Liga NOS 2015/2016

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Faz falta um clube desta zona no Tugão. E ver aquele estadio a degradar-se...  dá dó. :-[
Convém é que tentem fazer campanhas para os Leirienses se mobilizarem, aderirem aos jogos e mudem os horarios dos jogos para o Sabado.. Ver aquele estadio com 400/500 espectadores era deprimente.

Isso de ser Sábado ou Domingo é igual, sempre me pareceu que os habitantes de Leiria não são muito ligados à equipa. É pena, é um clube simpático, merecia mais apoio dos seus adeptos. E é também pena essa tal ligação ao Benfica, sempre ouvi dizer que há por lá muitos sportinguistas, ganhavam mais com uma ligação ao nosso clube.  :P

O pessoal de Leiria está se um bocado a cagar para a União  :P, e ja agora gostava de ouvir a opinião do @CaptainCharisma acerca disto.. As assistências são miseráveis esteja o Leiria em 3# com Mourinho ou em último com Vítor Pontes.

Razões? Vejo algumas que podem justificar o alheamento do pessoal de Leiria ao clube.

- Pouco bairrismo. O pessoal é maioritariamente de Benfica e Sporting. O Porto é residual.

- Muitos clubes nos distritais. Há bastantes clubes no distrito de Leiria e cada um com elevada assistência. É normal que as assistências da União se ressintam disso, sobretudo ao Domingo. Por exemplo o Clube do Rui Patrício (marrazes) se for preciso envergonha muito clube da primeira liga.  :mrgreen:

- Fundação do clube. O clube tem pouco mais de 50 anos e quando apareceu já as pessoas tinham o seu clube e cagaram para a União.

Não se pode dizer que o UD Leiria merecia mais apoio dos seus adeptos (como disse o @Morais ) porque o UDLa... nunca teve propriamente muitos adeptos. Os 200 ou 300 que aparecem lá comummente são os verdadeiros adeptos do Leiria. A principal razão para isto é, por um lado, cultural e, por outro, tem que ver com a própria história do UDL.

Repare-se no seguinte: o UDL surge em 1966. No distrito de Leiria, em 1966, já existiam, a título de exemplo, o AC Marinhense (1923), o ID Vieirense (1946), o Caldas SC (1916), o SL Marinha (1939), o GRAP (1940), o SC Leiria e Marrazes (1939), GD Os Nazarenos (1924). Isto, a título de exemplo. O UDL é dos clubes mais recentes da região. Portanto, logo por aqui, é normal que as pessoas não tenham grande ligação ao Leiria.

Depois, encontra-se também uma razão cultural. Há certas "regiões" em Leiria que não têm propriamente uma presença assídua n'a bola. Não é assídua porque, se for preciso, passam 1 ano sem pôr os pés no estádio do clube da terra, mas sabem que há um SC Leiria e Marrazes v. UDL e o estádio enche. Se há um SL Marinha v. AC Marinhense o estádio também enche. Num insignificante ID Vieirense v. GD Praia da Vieira (são duas equipas da mesma vila) o estádio fica a rebentar pelas costuras. Há determinadas zonas de Leiria em que as pessoas adoram... rivalidades.

O UD Leiria também não tem um actividade muito inteligente na conquista de adeptos. Lembro-me de ter uns 6 ou 7 anos e ir ver, de graça, o UD Leiria. Percorríamos uns quilómetros valentes (essa é outra: o distrito é grande) para ir ver jogar o Leiria. Porquê? Porque o Leiria andava a fazer borlas. O clube não tinha adeptos, então, nem sequer oferecia ingressos, pura e simplesmente, abria as portas e o estádio ficava sempre muito bem composto. A medida foi inteligente. O Leiria andou uns meses valentes com assistências brutais, a equipa parecia outra a jogar. Nunca me vou esquecer de ver aquele estádio a vibrar num Leiria v. Setúbal com o mítico Marco Tábuas a vibrar e as peixeiras de Setúbal a gritarem. Da mesma forma que vou recordar com algum carinho um Leiria v. Gil Vicente em que o Leiria arranca uma brutal de uma exibição e conquista a vitória. Nessa altura, começou a conquistar adeptos, as pessoas organizavam-se e iam ver o Leiria ao Domingo à tarde. Era ver carros cheios a partir do distrito para ir ver a equipa. De repente, o Leiria, do nada, volta a cobrar bilhetes, mas não foi um preço simbólico. Foi uma disparidade enorme na altura. Claro está, mais ninguém meteu lá os pés. O clube falha um bocado nisso.

A falha torna-se ainda mais inacreditável quando olhamos em retrospectiva e percebemos que o Leiria foi casa de bons treinadores e bons jogadores de futebol. O Leiria, durante vários anos, teve algumas equipas muito respeitáveis. Basta ver que, por lá, passaram, por exemplo, Mourinho, J. Jesus, M. Fernandes, foi lá que o D. Paciência começou a chamar a atenção, M. José, etc. Foi de lá que saiu o Helton, andou por lá o Fernando Prass, o Silas, o Derlei, o Douala, o Nuno Valente, etc.

Há outro factor, este bastante mais recente, que levou ao afastamento dos adeptos e tem que ver com o ódio que as pessoas têm ao actual estádio. Para quem não conhece o Estádio de Leiria, a descrição é simples: é qualquer coisa no meio de uma tenda de circo e do Estádio de Aveiro. Mas o problema nem tem que ver com o Estádio em si. O problema é um bocado mais... longínquo. O orgulho das pessoas de Leiria, há uns anos atrás, era a entrada da cidade. Quem entrava em Leiria era maravilhado por uma visão fantástica, de um castelo imponente, no topo de uma montanha algo arborizada. Cá em baixo havia um estádio, mas esse estádio era engolido pela área envolvente. As pessoas de Leiria adoravam aquela vista, aquela entrada. O efeito do sol  no castelo era uma visão muito simpática. Agora, as pessoas entram na cidade e vêem aquela tenda de circo. É que nem sequer dá para confundir aquilo com uma tenda da feira de Maio. É uma aberração. Aberração essa que, mais cedo ou mais tarde, é bem provável que acabe por vir abaixo porque... tem pouco uso e está inacabado.

Em suma, estas são as principais razões que ditam a não aproximação das pessoas ao (ou à! depende de quem esteja a falar) UD Leiria e que acabam por ir de encontro ao que disse o @Gtony

Última nota para referir o seguinte: isto que disse não belisca o quão interessante é o Leiria em termos de parceria. O clube é um parceiro muito interessante. Aliás, há uns meses atrás disse isso mesmo por aqui e pouco tempo depois o Benfica meteu-se por lá. Há uns anos atrás, o Porto também teve excelentes relações com o UDL: e essas relações deram alguns frutos. As camadas jovens do clube são muito competentes, desde logo porque fazem uma boa prospecção na zona (note-se que os clubes que referi acima já levaram alguns jogadores para Alcochete - o elogiado Pedro Ferreira, por exemplo, foi do ID Vieirense para lá; o Rui Patrício veio do Leiria e Marrazes; o Esgaio veio d'Os Nazarenos, etc.). Os bons resultados nas camadas jovens são uma "constante".
Rafael Martins no Moreirense. Bem jogado.

Quem é esse @Dealer16?

É um avançado que esteve no Setúbal em 2013/14, marcou 15 golos, e no final dessa época foi insistentemente associado a nós.

Obrigado @Dealer16, por acaso fui ver ao Wikipedia e vi que era do Setúbal, mas nem sei quem é esse, esses clubes e futebóis fracotes nem perco tempo a ver, entre ver o Atlético Madrid por exemplo ou ver o Setúbal mil vezes o Atlético de Madrid, depois raramente conheço esse tipo de jogador.

No entanto também veio o 9 milhões por 50% do passe e eu nunca o tinha visto jogar no Atlético de Madrid, é olha que FC Barcelona, Real Madrid, Atlético de Madrid, PSG, Bayern de Munique e Manchester United vejo todas as semanas só não vejo quando não tenho hipótese mesmo.  :great:

Foi na altura em que o JME também lá esteve emprestado, podias ter reparado no tipo.

Mas o que interessa é que é mais um reforço para defrontar os lamps no próximo fim de semana.  :twisted:


"If players are patient enough we can develop the team into one of the biggest in the world." - Jürgen Klopp