Política Internacional

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

A questão é que a probabilidade de um atrasado mental cometer um acto terrorista ou violar uma mulher é maior nos muculmanos do que nos ocidentais.

Tens alguns dados de uma fonte credível que confirmem isto? Tenho sérias dúvidas que isso seja verdade, principalmente no que diz respeito a violações...
Quanto a violações não sei, tenho que investigar mais a fundo... Mas em relação a ataques suicidas a nível mundial 99,5% são motivados pelo Islão, isto de acordo com um estudo da INSS de 2015.
Herói neoliberal – Entende-se como sendo o individuo que usufruindo dos benefícios do estado social,
opta por esquemas de fraude e evasão fiscal em prejuízo do bem comum.
Quanto a violações não sei, tenho que investigar mais a fundo... Mas em relação a ataques suicidas a nível mundial 99,5% são motivados pelo Islão, isto de acordo com um estudo da INSS de 2015.

Ok, mas nem todos os ataques terroristas são ataques suicidas, portanto isso não significa muito.
Citar
When Nigel Farage met Julian Assange
Why did Ukip’s ex-leader want to slip in unnoticed to meet the WikiLeaks chief at the Ecuadorian embassy?



https://www.theguardian.com/politics/2017/apr/23/when-nigel-farage-met-julian-assange

 :whistle:

#Queoutrostriunfemondenósfomosvencidos

#Iloveusefulidiots
Quanto a violações não sei, tenho que investigar mais a fundo... Mas em relação a ataques suicidas a nível mundial 99,5% são motivados pelo Islão, isto de acordo com um estudo da INSS de 2015.

Ok, mas nem todos os ataques terroristas são ataques suicidas, portanto isso não significa muito.

Most Terrorism Victims Are in Muslim Majority Countries

Although terrorist attacks took place in 92 countries in 2015, they were heavily concentrated geographically. More than 55% of all attacks took place in five countries (Iraq, Afghanistan, Pakistan, India, and Nigeria), and 74% of all deaths due to terrorist attacks took place in five countries (Iraq, Afghanistan, Nigeria, Syria, and Pakistan).

Fonte: National Consortium for the Study of Terrorism and Responses to Terrorism

Herói neoliberal – Entende-se como sendo o individuo que usufruindo dos benefícios do estado social,
opta por esquemas de fraude e evasão fiscal em prejuízo do bem comum.
Quanto a violações não sei, tenho que investigar mais a fundo... Mas em relação a ataques suicidas a nível mundial 99,5% são motivados pelo Islão, isto de acordo com um estudo da INSS de 2015.

Ok, mas nem todos os ataques terroristas são ataques suicidas, portanto isso não significa muito.

Most Terrorism Victims Are in Muslim Majority Countries

Although terrorist attacks took place in 92 countries in 2015, they were heavily concentrated geographically. More than 55% of all attacks took place in five countries (Iraq, Afghanistan, Pakistan, India, and Nigeria), and 74% of all deaths due to terrorist attacks took place in five countries (Iraq, Afghanistan, Nigeria, Syria, and Pakistan).

Fonte: National Consortium for the Study of Terrorism and Responses to Terrorism

Mas ok, mais uma vez isso não comprova de todo o que é dito pelo @Hayek que pode ser interpretado como:
- Maior parte dos atacantes são muçulmanos;
- Há mais terroristas "per capita" entre os muçulmanos (vs outras religiões); ou ainda
- Há mais terroristas per capita entre os "atrasados mentais" muçulmanos (vs atrasados mentais de outras religiões.

Esse estudo só fala nas vítimas. Quanto muito dá a entender que os muçulmanos não-terroristas têm ainda mais razão para odiar o fundamentalismo islâmico que nós, dado que sofreram mais.


@SportSimpatizante, eu duvido que encontres uma estatística definitiva que demonstre algo parecido com o que ele disse - já tentei, mas o que encontro é coisas um bocado específicas em termos de geografia e horizonte temporal. Por exemplo, parece que segundo o report da europol de 2013 ou de 2014, apenas 2% dos ataques terroristas entre 2006 e 2013 na UE tiveram motivações religiosas (https://en.wikipedia.org/wiki/Terrorism_in_Europe#Trend). Também parece que segundo o report do FBI, 94% dos ataques terroristas nos EUA entre 1980 e 2005 foram perpetrados por não-muçulmanos (https://www.fbi.gov/stats-services/publications/terrorism-2002-2005).

Mas vamos assumir que passas horas a procurar e sim, que encontras algo que confirme o que ele disse.. Como podes ver não é assim tão fácil provar isso! Mas para o @Hayek ou extrema direita em geral mandar esse claim é fácil - o que nos leva à discussão do outro dia do "papão". Por exemplo este artigo (http://www.mintpressnews.com/wp-content/uploads/2017/03/SSRN-id2928138.pdf) de investigadores da Georgia State University analisa os dados e conclui que nos EUA ataques terroristas com atacantes muçulmanos recebem 450% mais de media coverage que outros ataques!!



*Já agora admito que não li estes reports para confirmar estes dados, porque... you know... tenho mais que fazer.
22 de Outubro 2016, Gettysburg PA: “What follows is my 100-day action plan to Make America Great Again. It is a contract between Donald J. Trump and the American voter – and begins with restoring honesty, accountability and change to Washington,” he concluded. (source: https://www.donaldjtrump.com/press-releases/donald-j.-trump-delivers-groundbreaking-contract-for-the-american-vote1)

21 de Abril 2017, Twitter:
 :lol:

Mas ok, mais uma vez isso não comprova de todo o que é dito pelo @Hayek que pode ser interpretado como:
- Maior parte dos atacantes são muçulmanos;
- Há mais terroristas "per capita" entre os muçulmanos (vs outras religiões); ou ainda
- Há mais terroristas per capita entre os "atrasados mentais" muçulmanos (vs atrasados mentais de outras religiões.

Esse estudo só fala nas vítimas. Quanto muito dá a entender que os muçulmanos não-terroristas têm ainda mais razão para odiar o fundamentalismo islâmico que nós, dado que sofreram mais.


@SportSimpatizante, eu duvido que encontres uma estatística definitiva que demonstre algo parecido com o que ele disse - já tentei, mas o que encontro é coisas um bocado específicas em termos de geografia e horizonte temporal. Por exemplo, parece que segundo o report da europol de 2013 ou de 2014, apenas 2% dos ataques terroristas entre 2006 e 2013 na UE tiveram motivações religiosas (https://en.wikipedia.org/wiki/Terrorism_in_Europe#Trend). Também parece que segundo o report do FBI, 94% dos ataques terroristas nos EUA entre 1980 e 2005 foram perpetrados por não-muçulmanos (https://www.fbi.gov/stats-services/publications/terrorism-2002-2005).

Mas vamos assumir que passas horas a procurar e sim, que encontras algo que confirme o que ele disse.. Como podes ver não é assim tão fácil provar isso! Mas para o @Hayek ou extrema direita em geral mandar esse claim é fácil - o que nos leva à discussão do outro dia do "papão". Por exemplo este artigo (http://www.mintpressnews.com/wp-content/uploads/2017/03/SSRN-id2928138.pdf) de investigadores da Georgia State University analisa os dados e conclui que nos EUA ataques terroristas com atacantes muçulmanos recebem 450% mais de media coverage que outros ataques!!



*Já agora admito que não li estes reports para confirmar estes dados, porque... you know... tenho mais que fazer.

A minha preocupação não é provar ou desprovar o que o forista Hayek diz ou pensa sem fundamentar... O meu cuidado é chegar aos factos e à verdade. E como podes verificar não encontrei qualquer fonte que sustentasse a alegação que os muçulmanos violavam mais.

O que me foi possível descobrir é que a maioria das vitimas de terrorismo são de países muçulmanos, dos quais, Iraque e Afeganistão aparecem à cabeça com uma relação directa com a guerra que esses países vivem.
Herói neoliberal – Entende-se como sendo o individuo que usufruindo dos benefícios do estado social,
opta por esquemas de fraude e evasão fiscal em prejuízo do bem comum.
Citar
Gás sarin usado na Síria tem "assinatura" do regime de Bashar al-Assad
O ataque com gás sarin contra a localidade síria de Khan Cheikhoun, que no início de abril fez 87 mortos, tem "a assinatura" do regime de Bashar al-Assad, acusa hoje um relatório dos serviços de informação franceses.


O ministro dos Negócios Estrangeiros de França, Jean-Marc Ayrault, disse hoje que Paris sabe, "de fontes seguras", que "o processo de fabrico do gás sarin que foi usado é típico do método desenvolvido em laboratórios sírios".

"Este método tem a assinatura do regime e isso permite-nos estabelecer a responsabilidade neste ataque", disse o chefe da diplomacia francesa, após uma reunião do Conselho de Defesa no palácio do Eliseu, com a presença do Presidente de França, François Hollande.

"Face ao horror deste ataque e às violações repetidas pela Síria dos seus compromissos de não usar armas proibidas pela comunidade internacional, a França decidiu partilhar com os seus parceiros e com a opinião pública mundial as informações de que dispõe", afirmou Jean-Marc Ayrault.

Segundo o relatório dos serviços secretos, os investigadores concluíram "com certeza" que o químico usado no ataque foi gás sarin e que este tem a marca do fabrico do regime sírio.

O ataque, perpetrado a 04 de abril contra a localidade de Khan Cheikhoun, numa zona controlada pelos rebeldes, fez 87 mortos, entre os quais 31 crianças, e motivou represálias norte-americanas, a 07 de abril, contra uma base aérea do regime.

Damasco sempre negou a sua implicação no ataque e afirmou tratar-se de "uma fabricação a 100%".


#JesuisAssad

#Ilovegenocide


A minha preocupação não é provar ou desprovar o que o forista Hayek diz ou pensa sem fundamentar... O meu cuidado é chegar aos factos e à verdade. E como podes verificar não encontrei qualquer fonte que sustentasse a alegação que os muçulmanos violavam mais.

O que me foi possível descobrir é que a maioria das vitimas de terrorismo são de países muçulmanos, dos quais, Iraque e Afeganistão aparecem à cabeça com uma relação directa com a guerra que esses países vivem.

Fair enough. Não queria minimizar o teu esforço, lol.
Citar
Gás sarin usado na Síria tem "assinatura" do regime de Bashar al-Assad
O ataque com gás sarin contra a localidade síria de Khan Cheikhoun, que no início de abril fez 87 mortos, tem "a assinatura" do regime de Bashar al-Assad, acusa hoje um relatório dos serviços de informação franceses.


O ministro dos Negócios Estrangeiros de França, Jean-Marc Ayrault, disse hoje que Paris sabe, "de fontes seguras", que "o processo de fabrico do gás sarin que foi usado é típico do método desenvolvido em laboratórios sírios".

"Este método tem a assinatura do regime e isso permite-nos estabelecer a responsabilidade neste ataque", disse o chefe da diplomacia francesa, após uma reunião do Conselho de Defesa no palácio do Eliseu, com a presença do Presidente de França, François Hollande.

"Face ao horror deste ataque e às violações repetidas pela Síria dos seus compromissos de não usar armas proibidas pela comunidade internacional, a França decidiu partilhar com os seus parceiros e com a opinião pública mundial as informações de que dispõe", afirmou Jean-Marc Ayrault.

Segundo o relatório dos serviços secretos, os investigadores concluíram "com certeza" que o químico usado no ataque foi gás sarin e que este tem a marca do fabrico do regime sírio.

O ataque, perpetrado a 04 de abril contra a localidade de Khan Cheikhoun, numa zona controlada pelos rebeldes, fez 87 mortos, entre os quais 31 crianças, e motivou represálias norte-americanas, a 07 de abril, contra uma base aérea do regime.

Damasco sempre negou a sua implicação no ataque e afirmou tratar-se de "uma fabricação a 100%".


#JesuisAssad

#Ilovegenocide

Claro que foi o Bashar al-Assad então um homem que está a vencer a batalha, tem tudo a ganhar em ter a comunidade internacional contra si...  :think:



Herói neoliberal – Entende-se como sendo o individuo que usufruindo dos benefícios do estado social,
opta por esquemas de fraude e evasão fiscal em prejuízo do bem comum.
Venezuela anuncia abandono da OEA ( organização dos estados da América)

Mais um passo rumo ao isolamento.. 
Citar
Gás sarin usado na Síria tem "assinatura" do regime de Bashar al-Assad
O ataque com gás sarin contra a localidade síria de Khan Cheikhoun, que no início de abril fez 87 mortos, tem "a assinatura" do regime de Bashar al-Assad, acusa hoje um relatório dos serviços de informação franceses.


O ministro dos Negócios Estrangeiros de França, Jean-Marc Ayrault, disse hoje que Paris sabe, "de fontes seguras", que "o processo de fabrico do gás sarin que foi usado é típico do método desenvolvido em laboratórios sírios".

"Este método tem a assinatura do regime e isso permite-nos estabelecer a responsabilidade neste ataque", disse o chefe da diplomacia francesa, após uma reunião do Conselho de Defesa no palácio do Eliseu, com a presença do Presidente de França, François Hollande.

"Face ao horror deste ataque e às violações repetidas pela Síria dos seus compromissos de não usar armas proibidas pela comunidade internacional, a França decidiu partilhar com os seus parceiros e com a opinião pública mundial as informações de que dispõe", afirmou Jean-Marc Ayrault.

Segundo o relatório dos serviços secretos, os investigadores concluíram "com certeza" que o químico usado no ataque foi gás sarin e que este tem a marca do fabrico do regime sírio.

O ataque, perpetrado a 04 de abril contra a localidade de Khan Cheikhoun, numa zona controlada pelos rebeldes, fez 87 mortos, entre os quais 31 crianças, e motivou represálias norte-americanas, a 07 de abril, contra uma base aérea do regime.

Damasco sempre negou a sua implicação no ataque e afirmou tratar-se de "uma fabricação a 100%".


#JesuisAssad

#Ilovegenocide

Claro que foi o Bashar al-Assad então um homem que está a vencer a batalha, tem tudo a ganhar em ter a comunidade internacional contra si...  :think:





 :arrow: :arrow: :arrow:.

 Só quem é muito burro ou mentiroso é que diz que esse ataque com armas químicas é real. Não passa de um false flag criado pelos terroristas financiados pelos globalistas ocidentais e radicais islâmicos para tentarem derrubar o único líder que mantém a ordem no Médio Oriente.
« Última modificação: Hoje às 11:48 por 08gole »