[Séries de TV] - Gostos, Opiniões & Novidades

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Vocês sabiam que o Brian do Family Guy morreu e puseram no lugar dele um cão castanho com uma voz que parece a de um Paulie Gualtieri jovem?
Não sabia.
Wtf.

uh?

Mas o cão não morreu em 2013 onde houve alta polémica e depois voltou?
"Sporting! Minha vida é o Sporting, minha paixão é o Sporting, meu amor é o Sporting, é o Sporting é o Sporting é o Sporting! Meu vício é o Sporting, minha família é o Sporting, Sporting, Sporting, Sporting, é o meu Sporting!"
Vocês sabiam que o Brian do Family Guy morreu e puseram no lugar dele um cão castanho com uma voz que parece a de um Paulie Gualtieri jovem?
Não sabia.
Wtf.

uh?

Mas o cão não morreu em 2013 onde houve alta polémica e depois voltou?

Eu vejo na Fox Comedy (de vez em quando apenas, e aquilo, quando eu passo olhos pelos episódios que dão à hora de almoço, salta da temporada 8 para a 11 ou coisa assim).

Pois, parece que a série já avançou bastante desde estes episódios que a Fox Comedy está a transmitir.
Vocês sabiam que o Brian do Family Guy morreu e puseram no lugar dele um cão castanho com uma voz que parece a de um Paulie Gualtieri jovem?
Não sabia.
Wtf.

uh?

Mas o cão não morreu em 2013 onde houve alta polémica e depois voltou?

Eu vejo na Fox Comedy (de vez em quando apenas, e aquilo, quando eu passo olhos pelos episódios que dão à hora de almoço, salta da temporada 8 para a 11 ou coisa assim).

Ah ok, então isso está desactualizado  :great:
"Sporting! Minha vida é o Sporting, minha paixão é o Sporting, meu amor é o Sporting, é o Sporting é o Sporting é o Sporting! Meu vício é o Sporting, minha família é o Sporting, Sporting, Sporting, Sporting, é o meu Sporting!"
A Fox Comedy não dá nenhum seguimento especial às temporadas. Salta de umas para as outras. Depois o bryan volta devido a uma viagem no tempo do Stewie.
«O importante é ganhar. Quer se goste mais de umas coisas e menos de outras, quer se tenha uma opinião mais para a esquerda ou mais para a direita, o que realmente importa é que cada um de nós ponha sempre os interesses do Sporting Clube de Portugal acima de qualquer gosto particular, de qualquer ataque dos nossos adversários, e tão alto que nada nem ninguém nos impeça de sermos cada vez mais fortes, ganhadores e campeões».
Já vi de rajada as 2ª e 3ª temporadas de How To Get Away With Murder.

Eu gosto muito da série, aliás adoro, é difícil encontrar hoje em dia alguma que me vicie e ao mesmo tempo me dê prazer no acting e na envolvência da história e esta dá-me tudo isso mas sinceramente ainda não sei se gostei ou detestei o final, inclino-me mais para a última.

Spoiler: mostrar

Acho que por vezes a tentativa de surpreender e fugir ao que é antecipado prejudica. Não me parece que o pai da Laurel que praticamente passou ao lado da série e que nem tem razões suficientes para matar x ou y e muito menos da maneira trágica com incêndios à mistura, seja a personagem indicada para este desfecho. Mas veremos como decorre a 4ª temporada.

E matar o Wes para mim pode ter sido um erro grave. Não faltam exemplos de séries que depois da perda de personagens principais caíram a pique. Muita da essência da série estava nos Keating five.
Já vi de rajada as 2ª e 3ª temporadas de How To Get Away With Murder.

Eu gosto muito da série, aliás adoro, é difícil encontrar hoje em dia alguma que me vicie e ao mesmo tempo me dê prazer no acting e na envolvência da história e esta dá-me tudo isso mas sinceramente ainda não sei se gostei ou detestei o final, inclino-me mais para a última.

Spoiler: mostrar

Acho que por vezes a tentativa de surpreender e fugir ao que é antecipado prejudica. Não me parece que o pai da Laurel que praticamente passou ao lado da série e que nem tem razões suficientes para matar x ou y e muito menos da maneira trágica com incêndios à mistura, seja a personagem indicada para este desfecho. Mas veremos como decorre a 4ª temporada.

E matar o Wes para mim pode ter sido um erro grave. Não faltam exemplos de séries que depois da perda de personagens principais caíram a pique. Muita da essência da série estava nos Keating five.

Eu gosto de séries que misturam investigação policial e performances nos tribunais. Essa faz isto?
O conceito é mais ou menos o quê? Inocentar gajos falsamente acusados de homicídio?
@Alexandre10
Discordamos em Iron Fist, eu acho que esta muito bom e muito superior a Luke Cage, por exemplo.

Concordo contigo no entanto no que diz respeito as cenas de luta, podiam olhar para Into the Badlands e fazer exactamente igual.
Por outro lado e tal como dizes, talvez o facto de eu ser um fan boy do personagem me faca nao prestar atencao a outras "tecnicalidades".
E a historia e muito semelhante a uma saga famosa de Iron Fist nos comics, ate fizeram a coisa muito aproximada, so nao percebo a nao inclusao de Misty Knight...
LEVITICUS-18:22
@Alexandre10
Discordamos em Iron Fist, eu acho que esta muito bom e muito superior a Luke Cage, por exemplo.

Concordo contigo no entanto no que diz respeito as cenas de luta, podiam olhar para Into the Badlands e fazer exactamente igual.
Por outro lado e tal como dizes, talvez o facto de eu ser um fan boy do personagem me faca nao prestar atencao a outras "tecnicalidades".
E a historia e muito semelhante a uma saga famosa de Iron Fist nos comics, ate fizeram a coisa muito aproximada, so nao percebo a nao inclusao de Misty Knight...
Ainda só vi 5 episódios, mas a série sofre bastante por causa das péssimas cenas de acção.
Nas cenas de porrada os defeitos abundam: a velocidade é estupidamente lenta (é permanente) e as coreografias estão cheias de golpes repetidos.
Para um gajo que passou 15 anos a treinar, o homem leva muita porrada.
O enredo, a meu ver, está assim assim.
Mas as cenas de acção, f***-**, como é que o director não fez nada quanto àquilo?!?

...

Sobre séries, eu tenho os olhos, o coração e a alma postos na do The Punisher.
f***-**, Batman, The Punisher e Robocop, os meus SH favoritos, e como eu sou maluco por isto, confio que vocês não sabem o que eu vou sentir quando tiver uma temporada inteira de The Punisher.
Ver a aquilo tudo seguido.
Vi a 2a season de Daredevil seguida (por causa do TP), quase que partia tudo quando a parte do enredo que metia o The Punisher foi posta de lado...
« Última modificação: Março 25, 2017, 18:35 pm por Chev Chelios »
@Alexandre10
Discordamos em Iron Fist, eu acho que esta muito bom e muito superior a Luke Cage, por exemplo.

Concordo contigo no entanto no que diz respeito as cenas de luta, podiam olhar para Into the Badlands e fazer exactamente igual.
Por outro lado e tal como dizes, talvez o facto de eu ser um fan boy do personagem me faca nao prestar atencao a outras "tecnicalidades".
E a historia e muito semelhante a uma saga famosa de Iron Fist nos comics, ate fizeram a coisa muito aproximada, so nao percebo a nao inclusao de Misty Knight...
Ainda só vi 5 episódios, mas a série sofre bastante por causa das péssimas cenas de acção.
Nas cenas de porrada os defeitos abundam: a velocidade é estupidamente lenta (é permanente) e as coreografias estão cheias de golpes repetidos.
Para um gajo que passou 15 anos a treinar, o homem leva muita porrada.
O enredo, a meu ver, está assim assim.
Mas as cenas de acção, f***-**, como é que o director não fez nada quanto àquilo?!?

...

Sobre séries, eu tenho os olhos, o coração e a alma postos na do The Punisher.
f***-**, Batman, The Punisher e Robocop, os meus SH favoritos, e como eu sou maluco por isto, confio que vocês não sabem o que eu vou sentir quando tiver uma temporada inteira de The Punisher.
Ver a aquilo tudo seguido.
Vi a 2a season de Daredevil seguida (por causa do TP), quase que partia tudo quando a parte do enredo que metia o The Punisher foi posta de lado...
Tambem sou fa de Punisher, mas estou ceptico em relacao a serie, nunca se fez um Frank Castle de jeito ate hoje...

Sent from my SM-G920W8 using Tapatalk

LEVITICUS-18:22
Já vi de rajada as 2ª e 3ª temporadas de How To Get Away With Murder.

Eu gosto muito da série, aliás adoro, é difícil encontrar hoje em dia alguma que me vicie e ao mesmo tempo me dê prazer no acting e na envolvência da história e esta dá-me tudo isso mas sinceramente ainda não sei se gostei ou detestei o final, inclino-me mais para a última.

Spoiler: mostrar

Acho que por vezes a tentativa de surpreender e fugir ao que é antecipado prejudica. Não me parece que o pai da Laurel que praticamente passou ao lado da série e que nem tem razões suficientes para matar x ou y e muito menos da maneira trágica com incêndios à mistura, seja a personagem indicada para este desfecho. Mas veremos como decorre a 4ª temporada.

E matar o Wes para mim pode ter sido um erro grave. Não faltam exemplos de séries que depois da perda de personagens principais caíram a pique. Muita da essência da série estava nos Keating five.

Eu gosto de séries que misturam investigação policial e performances nos tribunais. Essa faz isto?
O conceito é mais ou menos o quê? Inocentar gajos falsamente acusados de homicídio?

@Chev Chelios a série faz isso e muito mais.

A série é assente numa advogada poderosa que também é professora numa universidade, tens várias cenas em tribunais e alguns casos diferentes em cada episódio onde basicamente vale tudo para inocentar o seu cliente, mas tens também a história da própria temporada que se vai desenrolando à margem desses casos.

Depois tens as relações entre as personagens da série, todas elas muito distintas e claro as típicas surpresas que vão aparecendo e servem para abrir o apetite para o episódio seguinte.

Acho que ias gostar.
Já vi de rajada as 2ª e 3ª temporadas de How To Get Away With Murder.

Eu gosto muito da série, aliás adoro, é difícil encontrar hoje em dia alguma que me vicie e ao mesmo tempo me dê prazer no acting e na envolvência da história e esta dá-me tudo isso mas sinceramente ainda não sei se gostei ou detestei o final, inclino-me mais para a última.

Spoiler: mostrar

Acho que por vezes a tentativa de surpreender e fugir ao que é antecipado prejudica. Não me parece que o pai da Laurel que praticamente passou ao lado da série e que nem tem razões suficientes para matar x ou y e muito menos da maneira trágica com incêndios à mistura, seja a personagem indicada para este desfecho. Mas veremos como decorre a 4ª temporada.

E matar o Wes para mim pode ter sido um erro grave. Não faltam exemplos de séries que depois da perda de personagens principais caíram a pique. Muita da essência da série estava nos Keating five.

Eu gosto de séries que misturam investigação policial e performances nos tribunais. Essa faz isto?
O conceito é mais ou menos o quê? Inocentar gajos falsamente acusados de homicídio?

@Chev Chelios a série faz isso e muito mais.

A série é assente numa advogada poderosa que também é professora numa universidade, tens várias cenas em tribunais e alguns casos diferentes em cada episódio onde basicamente vale tudo para inocentar o seu cliente, mas tens também a história da própria temporada que se vai desenrolando à margem desses casos.

Depois tens as relações entre as personagens da série, todas elas muito distintas e claro as típicas surpresas que vão aparecendo e servem para abrir o apetite para o episódio seguinte.

Acho que ias gostar.
Tenho aqui as duas primeiras temporadas já há algum tempo.
Vou ver.
Obg pelo feedback. Abraço.
Comecei a ver Designated Survivor e não parei até esgotar os episódios na Netflix.
Muito bom! :venia:

O que é que achaste do último episódio The End of the Beginning?

Oi. Não sou muito de comentar episódios individualmente pois limito-me a assistir. A unica coisa que avalio é a série no seu geral, e neste caso estou muito satisfeito.
Spoiler: mostrar
Na altura em que me perguntaste isso ainda nem tinha visto esse episódio, apenas o fiz nesta 5ª feira, e voltei a gostar à brava.
O título até pode ser " o fim do início" mas a verdade é que é quase um regresso ao início em termos de pistas sobre o principal responsável do atentado. Mas já em outro episódio se tinha percebido que o gajo não era o cérebro da trama.