[Eleições 2009] Carlos Barbosa da Cruz é candidato?

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Parece que está encontrado o candidato da Situação:

« Última modificação: Junho 12, 2009, 13:29 pm por Paracelsus »
Quod scripsi, scripsi.:
Tudo pelo Sporting, nada contra o Sporting.
Banca, Academia, Paulo Bento.
Evolução na continuidade.
Orgulhosamente sós a bater palmas ao mau futebol. Para Alvalade, rapidamente e em força.
Agostinho Abade, Menezes Rodriques... Os Notáveis do Tacho já tem para onde se virarem! :rotfl:
Tu queres dizer, os candidatos.

Pedro Souto  E  Carlos Barbosa da Cruz

E a pergunta é: diferem em quê? (já sabemos que vão apoiar o mesmo projecto)


Alguem consegue uma foto do senhor para eu me situar?

SL
Bem o Record finalmente vai ter o seu candidato.  :twisted:
Pergunto-me de que maneira elevarão este senhor a notável...  :think:

O candidato da continuidade é este? Bem... Não é um nome forte, não é um nome conhecido, não é um nome entusiasmante. Veremos o que sai dali.
"O Sporting é nosso outra vez!"
Pergunto-me de que maneira elevarão este senhor a notável...  :think:

O candidato da continuidade é este? Bem... Não é um nome forte, não é um nome conhecido, não é um nome entusiasmante. Veremos o que sai dali.

É um senhor de oculos que veio ontem ou terça no record a dizer que RA seria a melhor solução?

SL
Tu queres dizer, os candidatos.

Pedro Souto  E  Carlos Barbosa da Cruz

E a pergunta é: diferem em quê? (já sabemos que vão apoiar o mesmo projecto)

A candidatura de Pedro Souto é para desistir , foi só para abrir caminho.
O Pedro Souto disse que ia até ao fim, pelo que, desistindo, só se passar a mentiroso que apoia a continuidade.
Pode nao ser um nome forte, mas o Carlos Cruz tem um apoio muito forte por parte dos actuais orgaos sociais do clube.
Tu queres dizer, os candidatos.

Pedro Souto  E  Carlos Barbosa da Cruz

E a pergunta é: diferem em quê? (já sabemos que vão apoiar o mesmo projecto)

Por "candidato da Situação" entenda-se o candidato que é apoiado pela generalidade dos actuais órgãos sociais. Por mais que Pedro Souto se alinhe programaticamente com a situação, o facto é que apareceu sozinho e começo a suspeitar que, ou é mesmo um daqueles "aventureiros" de que as pessoas tanto têm medo ou então foi lançado pela Situação apenas para "baralhar" os sócios que ainda estão indecisos entre "alternativa" e "continuidade".
Quod scripsi, scripsi.:
Tudo pelo Sporting, nada contra o Sporting.
Banca, Academia, Paulo Bento.
Evolução na continuidade.
Orgulhosamente sós a bater palmas ao mau futebol. Para Alvalade, rapidamente e em força.
O Sporting é o Clube de Portugal.

Há os que exigem;
Há os que reclamam;
Há os que teclam;
E há os que dão: http://www.forumscp.com/index.php?topic=59703.40
Este é o do ACP?

Não, se fosse tinham dito na notícia. É administrador do Grupo Cofine, proprietário do Record... É preciso dizer qual será o órgão informativo desta lista?  :mrgreen:
"O Sporting é nosso outra vez!"
Está explicada a candidatura de Souto e as permanentes aparições no Estoril Open:

Citar

Perfil
CARLOS Barbosa da CRUZ


Carlos Barbosa da Cruz é sócio do Sporting de longa data - com o número 2639 - e chegou aos corpos dirigentes do clube pela mão de Ernesto Ferreira da Silva, integrando o Conselho Fiscal por este dirigido durante o consulado de Dias da Cunha. Com a chegada de Soares Franco à presidência, transitou para o Conselho Directivo, onde desempenha as funções de vogal. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1974, e advogado de profissão - na firma Carlos Cruz e Associados -, exerce também funções como administrador no grupo Cofina, detentor de títulos como "Record" e "Correio da Manhã". No emblema verde e branco, a sua acção foi sempre discreta. Tem no ténis, desporto que pratica com regularidade, mesmo em amigável competição, a modalidade de eleição.

Destaco uma parte essencial: "integrando o Conselho Fiscal por este dirigido durante o consulado de Dias da Cunha"
Como é possível que os Sportinguistas não vejam a perpetuação dos tachos que levaram à situação actual de um buraco financeiro gigantesco e o afastamento dos sócios? Será por ventura que este senhor, enquanto membro do Conselho Fiscal na altura do Dias da Cunha, não se apercebeu da gestão danosa que o seu apoiante FSF tanto critica? Se não se apercebeu é porque é imcompetente. Se se apercebeu, é conivente.
· · · ·
Quem é este cromo?
“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
O Pedro Souto disse que ia até ao fim, pelo que, desistindo, só se passar a mentiroso que apoia a continuidade.


Seria apenas mais um...
Este é o do ACP?
Não, se fosse tinham dito na notícia. É administrador do Grupo Cofine, proprietário do Record... É preciso dizer qual será o órgão informativo desta lista?  :mrgreen:
O do ACP (também ligado ao Correio da Manha, pelo menos em tempos) é este:
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
Está explicada a candidatura de Souto e as permanentes aparições no Estoril Open:
Citar

Perfil
CARLOS Barbosa da CRUZ
Carlos Barbosa da Cruz é sócio do Sporting de longa data - com o número 2639 - e chegou aos corpos dirigentes do clube pela mão de Ernesto Ferreira da Silva, integrando o Conselho Fiscal por este dirigido durante o consulado de Dias da Cunha. Com a chegada de Soares Franco à presidência, transitou para o Conselho Directivo, onde desempenha as funções de vogal. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1974, e advogado de profissão - na firma Carlos Cruz e Associados -, exerce também funções como administrador no grupo Cofina, detentor de títulos como "Record" e "Correio da Manhã". No emblema verde e branco, a sua acção foi sempre discreta. Tem no ténis, desporto que pratica com regularidade, mesmo em amigável competição, a modalidade de eleição.
Destaco uma parte essencial: "integrando o Conselho Fiscal por este dirigido durante o consulado de Dias da Cunha"
Como é possível que os Sportinguistas não vejam a perpetuação dos tachos que levaram à situação actual de um buraco financeiro gigantesco e o afastamento dos sócios? Será por ventura que este senhor, enquanto membro do Conselho Fiscal na altura do Dias da Cunha, não se apercebeu da gestão danosa que o seu apoiante FSF tanto critica? Se não se apercebeu é porque é imcompetente. Se se apercebeu, é conivente.
Efectivamente, já tinha visto essa cara, no Congresso e nas AGs. Penso que foi um dos que chegou muito atrasado à última AG, e um dos que estiveram na galhofa e a enviar SMSs na penúltima.
Curiosamente, não encontrei nada sobre a candidatura no site do correio da manha.
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
O Pedro Souto disse que ia até ao fim, pelo que, desistindo, só se passar a mentiroso que apoia a continuidade.


Seria apenas mais um...

Citar
PEDRO PINTO SOUTO

Não avança se Teles for candidato

Apoios: Joaquim Oliveira.

É normal falar-se nisso dado o andamento desta candidatura.

Tenho muitas dúvidas que haja mais que uma candidatura situacionista , mas se houver melhor , aliás quantas mais houver melhor para o Sporting.

PS: Joaquim Oliveira esse grande sportinguista.  :twisted:


Pergunto-me de que maneira elevarão este senhor a notável...  :think:

O candidato da continuidade é este? Bem... Não é um nome forte, não é um nome conhecido, não é um nome entusiasmante. Veremos o que sai dali.

Penso que é um nome forte e conhecido... A pessoa em si é que não. :)

Sou incapaz de votar num Carlos Cruz...

Agora a sério, é uma lista que vai retirar votos à candidatura do Souto.

O apoio do Ernesto Ferreira da Silva é importante, pois tem sido uma figura consensual no universo leonino.

"Reforçamos ainda a solução que temos vindo a defender para a sustentabilidade do Clube:
a)   O afastamento do Clube de todos os dirigentes envolvidos no “Projecto Roquette” e com responsabilidades na gravíssima situação actual, apuradas após a realização de uma verdadeira auditoria de gestão. Pedido de indemnização cível pelos danos causados ao Sporting Clube de Portugal;
b)    A renegociação firme, corajosa e realista da dívida bancária, de forma a reduzir drasticamente os encargos financeiros anuais; 
c)    A redução drástica dos custos com pessoal, como ponto de partida para que se alcance o equilíbrio da exploração operacional. Se analisarmos as últimas épocas, bem como o descalabro no balanço entre contratações e vendas de jogadores, facilmente verificamos duas realidades: (i) maior investimento não tem sido sinónimo de maior rendimento desportivo, (ii) os maiores encaixes financeiros com venda de jogadores foram com jogadores formados no Clube, e não com jogadores adquiridos pelas administrações e gestores de activos profissionais da SAD."
 - Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar