Heavy Metal e todos os seus derivados

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.



Abro este tópico para que seja um espaço de discussão de tudo o que está relacionado
com o Heavy Metal e todos os seus derivados e subgéneros.

Começo por deixar aqui um pequeno questionário que (se quiserem) podem preencher quando começarem
a participar no tópico, ficando eu encarregue de processar os resultados assim que haja um
mínimo aceitável de respostas.



1) Como foi que começaram a ouvir Metal e que idade tinham ?


2) Qual a década que acham mais importante e influente na maioria dos
géneros de Heavy Metal praticados hoje em dia ?


3) Quem consideram ser as figura/banda mais marcante/importante da cena actual ?




Aqui vao as minhas respostas:

1)
Tinha 14 e tornou-se algo mais sério quando houve um concerto em mesmo ao lado da minha
casa em Sto Antonio do Cavaleiros com as melhores bandas Portuguesas da altura como os
Xeque Mate, Tarantula, STS Paranoid e Sepulcro.
Depois dessa noite inesquecível comecei a frequentar a casa de um dos organizadores do
concerto ( na altura membro dos STS Paranoid ) e a ir a concertos em Lisboa, estávamos
em 1984.

2)
Década de 70, sem duvida alguma

3)
Toni Iommi, também sem duvidas nenhumas. No entanto se tivesse que escolher
a banda mais importante (não a que gosto mais) votava nos Iron Maiden, porque
dos Black Sabbath já estão muito velhotes,alem de que o Ozzy agora é estrela
de reality TV.
« Última modificação: Março 21, 2009, 15:52 pm por Yazalde70 »
1) Como foi que começaram a ouvir Metal e que idade tinham ?

Tinha 11-12 anos e foi quando 1 amigo me emprestou um album que lhe tinham acabado de oferecer pelos anos: Whitesnake "Saints & Sinners"


2) Qual a década que acham mais importante e influente na maioria dos
géneros de Heavy Metal praticados hoje em dia ?

Acho que a época de 80 acaba por ser a mais importante apesar de ser na decada de 70 que o genero teve as suas bandas mais legendarias e, talvez, importantes; Led Zeppelin, Deep Purple & Black Sabbath.


3) Quem consideram ser as figura/banda mais marcante/importante da cena actual ?

Importante nem tanto mas pra mim uma das figuras mais marcantes e carismaticas foi(é) Alice Cooper. Da cena actual nâo faço a minima ideia. Talvez por estar por fora acho que nâo ha ninguem que tenha esse carisma hoje em dia, ao ponto de ser conhecido tb por outsiders. 
Not everything that can be counted counts, and not everything that counts can be counted.
Albert Einstein (1879-1955)

Confront your enemies, avoid them if you can
A gentlemen will walk but never run. Sting(1951- )
1) Sempre ouvi de tudo um pouco e como tal, comecei a ouvir heavy metal por volta dos 14/15 anos... iron maiden, metallica, manowar, led zeppelin, nazareth (umas das minhas bandas preferidas).

2) Sem dúvida os anos 80 e especialmente através de uns senhores chamados Metallica... por alguma razão o pessoal que ouvia heavy metal era chamado de 'metálicos'. :)

3)Estou completamente fora da cena actual porque não consigo gostar das bandas mais conhecidas actuais... acho que o que se ouve hoje em dia às vezes é tão pesado que deveria ser criado um género novo e não derivações do heavy metal.
The future is now... and now... and now... and now... and now... and now... and now...
Eu entrei "na cena" só no princípio dos anos 90, numa fase em que o heavy metal puro e duro já estava em declínio. Por essa altura já poucos ligavam a novas propostas no género, sendo que apenas os pesos pesados (Maiden, Manowar, etc.) conseguiam sobreviver à viragem da década. Até o próprio trash começava a perder fulgor para outros estilos, como o death, black e doom.

Pessoalmente, nunca tive grande apetência para descobrir os dinossauros dos anos 70. Os Metallica foram a minha primeira grande pancada dentro do metal, e o meu primeiro concerto foi mesmo o de Alvalade. Como é normal, depressa procurei outras propostas mais extremas, e nesse aspecto, os anos a seguir a 93 foram excelentes, com inúmeras bandas talentosas a surgirem, permitindo que houvessem espectáculos em quantidade e qualidade. Bons velhos tempos esses, com as peregrinações bem regadas até ao Dramático de Cascais ou à Incrível Almadense.

Hoje em dia estou mais virado para o rock alternativo, e já raramente oiço as cassetes e CDs velhinhos que para aqui tenho. No iPod então, metal só mesmo Bal-Sagoth. \m/
1) Comecei a ouvir metal por volta dos 16 anos. No entanto não foi de um momento para o outro, acho que foi mais uma evolução (ou regressão dependendo do ponto de vista :P). Foi graças a bandas mais mainstream como Metallica (fase pós black album) P.Lost, Type O Negative, nu-metal e ate mesmo HIM, que me levaram a descobrir este estilo de musica. Ainda me lembro de ter comprado a revista Hard Rock porque trazia um cd com uma musica de Paradise Lost, entre outras. Graças a esse cd descobri Adagio, Children of Bodom, Die Apokaliptshen Reiter e principalmente Within Temptation, estas foram as primeiras musicas de bandas mais "metal" que me cativaram, tendo os últimos um grande efeito em mim. Lembro-me meses mais tarde, quando finalmente consegui arranjar o Mother Earth (na altura arranjar um cd de WT não era assim tão fácil como hoje), de ter pensado que era a musica mais linda que alguma vez tinha ouvido. Creio que o que sempre me tinha afastado do metal, era ver o pessoal que conhecia que curtia esse estilo, estar mais interessado em mostrar o quão brutal ou pesada era um banda, em vez da parte da composição ou instrumental, naturalmente isto para quem andava a ouvir Blur, Silverchair, Suede, Muse entre outros do mesmo estilo, era algo desinteressante. Mais tarde cheguei mesmo a gostar de algumas dessas bandas mais brutais lol.

2) De um ponto de vista objectivo creio que foram os 80's. Foi nessa altura que Sabbath, Maiden, Metallica(e restante Bay Area) e Judas Priest lançaram os alicerces do que é o metal hoje em dia.

No entanto talvez o acender do rastilho deva ter sido dado nos 70's com Zepplin, Queen (STONE COLD CRAZY!!!!!) e Deep Purple, entre outros.

3) Creio que os subgéneros do metal hoje em dia estão demasiado divididos, pelo que descobrir uma banda alvo de unanimidade por parte dos vários apreciadores de metal seja impossível, só se for os opeth, e mesmo assim...

Para mim talvez a banda mais importante actual sejam mesmo os Blind Guardian, fez escola, e no entanto, consegue evoluir de disco para disco, procurando novas ideias e alargando as fronteiras de um subgénero já de si totalmente gasto, conseguindo sempre manter uma base de fans leal.


"I haven’t failed; I’ve had 10,000 ideas that didn’t work" Benjamin Franklin
1) Muito, muito cedo. Para ai com 8 ou 9 anos comecei por ouvir Deep Purple porque o meu pai tem o vinil do Made in Japan, foi completamente amor à primeira vista! Passado uns anos comprei o In Concert em CD e ainda hoje em dia oiço com alguma regularidade. Com 10 anos, e influênciados pelos filhos da dona do café ao lado da farmácia dos meus pais, iniciei-me no metal propriamente dito a ouvir bandas como AC/DC, Metallica, Manowar e Iron Maiden.


2) Depende de como queiramos ver, se for para a sua criação acho que é unanime que foram os anos 70 com o trio Led Zeppelin, Deep Purple e Black Sabbath, pois sem eles não existiria o Metal. Mas se for para a sua expansão aí acho que são os anos 80 com os Metallica, Iron Maiden, etc.


3) Depende muito do derivado que se ouve... no meu caso que me passei para o melodic metal serão os Symphony X que conseguem fazer albuns brutais, cada um melhor que o outro mas por incrivel que pareça vão sempre inovando, tanto em temas como no proprio "som".
<a href="http://symphonyx.com/images/banners/symxPLwebsitebanner.png" rel="lightbox">[img alt=" width="468" height="60" border="0]http://symphonyx.com/images/banners/symxPLwebsitebanner.png[/img][/url]
Obrigado por todas as respostas dadas até agora.
Vou esperar mais uns dias para ver se ainda aparecem por ai mais uns "metalicos" para
então tentar fazer um apanhado das respostas.

Queria chamar atenção para esta banda Sueca, por serem do meu agrado e pelo
nome que tem, chega de suspense, Lion's Share...Ganda nome, mesmo á leão.
Para nem falar na primeira faixa do álbum "Dark Hours", que dá pelo nome de
"Judas Must Die". http://www.lionsshare.org/
Espero que não seja nada contra o nosso forista Judas, embora me pareça que
ele também ouve Metal ! Pode ser que ainda se digne aparecer por aqui...

Stay Metal!

"Judas Must Die". http://www.lionsshare.org/
Espero que não seja nada contra o nosso forista Judas, embora me pareça que
ele também ouve Metal ! Pode ser que ainda se digne aparecer por aqui...

Stay Metal!


 :o
Credo! Tenho que sacar esse tema!  ;)

Quanto ao questionáriom, aqui vai:

1 - Comecei a ouvir Heavy Metal muito novo, tinha uns 12 anos, mas na altura não gostava. Tinha um amigo 2 anos mais velho que era um grande metálico e punha-nos a ouvir Iron Maiden, AC/DC, Accept, etc, mas odiava mesmo aquele som.
Comecei a gostar já nos anos 90, comecei a frequentar o Até qu'enfim, mas nunca passei do Heavy metal melódico.

2 - Década de 70

3 - Iron Maiden. Quem tem Bruce Dickinson e  Steve Harris...
"David Gilmour can do more with one note than most guitarists can do with the whole fretboard."

Dave Mustaine (Megadeth)
1) No Verão de 86 (16 anos). Depois de escutas superficiais levei o verão todo a ouvir 2 albuns. Life after Death dos Maiden, e The Song remains the same dos Zep. A partir daí passou a ser o meu estilo de musica preferido, passados uns meses a meias com os "tradicionais" speed (na altura tendo como topo Helloween e Running Wild) e thrash (as da Bay area sobretudo). Nunca fui muito à bola com a avalanche de sub géneros.

2) Se falarmos só de Heavy Metal tradicional, acho que a maioria das bandas se remete aos 70, agora globalmente os 80 marcaram definitivamente a explosão para os incondicionais desta musica. Depois os Nirvana ajudaram a que outro tipo de gente ouvisse muito do que até então era quase desconhecido para a maioria e permitiu inclusive que aparecesse muita fusão entre géneros.

3) Tenho que dizer Maiden.
1) No Verão de 86 (16 anos). Depois de escutas superficiais levei o verão todo a ouvir 2 albuns. Life after Death dos Maiden, e The Song remains the same dos Zep.
Não mencionei Led Zep porque não considero Heavy metal, é a minha 2ª banda favorita, atrás de Floyd.
"David Gilmour can do more with one note than most guitarists can do with the whole fretboard."

Dave Mustaine (Megadeth)
1- É difícil responder! Deveria ter para aí uns 6/7 e os Metallica estavam na berra. Realmente é estranho ter começado a gostar deles com esta idade, mas tal deve-se à irmã mais velha de um colega meu da mesma idade que na altura não ouvia mais nada e que também não deixava ouvir mais nada... :)
De resto, tive de "gramar" também com os gostos do cota que sempre foi apreciador de Led Zepellin e dos Scorpions...

2- Acho que não é possível responder a esta questão com exactidão e sem estar a ser injusto. Por um lado diria que a década mais importante foi a de 80, altura em que o estilo cimentou a sua posição no mundo musical, com o aparecimento de trabalhos que ficaram eternamente reconhecido como referências. A ideia que eu tenho é que foi nesta altura que o estilo cimentou de vez a sua posição pois a cena musical dividia-se entre a "pop" e os duros do metal. Por outro lado, não nos podemos esquecer daqueles que foram a origem deste surgimento e nesse aspecto a década de 70 não pode ser esquecida. Bandas como Zeppelin, Deep Purple e outros fizeram a ponte para o aparecimento do estilo...

3- No plano actual do metal diria que a banda mais importante são os Metallica. Não o digo que o sejam por serem os melhores, mas sim porque se criou uma onda generalista de dizer que Metallica é fixe e isso acaba por ser benéfico para o próprio estilo, já que o metal desde há muito que deixou de ser moda no meio da cena musical (tirando aquelas coisas esquisitas de nu-metal que para mim são uma pimbalhice e dotados de uma falta de qualidade musical tremendas) e o facto de existir um grupo a fazer o papel de âncora é extremamente importante para que surjam sempre novos adeptos e novos intérpretes à procura de algo novo dentro do estilo.
eu apesar de agora andar metido a fundo na vertente electronica considero me um eterno militante da cena Heavy. Alias o gosto que adquiri pela electronica deveu - se á minha ida ao Dynamo Open Air de 98 na Holanda , em especial ao facto de ter ficado siderado com a prestaçao dos Rammstein e com o seu entao sensacional e novissimo Sehnsucht que considero ser um album seminal na junçao de estilos ....neste caso Metal - Industrial - Electronica.....poderia passar horas e horas a falar disto e daquilo mas ca vai o questionario

1 - comecei a ouvir aí com 9 ou 10 anos por influencia de um vizinho meu. Black Sabbath, Morbid Angel, MotorHead, Sanctuary ( com um album que me marcou imenso...e para quem nao sabe o vocalista é hoje o mentor dos Nevermore Warrel Dane) numa fase inicial, depois um pouco mais a fundo Iron Maiden...Number of the beast foi talvez dos albuns de toda a musica que mais me influenciou....Metallica, Slayer e principalmente Megadeth....ate que....Sepultura lança o mitico Chaos AD....e apartir daí....so parei no mais profundo underground...deahtmetal, grind core, black metal (uma loucura aquele inicio da decada de 90 com assassinatos ao barulho) e o meu sub genero favorito Doom Metal.....enfim tudo e mais alguma coisa.

2- a decada mais importante foi sem duvida a decada de 70 porque foi a que tudo começou e depois cada decada tem o seu peso e historia como é obvio mas por ter sido a minha decada serei um eterno 90tista....nunca o metal foi tao creativo e alternativo como essa decada (um pouco á semelhança da musica que se fazia nessa altura)....puro vanguardismo.....a emergir das esferas menos mainstream. O Underground Mundial foi rei e senhor ao dar ao mundo bandas que sao hoje referencias obrigatorias na cena mundial.....Moonspell por exemplo.
as influencias constinuam a ser buscadas e rebuscadas nos mais variados periodos de tempo...se bem que ache que hoje em dia a coisa esta a ficar demasiado gasta e estafada....conto pelos dedos de uma mao as novas bandas que me cativaram a serio estes ultimos 10 anos.

3 - Ozzy será sempre o grande arquetipo por todas as razoes e mais algumas....e continuo a achar que mesmo hoje ninguem consegue fazer sombra ao "padre"....se bem que eu tambem estou um bocado desligado da cena...mas os meus icones vem todos da decada de 90, e normalmente muito pouco aconselhaveis....(trve norwegian black metal)


ps: Electric Wizard (os maiores), Sunn 0))), Shape of Despair sao das pouqissimas bandas da actualidade que ainda me fazem vibrar.

bom topico  :clap: :great:
 


3- No plano actual do metal diria que a banda mais importante são os Metallica. Não o digo que o sejam por serem os melhores, mas sim porque se criou uma onda generalista de dizer que Metallica é fixe e isso acaba por ser benéfico para o próprio estilo, já que o metal desde há muito que deixou de ser moda no meio da cena musical (tirando aquelas coisas esquisitas de nu-metal que para mim são uma pimbalhice e dotados de uma falta de qualidade musical tremendas) e o facto de existir um grupo a fazer o papel de âncora é extremamente importante para que surjam sempre novos adeptos e novos intérpretes à procura de algo novo dentro do estilo.

Isso agora fez-me pensar, e então as bandas de metalcore, não serão as principais referencias do metal hoje em dia, muito pela quantidade de pessoas a que chegam?


"I haven’t failed; I’ve had 10,000 ideas that didn’t work" Benjamin Franklin


3- No plano actual do metal diria que a banda mais importante são os Metallica. Não o digo que o sejam por serem os melhores, mas sim porque se criou uma onda generalista de dizer que Metallica é fixe e isso acaba por ser benéfico para o próprio estilo, já que o metal desde há muito que deixou de ser moda no meio da cena musical (tirando aquelas coisas esquisitas de nu-metal que para mim são uma pimbalhice e dotados de uma falta de qualidade musical tremendas) e o facto de existir um grupo a fazer o papel de âncora é extremamente importante para que surjam sempre novos adeptos e novos intérpretes à procura de algo novo dentro do estilo.

Isso agora fez-me pensar, e então as bandas de metalcore, não serão as principais referencias do metal hoje em dia, muito pela quantidade de pessoas a que chegam?

É uma pergunta à qual não me sinto muito à vontade para responder dada a minha falta de conhecimento sobre o subgénero em questão. É o tal problema de apreciar um pouco de cada género, mas sem ter conhecimento total sobre nenhum deles em particular...

Aliás, vendo o quão de interessante foi esta iniciativa doYazalde70 sobre a história do metal, a ideia poderia ser copiada e alargada aos outros estilos musicais, sendo que alguns iriam dar pano para mangas. Por exemplo para a pop, acho que a pessoa indicada para dar início à temática seria o one_o_six...   :lol:
Já houve uma época em que era bastante "esquisito" a nível musical, navegando bastante na onda da MMP (Xutos, Peste, Censurados, Rádio Macau... -antes de chegarem a delfins e uhf travem-
e no som rock/punk-rock(Doors, Velvet, Joy Division, Led, sex pistols, clash); a partir da explosão do grunge (como muito bem salientou o @Rui), comecei a ser mais curioso em relação a outras sonoridades, e comecei a ouvir metallica megadeth, maiden.

Posso estar a dizer uma atrocidade, mas actualmente acho muito difícil de classificar os géneros musicais como estávamos habituados a fazer nos anos 80, pois toda a gente usa uma panóplia de tecnologia de uma maneira impensável há uns 15 anos atrás. Como classificam, por exemplo, o zooropa dos u2?

No entanto, o rosto do metal continuam a ser os metallica, e acho que ironicamente, pois a meu ver a era heavy metal deles acabou... com o black album (quase há 20 anos).

Actualmente sou bastante mais abrangente, e desculpem-me a franqueza, até som electrónico marcha, pois desde que, há uns 10 anos atrás, me convenceram a ir a uma rave e me enfiaram mdma pela boca adentro, a minha opinião acerca deste tipo de som mudou radicalmente.

É tudo uma questão de disposição, desde que ache que tem qualidade marcha!

PS. Não considero Led Zeppelin uma banda de Heavy Metal... Chamem-lhe rock progressivo, alternativo, sinfónico ou aquilo que quiserem, mas heavy
1 - Não me lembro que idade tinha exactamente. Lembro-me que na era das rádios-pirata ficava acordado até às tantas à espera dos programas de metal. RUT (Rádio Universidade Tejo), Marginal, entre outras, tinham programas fixes. Gostava de Iron Maiden e Metallica, mas essas rádios deram-me a conhecer outras variantes, e foi aí que me tornei adepto do thrash metal e do death metal. Bandas como Napalm Death, Morbid Angel, DRI, Ratos de Porão e Sepultura (a minha preferida) estavam no top dos meus gostos musicais. A minha estreia em concertos foi com Ratos de Porão, o primeiro concerto deles na Incrível Almadense.

2 - A década de 80, sem dúvida.

3 - O meu contacto com o metal tornou-se muito esporádico, mas andam aí grandes bandas, inclusive nacionais. As variantes são muitas, mas houve uma que ouvi recentemente e que fiquei a adorar: uns bacanos dinamarqueses, Hatesphere de seu nome.
Pretendo ficar amarrado àquilo que foi o sonho de um fundador do Clube.

"Quando se afirma que o mal está no Clube porque a SAD funciona lindamente, estamos chegados a um nível de despudor e de falta de vergonha poucas vezes visto desde que Édipo matou o pai e casou com a mãe."



3- No plano actual do metal diria que a banda mais importante são os Metallica. Não o digo que o sejam por serem os melhores, mas sim porque se criou uma onda generalista de dizer que Metallica é fixe e isso acaba por ser benéfico para o próprio estilo, já que o metal desde há muito que deixou de ser moda no meio da cena musical (tirando aquelas coisas esquisitas de nu-metal que para mim são uma pimbalhice e dotados de uma falta de qualidade musical tremendas) e o facto de existir um grupo a fazer o papel de âncora é extremamente importante para que surjam sempre novos adeptos e novos intérpretes à procura de algo novo dentro do estilo.

Isso agora fez-me pensar, e então as bandas de metalcore, não serão as principais referencias do metal hoje em dia, muito pela quantidade de pessoas a que chegam?

É uma pergunta à qual não me sinto muito à vontade para responder dada a minha falta de conhecimento sobre o subgénero em questão. É o tal problema de apreciar um pouco de cada género, mas sem ter conhecimento total sobre nenhum deles em particular...

Aliás, vendo o quão de interessante foi esta iniciativa doYazalde70 sobre a história do metal, a ideia poderia ser copiada e alargada aos outros estilos musicais, sendo que alguns iriam dar pano para mangas. Por exemplo para a pop, acho que a pessoa indicada para dar início à temática seria o one_o_six...   :lol:
Pois, a questão é que é um estilo que esta a emergir muito rapidamente, provavelmente é neste momento o subgénero como mais adeptos...gostaria de saber se será uma moda ou se veio mesmo para ficar.

Citar
Aliás, vendo o quão de interessante foi esta iniciativa doYazalde70 sobre a história do metal, a ideia poderia ser copiada e alargada aos outros estilos musicais, sendo que alguns iriam dar pano para mangas. Por exemplo para a pop, acho que a pessoa indicada para dar início à temática seria o one_o_six...   :lol:

Apoio a iniciativa, não sei é se o advogado do one_o_six irá deixar que ele contribua nesse tema.  :D ;)


"I haven’t failed; I’ve had 10,000 ideas that didn’t work" Benjamin Franklin
Mais uma vez obrigado a todos que responderam e participaram no tópico até agora.
Uma coisa é certa, temos aqui fans e conhecedores de Heavy Metal em todas as suas variantes
que chegam para fazer uma equipa de futebol. Só nao contem comigo para ir á baliza...  ;)

Estive a contabilizar as respostas e talvez não seja surpresa mas todos nós começamos a ouvir
Metal durante ou no principio da adolescência. Descobrindo o género  por intermédio de
amigos da mesma idade ou pouco mais velhos.
Julgo que esteja relacionado com o querer questionar os valores apresentados como normais
na sociedade onde vivemos. Nada mais natural do que grupos de adolescentes tentarem criar
uma identidade própria, usando para isso todo o conceito de Heavy Metal, que tanto pode ser
adaptado ao vestuário, corte de cabelo (ou não corte de cabelo, neste caso  ;D )  mas
principalmente na musica que ouvimos quando ainda estamos a formar a nossa personalidade.
Não  esquecer que cada geração que passa tem vindo a imprimir a sua marca no movimento,
sendo essa talvez uma das principais razões para o constante inventar de subgéneros e
correntes estilísticas.
Sem duvida fruto da necessidade que há entre as gerações para demarcarem fronteiras, ainda
que construídas em terreno comum.

No que diz respeito a que década foi a mais influente até agora, parece que não
concordamos. Embora sejam os anos 70 com o maior numero de votos, os 80 não perdem
por muitos. Revelador do que passou em realidade, como todos sabem o Heavy Metal foi
criado nos 70 e atingiu níveis de popularidade astronómicos nos 80s.
A grande maioria das respostas a esta questão revelam um conhecimento vasto dos vários
eventos que tem elevado o Metal a uma subcultura de escala mundial.
Muitos de nós estávamos longe de prever que em 2008 iria haver bandas desde a India até
a China e Indonésia.
Aconselho que vejam um documentário chamado Global Metal feito por Sam Dunn, antropologista
e fellow metalhead, façam uma busca no Google e verão que é extremamente fácil de
encontrar. Este já é o segundo documentário feito pela mesma equipa.
O primeiro chama-se "Metal: A Headbanger's Journey" e tambem se encontra online
aos pontapés. Deixo aqui o link para uma entrevista com Sam Dunn:
http://heavymetal.about.com/od/interviews/a/dunnmcfayden.htm

A ultima questão tambem não  criou consenso mas já era esperado que assim fosse,
não seja o Heavy Metal uma afirmação da individualidade de cada um.
Desde os Bal Sagoth, (uma banda com um som único, épico e com titulos de canções que
mais parecem de um conto de Robert E. Howard, amigo de Edgar Allan Poe e criador
das novelas Conan The Barbarian, durante os anos 20. Não confundir com as
adaptações feitas em banda desenhada.) aos Symphony X, duas bandas que parecem
atrair fans com uma devoção quase que religiosa. Houve tambem votos para os Opeth, 
banda que parece agradar a uma grande parcela de fans de estilos diferentes.
Fiquei surpreendido com os poucos votos que tiveram os Metallica, tantos quanto
os dois heavyweight's Ozzy e Alice Cooper. Qualquer uma destas bandas poderia
ter ganho facilmente se tivermos em conta o seu curriculum.
No entanto quem parece ter sido o vencedor isolado foram os Iron Maiden, banda que
dispensa qualquer tipo de apresentação. Quanto a mim, merecem todos os prémios que
possamos atribuir, quanto mais não fosse pela ultima world tour que fizeram, e que
espero vir a comprar o DVD, Flight 666.

Espero que este tópico venha a ser utilizado com regularidade, para que possamos partilhar
e discutir algo mais que nos une para além do nosso Sporting.
Recomendem, bandas, albums e DVDs, falem de concertos a que tenham assistido ou sobre
bandas que gostariam de ver em Portugal ou onde vivam.

Stay Metal!  :twisted:
Gostava de ver Overkill, que nunca consegui ver.