Futebol Inglês

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

4-0!

Que coisa mais bizarra e que 45 minutos demolidores do Tottenham. :mrgreen: :great:

Vão fazer 53 pontos e por muito que continuem longe dos Manchester's, nesta Premier nunca se sabe o que ainda pode acontecer. :twisted: :lol: Temos luta a 3 para 2011/2012. :arrow:

Por muito que gostasse que isso acontecesse, não me parece barbosa. O Tottenham vai ficar em 3º lugar (talvez 2º, se algum Manchester se descair), mas chegar ao topo será muito difícil. Pode ser que para o ano consigam fazer uma coisa bonita, tanto no campeonato, como na Champions League.

E aqueles 3 jogos (Stoke, Chelsea e principalmente, Man. City) fizeram muita mossa nas contas...
Muito bem Man Utd grande vitória na garra. Muita má a atitude do Suaréz e ninguém no Liverpool o reprime aparentemente por esta atitude, enfim também é relembrar aquela entrada do Carragher sobre o Nani o ano passado por exemplo.

Quanto ao Tottenham foi um hino ao futebol, grande jogo.

Tottenham  :clap:. Harry Redknapp  :clap: :clap: :clap:
Eu nem quero imaginar o estado de espírito do Chev Chelios depois deste sábado... Perde o Newcastle por 5-0 e perde o Sporting com o Marítimo.
O AVB muito dificilmente passa de hoje...

Só se safa de o patrão emborcar uns vodkas valentes e cair em coma alcoólico.
O AVB muito dificilmente passa de hoje...

Só se safa de o patrão emborcar uns vodkas valentes e cair em coma alcoólico.

Duvido. O Chelsea tem melhores perspectivas para a Chelsea do que o que se diz, creio.

E tem um plantel, especialmente no ataque, que não é condizente com o modelo do AVB (posse de bola, assumir o domínio do jogo).

E com o de outras equipas inglesas, também, que assumem a disputa pelo título.
As armas do Tottenham ferem as debilidades do Newcastle, piorando tudo. Marcando dois golos, com sorte no processo, em 5 minutos, sendo o beneficiário o Tottenham, é quase impossível reagir. O Tottenham venceu bem a partida, mas teve a sorte de conseguir marcar 2 golos quando a maioria dos outros clubes não o conseguiria fazer. Aqueles ressaltos manhosos, etc. É um resultado anormal, porque nem o Newcastle é equipa para levar 5 do Tottenham, nem o Newcastle é equipa para ir a Tottenham e, com um ataque muito interessante (Ba e Cisse), não conseguir marcar sequer um golo. A mediocridade do clube saltou toda à vista: Williamson (o nosso Polga, embora com um período de tortura muito inferior ao do Polga), principalmente, e Obertan, que tem um dos piores toques de bola para um jogador de um clube considerável. É o Djálo do Newcastle, pronto.

Infelizmente, o Tottenham não é candidato à Premier League. Nunca esteve tão perto de o poder ser como agora, mas continuará a falhar nos locais do costume. Para o Tottenham, os locais do costume dizem respeito a clubes onde o cenário de vitória do Tottenham é tido pelos adeptos de futebol como mais do que expectável. Continuarão a fracassar onde outros, principalmente o United, arrancam vitórias das mãos dos adversários. Mas, repito, o Tottenham já ultrapassou muito para chegar até onde está agora. Tudo começou no actual treinador, mas também se deve a algo que o clube nunca antes (desde 2000, pelo menos)) teve, ou seja, jogadores de qualidade mundial, como Adebayor (desde Les Ferdinand e Klinsmann que o Tottenham não tem na frente um avançado que garanta golos).

Para poder ser de facto candidato, o Tottenham precisa de, primeiro, qualificar-se para a Liga dos Campeões (consolidando o desejo de ser sempre candidato, e não atribuir a qualificação a um ano anormal), e, depois, impedir que jogadores-chave queiram sair. E um estádio maior era muito bem-vindo, já agora. Indo à Liga dos Campeões, que logo confere a jogadores e directores outro sentido de responsabilidade, o Tottenham poderá começar a encarar-se a si próprio de forma diferente, mais autoritária e ambiciosa. E porque, também muito importante no contexto do futebol inglês, a distanciação entre clubes dá-se na conta bancária. A consolidação do Manchester United enquanto clube mais poderoso de Inglaterra deu-se porque o clube venceu quando o dinheiro começou a ser uma das partes mais importantes do futebol, em meados dos anos 90.

Poderemos assistir a uma troca de lugares muito curiosa e, para os visados, dolorosa ou rejubilante. O Arsenal pode muito bem deixar a posição de outsider (que não é detido por gajos que cagam milhões de libras) para o Tottenham. O pessoal que apoia o Arsenal deve deixar um pouco a submissão para com o Wenger de lado, esquecê-la por algum tempo e colocar o clube primeiro, porque a notoriedade do clube está a cair vertiginosamente. É inacreditável como o Arsenal perdeu a boa fama e poder que tinha em meados de 2000, sendo agora um clube que não consegue fidelizar os seus melhores jogadores. Henry é um símbolo do clube, tem uma estátua no clube, bateu os recordes de uma outra lenda do clube, tornou-se vedeta mundial do futebol no Arsenal, mas saiu para o Barcelona. E como o Arsenal não é um clube sem poder financeiro ou nome ou ambições, uma verdadeira lenda não sai do seu clube.

A dianteira do Tottenham é composta por jogadores muito rápidos, de longe o ataque mais rápido da Premier League, enquanto que a defesa do Newcastle United, nomeadamente o centro da defesa, é composta por dois manos que não conseguiriam apanhar uma gorda a fugir do Taco Bell.

Uma valente trampa, é o que é.

Que o Ashley trate de contratar um defesa-central de qualidade e um extremo criativo, pelo menos.

E o treinador do Newcastle não é competente o suficiente para consolidar o Newcastle como clube poderoso da Premier League, candidato a um lugar entre os 5 primeiros.

Tudo o resto está lá: dimensão, história, adeptos, estádio, vontade.
« Última modificação: Fevereiro 12, 2012, 03:12 am por Chev Chelios »

A dianteira do Tottenham é composta por jogadores muito rápidos, de longe o ataque mais rápido da Premier League, enquanto que a defesa do Newcastle United, nomeadamente o centro da defesa, é composta por dois manos que não conseguiriam apanhar uma gorda a fugir do Taco Bell.

:rotfl: :rotfl:


Citar
Há coisas na vida que nunca mudam, a nobreza de carácter é uma delas, ou se tem, ou não. Por mais “riqueza” que ostentem, os pobres de espírito sempre o serão. O complexo de inferioridade demonstrado por todas estas atitudes é totalmente incompatível com um clube que para além de títulos quer ser grande, pois a grandeza é muito mais do que o vencer. A grandeza é vencer, é saber vencer, é saber perder, é saber estar, algo que não está ao alcance de todos.

O Sporting Clube de Portugal,
Lisboa, 28 de Outubro de 2013
E sinceramente nem sequer desejo que o sejam, até podem estar na luta mas no fim que vá para outro. :arrow:

O sentimento é mútuo!  :arrow: :mrgreen: 
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Eden Hazard muito perto do Tottenham por 40 milhões de euros!  :xock:

Seria uma grande contratação por parte dos Spurs!
Eden Hazard muito perto do Tottenham por 40 milhões de euros!  :xock:

Seria uma grande contratação por parte dos Spurs!

Onde está isso?
"Sporting! Minha vida é o Sporting, minha paixão é o Sporting, meu amor é o Sporting, é o Sporting é o Sporting é o Sporting! Meu vício é o Sporting, minha família é o Sporting, Sporting, Sporting, Sporting, é o meu Sporting!"
Eden Hazard muito perto do Tottenham por 40 milhões de euros!  :xock:

Seria uma grande contratação por parte dos Spurs!
Boa solução para jogar nas costas do Adebayor ou nas alas. Acho é que deviam contratar um defesa central e um ponta de lança a sério primeiro. Para o ano lutavam por um lugar nos 2 ou 3 primeiros, só mesmo isso é que falta.
Hoje durante o jogo FCP-Man City, um dos jornalistas da SIC disse que na cidade de Manchester o City tem mais adeptos que o United  :xock:

Isto é mesmo assim, ou é mais uma argolada jornalística?
Hoje durante o jogo FCP-Man City, um dos jornalistas da SIC disse que na cidade de Manchester o City tem mais adeptos que o United  :xock:

Isto é mesmo assim, ou é mais uma argolada jornalística?

Assim de cor, sem ir pesquisar nem nada, duvido muito, muito dessa afirmação. Não faz sentido.
Hoje durante o jogo FCP-Man City, um dos jornalistas da SIC disse que na cidade de Manchester o City tem mais adeptos que o United  :xock:

Isto é mesmo assim, ou é mais uma argolada jornalística?

Acho que é mesmo verdade, já ouvi isso da parte de jornalistas e jogadores, já esta época o clichy com uma daquelas atitudes "sou do city desde pequenino" mandou isso à cara do united.


Mas parece estranho é se têm tanto apoio porque é que o united tem um estádio com mais trinta mil, sempre cheio.

Acho que é mesmo verdade, já ouvi isso da parte de jornalistas e jogadores, já esta época o clichy com uma daquelas atitudes "sou do city desde pequenino" mandou isso à cara do united.


Mas parece estranho é se têm tanto apoio porque é que o united tem um estádio com mais trinta mil, sempre cheio.

 :o

76.000 sempre esgotado  :great:

Link: http://www.manutd.com/en/Visit-Old-Trafford/Museum-And-Stadium-Tour/Stadium-Tour.aspx

Acho que é mesmo verdade, já ouvi isso da parte de jornalistas e jogadores, já esta época o clichy com uma daquelas atitudes "sou do city desde pequenino" mandou isso à cara do united.


Mas parece estranho é se têm tanto apoio porque é que o united tem um estádio com mais trinta mil, sempre cheio.

 :o

76.000 sempre esgotado  :great:

Link: http://www.manutd.com/en/Visit-Old-Trafford/Museum-And-Stadium-Tour/Stadium-Tour.aspx

Mais 30 mil que o do city :great:
Isso pode ter a ver com o United ser muito mais popular que o City fora da cidade. e por isso chamar mais público de outros lugares, os tais charters que o Futre falava  :mrgreen:
Eu não duvido.

Isso é dito várias vezes. Para ser mais preciso, quase toda a gente que eu vejo pelos fóruns de inglaterra, dizem que os adeptos do City são de Manchester, enquanto que os do United são maioritariamente de outros lados, nomeadamente de Londres.

O United tem um estádio maior, é certo, mas o recorde de assistência em Inglaterra ainda pertence ao Man City, no velhinho Maine Road, com mais de 84 mil pessoas, e o segundo recorde pertence ao United, mas foi obtido igualmente no Maine Road, depois do Old Trafford ter sido danificado na segunda guerra mundial. E se analisar-mos as assistências desta época, o Man City está mais perto de esgotar o estádio que o United.

Há também um estudo feitos há uns anos sobre os bilhetes de época que prova isto.
Surgem notícias que o Tottenham pode vir a ser comprado por uma empresa americana.
O United até pode ter mais adeptos fora da cidade que dentro da cidade, não conheço a realidade da cidade porque nunca lá fui, mas desde 1965 até à época passada só não tiveram a melhor média de assistência do campeonato 6 vezes.

Isto sim é um dado extraordinário!