Fórum SCP

[Eleições 2009] José Eduardo Bettencourt é Candidato

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

De acordo com as noticias de hoje, na próxima semana os dois filhos do Costinha (Ex-FCP) vão estar entre os 11, a apresentar.

Não percebo o objectivo , é procurar angariar novos sócios através de outros mediáticos?

Não seria normal num clube de futebol , os novos sócios serem angariados pelo bom futebol da equipa e pelas outras modalidades do clube.

Os que se apresentam nesses termos , não estarão a fazê-lo a troco de alguma vantagem?

A mim parece-me que o JEB ainda não deixou o Santander.

O target do Sporting é o Bom Futebol , não as figuras da "Socialite" , nem é um Banco para fazer uma campanha publicitária para angariar novos clientes.

O objectivo comercial entende-se e tem lógica, será sempre discutível, obviamente, todas as opções de marketing o são, mas, parece-me uma opção interessante, sobretudo se tiver visibilidade e isso passa pela visibilidade dos novos sócios apresentados, já é mais do que havia até agora! :idea:
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
De acordo com as noticias de hoje, na próxima semana os dois filhos do Costinha (Ex-FCP) vão estar entre os 11, a apresentar.

Não percebo o objectivo , é procurar angariar novos sócios através de outros mediáticos?

Não seria normal num clube de futebol , os novos sócios serem angariados pelo bom futebol da equipa e pelas outras modalidades do clube.

Os que se apresentam nesses termos , não estarão a fazê-lo a troco de alguma vantagem?

A mim parece-me que o JEB ainda não deixou o Santander.

O target do Sporting é o Bom Futebol , não as figuras da "Socialite" , nem é um Banco para fazer uma campanha publicitária para angariar novos clientes.

O objectivo comercial entende-se e tem lógica, será sempre discutível, obviamente, todas as opções de marketing o são, mas, parece-me uma opção interessante, sobretudo se tiver visibilidade e isso passa pela visibilidade dos novos sócios apresentados, já é mais do que havia até agora! :idea:

Se fizer parte dum objectivo mais amplo que envolva o futebol do clube , é uma boa medida juntamente com outras a ter com o mesmo objectivo , agora se for só uma medida avulsa terá pouco impacto alem do tempo de vida que tem qualquer acção mediática.
Basta comparar com os valores das eleições anteriores, onde tivemos 3 candidatos, 1º com 70%, o 2º classificado na casa dos 25% e 3º com 5%, o valor de x=45, temos assim um Índice Democrático de 5,2, já superior ao deste acto eleitoral e com os mesmos votantes! :arrow: 

Mas isso é coerente com a correlação observada. Há mais candidatos, logo há menor discrepância entre 1º e 2º. Há mais pluralidade, logo o Índice Democrático é maior.


Se a comparação é feita entre eleições presidenciais com vários candidatos, com óbvia diluição de votos entre eles e por isso sem possibilidade de uma votação massiva concentrada num só candidato, não podes extrapolar esses resultados para uma eleição de clube, idêntica mas de teor totalmente diferente, as diferenças são grandes e os resultados da tua análise não são correctos, estás a comparar eleições com vários candidatos com umas eleições de apenas 2 candidatos, mesmo comparando apenas 2ªs voltas, que só têm 2 candidatos, os resultados são necessariamente diferentes pois para lá chegarem os candidatos têm uma base de apoio grande, por isso acho que o valor de 4.3, da forma como é calculado, não é indicador fiel da realidade! :idea:

Mas repara que mesmo quando há mais do que 2 candidatos e maior diluição de votos, isso pode acontecer ao longo de todo o espectro de Índices Democráticos, logo não creio que isso vá enviesar a correlação. Ainda assim, das 100 eleições seleccionei aquelas onde haviam apenas 2 candidatos e calculei de novo a correlação, mas fico reduzido a 35 eleições, o que reduz o poder estatístico: a correlação continua a ser negativa (-0.12) embora desta vez já não seja estatisticamente significativa, provavelmente devido à pequena amostra. O ideal mesmo era determinar um factor que ponderasse o número de candidatos e a distribuição de votos entre todos, mas como deves imaginar, para isso já não tenho paciência. :mrgreen:
Quod scripsi, scripsi.:
Tudo pelo Sporting, nada contra o Sporting.
Banca, Academia, Paulo Bento.
Evolução na continuidade.
Orgulhosamente sós a bater palmas ao mau futebol. Para Alvalade, rapidamente e em força.
Basta comparar com os valores das eleições anteriores, onde tivemos 3 candidatos, 1º com 70%, o 2º classificado na casa dos 25% e 3º com 5%, o valor de x=45, temos assim um Índice Democrático de 5,2, já superior ao deste acto eleitoral e com os mesmos votantes! :arrow: 

Mas isso é coerente com a correlação observada. Há mais candidatos, logo há menor discrepância entre 1º e 2º. Há mais pluralidade, logo o Índice Democrático é maior.


Se a comparação é feita entre eleições presidenciais com vários candidatos, com óbvia diluição de votos entre eles e por isso sem possibilidade de uma votação massiva concentrada num só candidato, não podes extrapolar esses resultados para uma eleição de clube, idêntica mas de teor totalmente diferente, as diferenças são grandes e os resultados da tua análise não são correctos, estás a comparar eleições com vários candidatos com umas eleições de apenas 2 candidatos, mesmo comparando apenas 2ªs voltas, que só têm 2 candidatos, os resultados são necessariamente diferentes pois para lá chegarem os candidatos têm uma base de apoio grande, por isso acho que o valor de 4.3, da forma como é calculado, não é indicador fiel da realidade! :idea:

Mas repara que mesmo quando há mais do que 2 candidatos e maior diluição de votos, isso pode acontecer ao longo de todo o espectro de Índices Democráticos, logo não creio que isso vá enviesar a correlação. Ainda assim, das 100 eleições seleccionei aquelas onde haviam apenas 2 candidatos e calculei de novo a correlação, mas fico reduzido a 35 eleições, o que reduz o poder estatístico: a correlação continua a ser negativa (-0.12) embora desta vez já não seja estatisticamente significativa, provavelmente devido à pequena amostra. O ideal mesmo era determinar um factor que ponderasse o número de candidatos e a distribuição de votos entre todos, mas como deves imaginar, para isso já não tenho paciência. :mrgreen:

1º Bold:

Eu sei que é coerente, mas também é demonstrativo que o Sporting é um clube democrático e isso não pode ser medido da forma que estás a fazer, sobretudo porque há diferenças assinaláveis, nº de votantes, especificidade de um clube, importância dos temas e das decisões, etc! :arrow:

2º Bold:

Não é estatisticamente significativa mas é demonstrativa da pouca relevânica do exercício, ou seja, estisticamente a amostra não é significativa, mas, curiosamente, é demonstrativa da falibilidade da equação quando transportada para a análise a outro tipo de eleições, nomeadamente a que está em discussão!  ;)
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Rui, acho que não percebeste a 2ª parte: se a correlação da 2ª análise (35 eleições só com 2 candidatos) não é estatisticamente significativa, quer dizer que dela não se pode concluir nada, não há correlação nenhuma, mas é preciso ver que o poder estatístico é muito mais baixo devido ao pequeno tamanho da amostra.

Em relação ao 1º bold, relativamente às eleições de 2006: onde é que um índice de 5.2 numa escala de 1 a 10 revela uma democracia saudável? Está ao nível de uma Libéria e de uma Venezuela.

Em relação às diferenças entre eleições num país e eleições num clube, são óbvias, isso é um axioma. Por isso é que eu fiz questão de dizer logo que a analogia que faço com aquela análise:

Vale o que vale
Quod scripsi, scripsi.:
Tudo pelo Sporting, nada contra o Sporting.
Banca, Academia, Paulo Bento.
Evolução na continuidade.
Orgulhosamente sós a bater palmas ao mau futebol. Para Alvalade, rapidamente e em força.
Ok!

Ficamos pelo "vale o que vale"! ;)
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Ok!

Ficamos pelo "vale o que vale"! ;)

So be it. :) Mas ficaríamos ainda melhor se deixássemos o mambo-jambo teórico das estatísticas e avaliássemos a saúde democrática do clube de forma mais empírica, por aquilo que nos é dado a ver:

- manipulação dos órgãos de comunicação social (falo dos jornais e dos comentadores desportivos)
- sonegação de informação aos eleitores (falo do desinteresse em realizar uma auditoria às contas do Grupo Sporting)
- recusa de um dos candidatos em fazer um debate
- manifestações de desconhecimento de certos aspectos do clube por parte dos sócios
- prática de crimes de violação de dados confidenciais

Algum comentário?  :)
Quod scripsi, scripsi.:
Tudo pelo Sporting, nada contra o Sporting.
Banca, Academia, Paulo Bento.
Evolução na continuidade.
Orgulhosamente sós a bater palmas ao mau futebol. Para Alvalade, rapidamente e em força.
Ok!

Ficamos pelo "vale o que vale"! ;)

So be it. :) Mas ficaríamos ainda melhor se deixássemos o mambo-jambo teórico das estatísticas e avaliássemos a saúde democrática do clube de forma mais empírica, por aquilo que nos é dado a ver:

- manipulação dos órgãos de comunicação social (falo dos jornais e dos comentadores desportivos)
- sonegação de informação aos eleitores (falo do desinteresse em realizar uma auditoria às contas do Grupo Sporting)
- recusa de um dos candidatos em fazer um debate
- manifestações de desconhecimento de certos aspectos do clube por parte dos sócios
- prática de crimes de violação de dados confidenciais

Algum comentário?  :)

Comentários:

Essa manipulação carece de confirmação e prova, naturalmente JEB é muito mais conhecido do que PPC e obviamente tem mais exposição na pasquinada, vende mais e por isso é "melhor" notícia, PPC devia estar activamente a falar do clube há pelo menos 1 ano, ganharia mais visibilidade e naturalmente mais exposição na CS, por outro lado na TV vi os 2 nos mesmos programas, a AAS entrevistou os 2, a TSF entrevistou os 2, etc, esta questão parece-me mais desculpa do que propriamente um facto importante! :idea:

Auditoria, comungo do interesse e na elaboração da mesma portanto neste ponto estamos de acordo! :D

Debate, PPC foi "menino" nesta questão, antagonizou o adversário sem necessidade e abriu a porta para este poder recusar debater, em campanha é necessário pensar antes de falar e nisso JEB, apesar das gaffes, nunca disse nada que o colocasse em cheque, PPC falhou várias vezes! ???

Manifestação......., penso que isso tem a ver muito com o interesse de cada um, parece-me uma questão transversal à sociedade e não tanto exclusiva do Sporting, basta ver as eleições europeias, quem votou para Europa?

Prática de crimes......, penso saber do que falas e sinceramente acho que o clube procedeu muito mal, as pessoas deviam ser culpadas e deviam pagar pelo crime, mais não posso dizer! ::)
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Ok!

Ficamos pelo "vale o que vale"! ;)

So be it. :) Mas ficaríamos ainda melhor se deixássemos o mambo-jambo teórico das estatísticas e avaliássemos a saúde democrática do clube de forma mais empírica, por aquilo que nos é dado a ver:

- manipulação dos órgãos de comunicação social (falo dos jornais e dos comentadores desportivos)
- sonegação de informação aos eleitores (falo do desinteresse em realizar uma auditoria às contas do Grupo Sporting)
- recusa de um dos candidatos em fazer um debate
- manifestações de desconhecimento de certos aspectos do clube por parte dos sócios
- prática de crimes de violação de dados confidenciais

Algum comentário?  :)

Comentários:

Essa manipulação carece de confirmação e prova, naturalmente JEB é muito mais conhecido do que PPC e obviamente tem mais exposição na pasquinada, vende mais e por isso é "melhor" notícia, PPC devia estar activamente a falar do clube há pelo menos 1 ano, ganharia mais visibilidade e naturalmente mais exposição na CS, por outro lado na TV vi os 2 nos mesmos programas, a AAS entrevistou os 2, a TSF entrevistou os 2, etc, esta questão parece-me mais desculpa do que propriamente um facto importante! :idea:

Auditoria, comungo do interesse e na elaboração da mesma portanto neste ponto estamos de acordo! :D

Debate, PPC foi "menino" nesta questão, antagonizou o adversário sem necessidade e abriu a porta para este poder recusar debater, em campanha é necessário pensar antes de falar e nisso JEB, apesar das gaffes, nunca disse nada que o colocasse em cheque, PPC falhou várias vezes! ???

Manifestação......., penso que isso tem a ver muito com o interesse de cada um, parece-me uma questão transversal à sociedade e não tanto exclusiva do Sporting, basta ver as eleições europeias, quem votou para Europa?

Prática de crimes......, penso saber do que falas e sinceramente acho que o clube procedeu muito mal, as pessoas deviam ser culpadas e deviam pagar pelo crime, mais não posso dizer! ::)


Carece de confirmação e prova? Ainda queres mais provas que aquelas que foram dadas a conhecer aos olhos de todos? JEB aparecia em 1as capas e como notícia de caixa alta por dá cá aquela palha, mesmo sem que houvesse nada de significativo na véspera que o justificasse, enquanto PPC raramente aparecia e quando isso acontecia, a informação era manipulada (tipo destacar a informação que convinha passar e colocar em caracteres pequenos a informação menos conveniente) e escondida num canto. Estamos a falar de 2 candidatos às eleições do Sporting e não a 2 notícias distintas em que a linha editorial do jornal escolhe qual pretende colocar em destaque. O mínimo que se exigia, era que fosse dado o mesmo destaque e a mesma visibilidade a qualquer uma das listas.
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.
Porque é que existem dois tópicos de JEB a crescer ao mesmo tempo?
Nem sei em qual hei-de escrever...
Porque é que existem dois tópicos de JEB a crescer ao mesmo tempo?
Nem sei em qual hei-de escrever...


É verdade já me aconteceu o mesmo, ficar só um tópico criado era o ideal.
Então e a auditoria, é para quando?  :think:
pá ha uma prevista para dia 30 de fevereiro do proximo ano....será á tarde e coincide com a celebraçao do dia de Sao Nunca.
 
Ok!

Ficamos pelo "vale o que vale"! ;)

So be it. :) Mas ficaríamos ainda melhor se deixássemos o mambo-jambo teórico das estatísticas e avaliássemos a saúde democrática do clube de forma mais empírica, por aquilo que nos é dado a ver:

- manipulação dos órgãos de comunicação social (falo dos jornais e dos comentadores desportivos)
- sonegação de informação aos eleitores (falo do desinteresse em realizar uma auditoria às contas do Grupo Sporting)
- recusa de um dos candidatos em fazer um debate
- manifestações de desconhecimento de certos aspectos do clube por parte dos sócios
- prática de crimes de violação de dados confidenciais

Algum comentário?  :)

Comentários:

Essa manipulação carece de confirmação e prova, naturalmente JEB é muito mais conhecido do que PPC e obviamente tem mais exposição na pasquinada, vende mais e por isso é "melhor" notícia, PPC devia estar activamente a falar do clube há pelo menos 1 ano, ganharia mais visibilidade e naturalmente mais exposição na CS, por outro lado na TV vi os 2 nos mesmos programas, a AAS entrevistou os 2, a TSF entrevistou os 2, etc, esta questão parece-me mais desculpa do que propriamente um facto importante! :idea:

Auditoria, comungo do interesse e na elaboração da mesma portanto neste ponto estamos de acordo! :D

Debate, PPC foi "menino" nesta questão, antagonizou o adversário sem necessidade e abriu a porta para este poder recusar debater, em campanha é necessário pensar antes de falar e nisso JEB, apesar das gaffes, nunca disse nada que o colocasse em cheque, PPC falhou várias vezes! ???

Manifestação......., penso que isso tem a ver muito com o interesse de cada um, parece-me uma questão transversal à sociedade e não tanto exclusiva do Sporting, basta ver as eleições europeias, quem votou para Europa?

Prática de crimes......, penso saber do que falas e sinceramente acho que o clube procedeu muito mal, as pessoas deviam ser culpadas e deviam pagar pelo crime, mais não posso dizer! ::)


Carece de confirmação e prova? Ainda queres mais provas que aquelas que foram dadas a conhecer aos olhos de todos? JEB aparecia em 1as capas e como notícia de caixa alta por dá cá aquela palha, mesmo sem que houvesse nada de significativo na véspera que o justificasse, enquanto PPC raramente aparecia e quando isso acontecia, a informação era manipulada (tipo destacar a informação que convinha passar e colocar em caracteres pequenos a informação menos conveniente) e escondida num canto. Estamos a falar de 2 candidatos às eleições do Sporting e não a 2 notícias distintas em que a linha editorial do jornal escolhe qual pretende colocar em destaque. O mínimo que se exigia, era que fosse dado o mesmo destaque e a mesma visibilidade a qualquer uma das listas.

Isso seria assim se os jornais não tivessem a componente financeira em que pensar, como se viu posteriormente, uma notícia sobre JEB apelava a 90% do sportinguistas interessados nas eleições, PPC nunca fez por aparecer mais, primeiro porque apareceu tarde e do nada, depois porque cometeu erros que lhe foram retirando margem de manobra e exposição mediática, também porque a oposição tem sempre menos espaço do que quem já lá está, depois e último porque JEB é muito mais figura que PPC, o nome conta nestas situações e quer se queira quer não queira PPC não chega para JEB, nem fica lá perto! :idea:

Obviamente que defendo um tratamento idêntico dos candidatos, sejam 2, 3 ou 4, acima de tudo defendo igualdade, mas, não escondo a mediocridade e amadorismo com argumentos do género "falam mais dele do que de mim", se o SerSporting e PPC estavam à espera de tratamento igual então é mais um erro que devem corrigir no futuro, a oposição é que tem que correr atrás, até hoje sempre foi assim! :arrow:

Tomando o caso das TV´s e Rádios, não vi tratamento diferenciado, vi num programa PPC a ser atacado pelo Barroso, mas, devia ter ido preparado para isso e defendeu-se manifestamente mal, nos outros todos teve tratamento igual, portanto continuo a dizer que este é um argumento que não faz sentido, quem estava à espera de ter igual relevância em toda a CS estava/está enganado! :idea:
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Não vi o programa de ontem à noite ao qual Bettencourt compareceu. Alguma coisa de especial? Ou mais daquele discurso floreado que depois de espremido não dá nadinha?
Se algum dia não ouvires que Te Amo então Sporting o Mundo vai acabar!
Porque é que existem dois tópicos de JEB a crescer ao mesmo tempo?
Nem sei em qual hei-de escrever...

Eu escrevo neste apenas e só sobre eleições, campanha e resultados, no outro escrevo sobre a actividade de JEB como presidente, acho que juntar tudo num tópico estragava a fluidez das discussões/conversas! :arrow:
Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Isso seria assim se os jornais não tivessem a componente financeira em que pensar, como se viu posteriormente, uma notícia sobre JEB apelava a 90% do sportinguistas interessados nas eleições, PPC nunca fez por aparecer mais, primeiro porque apareceu tarde e do nada, depois porque cometeu erros que lhe foram retirando margem de manobra e exposição mediática, também porque a oposição tem sempre menos espaço do que quem já lá está, depois e último porque JEB é muito mais figura que PPC, o nome conta nestas situações e quer se queira quer não queira PPC não chega para JEB, nem fica lá perto! :idea:

Quer dizer, por causa da "componente financeira" é aceitável mandar um código de conduta às urtigas?

Os "90% de sportinguistas" não terão sido uma consequência da vergonhosa e tendenciosa campanha feita pela Imprensa a favor de JEB?

PPC apareceu tarde, mas, mesmo assim, foi o primeiro a aparecer. Aparecer "do nada", é relativo; apareceu do universo de sócios em condições de se candidatarem, tal como Souto ou qualquer outro que aparecesse. Só os candidatos comprometidos com o "projecto" é que têm interesse para a Comunicação Social? Aguardemos, então, pela cobertura dada às eleições do slmerda...

De facto, PPC não chega para JEB nem fica lá perto. JEB abriu um buraco financeiro no Clube e PPC não. :idea:
Pretendo ficar amarrado àquilo que foi o sonho de um fundador do Clube.

"Quando se afirma que o mal está no Clube porque a SAD funciona lindamente, estamos chegados a um nível de despudor e de falta de vergonha poucas vezes visto desde que Édipo matou o pai e casou com a mãe."

Ok!

Ficamos pelo "vale o que vale"! ;)

So be it. :) Mas ficaríamos ainda melhor se deixássemos o mambo-jambo teórico das estatísticas e avaliássemos a saúde democrática do clube de forma mais empírica, por aquilo que nos é dado a ver:

- manipulação dos órgãos de comunicação social (falo dos jornais e dos comentadores desportivos)
- sonegação de informação aos eleitores (falo do desinteresse em realizar uma auditoria às contas do Grupo Sporting)
- recusa de um dos candidatos em fazer um debate
- manifestações de desconhecimento de certos aspectos do clube por parte dos sócios
- prática de crimes de violação de dados confidenciais

Algum comentário?  :)

Comentários:

Essa manipulação carece de confirmação e prova, naturalmente JEB é muito mais conhecido do que PPC e obviamente tem mais exposição na pasquinada, vende mais e por isso é "melhor" notícia, PPC devia estar activamente a falar do clube há pelo menos 1 ano, ganharia mais visibilidade e naturalmente mais exposição na CS, por outro lado na TV vi os 2 nos mesmos programas, a AAS entrevistou os 2, a TSF entrevistou os 2, etc, esta questão parece-me mais desculpa do que propriamente um facto importante! :idea:

Auditoria, comungo do interesse e na elaboração da mesma portanto neste ponto estamos de acordo! :D

Debate, PPC foi "menino" nesta questão, antagonizou o adversário sem necessidade e abriu a porta para este poder recusar debater, em campanha é necessário pensar antes de falar e nisso JEB, apesar das gaffes, nunca disse nada que o colocasse em cheque, PPC falhou várias vezes! ???

Manifestação......., penso que isso tem a ver muito com o interesse de cada um, parece-me uma questão transversal à sociedade e não tanto exclusiva do Sporting, basta ver as eleições europeias, quem votou para Europa?

Prática de crimes......, penso saber do que falas e sinceramente acho que o clube procedeu muito mal, as pessoas deviam ser culpadas e deviam pagar pelo crime, mais não posso dizer! ::)


Carece de confirmação e prova? Ainda queres mais provas que aquelas que foram dadas a conhecer aos olhos de todos? JEB aparecia em 1as capas e como notícia de caixa alta por dá cá aquela palha, mesmo sem que houvesse nada de significativo na véspera que o justificasse, enquanto PPC raramente aparecia e quando isso acontecia, a informação era manipulada (tipo destacar a informação que convinha passar e colocar em caracteres pequenos a informação menos conveniente) e escondida num canto. Estamos a falar de 2 candidatos às eleições do Sporting e não a 2 notícias distintas em que a linha editorial do jornal escolhe qual pretende colocar em destaque. O mínimo que se exigia, era que fosse dado o mesmo destaque e a mesma visibilidade a qualquer uma das listas.

Isso seria assim se os jornais não tivessem a componente financeira em que pensar, como se viu posteriormente, uma notícia sobre JEB apelava a 90% do sportinguistas interessados nas eleições, PPC nunca fez por aparecer mais, primeiro porque apareceu tarde e do nada, depois porque cometeu erros que lhe foram retirando margem de manobra e exposição mediática, também porque a oposição tem sempre menos espaço do que quem já lá está, depois e último porque JEB é muito mais figura que PPC, o nome conta nestas situações e quer se queira quer não queira PPC não chega para JEB, nem fica lá perto! :idea:

Obviamente que defendo um tratamento idêntico dos candidatos, sejam 2, 3 ou 4, acima de tudo defendo igualdade, mas, não escondo a mediocridade e amadorismo com argumentos do género "falam mais dele do que de mim", se o SerSporting e PPC estavam à espera de tratamento igual então é mais um erro que devem corrigir no futuro, a oposição é que tem que correr atrás, até hoje sempre foi assim! :arrow:

Tomando o caso das TV´s e Rádios, não vi tratamento diferenciado, vi num programa PPC a ser atacado pelo Barroso, mas, devia ter ido preparado para isso e defendeu-se manifestamente mal, nos outros todos teve tratamento igual, portanto continuo a dizer que este é um argumento que não faz sentido, quem estava à espera de ter igual relevância em toda a CS estava/está enganado! :idea:


Portanto, tu usas 2 pesos e 2 medidas para fazer valer o teu ponto. Usas o argumento «igualdade» em relação às Tvs e rádios, mas em relação aos jornais já usas o argumento «componente financeira». Quer isto dizer que para ti, só as TVs e rádios devem tratar as eleições equidistantemente e de forma isenta, mas os jornais já podem tratar as eleições como se de uma notícia se tratasse, dando destaque ao candidato que mais vendas lhes garante? Não concordo e segundo já ouvi, isso pode resultar em queixa à Alta Autoridade. Também não posso concordar que os jornais tenham dado destaque a um candidato que grangeava 90% de apoio dos sócios do Sporting, porque durante a campanha, não há bolas de cristal para se saber quem vai ganhar e nem mesmo as previsões mais optimistas atribuiriam a vitória a JEB com 90%.

As explicações, vais ter de as encontrar noutro lado. Talvez se consultares o organograma do grupo Cofina e os jornais que dele fazem parte ou ainda, se tentares perceber a origem da expressão «pasquim que bate recordes de imbecilidade». Por último, referir que o PPC chegou tarde e do nada e cometeu erros, até dá vontade de rir, pelo menos, se começarmos logo a seguir a pensar nas vicissitudes que conduziram JEB a candidato e respectivo percurso na campanha.
« Última modificação: Junho 10, 2009, 12:42 pm por SCP Always »
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.
Isso seria assim se os jornais não tivessem a componente financeira em que pensar, como se viu posteriormente, uma notícia sobre JEB apelava a 90% do sportinguistas interessados nas eleições, PPC nunca fez por aparecer mais, primeiro porque apareceu tarde e do nada, depois porque cometeu erros que lhe foram retirando margem de manobra e exposição mediática, também porque a oposição tem sempre menos espaço do que quem já lá está, depois e último porque JEB é muito mais figura que PPC, o nome conta nestas situações e quer se queira quer não queira PPC não chega para JEB, nem fica lá perto! :idea:

Hã? Será que percebi bem? Quer então dizer que a necessidade de vender jornais confere aos jornalistas o direito de contornar o Código Deontólogico e divulgar dados confidenciais, colocar na boca de um candidato frases que ele não disse, distorcer o sentido do que ele diz e escrever o seu nome a vermelho enquanto escreve o nome de JEB a verde? Então estando em causa a "componente financeira", no dia a seguir a PPC anunciar Eriksson, que tipo de capa é que achas que venderia mais: uma capa com a foto de Eriksson e um título em letras gordas a dizer p. ex: "o treinador de PPC", ou uma capa com outra coisa qualquer e uma nota de rodapé a dizer "Amigo de Eriksson desmente", que foi a que eles puseram?
« Última modificação: Junho 10, 2009, 15:26 pm por Eddie Verdde »
Quod scripsi, scripsi.:
Tudo pelo Sporting, nada contra o Sporting.
Banca, Academia, Paulo Bento.
Evolução na continuidade.
Orgulhosamente sós a bater palmas ao mau futebol. Para Alvalade, rapidamente e em força.
Isso seria assim se os jornais não tivessem a componente financeira em que pensar, como se viu posteriormente, uma notícia sobre JEB apelava a 90% do sportinguistas interessados nas eleições, PPC nunca fez por aparecer mais, primeiro porque apareceu tarde e do nada, depois porque cometeu erros que lhe foram retirando margem de manobra e exposição mediática, também porque a oposição tem sempre menos espaço do que quem já lá está, depois e último porque JEB é muito mais figura que PPC, o nome conta nestas situações e quer se queira quer não queira PPC não chega para JEB, nem fica lá perto! :idea:

Hã? Será que percebi bem? Quer então dizer que a necessidade de vender jornais confere aos jornalistas o direito de contornar o Código Deontólogico e divulgar dados confidenciais, colocar na boca de um candidato frases que ele não disse, distorcer o sentido do que ele diz e escrever o seu nome a vermelho enquanto escreve o nome de JEB a verde? Então estando em causa a "componente financeira", no dia a seguir a PPC anunciar Eriksson, que tipo de capa é que achas que venderia mais: uma capa com a foto de Eriksson e um título em letras gordas a dizer p. ex: "o treinador de PPC", ou uma capa com outra coisa qualquer e uma nota de rodapé a dizer "Amigo de Eriksson desmente", que foi a que eles puseram?

Acho que nem vale a pena dizer mais. E digo-vos que vivido por dentro é ainda mais revoltante... por isso é que queríamos um debate televisivo, ao vivo e a cores, sem cortes, censuras ou deturpações.

Infelizmente houve cobardia e acusações sem qualquer sentido para justificar a ausência de debate.  >:D