Votação

Quem deverá ser o ROY da NBA 2016-2017?

Joel Embiid (Philadelphia 76'ers).
Malcom Brogdon (Milwaukee Bucks).
Dario Saric (Philadelphia 76'ers).
Marquese Chriss (Phoenix Suns).
Buddy Hield (Sacramento Kings).
Jamal Murray (Denver Nuggets).
Yogi Ferrell (Dallas Mavericks).
Outro.

NBA | Época Regular | ROY Week [Pág. 1321]

0 Membros e 3 Visitantes estão a ver este tópico.

O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

O que que o Russel fez em Oklahoma?
O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

O que que o Russel fez em Oklahoma?

Bom exemplo, sim. Só que a diferença é que o Lebron faz o resto da equipa melhor, o Westbrook não.
O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

O que que o Russel fez em Oklahoma?

Bom exemplo, sim. Só que a diferença é que o Lebron faz o resto da equipa melhor, o Westbrook não.

O Love que alguns defendiam que era o melhor PF da liga a par do Griffin e hoje nem para terceira peça do big 3 serve que o diga.
Ou o Korver que há dois anos foi all star e hoje nem para a rotação em playoffs servia segundo os adeptos dos cavs.
Ou o Jr que deve ter acabado com pior média de pontos nos últimos 10 anos.
Vê se que todos jogam melhor ou lado dele, tens claramente razão.
O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

O que que o Russel fez em Oklahoma?

Bom exemplo, sim. Só que a diferença é que o Lebron faz o resto da equipa melhor, o Westbrook não.

O Love que alguns defendiam que era o melhor PF da liga a par do Griffin e hoje nem para terceira peça do big 3 serve que o diga.
Ou o Korver que há dois anos foi all star e hoje nem para a rotação em playoffs servia segundo os adeptos dos cavs.
Ou o Jr que deve ter acabado com pior média de pontos nos últimos 10 anos.
Vê se que todos jogam melhor ou lado dele, tens claramente razão.


Se algum dia esperavas que o Love fosse para os Cavs fazer os mesmos numeros inflacionados que tinha em minesota, onde andava a caça dos ressaltos para ter linhas de 20/20. Com isto nao quero dizer que o love não está a ser um bocado marginalizado como apenas um spot up shooter.
"SERVE QUALQUER UM"
O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

Cá estaremos para ver. Para mim o Irving não é um base que faça uma equipa jogar como um Chris Paul, desses já sao raros hoje em dia. Para mim é um scorer com um dos melhores 1x1 que já vi na nba e que nao consegue guardar um campa no cemitério.
"SERVE QUALQUER UM"
O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

O que que o Russel fez em Oklahoma?

Bom exemplo, sim. Só que a diferença é que o Lebron faz o resto da equipa melhor, o Westbrook não.

O Love que alguns defendiam que era o melhor PF da liga a par do Griffin e hoje nem para terceira peça do big 3 serve que o diga.
Ou o Korver que há dois anos foi all star e hoje nem para a rotação em playoffs servia segundo os adeptos dos cavs.
Ou o Jr que deve ter acabado com pior média de pontos nos últimos 10 anos.
Vê se que todos jogam melhor ou lado dele, tens claramente razão.


Se algum dia esperavas que o Love fosse para os Cavs fazer os mesmos numeros inflacionados que tinha em minesota, onde andava a caça dos ressaltos para ter linhas de 20/20. Com isto nao quero dizer que o love não está a ser um bocado marginalizado como apenas um spot up shooter.

Eu não falei em números nenhum do Love tal como podes reler em cima. O que eu disse foi que hoje em dia supostamente ele nem tem valor para ser a terceira peça dos Cavs. Digo isto porque mal os Cavs perderam o título, o nome que veio à baila foi sempre a saída do Love para entrar uma outra estrela.

É inegável que há 4 anos o Love eram visto pelos adeptos da NBA e sobretudo com outro respeito. E aqui não estou a falar do respeito fora de campo mas estou sim a restringir-me apenas ao que ele dava à equipa dentro de campo.
O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

O que que o Russel fez em Oklahoma?

Bom exemplo, sim. Só que a diferença é que o Lebron faz o resto da equipa melhor, o Westbrook não.

O Love que alguns defendiam que era o melhor PF da liga a par do Griffin e hoje nem para terceira peça do big 3 serve que o diga.
Ou o Korver que há dois anos foi all star e hoje nem para a rotação em playoffs servia segundo os adeptos dos cavs.
Ou o Jr que deve ter acabado com pior média de pontos nos últimos 10 anos.
Vê se que todos jogam melhor ou lado dele, tens claramente razão.


Se algum dia esperavas que o Love fosse para os Cavs fazer os mesmos numeros inflacionados que tinha em minesota, onde andava a caça dos ressaltos para ter linhas de 20/20. Com isto nao quero dizer que o love não está a ser um bocado marginalizado como apenas um spot up shooter.

Eu não falei em números nenhum do Love tal como podes reler em cima. O que eu disse foi que hoje em dia supostamente ele nem tem valor para ser a terceira peça dos Cavs. Digo isto porque mal os Cavs perderam o título, o nome que veio à baila foi sempre a saída do Love para entrar uma outra estrela.

Porque o Love não serve para ser o "Bosh" desta equipa do lebron porque para já é um buraco na defesa. Eles já se querem livrar dele desde o meio da epoca passada.

Vamos ver o que acontece em Cleveland, nao estou a ver a troca a acontecer num futuro proximo visto que a maioria dos negocios dos FA já se realizaram e agora so em dezembro estao aptos a serem incluidos em trocas.
"SERVE QUALQUER UM"
O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

O que que o Russel fez em Oklahoma?

Bom exemplo, sim. Só que a diferença é que o Lebron faz o resto da equipa melhor, o Westbrook não.

O Love que alguns defendiam que era o melhor PF da liga a par do Griffin e hoje nem para terceira peça do big 3 serve que o diga.
Ou o Korver que há dois anos foi all star e hoje nem para a rotação em playoffs servia segundo os adeptos dos cavs.
Ou o Jr que deve ter acabado com pior média de pontos nos últimos 10 anos.
Vê se que todos jogam melhor ou lado dele, tens claramente razão.
Tirando o Love, pegas em 2 casos que são outliers. Um washed up como o Korver e uma época abaixo do médio do Jr, parabéns. Agora recua a 2015 e vê o que jogadores na altura acabados como o Shumpert, o própio JR, e cepos como o Delly e afins rendiam.

Usas a excepção, convém ver a regra.
O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

O que que o Russel fez em Oklahoma?

Bom exemplo, sim. Só que a diferença é que o Lebron faz o resto da equipa melhor, o Westbrook não.

O Love que alguns defendiam que era o melhor PF da liga a par do Griffin e hoje nem para terceira peça do big 3 serve que o diga.
Ou o Korver que há dois anos foi all star e hoje nem para a rotação em playoffs servia segundo os adeptos dos cavs.
Ou o Jr que deve ter acabado com pior média de pontos nos últimos 10 anos.
Vê se que todos jogam melhor ou lado dele, tens claramente razão.

Mas há melhor exemplo que o Bosh?

O Irving pode ser franchise player seja onde for, porque tem uma característica intríseca aos melhores de sempre: Nunca falha nos momentos decisivos.

E jogadores como este não nascem do chão, tem os seus defeitos mas é dos jogadores mais decisivos na liga. E isso dá campeonatos, como aconteceu em 2016.


E será que ele consegue guiar a equipa até esses momentos decisivos? Sem ter o melhor jogador ao lado?

Porque se não vai regressar aos tempos de 11-14 em que fazia os seus malabarismos mas no fim: L L L L

Ele nessa altura era (ainda!) mais novo, e rodeado de lixo autêntico. Isso não é um argumento sério para mim quando temos um exemplo como o do A. Davis, que muita gente considera como o melhor big da liga e um dos melhores jogadores e no entanto só foi apenas uma vez aos playoffs... e só leva com L's na tola.

O único jogador da liga que pega no lixo que tem à volta e faz algo dele é o Lebron. Não há literalmente mais nenhum jogador assim, nem Durants, nem Currys, nem ninguém.

Portanto sim, acredito piamente que numa equipa minimamente bem municiada o Irving  consiga ir longe, sendo a principal estrela da equipa.

O que que o Russel fez em Oklahoma?

Bom exemplo, sim. Só que a diferença é que o Lebron faz o resto da equipa melhor, o Westbrook não.

O Love que alguns defendiam que era o melhor PF da liga a par do Griffin e hoje nem para terceira peça do big 3 serve que o diga.
Ou o Korver que há dois anos foi all star e hoje nem para a rotação em playoffs servia segundo os adeptos dos cavs.
Ou o Jr que deve ter acabado com pior média de pontos nos últimos 10 anos.
Vê se que todos jogam melhor ou lado dele, tens claramente razão.

Mas há melhor exemplo que o Bosh?

Como assim?
"SERVE QUALQUER UM"
Mas há melhor exemplo que o Bosh?

Como assim?

Do mito que é o Lebron fazer os seus colegas melhores.

Mas há melhor exemplo que o Bosh?

Como assim?

Do mito que é o Lebron fazer os seus colegas melhores.

Não se trata de ser mito ou não, o "fazer os outros" melhores é um bocado subjectivo, agora esperavas que o Bosh fosse para Miami fazer os mesmos numeros que tinha em Toronto quando era o foco da equipa?
"SERVE QUALQUER UM"
Visto que isto está paradinho:

Citar
Former NBA guard O.J. Mayo is set to enter the final year of his two-year suspension for violating the league’s anti-drug program.

In light of that, there was a recent report that he is getting himself back into playing shape with eyes toward potentially returning to the NBA once his ban is completed.

Comentários @KingJames @barbosa

And now we wait.  :twisted: