Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Julho 22, 2014, 08:23

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Redacção Porta 10-A Tópico:

O Velho Estádio - História e Memórias

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: « anterior 1 2 [3] 4 5 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: O Velho Estádio - História e Memórias (Lida 19973 vezes)

Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #40 em: Outubro 03, 2008, 14:20 »

C!lH@

Sou do tempo em que os homens iam para a bola e as mulheres ficavam no campo grande à espera....

sim, a típica senhora que ficava entretida durante 3 horas no carro a malhar um croché e a ouvir a Rádio Voz de Almada à espera que o marido viesse f*dido da bola e lhe começasse a desancar o couro....
Registado


Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #41 em: Outubro 03, 2008, 14:25 »

24.661

 Rebolar de Tanto Rir Rebolar de Tanto Rir Rebolar de Tanto Rir
Registado
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #42 em: Outubro 04, 2008, 02:54 »



*
Júnior

Mensagens: 2502
Idade: 43
Localidade: Lisboa/Leicester
Masculino


Nao sou muito mais velho que tu mas tambem nao me lembro dessa estoria das mulheres nao irem á bola.
Os meus pais foram muitas vezes juntos durante os anos 60 enquanto namoravam, só depois é que o
meu pai comecou a ir comigo e as vezes com a minha irma tambem.

Ja nao me lembrava era dessa cena de quando acabava os jogos se comecar atirar aquelas almofadas para a pista
de tartan . Eram daquelas que se alugava só por um jogo, eram cinzentas ou estou a fazer confusao?
Se calhar já estavam era velhas e encardidas mas naqueles dias de frio ou molhado até davam jeito.
Registado

(Este post NÃO foi escrito ao abrigo do Acordo Ortográfico)
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #43 em: Outubro 04, 2008, 16:40 »



*

Mensagens: 1840
Localidade: Lisboa
Masculino


Lembro-me bem deste jogo, bem como de outras enchentes como o Celtic, Nápoles, Inter, BeiraMar...

Mas o que me recordo com mais saudade é da "excitação" que era o caminho desde o metro (Campo Pequeno/Entrecampo ou Cidade Universitária e mais tarde Campo Grande) até ao estádio, nunca mais tarde do que uma hora antes do jogo começar.

De perceber nesse trajecto quantas pessoas iam estar no estádio e qual era o ambiente...

Das bilheteiras intermináveis (e dos cobradores) que se calhar funcionavam melhor do que as actuais (quando são precisas)...

Da guerra que era para conseguir alguma coisa no bar...

Das entradas na Superior com as escadas ocupadas...

Agora, passados 15 anos e com um estádio moderníssimo, tenho uns incompetentes na porta 3 que ainda não descobriram como tornar as entradas funcionais.

Completamente sem fala (escrita)!

Já agora, cachecolada linda...

Abaixo a "casualidade"!

A.A.
« Última modificação: Outubro 04, 2008, 16:57 por A.A. » Registado
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #44 em: Outubro 05, 2008, 16:02 »



*
Veterano

Mensagens: 6518
Idade: 29
Localidade: Sintra
Masculino


Sou do tempo em que os homens iam para a bola e as mulheres ficavam no campo grande à espera....

sim, a típica senhora que ficava entretida durante 3 horas no carro a malhar um croché e a ouvir a Rádio Voz de Almada à espera que o marido viesse f*dido da bola e lhe começasse a desancar o couro....


Em jogos grandes, contra tripas e lamps, até eu poder ir, lembro-me de ficar com a minha mãe no caleidoscópio, no jardim do campo grande, até o meu pai vir da bola.  Grin
Registado

Sporting Sempre! 14.244
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #45 em: Outubro 10, 2008, 18:46 »


Longa vida ao Sportinguismo-Leoninismo!


*

Mensagens: 2521
Idade: 39
Localidade: Chelas
Masculino


Grandes posts!

O primeiro jogo que vi no velho Alvalade foi o célebre Sporting-Barcelona de 1986, seguramente uma das eliminações mais injustas da história do futebol. Junto a isto muitos vezes o colapso com o Grasshoppers no dia em que me fiz sócio para concluir que se há coisa de que não posso acusar o clube é de não me avisar ao que vinha...

Via jogos ocasionalmente mas só me tornei presença regular nas bancadas em 90/91 - desde aí não devo ter falhado mais do que 2 ou 3 jogos por época.

A experiência de um dia de jogo na velha banheira é bastante diferente de hoje. As minhas duas primeiras épocas completas foram as duas últimas em que o campeonato se jogava predominantemente Domingo à tarde - e se calhar por isso foram as mais divertidas. Chegar com menos de uma hora de antecedência era habilitar-me a perder um bocado da primeira parte, tal era a confusão à entrada e o número de espectadores. Por isso, apanhei grandes banhos de sol enquanto esperava pelo pontapé de saída no meio de entusiasmo de mais um início de época em que "este ano é que é!" ou da resignação de um final de temporada em que já só cumpríamos calendário.

As entradas eram um caos mas uma vez lá dentro tínhamos algumas prerrogativas. Os sócios só pagavam bilhete em alguns jogos (geralmente, Benfica, Porto e mais alguns). Nos outros, tinham acesso gratuito às Superiores Norte e Sul. Mesmo os  bilhetes de Superior tanto davam para uma como para outra bancada.  Por isso, fora os jogos com Porto e Benfica, podíamos deslocar-nos de uma para a outra ao intervalo para acompanhar o ataque leonino! Não é que estivesse escrito em lado nenhum; mas a malta começava a pedir e quase sempre, o funcionário lá abria as porta de acesso para atravessarmos a Bancada Nova. Era um efeito engraçado ver a Norte a esvaziar-se ao intervalo - tal como hoje, o Sporting atacava quase sempre para Sul na 2ª parte. 

Quem entrava para a lateral também tinha um privilégio: passar para os cativos da Bancada Nova - mais centrais - era apenas uma questão de saltar uma pequena grade com meio metro de altura de altura. Claro que se corria o risco de ter de ouvir o dono do lugar ou até dos vizinhos - mas em geral, se se desse o salto na segunda parte para uma zona com menos gente, esse risco era mínimo.

Um dos momentos preferidos era entrada das equipas em campo. Por duas razões. Como toda a gente se lembra, os túneis de acesso do velho Alvalade estavam junto à Superior Sul -  e provinham de um nível inferior ao do relvado. Nas últimas épocas já tinham posto duas cobertura de plástico, mas quando comecei a ir ao estádio, o acesso estava descoberto - e os jogadores surgiam dos balneários como deuses (e diabos!) das profundezas da terra! Tinha qualquer coisa de teatral e um efeito espectacular!

Depois, ao contrário de hoje, as duas equipas (e os árbitros) nunca entravam ao mesmo tempo. Isso permitia um ritual fantástico: um trovão de aplausos quando os portadores da mítica verde-e-branca entravam e uma demonstração de hostilidade total quando era vez do adversário entrar.  Pois é, poucas coisas batiam o prazer de vaiar e insultar em plenos pulmões os jogadores do Benfica quando apareciam para pisar o nosso solo sagrado. Maldoso

Com a explosão das transmissões televisivas a partir de 92/93, as coisas mudaram. Os jogos à noite começaram a mostrar as limitações do estádio. Ao fim de rotinas de uma vida e à desadequação dos horários dos transportes públicos, juntava-se o desconforto das bancadas de cimento - a não ser para quem tivesse as célebres "almofadinhas para a bola" -  e a exposição total ao frio e à chuva no Inverno.  As assistências começaram a cair - tendência que se agravou quando, a partir de 95 , deixámos de ter uma equipa competitiva (obrigado, Mr. Queirós!). Neste período, não era raro termos assistências de 5000-10000 pessoas durante o Inverno - tão poucas que cabiam à vontade debaixo da pala quando a direcção tinha pena do dilúvio e, num (raro) gesto de generosidade, nos deixava ir para lá.

Também nesta altura, o impagável Santana declarou que a Sul ficava reservada a sócios, proibiu o trânsito entre bancadas e decidiu cobrar uma quota extraordinária de 25 contos. Resultado: acabei a ver duas épocas da bancada Norte, até que uma campanha extraordinária me permitiu regressar a casa pagando apenas as quotas de sócio correspondente relativas àquele período.

Por isso, quando me perguntam se tenho saudades do velho Alvalade, fico um bocado sem saber o que dizer.

Um exemplo destes sentimentos contraditórios que a velha banheira me inspira era a pista de tartan. Por um lado, ficava orgulhoso de sermos os únicos que tínhamos aquele tipo de equipamento, que permitia - em conjunto com a Nave - que todos os atletas do clube partilhassem os mesmos espaços (ok, a Natação estava no Jardim do Campo Grande, mas também não era longe). Por outro, quem estava nas Superiores ficava a quilómetros do relvado, o que dificultava bastante a visão do jogo. Na altura, eu tinha até uma teoria - entre muitas mais ou menos rebuscadas - que atribuía ao tartan a culpa dos nossos insucessos. É que enquanto as Antas e a Luz tinham as bancadas em cima do relvado, permitindo ao público pressionar muito mais árbitros e adversários, no nosso caso a pista funcionava como uma espécie de cordão sanitário, atenuando o efeito do público. Delirante, não?  Grin (Já agora, imaginem como fiquei quando percebi que o nosso novo estádio tinha um fosso! Bater Cabeça )

E então? Estamos melhor do que no velho Alvalade?

Se responder como espectador de futebol, tenho de dizer que sim. A visão do jogo melhorou imenso, em especial das superiores. O conforto é incomparável, desde a facilidade das entradas até às cadeiras e à protecção face à chuva e ao frio (para não falar nas casas de banho, como bem lembrou o Pireza!). Claro que há problemas. Há coisas graves como o preço estúpido dos bilhetes e a falta de consideração pela figura do sócio em geral. E há outras menos graves, mas bastante irritantes como o palerma do speaker, a escolha musical duvidosa, o subaproveitamento dos placards ou a total submissão aos ditâmes dos patrocinadores. Bolas, temos um banco de suplentes pintado de azul e branco por causa da TMN! E até à época passada era o vermelho e branco da Vodafone - de todas as cores do espectro, VERMELHO E BRANCO! Pior do que isto não deve haver! Mas estes problemas têm mais a ver com a gestão do espaço do que propriamente com o espaço em si.

Já como sócio do clube, tenho muitas dúvidas. Economicamente, o custo revelou-se brutal e uma das principais razões para a sua construção - a criação de uma estrutura rentabilizável - caiu por terra com a venda precipitada do património. No plano desportivo, foi desastroso. Não houve grande preocupação em criar uma estrutura alternativa para o atletismo. E a ser verdade que se sacrificou um pavilhão em condições e se obrigou as modalidades a andar com a casa às costas só para acrescentar uns tantos milhares de lugares à lotação do estádio - hoje às moscas - foi um caso clássico de falta de visão. Só comparável mesmo à ideia de construir um fosso quando os grandes concertos de estádio se tornaram uma espécie em extinção...
« Última modificação: Outubro 10, 2008, 18:48 por Petrovich » Registado

"Em matéria de contratações, não há caro nem barato. 100 milhões podem ser baratos e 20 milhões caros. Zidane custou-me 73 milhões de euros - e foi uma pechincha" - Florentino Pérez
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #46 em: Outubro 10, 2008, 19:10 »



*

Mensagens: 7359
Idade: 25
Localidade: Parede/A06
Masculino


 Bater Palmas Bater Palmas

Bom post Petrovich.

Registado
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #47 em: Outubro 10, 2008, 22:08 »



*
Júnior

Mensagens: 2001
Idade: 58
Localidade: Lisboa
Masculino


Sobre este tópico, aconselho vivamente os amigos foristas a lerem o Álbum de memórias Edição Especial do Jornal Sporting de Outubro 2004. Eram Director - José Goulão e Director Adjunto - Fernando Correia.



Comprei-o na loja da Alvalaxia e é um excelente documento, muito bem escrito e com fotografias reveladoras.

Nele se descreve a epopeia que foi o arquitectar dessa obra, 1º Estádio com características Olímpicas da Península Ibérica, o engenho e a dedicação que mobilizou, a imaginação que permitiu superar dificuldades e sobretudo o fervor clubístico e criatividade que suportou esse empreendimento que durou 1 ano e 3 meses.

E comparar com o processo insípido, mercantilista e asséptico que gerou o actual Campo da Bola (como lhe chamou uma vez, e bem o Moniz Pereira)


Registado

O meu símbolo é o LEÃO não o carneiro.

Dinasta da Dívida : Roquette - 'O Projectista Falhado', Dias da Cunha - 'O Crédulo Impenitente', Soares Franco - 'O Dissimulado compulsivo', Bettencourt - 'O Visigodo Inimputável', Godinho Lopes - 'O ex-Arguido Credível'
Day AfterBruno de Carvalho  - 'O SCP é Nosso, outra vez !!!'
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #48 em: Janeiro 16, 2009, 11:46 »


Amor Inimitável!!!


*
Júnior

Condecorações:Fair-play 2010


Mensagens: 1952
Idade: 57
Localidade: Outeiro de Polima
Feminino


Há posts que de vez em qundo têm que ser mexidos para o pessoal avivar a memória da paixão pelo Sporting.

Este é um deles!!!
Registado

Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #49 em: Janeiro 16, 2009, 11:50 »



*
Juvenil

Mensagens: 587
Idade: 31
Localidade: LISBOA
Masculino


lembro-me do sporting 3-0 boavista e como disse noutro post do Sporting 0-1 salgueiros golo de sa pinto.

entra outras recordações estes 2 jogos foram os q mais me marcaram nesse estádio!
Registado

God forgives, Liedson doesn´t!
LIEDSON voltou a marcar e pôs a claque a cantar: LIEDSON OHOH  Eu te AMO SPORTING
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #50 em: Janeiro 16, 2009, 13:22 »



*

Condecorações:Extra-Futebol 2008


Mensagens: 11012
Idade: 31
Localidade: Lisboa, Portugal
Masculino

WWW
Alguns jogos que mais me marcaram neste estádio foram contra o Real Madrid para a Taça UEFA, contra o Celtic, a conquista do campeonato contra o Beira-Mar, entre outros. Lembro-me que no jogo contra o Real Madrid não me queriam deixar entrar. O meu Pai levava-me sempre sem eu ter bilhete. Não me recordo até que idade não se pagava para entrar, mas lembro-me que por ser franzino consegui entrar tantas e tantas vezes sem pagar nada. Nesse jogo, no entanto, não me queriam deixar entrar. O meu Pai insistiu, insistiu, foi-me empurrando lá para dentro enquanto falava com o homem que estava na porta, utilizando argumentos como "então agora onde é que meto o miúdo?" ou "ele entra sempre, estão a levantar problemas porquê?" ... mas a verdade é que o jogo era considerado de alto risco e eu com os meus 12 aninhos queria era entrar. O meu Pai tanto me empurrou e tanto insistiu que lá consegui ver o jogo.

O jogo marcou-me imenso pela fantástica moldura humana. Acho que se quisessem colocar lá uma agulha, não cabia... Rir Muito Alto Vencemos o jogo, mas fomos eliminados. Quando saí do estádio estava um espanhol a vender galhardetes referente à eliminatória. O meu Pai comprou-me um e ainda o tenho no meu quarto em casa dos meus Pais com o bilhete colado nas costas do galhardete. Acho que nesse jogo senti bem o que era ser do SPORTING... vencemos, jogámos muito bem, mas ... fomos eliminados! Triste sina esta, mas sempre com muito orgulho em ser leão...

Outro jogo que me recordo foi em 1988, mas não me lembro o adversário. Lembro-me disso porque, apesar dos meus 6 aninhos, pus-me a gritar "VAI SILAS! VAI!!!" e estive nisto uns bons minutos (foi na 2ª parte, estávamos a atacar pra Sul e eu via os jogos sempre na central mas mais para Norte, depois do intervalo costumávamos ir mais para perto da bancada Sul sempre que havia espaço para tal e foi isso que aconteceu nessa tarde) sempre que o Douglas tinha a bola. Depois o meu Pai disse-me "O Silas não está a jogar. Aquele é o Douglas!" e eu ter ficado calado o resto do jogo corado de tanta vergonha.  Embarrassed

Lembro-me também de ter que ir ver o jogo para a bancada nova porque uns senhores disseram que a pala da central não era segura. Inclusive tivemos que ir ao Restelo ver um dos jogos em casa porque o nosso estádio ficou interdito pelo mesmo motivo. A verdade é que a pala estava tão má que tiveram dificuldades em mandá-la abaixo aquando a demolição do antigo estádio.

Outro momento também marcante foi um dente que caiu ao meu Pai ao ver um jogo em Alvalade e ele colocou o dente dentro da bancada num buraquinho que havia nas escadas da Central. Acho que são momentos especiais como estes dificilmente irei ter num estádio do século XXI. Tudo mudou, as pessoas, o espírito, o clube também está diferente e até o meu sentimento pelo SPORTING, pois agora AMO-O muito mais.

SPORTING GOSTO TANTO
SPORTING GOSTO TANTO...
« Última modificação: Janeiro 16, 2009, 13:57 por ProTrunks » Registado

"Por cada leão que cair, outro se levantará." - António Oliveira
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #51 em: Janeiro 16, 2009, 13:53 »



*
Juvenil

Mensagens: 587
Idade: 31
Localidade: LISBOA
Masculino


Alguns jogos que mais me marcaram neste estádio foram contra o Real Madrid para a Taça UEFA, contra o Celtic, a conquista do campeonato contra o Beira-Mar, entre outros. Lembro-me que no jogo contra o Real Madrid não me queriam deixar entrar. O meu Pai levava-me sempre sem eu ter bilhete. Não me recordo até que idade não se pagava para entrar, mas lembro-me que por ser franzino consegui entrar tantas e tantas vezes sem pagar nada. Nesse jogo, no entanto, não me queriam deixar entrar. O meu Pai insistiu, insistiu, foi-me empurrando lá para dentro enquanto falava com o homem que estava na porta, utilizando argumentos como "então agora onde é que meto o miúdo?" ou "ele entra sempre, estão a levantar problemas porquê?" ... mas a verdade é que o jogo era considerado de alto risco e eu com os meus 12 aninhos queria era entrar. O meu Pai tanto me empurrou e tanto insistiu que lá consegui ver o jogo.

O jogo marcou-me imenso pela fantástica moldura humana. Acho que se quisessem colocar lá uma agulha, não cabia... Rir Muito Alto Vencemos o jogo, mas fomos eliminados. Quando saí do estádio estava um espanhol a vender galhardetes referente à eliminatória. O meu Pai comprou-me um e ainda o tenho no meu quarto em casa dos meus Pais com o bilhete colado nas costas do galhardete. Acho que nesse jogo senti bem o que era ser do SPORTING... vencemos, jogámos muito bem, mas ... fomos eliminados! Triste sina esta, mas sempre com muito orgulho em ser leão...

Outro jogo que me recordo foi em 1998, mas não me lembro o adversário. Lembro-me disso porque, apesar dos meus 6 aninhos, pus-me a gritar "VAI SILAS! VAI!!!" e estive nisto uns bons minutos (foi na 2ª parte, estávamos a atacar pra Sul e eu via os jogos sempre na central mas mais para Norte, depois do intervalo costumávamos ir mais para perto da bancada Sul sempre que havia espaço para tal e foi isso que aconteceu nessa tarde) sempre que o Douglas tinha a bola. Depois o meu Pai disse-me "O Silas não está a jogar. Aquele é o Douglas!" e eu ter ficado calado o resto do jogo corado de tanta vergonha.  Embarrassed

Lembro-me também de ter que ir ver o jogo para a bancada nova porque uns senhores disseram que a pala da central não era segura. Inclusive tivemos que ir ao Restelo ver um dos jogos em casa porque o nosso estádio ficou interdito pelo mesmo motivo. A verdade é que a pala estava tão má que tiveram dificuldades em mandá-la abaixo aquando a demolição do antigo estádio.

Outro momento também marcante foi um dente que caiu ao meu Pai ao ver um jogo em Alvalade e ele colocou o dente dentro da bancada num buraquinho que havia nas escadas da Central. Acho que são momentos especiais como estes dificilmente irei ter num estádio do século XXI. Tudo mudou, as pessoas, o espírito, o clube também está diferente e até o meu sentimento pelo SPORTING, pois agora AMO-O muito mais.

SPORTING GOSTO TANTO
SPORTING GOSTO TANTO...


eu tinha vergonha de ir ver os jogos com o meu pai. ele criticava todos os jogadores do sporting! ainda hj ele critica o pedro barbosa e nem esta a jogar...coitado... é da idade
Registado

God forgives, Liedson doesn´t!
LIEDSON voltou a marcar e pôs a claque a cantar: LIEDSON OHOH  Eu te AMO SPORTING
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #52 em: Janeiro 16, 2009, 15:16 »



*
Veterano

Mensagens: 5791
Idade: 27
Localidade: Margem Sul
Masculino


Nunca me hei de esquecer da 1ª vez que fui a Alvalade: Sporting 3-1 Boavista, golos de Figo, Juskowiak (pontapé de bicicleta) e Balakov (grande chapéu ao Alfredo).
Na véspera, o Benfica perdeu 4-2 contra o Salgueiros, com uma grande exibição do Sá Pinto! Acho que nessa tarde passámos para a frente do campeonato. O estádio estava cheio!

Bons tempos!  Smiley
Registado

Leão ao peito, SPORTING no coração!
Ecletismo: uma bandeira do Sporting Clube de Portugal!
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #53 em: Janeiro 16, 2009, 15:19 »



*

Condecorações:Extra-Futebol 2008


Mensagens: 11012
Idade: 31
Localidade: Lisboa, Portugal
Masculino

WWW
Nunca me hei de esquecer da 1ª vez que fui a Alvalade: Sporting 3-1 Boavista, golos de Figo, Juskowiak (pontapé de bicicleta) e Balakov (grande chapéu ao Alfredo).
Na véspera, o Benfica perdeu 4-2 contra o Salgueiros, com uma grande exibição do Sá Pinto! Acho que nessa tarde passámos para a frente do campeonato. O estádio estava cheio!

Bons tempos!  Smiley

Também lá estive.  Wink
Registado

"Por cada leão que cair, outro se levantará." - António Oliveira
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #54 em: Janeiro 16, 2009, 15:58 »



*
Juvenil

Mensagens: 587
Idade: 31
Localidade: LISBOA
Masculino


Nunca me hei de esquecer da 1ª vez que fui a Alvalade: Sporting 3-1 Boavista, golos de Figo, Juskowiak (pontapé de bicicleta) e Balakov (grande chapéu ao Alfredo).
Na véspera, o Benfica perdeu 4-2 contra o Salgueiros, com uma grande exibição do Sá Pinto! Acho que nessa tarde passámos para a frente do campeonato. O estádio estava cheio!

Bons tempos!  Smiley

Também lá estive.  Wink

grande jogo...acho q o 3º golo já foi aos 90min e ja nao estava no estadio Huh?
Registado

God forgives, Liedson doesn´t!
LIEDSON voltou a marcar e pôs a claque a cantar: LIEDSON OHOH  Eu te AMO SPORTING
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #55 em: Janeiro 16, 2009, 16:02 »



*
Veterano

Mensagens: 5791
Idade: 27
Localidade: Margem Sul
Masculino


Nunca me hei de esquecer da 1ª vez que fui a Alvalade: Sporting 3-1 Boavista, golos de Figo, Juskowiak (pontapé de bicicleta) e Balakov (grande chapéu ao Alfredo).
Na véspera, o Benfica perdeu 4-2 contra o Salgueiros, com uma grande exibição do Sá Pinto! Acho que nessa tarde passámos para a frente do campeonato. O estádio estava cheio!

Bons tempos!  Smiley

Também lá estive.  Wink

grande jogo...acho q o 3º golo já foi aos 90min e ja nao estava no estadio Huh?

Não! Ao intervalo já estava 3-0!
Na 2ª parte ainda fizemos o 4-0, mas foi anulado. Eles depois lá marcaram o golo de honra, pelo Nogueira  Doente
Registado

Leão ao peito, SPORTING no coração!
Ecletismo: uma bandeira do Sporting Clube de Portugal!
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #56 em: Janeiro 16, 2009, 16:08 »



*
Veterano

Mensagens: 6518
Idade: 29
Localidade: Sintra
Masculino


Das memórias mais antigas que tenho em Alvalade é de perdermos em casa, contra o FC Porto, num jogo à tarde. E deve ter sido por 88/89 ou 89/90 porque se bem me recordo tinhamos como central o Miguel... o tal que veio do Vitória.
Registado

Sporting Sempre! 14.244
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #57 em: Janeiro 16, 2009, 18:20 »



*
Veterano

Mensagens: 8109
Idade: 21
Masculino


Sobre este tópico, aconselho vivamente os amigos foristas a lerem o Álbum de memórias Edição Especial do Jornal Sporting de Outubro 2004. Eram Director - José Goulão e Director Adjunto - Fernando Correia.



Comprei-o na loja da Alvalaxia e é um excelente documento, muito bem escrito e com fotografias reveladoras.

Nele se descreve a epopeia que foi o arquitectar dessa obra, 1º Estádio com características Olímpicas da Península Ibérica, o engenho e a dedicação que mobilizou, a imaginação que permitiu superar dificuldades e sobretudo o fervor clubístico e criatividade que suportou esse empreendimento que durou 1 ano e 3 meses.

E comparar com o processo insípido, mercantilista e asséptico que gerou o actual Campo da Bola (como lhe chamou uma vez, e bem o Moniz Pereira)

Deram-me isso há uns 2 anos, recomendo a qualquer sportinguista. Boa leitura.

lembro-me do sporting 3-0 boavista e como disse noutro post do Sporting 0-1 salgueiros golo de sa pinto.

entra outras recordações estes 2 jogos foram os q mais me marcaram nesse estádio!
Esse do Salgueiros foi no dia em que nasci. Não vi o jogo, obviamente, mas nunca mais me esqueço!
Registado

Querem acabar de vez com a nossa paixão!
Não vamos deixar... porque nunca desistimos de ti!
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #58 em: Janeiro 16, 2009, 22:05 »



*
Juvenil

Mensagens: 630
Localidade: Lisboa
Masculino


Lembro-me bem daquele Sporting-BeiraMar em que celebrámos o título, estádio cheio como nunca vira. A alegria do meu pai em mostrar-me o que era ser Sporting e viver aquela experiência, os jogadores com os cabelos verdes às cambalhotas e saltos... Enfim, é das poucas memórias que tenho do grande Estádio José de Alvalade, porque era ainda muito novo, mas fui lá mais algumas vezes engraçadas.
Registado

Leão ao peito, o Sporting no coração, Vestido a preceito, ao jeito do Campeão,
A esperança é verde e não há quem lhe resista, Nunca se perde quando se é Sportinguista!
Agora todos a gritar a uma voz:
SPORTING, SPORTING, o SPORTING SOMOS NÓS!
Re: O Velho Estádio - História e Memórias , « Resposta #59 em: Janeiro 17, 2009, 11:50 »



*
Juvenil

Mensagens: 587
Idade: 31
Localidade: LISBOA
Masculino


Lembro-me bem daquele Sporting-BeiraMar em que celebrámos o título, estádio cheio como nunca vira. A alegria do meu pai em mostrar-me o que era ser Sporting e viver aquela experiência, os jogadores com os cabelos verdes às cambalhotas e saltos... Enfim, é das poucas memórias que tenho do grande Estádio José de Alvalade, porque era ainda muito novo, mas fui lá mais algumas vezes engraçadas.

falando em beira-mar lembro-me do melhor marcado nesse estadio pelo cherbakov a passe de balakov. foi um canto cobrado pela bala e sem a bola bater no chao cherba rematou para o fundo das redes!

esta no youtube esse golo ainda  Bater Palmas
Registado

God forgives, Liedson doesn´t!
LIEDSON voltou a marcar e pôs a claque a cantar: LIEDSON OHOH  Eu te AMO SPORTING
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: « anterior 1 2 [3] 4 5 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Redacção Porta 10-A Tópico:

O Velho Estádio - História e Memórias

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade