Aumentar as receitas dos clubes Portugueses com as competições Europeias

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Algumas ideias para que Portugal tenha 6 equipas nas fases de grupos das competições Europeias.

Será que seria viável os grandes emprestarem jogadores aos clubes apurados para as pré-eliminatórias da liga Europa, jogadores que só jogavam nos jogos europeus?

Os clubes perdem muito dinheiro por não se qualificarem, era importante alguém pensar nisto.
A questão é que muitas vezes os planteis que se apuram para as competições europeias, não jogam na época seguinte nas competições europeias. Logo a equipa que foi construída durante um ano e alcançou grandes resultados e um apuramento para as competições europeias, sofre um rombo no mercado de transferências.

E as pré-eliminatórias são muito cedo, pelo que não dá para recriar uma equipa de novo em tão pouco tempo, independemente da qualidade dos seus substitutos.

Falo no geral.

Em termos históricos, só um Braga e um Guimarães teriam possibilidades de passar pré-eliminatórias.

Ou, um Estoril com um grande treinador como o Marco Silva, conseguiu.

Acima de tudo só com muita competência tática.
Só chamei a atenção para este assunto porque os responsáveis do futebol em Portugal deviam estar atentos.

A liga dos Campeões vai ter entrada directa para os 4 primeiros qualificados das 4 ligas com o ranking mais elevado (Espanha, Alemanha, Inglaterra e Itália).

Portugal passa a ter o 3ª classificado a fazer duas eliminatórias para entrar na LC.

Mas mais grave, começamos a época no 7º lugar (ultrapassados pela Rússia).

Qualquer dia temos uma equipa na LC!!!

Não se deixem dormir, falem sobre estras coisas.

E deixo mais dicas para poderem ser discutidas:

Os 3 grandes deviam ter sempre os lugares da LC, sendo que o pior classificado faria as eliminatórias, caso um Braga dessa vida ficasse nos 3 primeiros lugares do campeonato, não ia à LC mas recebia 50% das receitas do grande que lhe ocupou o lugar (a esses 50% era descontado o dinheiro que fizesse na LE).
Os clubes classificados para a LE, recebiam atletas que só podiam jogar nesses jogos (os vencimentos desses atletas era pagos pela Liga que depois descontava nas verbas que eventualmente esses clubes ganhassem).

E blá, blá, blá.

Falem nisto ou em mil outras ideias, como está é que não nos safamos.

Só chamei a atenção para este assunto porque os responsáveis do futebol em Portugal deviam estar atentos.

A liga dos Campeões vai ter entrada directa para os 4 primeiros qualificados das 4 ligas com o ranking mais elevado (Espanha, Alemanha, Inglaterra e Itália).

Portugal passa a ter o 3ª classificado a fazer duas eliminatórias para entrar na LC.

Mas mais grave, começamos a época no 7º lugar (ultrapassados pela Rússia).

Qualquer dia temos uma equipa na LC!!!

Não se deixem dormir, falem sobre estras coisas.

E deixo mais dicas para poderem ser discutidas:

Os 3 grandes deviam ter sempre os lugares da LC, sendo que o pior classificado faria as eliminatórias, caso um Braga dessa vida ficasse nos 3 primeiros lugares do campeonato, não ia à LC mas recebia 50% das receitas do grande que lhe ocupou o lugar (a esses 50% era descontado o dinheiro que fizesse na LE).
Os clubes classificados para a LE, recebiam atletas que só podiam jogar nesses jogos (os vencimentos desses atletas era pagos pela Liga que depois descontava nas verbas que eventualmente esses clubes ganhassem).

E blá, blá, blá.

Falem nisto ou em mil outras ideias, como está é que não nos safamos.



"Os 3 grandes deviam ter sempre os lugares da LC"

Andamos a criticar as quotas que estao a dar para os clubes das maiorias ligas irem sempre à CL e nós cá iamos fazer o mesmo?

A questao dos emprestimos é impossivel, cada jogador só pode estar inscrito por 1 equipa em cada momento.. logo se está emprestado a algúem só pode jogar por essa equipa.