Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Novembro 26, 2014, 14:02

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Futebol de Outras Equipas e Selecções (Moderadores: Angel Lion, Stunner) Tópico:

O Derby mais violento do mundo.

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: [1] 2 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: O Derby mais violento do mundo. (Lida 5362 vezes)

O Derby mais violento do mundo. , « em: Julho 19, 2008, 19:01 »



*
Júnior

Mensagens: 2509
Idade: 44
Localidade: Lisboa/Leicester
Masculino


Encontrei este artigo na edicao online do Guardian, um dos melhores jornais Ingleses, do dia 18/07/08

The world's most violent derby: Al Ahly v Zamalek

A clash of nationalism, class and escapism going back 100 years means it's not just fists that fly in the Cairo derby

My Egyptian taxi driver gave me a pitied, concerned look as I handed my cash over at Sharjah Airport. I was on my way to his homeland, to Cairo, and the conversation, as it always tends to do in the Middle East with taxi drivers, turned to football.

"I am Al Ahly, of course," he told me, betraying his allegiance to Egypt's most successful football club. I was flying to Egypt to watch Al Ahly take on Zamalek in the Cairo derby, in the biggest match in Africa, in one of the most violent football fixtures in the history of the game, in front of a 100,000 strong, perfectly partisan crowd. The previously happy taxi driver's demeanour turned dark as he handed me my change. "Do not go," he intoned gravely. "You will be killed."

He was right to be concerned. For the best part of a century Ahly and Zamalek have been fighting out vicious derbies on and off the pitch, causing death, destruction and in at least one case in the early 70s, the entire league to be cancelled. The violence forced the Egyptian government to ban derby games at each club's home ground. Now all games take place at a neutral venue. Such is the reverence and division that even Egypt's referees aren't beyond suspicion - foreign officials are now flown in to ensure impartiality.

But it is far more than just locality that rubs each set of supporters up the wrong way, and far more than pride. It is about nationalism, class and escapism. This Sunday the barely concealed latent enmity that lays dormant between fixtures will once again be brought to the fore, this time in the African Champions League, which kicks back into action. The last eight teams in arguably the world's third toughest club competition have been split in to two groups of four, with Group A throwing up the one fixture that the authorities wanted to avoid.

The roots of the rivalry can be traced back to when the British army walked the streets of Cairo. Football was almost universally regarded as Britain's only popular cultural import but it wasn't until 1907 that Egypt's first locally run club, Al Ahly, came into existence. The name translates as 'The National' and Ahly, wearing the old red colours of the pre-colonial flag, were seen as a team for the nation, a bulwark against occupation and a chance for the average man on the street to come together for a common nationalistic cause.

Zamalek, wearing white, were considered the team of the foreigner (read the British) and the outsider. It was also the club of the hated King Farouk. The team was even named in his honour before being changed to Zamalek after his abdication. The team traditionally attracted the British, their allies and the awkward squad: the authors, poets and intellectuals who were uneasy with Egypt's newfound nationalistic confidence. In the red corner you had the devout, the poor and the proud; in the white corner the liberal, bourgeois middle class. Today the divisions still remain.

"If I go to the stadium I have to go without my car as they [Ahly fans] break everything," explained the former Zamalek great and international Ayman Younis, who is now the Alan Shearer of Egyptian television, only with more personality and hair. Younis knows a thing or two about the tensions between the two sides. His knack for scoring against Ahly in the Cairo derby in the 80s and 90s made him a marked man, even to this day.

"When I was playing I had a lot of problems with Ahly fans. In 1990 I found my BMW car on its side and they signed it 'Ahly fans'. And that was when we lost, 2-0, but they remembered that I scored in the first game earlier in the season." That, however, wasn't the worst of it. "Then there was the time they attacked me in my home. I had to phone the police. 5,000 Ahly fans came to my street and shouted against me, my wife and kids, throwing things at us."

Not that the incident prompted him to re-evaluate his allegiance. For Ayman his love of Zamalek, along with its fans, transcended nearly every other impulse in his life, even religion. "Ask a Zamelek fan, 'Can you change religion?' He wouldn't answer. But you ask them can you change Zamalek, they'd say 'No!' And if you see a policeman, they won't ask you whether you are Muslim or a Christian, they'll ask you whether you are Ahly or Zamalek. It's true."

Today's player's are no different, as Mahmoud "Shikabala" Abdel Razeq, Zamalek's best player who is currently in his second spell at the club after playing briefly in Greece, explained. "I came back [to the team] because I played with Zamalek since I was very young and Zamalek is my home," he said. "The derby is like a championship in itself: if you win it you win the biggest trophy since football started in Egypt."

When I arrived at the Cairo International Stadium, it was clear the authorities weren't taking any risks. The concourse leading to the stadium was swamped with black-clad riot police and plain-clothes officers, randomly hauling out supporters and taking them away to be searched. It felt more like temporary, localised martial law than a football match. Inside, Ahly's Ultra group was already in fine voice, hours before the kick off.

"Ahly was the first ever [football club] to be 100% Egyptian so it is very nationalistic but Zamalek has changed their name so many times we sing: 'You used to be half British, you guys are the rejects'. In Arabic it's the plural of 'Small dirty houses,'" explained Asad, the organisation's leader. "The two biggest political parties in Egypt are Ahly and Zamalek. It's bigger than politics. It's more about escapism. The average Ahly fan is a guy who lives in a one bedroom flat with his wife, mother-in-law and five kids. And he is getting paid minimum wage and his life sucks. The only good thing about his life is that for two hours on a Friday he goes to the stadium and watches Ahly. That's why it is such an obligation to win every game. It makes people's lives happy. We are probably the only club in the world where we [the fans] expect to win every single game."

Which is something Ahly have had a good stab at. They've won the last four league titles (33 in all), two of the last three African Champions Leagues, enjoyed a record-breaking 55 match unbeaten run and exerted near total dominance over Zamalek in recent years. The architect of their success is Portuguese crackpot Manuel Jose, a manager who claims to be a better than his countryman Jose Morinho, and was incensed when he wasn't considered for the Portuguese national job. He was asked to step down for a few weeks last season after infuriating Egypt's religious conservatives by stripping off on the touchline during a league game in protest at a poor refereeing decision.

Yet I was lucky enough to experience that rarest of things: an Ahly defeat. Zamalek ran out 2-0 winners, causing the Ahly fans to pelt the riot police with bottles and fight amongst themselves. The shear numbers of riot police meant that it was virtually impossible for the two sets of fans to meet and fight like they used to. Instead, the violence has found a new home.

Youth team matches have been known to be a thinly veiled disguise for a resumption of hostilities ("There's always horrible fights there," admitted Asad), whilst the far less security-heavy basketball derby between Ahly and Zamalek has seen an explosion of violence courtesy of those who can't get their kick from the terraces any more. Last February saw the high water mark: a Zamalek fan was set on fire and severely burnt when Ahly's fans, distraught after their team narrowly lost 68-67, invaded the court and showered their rival's supporters, players and management with homemade Molotov cocktails.

Yet whilst the authorities struggle off the pitch, Egyptian football is currently enjoying something of a boom on it. Both Zamalek and Ahly share the record for the most African Champions League titles (five apiece), their players are coveted by some of the best leagues in the world and the national team has just won a second successive African Cup of Nations.

That moment last February, when the exceptionally talented Mohamed Aboutreika scored the only goal in the final against Cameroon, was one of the rare moments that even Zamalek fans cheered the exploits of a die hard Ahly player. But by 7.30pm on Sunday, Cairo will have forgotten that. Once again the city will part, one half painted red, the other painted white.



Registado

(Este post NÃO foi escrito ao abrigo do Acordo Ortográfico)


Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #1 em: Julho 19, 2008, 19:15 »


Até morreres, Sporting allez


*
Júnior

Mensagens: 2676
Localidade: Lisboa


The architect of their success is Portuguese crackpot Manuel Jose

Rir Muito Alto

Muito bom o artigo. Quando vi o nome do tópico pensei imediatamente na Old Firm, mas é claro que no terceiro mundo as coisas conseguem ser ainda piores.
Registado
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #2 em: Julho 19, 2008, 19:18 »


André Cruz, 18/03/2000


*
Sénior

Condecorações:Melhor Assinatura 2008


Mensagens: 4718
Idade: 29
Localidade: Gafanha da Nazaré - Aveiro
Masculino

WWW
E na Turquia? E na Argentina? E na...?

Isto para dizer: o dérbi egípcio é duro, sim, mas dérbis violentos há em todo o lado. Adaptando a célebre frase do Jardéu: dérbi é dérbi, e vice-versaSmiley
Registado



«Deus criou o Mundo em seis dias e ao sétimo descansou. Era Domingo, havia futebol»
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #3 em: Julho 19, 2008, 19:25 »



*

Condecorações:Extra-Futebol 2013Extra-Futebol 2012Extra-Futebol 2010Extra-Futebol 2009


Mensagens: 26748
Idade: 30
Masculino


E na Turquia? E na Argentina? E na...?

Isto para dizer: o dérbi egípcio é duro, sim, mas dérbis violentos há em todo o lado. Adaptando a célebre frase do Jardéu: dérbi é dérbi, e vice-versaSmiley

Agora lembrei-me do dérbi da bairrada, entre o Mealhada e o Azarede em hoquei em patins [feminino] que me chocou pelas "agressões", "empurrões" e "cotoveladas". Meto entre parêntesis porque entre raparigas é tudo suavizado, embora por breves momentos dava por mim a ver a hóquei no gelo, versão lusitana. Smiley
Registado

Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #4 em: Julho 19, 2008, 19:51 »



*
Júnior

Mensagens: 2509
Idade: 44
Localidade: Lisboa/Leicester
Masculino


E na Turquia? E na Argentina? E na...?

Isto para dizer: o dérbi egípcio é duro, sim, mas dérbis violentos há em todo o lado. Adaptando a célebre frase do Jardéu: dérbi é dérbi, e vice-versaSmiley

Agora lembrei-me do dérbi da bairrada, entre o Mealhada e o Azarede em hoquei em patins [feminino] que me chocou pelas "agressões", "empurrões" e "cotoveladas". Meto entre parêntesis porque entre raparigas é tudo suavizado, embora por breves momentos dava por mim a ver a hóquei no gelo, versão lusitana. Smiley

Segundo o que diz o artigo este é capaz de ser um bocadinho pior que os da Turquia e Argentina, agora o Mealhada vs Azarede em hoquei feminino é que ja deve ser giro de assistir.

Elas usam mini saias ou calcoes justinhos ? Se tiverem com que encher as camisolas apertadinhas CRASH BANG BOING toma la com que encher, meu safado ! BANG CRASH BOING

Eh pah fui apanhado pela minha miuda... Granda sofa que levei agora 
Registado

(Este post NÃO foi escrito ao abrigo do Acordo Ortográfico)
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #5 em: Julho 19, 2008, 20:00 »


BANIDO

No avatar!

*
Júnior

Mensagens: 1851
Idade: 28
Localidade: Hrvatska
Masculino


Seixal FC - Amora FC

sem dúvida!

Lembro-me quando estavam ambas na IIª Div "B", os estádios em dias de derby (e não só... contra Barreirense,Estoril tb enchiam sempre) tavam sempre lotados, era raro o ano em que os adeptos do amora não saíam mais cedo do estádio corridos à pedrada, assim como os adeptos do SFC era lá recebidos... muita violencia.

Isto tudo tem origem, na tentativa dos habitantes Amorenses quererem promover Amora a concelho (Seixal é o Concelho) além de serem vizinhos.
Registado

 
Ajmo Hajduk , Ajmo Sporting! (anti-nn gays)
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #6 em: Julho 19, 2008, 20:13 »



*
Júnior

Mensagens: 2125
Idade: 27
Localidade: Dafundo
Masculino


E ninguém se lembra em hóquei do Algés vs Parede?

"O encontro de juniores disputado no recinto da Liga de Algés entre a equipa da casa e do Parede futebol Clube, foi interrompido a cerca de dez minutos do final, devido a lamentáveis cenas de violência.
Do incidente resultou a lesão grave do jogador do Parede, Ricardo Oliveira, que segundo os responsáveis paredenses "foi violentamente agredido na cabeça com os ‘sticks’ pelos jogadores" algesianos, na sequência de uma jogada em que caiu junto da baliza adversária, ao disputar uma bola com o guarda-redes.

O jogador, que segundo os mesmos responsáveis "foi socorrido por dois agentes da autoridade que se encontravam a fazer a segurança do pavilhão e que identificaram na ocasião os agressores" foi de imediato conduzido ao Hospital, onde "foi submetido a uma intervenção cirúrgica ao nariz e suturado no sobrolho esquerdo, e ainda sujeito a uma reconstituição do osso zigomático"

Do lado da Liga de Algés, depois de negar as agressões dos seus jogadores, alegando ter-se tratado de um acidente, a direcção do clube já emitiu um comunicado, onde manifesta "o seu pesar pelo incidente" e "lamenta profundamente as consequências do incidente, desejando uma rápida recuperação do atleta" Ricardo Oliveira, do Parede Futebol Clube."





O mais giro foi o pessoal do Algés a dizer que isso foi um acidente, que o jogador do Parede foi contra as redes da baliza  Rebolar de Tanto Rir
Registado

Save your breath. You'll need it to blow up your date.
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #7 em: Julho 19, 2008, 23:01 »



*
Veterano

Mensagens: 8854
Idade: 31
Localidade: Lisboa
Masculino


Tss,isso comparado com um Varzim-rio ave... Rir Muito Alto
Já foi mais mas segundo consta antigamente até pedradas nos autocarros dos adversários quando passavam a "fronteira" Smiley,para quem não sabe Póvoa de Varzim e Vila do Conde são 2 concelhos do Grande Porto vizinhos,quase duas cidades "coladas"....

Viva o Varzim... Vitória

Registado

2h9m21s
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #8 em: Julho 19, 2008, 23:16 »



*
Júnior

Mensagens: 2509
Idade: 44
Localidade: Lisboa/Leicester
Masculino


Ja agora e sem ir ver ao Google alguem sabe dizer qual é o derby mais antigo do mundo ?
Registado

(Este post NÃO foi escrito ao abrigo do Acordo Ortográfico)
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #9 em: Julho 19, 2008, 23:51 »


Até morreres, Sporting allez


*
Júnior

Mensagens: 2676
Localidade: Lisboa


Quer-me parecer é que esta história dos quizzes te subiu à cabeça. Smiley

Não faço ideia, mas se fosse no "Quem Quer Ser Milionário" apostava num derby inglês.
Registado
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #10 em: Julho 19, 2008, 23:55 »



*
Veterano

Condecorações:Humorista Ano 2013Humorista Ano 2012Humorista Ano 2011Humorista 2010


Mensagens: 14273
Idade: 36
Localidade: Ponta Delgada
Masculino

WWW
O termo é inglês, o futebol começou na Inglaterra... isso só pode ser entre equipas inglesas.

Se calhar arriscava num Sheffield United - Sheffield FC que é o clube mais antigo e salvo erro o derby mais antigo ficou conhecido como o derby de Sheffield.
Registado

“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #11 em: Julho 21, 2008, 09:26 »



*
Juvenil

Condecorações:Membro do Ano 2008


Mensagens: 1180
Localidade: Lisboa
Masculino


O derby original era um jogo de "futebol" (não o nosso, mas o futebol sem regras herdado da idade média) entre duas paróquias da cidade de Derby, que, creio, se chamavam All Saints e St Peters (mas como não posso ir ao google confirmar...). A rivalidade era tal que o jogo se tornou conhecido em toda a Inglaterra como "the Derby game", daí a origem do termo. Como disse o Atlantian, o derby mais antigo entre clubes que ainda existem deve ser entre equipas de Sheffield. No entanto, eu apostaria no Sheffield FC - Hallam FC, duas equipas que, pelo menos o ano passado, estavam na mesma divisão, uns furos abaixo da Conference e que, segundo creio, são as duas equipas de futebol mais antigas de Inglaterra. Tão antigas que foram criadas antes do "nascimento" do futebol moderno em 1863 e antes de o adoptarem jogavam uma variante chamada "futebol de Sheffield".
Registado

Último minuto da partida... Último minuto, Sporting... Vai ser levantado o pontapé de canto lá pela esquerda... O pontapé de canto vai ser levantado... Coração da área......GOLO!GOLO!GOLO!GOLO!GOLO!GOLO!GOLO!GOLO!GOLO!GOLO!GOLO!
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #12 em: Julho 21, 2008, 16:35 »



*
Veterano

Condecorações:Humorista Ano 2013Humorista Ano 2012Humorista Ano 2011Humorista 2010


Mensagens: 14273
Idade: 36
Localidade: Ponta Delgada
Masculino

WWW
Pois claro... o Hallam. Pus o Sheffield United porque não me vinha à memória o Hallam.

Só um aparte, o futebol foi inventado na China em 2 aC, eles tinham um jogo muito similar, onde chutavam uma bexiga de porco para dentro de uma rede... por isso se calhar o primeiro derby, ou a primeira rivalidade no futebol deve ter sido entre o Han e o Chang Rir Muito Alto

Segundo alguns especialistas, há evidências de um desporto similar ter sido jogado no Japão, Kioto, ainda antes dos chineses. Os gregos e os romanos também praticaram o desporto com equipas que podiam chegar aos 27 jogadores.
Registado

“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #13 em: Julho 22, 2008, 16:58 »



*
Júnior

Mensagens: 2780
Idade: 23
Localidade: Braga/Bragança
Masculino


Bem não sei, mas o river plate-boca juniores nao sei se me metia la no estadio, alem de ser um pais da america do sul, os argentinos são famosos por ferver em  pouca àgua além de meterem muita pessoas onde so cabem metade, logo dà barraco além de o policiamento ser escasso
Registado

Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #14 em: Julho 22, 2008, 17:20 »



*
Veterano

Condecorações:Humorista Ano 2013Humorista Ano 2012Humorista Ano 2011Humorista 2010


Mensagens: 14273
Idade: 36
Localidade: Ponta Delgada
Masculino

WWW
Eu tinha mais medo de um Fla-Flu.
Registado

“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #15 em: Julho 22, 2008, 17:21 »



*
Veterano

Mensagens: 8854
Idade: 31
Localidade: Lisboa
Masculino


Eu tinha mais medo de um Fla-Flu.

Olha que um Santa Clara-União Micaelense... Smiley
Registado

2h9m21s
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #16 em: Julho 22, 2008, 17:23 »



*
Veterano

Condecorações:Humorista Ano 2013Humorista Ano 2012Humorista Ano 2011Humorista 2010


Mensagens: 14273
Idade: 36
Localidade: Ponta Delgada
Masculino

WWW
 Rebolar de Tanto Rir Rebolar de Tanto Rir

Mas cá era mais União Micaelense - Micaelense
Águia - Sporting Ideal

A rivalidade do Santa Clara é mais recente.
Registado

“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #17 em: Julho 24, 2008, 17:48 »



*
Júnior

Mensagens: 2509
Idade: 44
Localidade: Lisboa/Leicester
Masculino


Sem duvida que ha duas respostas certas, uma é a do Sheffield FC vs Hallam.
http://en.wikipedia.org/wiki/Sheffield_F.C.

A outra e a que me agrada mais visto eu viver ao lado, seria esta.
Notts County vs Nottingham Forest
http://www.footballderbies.com/honours/index.php?id=29

A razao que ha duas respostas certas foi por eu nao formular bem a pergunta, devia ter especificado se era
futebol profissional ou nao. Porque senao for entao tambem se pode considerar a das paroquias que deram
origem a palavra Derby.
Fica ao vosso criterio.
Registado

(Este post NÃO foi escrito ao abrigo do Acordo Ortográfico)
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #18 em: Julho 25, 2008, 11:03 »



*
Veterano

Mensagens: 6518
Idade: 30
Localidade: Sintra
Masculino


Eu tinha mais medo de um Fla-Flu.

Flamengo x Vasco é mais intenso. É mais ódio puro. Fla-Flu é o "charme", a beleza da rivalidade.

Para mim as maiores rivalidades (se bem que todas, à sua maneira, são especiais) seriam:
Pana x Olimpiacos
Fener x Galatasaray
Red Star x Partizan
Sporting x Benfica
Celtic x Rangers
Lazio x Roma
West Ham x Milwall
Atletico x Real

Fora da europa, consideraria:
Flamengo x Vasco
Fla x Flu
São Paulo x Coritnthians
São Paulo x Palmeiras
Boca x River
Indipendiente x Racing
Gremio x Internacional
Cruzeiro x Atletico

Existe também um site engraçado sobre os derbys de todo o mundo: www.footballderbies.com
Registado

Sporting Sempre! 14.244
Re: O Derby mais violento do mundo. , « Resposta #19 em: Julho 25, 2008, 11:05 »



*
Veterano

Mensagens: 6518
Idade: 30
Localidade: Sintra
Masculino


Sem duvida que ha duas respostas certas, uma é a do Sheffield FC vs Hallam.
http://en.wikipedia.org/wiki/Sheffield_F.C.

A outra e a que me agrada mais visto eu viver ao lado, seria esta.
Notts County vs Nottingham Forest
http://www.footballderbies.com/honours/index.php?id=29

A razao que ha duas respostas certas foi por eu nao formular bem a pergunta, devia ter especificado se era
futebol profissional ou nao. Porque senao for entao tambem se pode considerar a das paroquias que deram
origem a palavra Derby.
Fica ao vosso criterio.

E aí torces por quem?

O futebol em Inglaterra, para mim, tem qualquer coisa de especial, pois existe muito a ideia de se apoiar o clube local. Normalmente somos do clube de onde nascemos ou vivemos. E isso faz com que a maioria dos clubes tenha muitos adeptos, e que dá origem a grandes rivalidades, mesmo em divisões inferiores.
Registado

Sporting Sempre! 14.244
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: [1] 2 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Futebol de Outras Equipas e Selecções (Moderadores: Angel Lion, Stunner) Tópico:

O Derby mais violento do mundo.

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade