os detestei, mas durante anos fui "enganado" e pensei que era apenas uma banda. Isso porque apenas conhecia musicas soltas e as mais conhecidas. Isso apesar de ter uma panca por Oasis, que assim como os Skank como o Ao Leo referio, são as bandas que mais se assumem como influênciadas por Beatles (e vão estar as duas no mesmo dia no Sudoeste :D), o que ajudou à colagem pela imprensa.

Mas quando começei a ouvir os albuns dos Bealtes individualmente, mudei radicalmente a minha opinião. Descobri que a variedade de musica que eles inventaram foi enorme, apesar de ter algum "lixo" pelo meio. Descobri que são intemporais e qualquer banda dependendo do seu estilo, pode facilmente fazer uma cover de Bealtes e mostra-la como actual. Descobri que inumeras bandas (e não só Oasis) foram buscar ali influências, bandas dos mais variados estilos. Descobri que apesar de não serem uns virtuosos da musica, a compor e a trasmitir emoções eram brilhantes (as musicas mais assustadoras que conheço são deles). Descobri que podemos ouvir com eles tanto simples baladas, como rock mais pesado, como rock dançavel, como viagens psicadélicas.

Os Fab 4, só foram Fab por causa do 4. Sozinhos nunca se conseguiram aproximar dos Beatles.
John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
Ainda assim,

Acho que bandas como Pinl Floyd e The Doors, foram muito mais importantes para a musica que se faz hoje que os Beatles, podem dizer-me que todos foram influenciados por eles, mas os mesmos foram influenciados por outrém, confesso que sou incapaz de encontrar traços de genialidade ou algo do genero nos ditos cujos, mas eu sou uma pessoa dificil, ou amo ou odeio, sou de extremos...

Netzer,

Lembras-te no "Exit Music (for a film)" o gajo a abandonar o palco, e o pessoal todo a fazer "shhhhhhhhhiuuu", e ele volta, e depois simplesmente sublime, melhor momento num concerto que assisti ate hoje... :arrow:
Another day, another idiot...
The Doors, Pink Floyd, The Who, Led Zeppelin, Genesis....tudo grandes bandas que infuênciam a musica actual, sem duvida.

Por curiosidade o primeiro album dos Pink Floyd foi gravado ao mesmo tempo que o Sgt Peppers dos Beatles, e num estudio ao lado. O Lennon andava nos ácidos e o Syd Barret poucos anos depois quase enlouquecia, por causa das drogas.

E assim apareceram os 2 primeiros albuns psicadélicos da história. 8)
John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.