"Forever menos um dia" por Joel Neto

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.


Como o único clube que tem ganho tudo é o porto. Esta crónica é, na minha opinião, um autêntico monte de bosta embrulhado na mais fina seda.
O único mérito dessa equipa é ter sabido destruir a verdade desportiva no futebol daí que, para mim, esta crónica vale 0.
É música para os ouvidos de quem está descontente.

Obviamente não percebeste o sentido do artigo!

O teu erro é o preconceito com que interpretas o que escreve quem é crítico de algum aspecto da forma como o clube é gerido.

Desafio-te a ler de novo e a rebater ponto por ponto o que foi escrito, em vez de lhe passar sumariamente um atestado de insignificância.
O que vale é que a analogia é uma figura de estilo das mais básicas.

Por ser tão básica é que eu a interpretei.

Por ser tão básica é que eu a interpretei....de forma básica :inde:

Florear uma mentira, não a torna um pouquinho mais próxima da verdade.
Dizer que os outros ganham com mérito, é, quanto a mim, mentira.

Eu não fico de boca aberta quando vejo alguém dizer que o trabalho que os outros fazem é mal feito, quando não se apresentam propostas melhores.
Estes presidentes falados: (José Roquette e Dias da Cunha e Filipe Soares Franco e José Eduardo Bettencourt) deram e dão a cara e fazem o melhor que sabem.
Os outros prometem o mundo, mas criticam as elites, não será um pouco incoerente?

Há tanto desprezo pela história recente do Sporting neste texto, que só quem já se esqueceu como foi celebrar o regresso ás vitórias do Sporting e a quebra do jejum, é que deveria concordar com o que está escrito.
Mas pronto, fala-se mal do P.Bento? Ah então concordo...
O que vale é que a analogia é uma figura de estilo das mais básicas.

Por ser tão básica é que eu a interpretei.


Tão bem ou tão mal, que usaste exactamente o tipo de argumento que a analogia critica. O que não deixa de ser divertido.
"It is not the critic who counts; not the man who points out how the strong man stumble or where the doer of deeds could have done them better. The credit belongs  to the man who is actually in the arena, whose face is marred by dust and sweat and sand; who strives valiantly, who errs, who comes short again and again, because there is no effort without error and shortcoming; but who actually strive to do the deeds, who knows the great enthusiasms, the great devotions; who spends himself in a worthy cause; who at best knows in the end the triumph of high achievement, and who at worst, if he fails, at least fails while daring greatly, so that his place shall never be with those cold and timid souls who neither know victorly nor defeat."
Florear uma mentira, não a torna um pouquinho mais próxima da verdade.
Dizer que os outros ganham com mérito, é, quanto a mim, mentira.

A prova de como interpretaste de forma básica é que o texto não diz que ganham ou deixa de ganhar com mérito mas sim que cultivam o mérito.

Estes presidentes falados: (José Roquette e Dias da Cunha e Filipe Soares Franco e José Eduardo Bettencourt) deram e dão a cara e fazem o melhor que sabem.

Se o melhor que sabem é arranjar um buraco de 360M€ então estamos conversados.

Como o único clube que tem ganho tudo é o porto. Esta crónica é, na minha opinião, um autêntico monte de bosta embrulhado na mais fina seda.
O único mérito dessa equipa é ter sabido destruir a verdade desportiva no futebol daí que, para mim, esta crónica vale 0.
É música para os ouvidos de quem está descontente.

Obviamente não percebeste o sentido do artigo!

O teu erro é o preconceito com que interpretas o que escreve quem é crítico de algum aspecto da forma como o clube é gerido.

Desafio-te a ler de novo e a rebater ponto por ponto o que foi escrito, em vez de lhe passar sumariamente um atestado de insignificância.

O Sporting não é um clube de queques, nem um clube de Neandertais bêbados.
É sim, um clube de elite e da elite. Nós somos a nata dos adeptos de futebol e é isso que nos distingue.
Eu não compactuo com críticas que desvalorizam os meus anos de sportinguismo.
É-me visceralmente impossível respeitar uma opinião que desrespeita a minha alegria de ter sido Sportinguista na viragem do milénio.
Ao colocarem o Roquette no mesmo saco dos FSF, perdem-me enquanto "espectador".
Lamento.

Como o único clube que tem ganho tudo é o porto. Esta crónica é, na minha opinião, um autêntico monte de bosta embrulhado na mais fina seda.
O único mérito dessa equipa é ter sabido destruir a verdade desportiva no futebol daí que, para mim, esta crónica vale 0.
É música para os ouvidos de quem está descontente.

Obviamente não percebeste o sentido do artigo!

O teu erro é o preconceito com que interpretas o que escreve quem é crítico de algum aspecto da forma como o clube é gerido.

Desafio-te a ler de novo e a rebater ponto por ponto o que foi escrito, em vez de lhe passar sumariamente um atestado de insignificância.

O Sporting não é um clube de queques, nem um clube de Neandertais bêbados.
É sim, um clube de elite e da elite. Nós somos a nata dos adeptos de futebol e é isso que nos distingue.
Eu não compactuo com críticas que desvalorizam os meus anos de sportinguismo.
É-me visceralmente impossível respeitar uma opinião que desrespeita a minha alegria de ter sido Sportinguista na viragem do milénio.
Ao colocarem o Roquette no mesmo saco dos FSF, perdem-me enquanto "espectador".
Lamento.

No mesmo saco não diria, mas eu sabia bem onde os colocaria aos dois ou melhor, a uma data deles! Todos juntinhos.
Este tópico fica bloqueado ate' a moderaçao local decidir o que fazer com ele. A discussao esta' a descambar e esta' a centrar-se em algo ja' imensamente discutido noutros topicos.