Fórum SCP

Carlos Queiroz

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Creio que ele estando ao serviço da selecção, vai em serviço de interesse público, acho que é isso, e é totalmente diferente do Queiroz pessoa, ir ver um jogo ou entrar no estádio.

Porque assim também não o deixavam ir para o banco quando a selecção fosse jogar a Alvalade.

Quando a seleção joga em Alvalade, o estádio é da responsabilidade da FPF, tipo como se fosse alugado. Agora nos jogos do SCP só lá entra quem nós deixarmos, seja selecionador ou não.
“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Para alguns aqui o Scolari foi mau  :lol: , é claro que têve falhas , algumas apontadas neste fórum , deixo a pergunta no ar alguem acredita que o Queiroz vai fazer melhor ? , muitos não se devem  lembrar da passagem dele pelo Sporting , ele por exemplo encostou o Cadete e mostrou que só sabe treinar putos e que não tem e nunca teve pulso no balneário como se provou mais uma vez no Real Madrid.

Para mim a forma como ele tratou o Cadete é revelador de como é ele a gerir um balneário.
Tambem para os mais esquecidos , lembram-se daquele jogo de má memória os 3-5 que ele tira o Paulo Torres  :o , dando via aberta para o João Pinto fazer o jogo da vida dele.

Tenho reparado que os mais novos é que se mostram mais entusiasmados , pudera , eles só o conhecem do Manchester United. 
Para alguns aqui o Scolari foi mau  :lol: , é claro que têve falhas , algumas apontadas neste fórum , deixo a pergunta no ar alguem acredita que o Queiroz vai fazer melhor ? , muitos não se devem  lembrar da passagem dele pelo Sporting , ele por exemplo encostou o Cadete e mostrou que só sabe treinar putos e que não tem e nunca teve pulso no balneário como se provou mais uma vez no Real Madrid.

Para mim a forma como ele tratou o Cadete é revelador de como é ele a gerir um balneário.
Tambem para os mais esquecidos , lembram-se daquele jogo de má memória os 3-5 que ele tira o Paulo Torres  :o , dando via aberta para o João Pinto fazer o jogo da vida dele.
Tenho reparado que os mais novos é que se mostram mais entusiasmados , pudera , eles só o conhecem do Manchester United. 

Não foi 3-5 mas 3-6. O João Pinto na altura da saída do Paulo Torres (ao intervalo), já tinha marcado 3 golos.
E apesar de essa substituição ter sido catastrófica, acho que era o que tinha a fazer, dado que perdiamos o jogo do titulo por 2-3. Tirou Torres e pôs Pacheco ficando Paulo Sousa a cobrir a esquerda. Era a substituição lógica. Lembro-me de Mário Wilson num SCP-pardais ter tirado os 2 laterais num jogo que estava a perder e acabou por perder. É a substituição da praxe, a saída de um lateral, quantas vezes já não fez Bento o mesmo. A diferença é que nesse dia correu muito mal.
Esse jogo também foi cada tiro cada melro dos pardais, os emissários da Juventus que estavam lá vendo o Paulo Sousa comentaram no fim do jogo que foi "uma equipa a jogar e outra a marcar", que tinha sido "um jogo de loucos".
Queirós não me convence, nem sou um grande admirador dele, mas já provou que aposta nos jovens (e a seleção está a ser restruturada com elementos novos).
“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Para alguns aqui o Scolari foi mau  :lol: , é claro que têve falhas , algumas apontadas neste fórum , deixo a pergunta no ar alguem acredita que o Queiroz vai fazer melhor ? , muitos não se devem  lembrar da passagem dele pelo Sporting , ele por exemplo encostou o Cadete e mostrou que só sabe treinar putos e que não tem e nunca teve pulso no balneário como se provou mais uma vez no Real Madrid.

Para mim a forma como ele tratou o Cadete é revelador de como é ele a gerir um balneário.
Tambem para os mais esquecidos , lembram-se daquele jogo de má memória os 3-5 que ele tira o Paulo Torres  :o , dando via aberta para o João Pinto fazer o jogo da vida dele.
Tenho reparado que os mais novos é que se mostram mais entusiasmados , pudera , eles só o conhecem do Manchester United. 

Não foi 3-5 mas 3-6. O João Pinto na altura da saída do Paulo Torres (ao intervalo), já tinha marcado 3 golos.
E apesar de essa substituição ter sido catastrófica, acho que era o que tinha a fazer, dado que perdiamos o jogo do titulo por 2-3. Tirou Torres e pôs Pacheco ficando Paulo Sousa a cobrir a esquerda. Era a substituição lógica. Lembro-me de Mário Wilson num SCP-pardais ter tirado os 2 laterais num jogo que estava a perder e acabou por perder. É a substituição da praxe, a saída de um lateral, quantas vezes já não fez Bento o mesmo. A diferença é que nesse dia correu muito mal.
Esse jogo também foi cada tiro cada melro dos pardais, os emissários da Juventus que estavam lá vendo o Paulo Sousa comentaram no fim do jogo que foi "uma equipa a jogar e outra a marcar", que tinha sido "um jogo de loucos".
Queirós não me convence, nem sou um grande admirador dele, mas já provou que aposta nos jovens (e a seleção está a ser restruturada com elementos novos).

Foi 3-6 , enganei-me , mas quanto ao João Pinto já ter marcado 3 golos à altura da saída do Paulo Torres , acho que estás enganado , acho que ele os marcou principalmente depois da saída dele , alguem aqui no fórum deve-se lembrar melhor , o que é um facto é que o descalabro deu-se depois dessa substituição.
Lembro-me eu bem. 1-0 Figo; 1-1 JVP; 2-1 Cadete ; 2-2 JVP ; 2-3 JVP Intervalo 2-4 Isaias; 2-5 Isaias; 2-6 Hélder; 3-6 Balakov (penalty)

O 4 golo que é o golo que mata o jogo surge duma jogada de Paneira pela lateral, em que Paulo Sousa falha o tempo de corte 2 vezes, uma de maneira infantil e depois Paneira dentro da área cruza rasteiro para trás onde aparece Isaias (isolado porque já lá não está Paulo Sousa que foi cobrir a esquerda) que marca um golo fácil.

JVP jogou na 1º parte o jogo da vida dele.
“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Com Queiroz acabou o espírito e o "clube" Selecção.
O que Scolari conseguiu construir durante 5 anos,Queiroz vai destruir em meia dúzia de meses.

No Sporting o seu trajecto foi miserável e degradante.Assim que chegou incompatibilizou-se com tudo e todos.
Com uma das melhores equipas do Sporting dos últimos anos,o futebol praticado e os resultados foram decepcionantes.
Com um discurso redondo e monocórdico baseado apenas no subserviente políticamente correcto,vaidoso,pavão,cínico,falso e incompetente insinuou-se e arvorou-se em Treinador-Presidente.
No final quando os sócios obrigaram o presidente de má memória santana a pô-lo na rua,disse que ao Sporting não perdoaria um tostão que fosse da indemnização.Recebeu 100.000 contos.

Depois e até hoje,a sua carreira tem sido indigna e desastrosa.Desde os Estados Unidos(Metro Stars),Japão(Nagoya),Emirados Àrabes,China,África do Sul,etc. foi sempre despedido por nunca atingir os objectivos e sempre por indecente e má figura.Mas sempre com grandes indemnizações.

Quando por estupefacção do Mundo do futebol foi para o Real Madrid,não foram precisos esperar 2 meses para que o Presidente Florentino Perez viesse dizer que Queiroz tinha sido um erro.Foi para a rua quem o levou para lá e foi ele,claro.Resultado,mais um enorme indemnização.

Regressou ao Manchester onde era um dos 6 treinadores adjuntos e como adjunto continuou.
Não deixa de ser revelador do seu carácter e do seu baixo nível o episódio recente em que antes de se decidir, exigiu ao Manchester que lhe GARANTISSE se seria o sucessor de Ferguson.Óbviamente que recebeu um rotundo NÃO.
Diga-se que esta invenção de ser o sucessor do Ferguson foi alimentada pela imprensa portuguesa que o adora,como sempre se tem visto.

Por ironia,ao aceitar o infeliz convite da FPF exigiu não só que o contrato fosse de 4 anos em vez de 2 como a Federação queria e ele que sempre foi o Rei das indemnizações,exigiu também que fosse a FPF(ou a Nike) a pagar-lhe a indemnização de 1,3milhões de Euros ao Manchester United.Ele é que não pagava.

Chulo da pior espécie,escroque do mais ordinário.

E é esta "peça"que "nos" toca agora em sorte.Rápidamente vai voltar a bandalheira e a pouca vergonha à Selecção.

Por mim não me incomodo muito porque nunca fui grande adepto da Selecção e com excepção do período Scolari,posso mesmo dizer que me foi sempre indiferente.Até nem gostava que por favor seleccionassem jogadores do Sporting,pois podiam-se lesionar.

Agora,vou voltar a essa condição mas torcendo fervorosamente pela continuação dos insucessos do professor e pela desmistificação da fraude e do desastre carlos queiroz.

Quanto aos incompetentes da Federação que preparem a grossa indemnização,que é disso que o charlatão Queiroz vive.

 
« Última modificação: Julho 13, 2008, 03:10 am por chirola »
Por mim não me incomodo muito porque nunca fui grande adepto da Selecção

Para quem se diz não ser grande adepto da selecção, não está nada mal a adjectivação reservada para o novo seleccionador.

Com Queiroz acabou o espírito e o "clube" Selecção. O que Scolari conseguiu construir durante 5 anos,Queiroz vai destruir em meia dúzia de meses.

Curiosamente Queiroz foi escorraçado da Selecção portuguesa precisamente por, certo dia, ter anunciado que estava na hora de “limpar a porcaria toda da selecção”, que curiosamente acabou por ser a principal conquista de Scolari ao longo dos últimos anos e veio pôr um fim a certos maus hábitos que reinavam na selecção e inclusivamente lhe valeram a guerra surda com Pinto da Costa.

No Sporting o seu trajecto foi miserável e degradante.Assim que chegou incompatibilizou-se com tudo e todos. Com uma das melhores equipas do Sporting dos últimos anos,o futebol praticado e os resultados foram decepcionantes.

Deu-te o primeiro troféu depois de 10 anos de seca: uma Taça de Portugal, já para não falar na Supertaça, que apesar de ter sido conquistada numa finalíssima em que o treinador já era Octávio, também é dele pois ainda treinava a equipa no primeiro jogo da competição. Conseguiu mais pontos no campeonato com aquele 2º lugar em 94/95 do que Inácio ou Boloni conseguiram quando foram campeões. Teve menos golos sofridos e menos derrotas do que os campeões Inácio e Boloni, e inclusive teve mais golos marcados que a equipa de Inácio. E isto apesar de ter apanhado o sistema no seu apogeu.

Depois e até hoje,a sua carreira tem sido indigna e desastrosa.Desde os Estados Unidos(Metro Stars),Japão(Nagoya),Emirados Àrabes,China,África do Sul,etc. foi sempre despedido por nunca atingir os objectivos e sempre por indecente e má figura.Mas sempre com grandes indemnizações.

Nunca esteve na China, qualificou a África do Sul para o Campeonato do Mundo e nos EUA, além de treinar o MetroStars, foi só o responsável pela elaboração de um estudo sobre a profissionalização do futebol nesse país.

Quando por estupefacção do Mundo do futebol foi para o Real Madrid,

Deve ter sido por cunha com certeza.

não foram precisos esperar 2 meses para que o Presidente Florentino Perez viesse dizer que Queiroz tinha sido um erro.Foi para a rua quem o levou para lá e foi ele,claro.Resultado,mais um enorme indemnização.

Foi um erro, porque nunca quis colaborar com a política de contratação de estrelas e insistia incompreensivelmente em construir uma equipa com pés e cabeça em vez de montar um conjunto de nomes sonantes que desse dinheiro a vender camisolas. Um perfeito lunático.

Por ironia,ao aceitar o infeliz convite da FPF exigiu não só que o contrato fosse de 4 anos em vez de 2 como a Federação queria e ele que sempre foi o Rei das indemnizações,exigiu também que fosse a FPF(ou a Nike) a pagar-lhe a indemnização de 1,3milhões de Euros ao Manchester United.Ele é que não pagava.

Ao contrário do que é hábito no resto do Mundo, em que um clube apresenta uma proposta de contrato a um profissional, seja ele jogador ou treinador, e depois fica à espera que seja ele próprio a pagar a indemnização por rescisão com o clube anterior.

Chulo da pior espécie,escroque do mais ordinário.

E acrescento mal-cheiroso, devorador de criancinhas e persona non grata em Alvalade.

Agora,vou voltar a essa condição mas torcendo fervorosamente pela continuação dos insucessos do professor e pela desmistificação da fraude e do desastre carlos queiroz.

Bom, se é por um desígnio tão superior como esse, Portugal inteiro está contigo: tudo a torcer pelas derrotas da Selecção Nacional!
« Última modificação: Julho 13, 2008, 04:06 am por Eddie Verdde »
Quod scripsi, scripsi.:
Tudo pelo Sporting, nada contra o Sporting.
Banca, Academia, Paulo Bento.
Evolução na continuidade.
Orgulhosamente sós a bater palmas ao mau futebol. Para Alvalade, rapidamente e em força.
DN de hoje:

Citar
Paulo Bento na lista de Ferguson


ANTÓNIO PEDRO PEREIRA
Sporting. Para suceder a Carlos Queiroz
Paulo Bento é um dos nomes da lista que Alex Ferguson estuda para encontrar o sucessor de Carlos Queiroz como número dois da equipa técnica do Manchester United. O treinador português é já um velho conhecido do escocês, que falou muitas vezes de Bento com Queiroz.

Depois da saída de Queiroz para a selecção portuguesa, Ferguson dedica-se a escrutinar o mercado. E tem em Portugal dois nomes que lhe suscitam atenção: Paulo Bento e Pako Ayesteran, adjunto de Quique Flores no Benfica que esteve com Rafael Benitez no Liverpool até Setembro passado. Mas René Meulensteen, que treina as reservas dos red devils, parece estar na dianteira.

O lugar-tenente de Ferguson seria uma desafio aliciante na carreira de Paulo Bento, apesar de deixar a liderança de uma equipa com presença na Liga dos Campeões para se tornar adjunto. Ao nível do salário, por exemplo, o futuro número dois de Ferguson deve aspirar a receber entre um milhão e 1,2 milhões de euros, qualquer coisa como o triplo do que ganha agora Bento em Alvalade. Além de que há sempre o engodo de poder vir a suceder ao escocês, que só deve manter-se mais dois anos no activo (mas já de outras vezes adiou o adeus).

"Herança pesada" de Queiroz

Ontem, Paulo Bento comentou a chegada de Queiroz à selecção. "Vai fazer um trabalho mais abrangente e já tem experiência de seleccionador", abordou o treinador do Sporting, que ficou com boa impressão do que fez Luiz Felipe Scolari: "Penso que a herança é grande. Não ganhámos nada mas conseguimos resultados que nunca tínhamos alcançado". E, em conclusão, foi cortês: "Desejo-lhe muito sucesso para alcançar aquilo que deseja".|

 :question: :think:
Com Queiroz acabou o espírito e o "clube" Selecção.
O que Scolari conseguiu construir durante 5 anos,Queiroz vai destruir em meia dúzia de meses.

No Sporting o seu trajecto foi miserável e degradante.Assim que chegou incompatibilizou-se com tudo e todos.
Com uma das melhores equipas do Sporting dos últimos anos,o futebol praticado e os resultados foram decepcionantes.
Com um discurso redondo e monocórdico baseado apenas no subserviente políticamente correcto,vaidoso,pavão,cínico,falso e incompetente insinuou-se e arvorou-se em Treinador-Presidente.
No final quando os sócios obrigaram o presidente de má memória santana a pô-lo na rua,disse que ao Sporting não perdoaria um tostão que fosse da indemnização.Recebeu 100.000 contos.

Depois e até hoje,a sua carreira tem sido indigna e desastrosa.Desde os Estados Unidos(Metro Stars),Japão(Nagoya),Emirados Àrabes,China,África do Sul,etc. foi sempre despedido por nunca atingir os objectivos e sempre por indecente e má figura.Mas sempre com grandes indemnizações.

Quando por estupefacção do Mundo do futebol foi para o Real Madrid,não foram precisos esperar 2 meses para que o Presidente Florentino Perez viesse dizer que Queiroz tinha sido um erro.Foi para a rua quem o levou para lá e foi ele,claro.Resultado,mais um enorme indemnização.

Regressou ao Manchester onde era um dos 6 treinadores adjuntos e como adjunto continuou.
Não deixa de ser revelador do seu carácter e do seu baixo nível o episódio recente em que antes de se decidir, exigiu ao Manchester que lhe GARANTISSE se seria o sucessor de Ferguson.Óbviamente que recebeu um rotundo NÃO.
Diga-se que esta invenção de ser o sucessor do Ferguson foi alimentada pela imprensa portuguesa que o adora,como sempre se tem visto.

Por ironia,ao aceitar o infeliz convite da FPF exigiu não só que o contrato fosse de 4 anos em vez de 2 como a Federação queria e ele que sempre foi o Rei das indemnizações,exigiu também que fosse a FPF(ou a Nike) a pagar-lhe a indemnização de 1,3milhões de Euros ao Manchester United.Ele é que não pagava.

Chulo da pior espécie,escroque do mais ordinário.

E é esta "peça"que "nos" toca agora em sorte.Rápidamente vai voltar a bandalheira e a pouca vergonha à Selecção.

Por mim não me incomodo muito porque nunca fui grande adepto da Selecção e com excepção do período Scolari,posso mesmo dizer que me foi sempre indiferente.Até nem gostava que por favor seleccionassem jogadores do Sporting,pois podiam-se lesionar.

Agora,vou voltar a essa condição mas torcendo fervorosamente pela continuação dos insucessos do professor e pela desmistificação da fraude e do desastre carlos queiroz.

Quanto aos incompetentes da Federação que preparem a grossa indemnização,que é disso que o charlatão Queiroz vive.

 

 :clap:

Tirando alguns adjectivos um pouco excessivos que eu não usaria , mas que não deixam de lhe caír como uma luva.

É bom relembrar os feitos dessa peça , já não me lembrava da indemnização vergonhosa de que ele não abdicou , cujo advogado que o defendeu contra o Sporting , pasme-se é aquele grande sportinguista que dá pelo nome de Dias Ferreira , o grande impulsionador da ída dele para o Sporting.

A forma como ele encostou o Cadete é sintomática da sua inaptidão para gerir um balneário , estou curioso para saber se há algum forista que saiba melhor esta história , mas se ainda houvesse alguma dúvida acerca da sua capacidade nesse aspecto foi tirada no Real Madrid , onde os jogadores não o respeitavam , salvo erro o Beckham uma vez ao ser substituído , mandou-o para um certo sítio , não demorando muito pois a sua passagem pelo Real Madrid que após ver os seus efeitos nefastos na equipa , só têve uma solução que foi correr com ele.

Estou curioso para ver os seus efeitos à frente da selecção , quanto tempo vai ele levar para acabar com o trabalho feito pelo Scolari , uma coisa é certa a Federação têve que indemnizar o Manchester  :cartao: , e ao só aceitar um contrato de 4 anos está preparado para levar mais uma indemnização choruda  :cartao: , é a cereja em cima do bolo do mandato do trampaíl.

É normal , foristas mais novos , terem uma boa imagem dele , afinal só o conhecem dos jornais e televisões e como adjunto do Ferguson , não se lembrando da sua passagem pelo Sporting.

« Última modificação: Julho 13, 2008, 12:04 pm por Green Lion 1906 »
Por mim não me incomodo muito porque nunca fui grande adepto da Selecção

Para quem se diz não ser grande adepto da selecção, não está nada mal a adjectivação reservada para o novo seleccionador.

Com Queiroz acabou o espírito e o "clube" Selecção. O que Scolari conseguiu construir durante 5 anos,Queiroz vai destruir em meia dúzia de meses.

Curiosamente Queiroz foi escorraçado da Selecção portuguesa precisamente por, certo dia, ter anunciado que estava na hora de “limpar a porcaria toda da selecção”, que curiosamente acabou por ser a principal conquista de Scolari ao longo dos últimos anos e veio pôr um fim a certos maus hábitos que reinavam na selecção e inclusivamente lhe valeram a guerra surda com Pinto da Costa.

No Sporting o seu trajecto foi miserável e degradante.Assim que chegou incompatibilizou-se com tudo e todos. Com uma das melhores equipas do Sporting dos últimos anos,o futebol praticado e os resultados foram decepcionantes.

Deu-te o primeiro troféu depois de 10 anos de seca: uma Taça de Portugal, já para não falar na Supertaça, que apesar de ter sido conquistada numa finalíssima em que o treinador já era Octávio, também é dele pois ainda treinava a equipa no primeiro jogo da competição. Conseguiu mais pontos no campeonato com aquele 2º lugar em 94/95 do que Inácio ou Boloni conseguiram quando foram campeões. Teve menos golos sofridos e menos derrotas do que os campeões Inácio e Boloni, e inclusive teve mais golos marcados que a equipa de Inácio. E isto apesar de ter apanhado o sistema no seu apogeu.

Depois e até hoje,a sua carreira tem sido indigna e desastrosa.Desde os Estados Unidos(Metro Stars),Japão(Nagoya),Emirados Àrabes,China,África do Sul,etc. foi sempre despedido por nunca atingir os objectivos e sempre por indecente e má figura.Mas sempre com grandes indemnizações.

Nunca esteve na China, qualificou a África do Sul para o Campeonato do Mundo e nos EUA, além de treinar o MetroStars, foi só o responsável pela elaboração de um estudo sobre a profissionalização do futebol nesse país.

Quando por estupefacção do Mundo do futebol foi para o Real Madrid,

Deve ter sido por cunha com certeza.

não foram precisos esperar 2 meses para que o Presidente Florentino Perez viesse dizer que Queiroz tinha sido um erro.Foi para a rua quem o levou para lá e foi ele,claro.Resultado,mais um enorme indemnização.

Foi um erro, porque nunca quis colaborar com a política de contratação de estrelas e insistia incompreensivelmente em construir uma equipa com pés e cabeça em vez de montar um conjunto de nomes sonantes que desse dinheiro a vender camisolas. Um perfeito lunático.

Por ironia,ao aceitar o infeliz convite da FPF exigiu não só que o contrato fosse de 4 anos em vez de 2 como a Federação queria e ele que sempre foi o Rei das indemnizações,exigiu também que fosse a FPF(ou a Nike) a pagar-lhe a indemnização de 1,3milhões de Euros ao Manchester United.Ele é que não pagava.

Ao contrário do que é hábito no resto do Mundo, em que um clube apresenta uma proposta de contrato a um profissional, seja ele jogador ou treinador, e depois fica à espera que seja ele próprio a pagar a indemnização por rescisão com o clube anterior.

Chulo da pior espécie,escroque do mais ordinário.

E acrescento mal-cheiroso, devorador de criancinhas e persona non grata em Alvalade.

Agora,vou voltar a essa condição mas torcendo fervorosamente pela continuação dos insucessos do professor e pela desmistificação da fraude e do desastre carlos queiroz.

Bom, se é por um desígnio tão superior como esse, Portugal inteiro está contigo: tudo a torcer pelas derrotas da Selecção Nacional!

 :clap:
 :rotfl:
A contratação do Queirós foi consensual, depois da polémica com o presidente do Sporting. Duvido que o fosse se a mesma polémica tem acontecido com os presidentes do Porto ou do Benfica.

Infelizmente, o Sporting continua a contar muito pouco.

No final quando os sócios obrigaram o presidente de má memória santana a pô-lo na rua,disse que ao Sporting não perdoaria um tostão que fosse da indemnização.Recebeu 100.000 contos.
...

Depois e até hoje,a sua carreira tem sido indigna e desastrosa.Desde os Estados Unidos(Metro Stars),Japão(Nagoya),Emirados Àrabes,China,África do Sul,etc. foi sempre despedido por nunca atingir os objectivos e sempre por indecente e má figura.Mas sempre com grandes indemnizações.
...

Quando por estupefacção do Mundo do futebol foi para o Real Madrid,não foram precisos esperar 2 meses para que o Presidente Florentino Perez viesse dizer que Queiroz tinha sido um erro.Foi para a rua quem o levou para lá e foi ele,claro.Resultado,mais um enorme indemnização.
...

Por ironia,ao aceitar o infeliz convite da FPF exigiu não só que o contrato fosse de 4 anos em vez de 2 como a Federação queria e ele que sempre foi o Rei das indemnizações,exigiu também que fosse a FPF(ou a Nike) a pagar-lhe a indemnização de 1,3milhões de Euros ao Manchester United.Ele é que não pagava.
...

Quanto aos incompetentes da Federação que preparem a grossa indemnização,que é disso que o charlatão Queiroz vive.

 

 :clap:

Tirando alguns adjectivos um pouco excessivos que eu não usaria , mas que não deixam de lhe caír como uma luva.

É bom relembrar os feitos dessa peça , já não me lembrava da indemnização vergonhosa de que ele não abdicou , cujo advogado que o defendeu contra o Sporting , pasme-se é aquele grande sportinguista que dá pelo nome de Dias Ferreira , o grande impulsionador da ída dele para o Sporting.
...

Estou curioso para ver os seus efeitos à frente da selecção , quanto tempo vai ele levar para acabar com o trabalho feito pelo Scolari , uma coisa é certa a Federação têve que indemnizar o Manchester  :cartao: , e ao só aceitar um contrato de 4 anos está preparado para levar mais uma indemnização choruda  :cartao: , é a cereja em cima do bolo do mandato do trampaíl.
...



Alias, toda a carreira do Carlos Queirós foi pensada para receber indeminizações. A profissão de treinador surge só como meio para tal objectivo.  ;D

Eu acho que o Carlos Queirós pode vir a fazer um bom trabalho, principalmente porque nos últimos anos a formação foi deixada completamente ao acaso. Veja-se o caso da derrota humilhante com Espanha ou apuramentos falhados para as competições jovens.
E se o CQ já se entreter com isso e tiver um sucesso semelhante ao que teve noutros tempos já me dou por contente.
Além disso não acredito minimamente que o CQ não tenha aprendido nada com a lenda Ferguson e com os outros 5 adjuntos que o acompanharam estes anos. Só me preocupa é o escasso tempo que tem para trabalhar com os jogadores. Pois por exemplo, quando foi campeão mundial de juniores, segundo ouvi, as crianças passaram quase 200 dias em estágios. E nos dias de hoje isso é impossível.
« Última modificação: Julho 14, 2008, 23:11 pm por Francisca_Hall »
“Queremos que o Sporting seja um grande Clube, tão grande como os maiores da Europa”  Visconde de Alvalade
Má escolha. Já o tinha dito e repito: não vejo nada em Queirós que o recomende para a posição de seleccionador A.

Por mais voltas que se dê, o seu percurso com treinador principal nos séniores é fraco:

- Na Selecção, falhou a classificação para o mundial dos EUA. Claro que a Itália estava um degrau à frente e seria insano exigir o primeiro lugar do grupo. Mas a verdade é que perdeu com o seu rival directo, a Suiça. Saiu acusando tudo e todos pelo seu fracasso.

- No Sporting, o balanço também é fraco. Venceu uma Taça; mas, com uma das melhores equipas de sempre do Sporting, perdeu duas corridas para o título com os nossos dois maiores rivais. Quando Figo, Balakov & Cia. seguiram o seu caminho, teve carta branca para reconstruir a equipa. O resultado foi um fiasco, de Ouattara a Assis passando por Afonso Martins, Pedro Martins ou Dominguez. Saiu já com o campeonato mais do que perdido, incompatibilizado com a Direcção.

- Na África do Sul, obteve o seu único sucesso, ao qualificar-se para o Mundial da Coreia/Japão num grupo que incluía o Zimbabwe, o Malawi e o Burkina Faso. Mas saiu antes da fase final, incompatibilizado com a Federação Sul-Africana.

- No Real Madrid é melhor nem falar: com estrelas da qualidade de Figo, Zidane, Raúl, Beckham ou Ronaldo, perdeu um campeonato ganho, terminando num humilhante 4º lugar. Na LC, ficou-se pelos quartos, vítima do Monaco. Para compôr o ramalhete, perdeu a Taça do Rei para o Saragoça. Saiu acusando tudo e todos pelo fracasso.

Claro que Queirós tem méritos profissionais:

- Revolucionou a formação jovem, lançando nomes como Rui Costa, Figo, Sousa ou Couto. Os seus sucessos nos júniores foram decisivos para que os clubes voltassem a apostar nas suas formações, depois de uma década de 80 marcada pelo influxo de estrangeiros baratos e de qualidade duvidosa. Mas há um detalhe importante que às vezes é esquecido: Queirós teve condições que nunca mais ninguém teve, com os jogadores a passarem 2/3 da época com as selecções jovens. Algo impensável hoje em dia.

- É um adjunto respeitado no Manchester United. Mas, novamente, está em condições em que trabalha dia-a-dia com os jogadores.

Agora expliquem-me: como é boa escolha para seleccionador um treinador
- Sem resultados como treinador principal ao mais alto nível?
- Que já demonstrou incapacidade para responder a imprevistos e evitar colapsos súbitos (eliminação traumática em Viena com o Sporting, queda a pique no campeonato com o Real Madrid...), qualidades importantes em torneios de curta duração como são os Europeus e Mundiais?
- Com um historial de conflito em todos os sítios por onde passou, quando o tacto e a diplomacia são duas características fundamentais para um seleccionador?
- Cujos maiores sucessos profissionais vêm do trabalho continuado com os jogadores, quando as selecções oferecem apenas um total de sete ou oito semanas por ano de trabalho em conjunto ?
"Em matéria de contratações, não há caro nem barato. 100 milhões podem ser baratos e 20 milhões caros. Zidane custou-me 73 milhões de euros - e foi uma pechincha" - Florentino Pérez
- No Real Madrid é melhor nem falar: com estrelas da qualidade de Figo, Zidane, Raúl, Beckham ou Ronaldo, perdeu um campeonato ganho, terminando num humilhante 4º lugar. Na LC, ficou-se pelos quartos, vítima do Monaco. Para compôr o ramalhete, perdeu a Taça do Rei para o Saragoça. Saiu acusando tudo e todos pelo fracasso.

Algo injusta esta parte, Petrovich. Estás a falar do treinador que não teve os jogadores que pediu e que foi muitas vezes obrigado a jogar com Beckham como trinco (!) para poder colocar a carne toda no assador (galácticos entenda-se). Era mais do que iminente o descalabro, porque tudo tinha começado mal. Aguentou-se lá enquanto os galácticos renderam... depois a equipa quebrou fisicamente, ficou entregue aos "Pavones" e lá ser foram os merengues. Ainda acho que foi o menos culpado nessa "indústria" blanca [sim, não era uma equipa de futebol].


«Deus criou o Mundo em seis dias e ao sétimo descansou. Era Domingo, havia futebol»
Já tinha dito antes isso , quem defende o Queiroz são sobretudo os foristas mais novos , chama-se a jogo , se houver , um forista com mais de 30 anos que concorde que seja ele o seleccionador. ;)
Algo injusta esta parte, Petrovich. Estás a falar do treinador que não teve os jogadores que pediu e que foi muitas vezes obrigado a jogar com Beckham como trinco (!) para poder colocar a carne toda no assador (galácticos entenda-se). Era mais do que iminente o descalabro, porque tudo tinha começado mal. Aguentou-se lá enquanto os galácticos renderam... depois a equipa quebrou fisicamente, ficou entregue aos "Pavones" e lá ser foram os merengues. Ainda acho que foi o menos culpado nessa "indústria" blanca [sim, não era uma equipa de futebol].

Desculpa lá, Da Rocha, mas não posso aceitar que o treinador principal possa em alguma situação ser o "menos culpado" de um fracasso estrondoso como o do Real desse ano. Se achava que não lhe davam condições porque aceitou o trabalho? Não é a intransigência face aos "poderes instituídos" um dos atributos do Queirós mitificado na imprensa? Se perderem porque quebraram fisicamente, como é que o treinador não tem responsabilidade?!

O plantel do Real podia ter algumas lacunas; mas, bolas!, tinha Figo, Raul, Salgado, Casillas, Hierro, Beckham, Makelélé, Zidane, Guti, Helguera, Roberto Carlos... Isso não chegava para ganhar um título? Não é o saber tirar o máximo as suas forças e minimizar o impacto das suas fraquezas que distingue os grandes treinadores dos outros?  Não conseguiram Schuster ou Capello (só para falar nos mais recentes) conquistar títulos para o Madrid com dificuldades semelhantes ou mesmo maiores?

Admito que, num mundo ideal, sem imprevistos, com um ambiente de total tranquilidade, com dirigentes hiper-competentes (e, já agora, completamente submissos ao treinador), com os melhores jogadores do mundo para cada posição e com todo o tempo do mundo para os preparar, Carlos Queirós seja o melhor treinador do mundo.

O problema é que a Selecção Portuguesa joga no mundo real. E nesse mundo real:
- Vai ter de conviver com o ambiente de euforia desmedida que envolve sempre as participações da Selecção nos grandes torneios
- Vai ter jogar sob a égide de uma entidade decrépita como a FPF
- Vai ter de manter relações cordiais com os três clubes que dominam o futebol português
- Vai dispor de muito pouco tempo para trabalhar com os jogadores,
- Vai encontrar um "plantel" com várias lacunas - lateral-esquedo, medio-defensivo, ponta-de-lança - bem piores do que as que encontrou no Real Madrid.
- Vai ter de saber responder aos imprevistos que caracterizam os torneios de curta duração, seja ao nível de lesões (que requerem muitas vezes jogar com "Beckhams" a trincos), seja de resposta a mudanças tácticas do adversário ou a azares em jogos de "mata-mata".

Por isso, repito a minha questão: quais as são as características mostradas por Queirós ao longo do seu trajecto profissional enquanto treinador principal que o tornam adequado para estes desafios?
« Última modificação: Julho 15, 2008, 01:19 am por Petrovich »
"Em matéria de contratações, não há caro nem barato. 100 milhões podem ser baratos e 20 milhões caros. Zidane custou-me 73 milhões de euros - e foi uma pechincha" - Florentino Pérez
Já tinha dito antes isso , quem defende o Queiroz são sobretudo os foristas mais novos , chama-se a jogo , se houver , um forista com mais de 30 anos que concorde que seja ele o seleccionador. ;)

Eu não o considero a melhor opção para seleccionador. Mas também não tiro o mérito na carreira dele.
'Tá certo, não vou discutir isso porque não acompanhei bem a carreira do Queiroz com tu. O que estava a dizer é que no caso do Real Madrid não o considero o mais culpado. Perdeu Makelele no primeiro mês de competição e ficou órfão dessa decisão até sair do clube.

De resto, não consigo responder a nenhuma dessas perguntas que colocas no primeiro post. Mas acredito que dê certo. Acredito porque sim. E sei também que Scolari não cumpriria todos esses "requisitos". Bons trabalhos na América do Sul (onde até o Abel Braga do Belenenses e Famalicão pode ser rei por um dia) e de um título mundial mijado com o Brasil. De resto, pouco mais havia mostrado até chegar a seleccionador nacional. E no entanto teve tudo para dar certo. Acredito que Queiroz tenha condições para fazer um trabalho pelo menos igual.


«Deus criou o Mundo em seis dias e ao sétimo descansou. Era Domingo, havia futebol»
De resto, não consigo responder a nenhuma dessas perguntas que colocas no primeiro post. Mas acredito que dê certo. Acredito porque sim.

Longe de mim menosprezar a fé dos outros. Mas espero que a decisão de nomear Queirós - e já agora o enorme lobbying por ele que se sentiu no último mês - tenha algum fundamento racional.

Não estou a dizer que um seleccionador tem de cumprir todos aqueles requisitos - ninguém é perfeito. Mas, caramba, convinha que cumprisse alguns! Scolari tinha currículo, experiência prévia em torneios curtos de séniores e em gerir expectativas elevadas (teste mais duro a este respeito que o Brasil, não há), um passado limpo de relações com os clubes e a autoridade de um vencedor. Queirós não traz nada disso. Não viria daí mal ao mundo se trouxesse outras vantagens: só que não se percebe quais!

P.S. Varrer um título Brasileiro, duas Libertadores e um Mundial para dizer que Scolari "pouco mais fez", parece-me um bocado puxado - sobretudo se comparado com uma Taça de Portugal sem um jogo com nenhum dos outros grandes.
"Em matéria de contratações, não há caro nem barato. 100 milhões podem ser baratos e 20 milhões caros. Zidane custou-me 73 milhões de euros - e foi uma pechincha" - Florentino Pérez
Já tinha dito antes isso , quem defende o Queiroz são sobretudo os foristas mais novos , chama-se a jogo , se houver , um forista com mais de 30 anos que concorde que seja ele o seleccionador. ;)

Eu tenho 34 anos e não me lembro de um treinador com tão pouco currículo mas com tão boa imprensa, levado ao colo por comentadores como António Tadeia e Rui Santos, que já o defendiam com unhas e dentes quando o Queiroz estava no Sporting.  ::) Um enorme bluff.  :sick: O United reabilitou-lhe a imagem, mas com franqueza, qual é o mérito real do Queiroz nas vitórias do Manchester? Os Red Devils já ganhavam tudo antes do Queiroz e vão continuar a ganhar, graças a Alex Ferguson, o grande responsável pelo período mais glorioso da história desse clube. Alguém dá alguma importância aos adjuntos que o Ferguson teve antes do Queiroz? Só cá é que fica tudo "babado" por causa do Queiroz estar na equipa técnica do Man United, até parecendo que o escocês não faz lá nada!  :eh: Para cúmulo a FPF vai pagar um choruda indemnização aos ingleses, a fazer lembrar o que aconteceu com a contratação de Artur Jorge (outro que sempre teve boa imprensa), em que Portugal teve de indemnizar a Federação da Suiça (que nos deve ter agradecido e muito por irmos buscar o "bigodes" e ainda lhes pagarmos bem por isso) e depois não foi ao Mundial de 1998. A memória é mesmo curta.  >:D
« Última modificação: Julho 15, 2008, 10:44 am por Lionheart »
FORÇA LEÕES!!