Futebol Inglês II

Vale e 4 Visitantes estão a ver este tópico.

* Hoje às 16:39
Acho que, com o abandono de Ferguson, morreu um conceito, que sempre foi dominante no futebol inglês: a melhor equipa corresponde à melhor combinação das características dos jogadores.

Hoje, discute-se a qualidade individual dos atletas do Utd. Antigamente, olhávamos para o plantel do Utd e víamos bons jogadores (mas não extraordinários) serem capazes de fazer uma equipa.
"Players lose you games, not tactics. There's so much crap talked about tactics by people who barely know how to win at dominoes." - Brian Clough

"He is a perfect illustration of my constant theme about assembling a team of imperfect players who compliment each other perfectly. Unless he is surrounded by team mates who recognise his strenghts and cover for his weaknesses, his special goal scoring ability will go largely untapped. He needs to to be in the right place at the right time!" - Bob Paisley on John Wark
***** Hoje às 16:45
Mas para mim o Nani é para extremo-esquerdo e não para extremo-direito. Para mim o conflito do Gaitan é mais com o Januzaj. Eu só acreditaria na entrada do Gaitan se saísse o Di Maria, mas não acredito nisso.

Sobre o Gundogan, concordo totalmente. A minha cena com o Gundogan é que ou ia ele para o banco ou o Herrera... :think: :think:


Já eu acho que o Nani encaixava bem na direita, no lugar que o Mata ocupou no fim da época. Quanto ao Gundogan ir para o banco, a minha ideia era usar duplo pivot Gundogan-Herrera. Dois médios que sabem defender e sabem construir. Assim já não precisavas de um suplente para o Carrick.

Citar
Eu pensei nisso, mas quem é que vais buscar às camadas jovens para guarda-redes titular (eu não confio no Valdes para ser titular)? Quem vais buscar para substituir o Rafael (caso ele saia)? O McNair ou o Blackett ou o Thorpe podiam ser suplentes, mas o Rojo e o Smalling têm qualidade para serem titulares no United? Para médio-defensivo também há alguém nas camadas jovens?

É que o problema é que tu além de precisares de titulares, mesmo os suplentes precisas de malta preparada e não jovens que ainda não têm qualidade para serem suplentes do United. Eu centrais não tinha problema em pôr o McNair como suplente por exemplo, mas o que faço ao Rojo ou ao Smalling?  :inde: :inde:

E em avançados, tem-se de resolver o caso do Wilson, que supostamente acaba contrato no final da época...

Eu falei nos jogadores das camadas jovens para preencher as vagas de suplentes, obviamente que para titulares só se neste momento houvesse um Beckham, Giggs ou Scholes nas camadas jovens. McNair e Jones cumprem a lateral direito por exemplo, e para mim o Rafael era vendido. O Valencia é um jogador com capacidade física para ser titular a maior parte da época.

E contratar jogadores é sempre um risco, tal como lançar um jovem. Até porque não vais por-te a contratar jogadores de craveira para suplentes. Mas para isso é que existem pré-épocas, para dar uma chance a esses jovens de se mostrarem.

É que depois onde é que vais buscar essa tal malta preparada? Tens o mercado interno mas está tudo sobrevalorizado, é só lembrar os 33M pelo Fellaini. Hoje em dia qualquer jogador que dê 2 toques na bola já vale 20M, ainda mais quando os clubes sabem que o United tem a carteira recheada.
« Última modificação: Hoje às 17:03 por LOLsangulo »
****** Hoje às 17:27
Acho que, com o abandono de Ferguson, morreu um conceito, que sempre foi dominante no futebol inglês: a melhor equipa corresponde à melhor combinação das características dos jogadores.

Hoje, discute-se a qualidade individual dos atletas do Utd. Antigamente, olhávamos para o plantel do Utd e víamos bons jogadores (mas não extraordinários) serem capazes de fazer uma equipa.

Claro que um grande treinador consegue fazer com que bons jogadores façam uma equipa render muito, mas o Ferguson também sempre teve jogadores extraordinários, seria mentira dizer o contrário.




Já eu acho que o Nani encaixava bem na direita, no lugar que o Mata ocupou no fim da época. Quanto ao Gundogan ir para o banco, a minha ideia era usar duplo pivot Gundogan-Herrera. Dois médios que sabem defender e sabem construir. Assim já não precisavas de um suplente para o Carrick.


Pois, aí já são ideias tácticas diferentes  :mrgreen: Na minha maneira de ver, para mim um destro tem de jogar sobretudo na esquerda (na questão de extremos), para a maneira de jogar que idealizo.

Sobre o Mata, para mim onde pode render melhor é no meio como médio-ofensivo, como falso extremo não rende tanto.

Eu não sou fã do duplo-pivot e especialmente sem um médio com características de médio-defensivo (nem o Herrera nem o Gundogan têm essas características), especialmente no campeonato inglês.


Eu falei nos jogadores das camadas jovens para preencher as vagas de suplentes, obviamente que para titulares só se neste momento houvesse um Beckham, Giggs ou Scholes nas camadas jovens. McNair e Jones cumprem a lateral direito por exemplo, e para mim o Rafael era vendido. O Valencia é um jogador com capacidade física para ser titular a maior parte da época.

E contratar jogadores é sempre um risco, tal como lançar um jovem. Até porque não vais por-te a contratar jogadores de craveira para suplentes. Mas para isso é que existem pré-épocas, para dar uma chance a esses jovens de se mostrarem.

É que depois onde é que vais buscar essa tal malta preparada? Tens o mercado interno mas está tudo sobrevalorizado, é só lembrar os 33M pelo Fellaini. Hoje em dia qualquer jogador que dê 2 toques na bola já vale 20M, ainda mais quando os clubes sabem que o United tem a carteira recheada.

Jones e Mcnair a laterais direitos para mim está fora de questão, não vejo características em nenhum deles para isso, pelo menos para lateral de equipa grande.

Eu sei que o mercado está sobrevalorizado, o mercado inglês pelo menos, mas pode-se perfeitamente ir a outros mercados...

O que não falta aí são bons jogadores que podem perfeitamente serem suplentes do United, que se contratam por preços não muito altos (algo mais à volta dos 10 M).

Eu também prefiro apostar na formação, mas neste momento sou sincero, há posições que não vejo jovens já com qualidade para renderem (mesmo como suplentes). Se reparares, a malta com 20 e pouco anos (que se considera que têm futuro) está praticamente toda emprestada a clubes de 2ª divisão e não 1ª por exemplo.

Mesmo um James Wilson (que tem-se de renovar contrato) ou um Andreas Pereira, não sei se já estão preparados para serem suplentes de um United.
***** Hoje às 17:48
Eu sei que o mercado está sobrevalorizado, o mercado inglês pelo menos, mas pode-se perfeitamente ir a outros mercados...

O que não falta aí são bons jogadores que podem perfeitamente serem suplentes do United, que se contratam por preços não muito altos (algo mais à volta dos 10 M).

Não? Então diz aí 5 jogadores com qualidade para o United que custem menos de 20M. :mrgreen:

Citar
Eu também prefiro apostar na formação, mas neste momento sou sincero, há posições que não vejo jovens já com qualidade para renderem (mesmo como suplentes). Se reparares, a malta com 20 e pouco anos (que se considera que têm futuro) está praticamente toda emprestada a clubes de 2ª divisão e não 1ª por exemplo.

Mesmo um James Wilson (que tem-se de renovar contrato) ou um Andreas Pereira, não sei se já estão preparados para serem suplentes de um United.

Pois, mas o Rafael também não tem qualidade para ser essa opção. E bons laterais devem ser a coisa mais rara no mercado hoje em dia.

O Pogba também "não estava preparado" (era o que o Ferguson dizia) e depois foi para a Juventus fazer o que sabemos. Se não se dá chances, nunca se vai saber se estão preparados ou não. É verdade que é sempre um risco, mas ir ao estrangeiro buscar um jogador também tem o risco da adaptação.

Para mim a segunda época tem de ser de consolidação, e por isso acho que não se devia exagerar no número de jogadores contratados. Porque entrando mais 6 ou 7 jogadores, são 6 ou 7 jogadores que vão ter de se adaptar a um campeonato e filosofia de jogo diferentes.