[UEFA Euro 2012] Quartos-de-final: Inglaterra vs Itália

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.



:rotfl::rotfl:
Chown,
 
A Espanha não defende dentro da sua baliza, os outros é que o fazem contra a Espanha borrados de medo.

A Espanha maravilhosamente troca a bola entre os seus junto da área dos adversários, sem que estes sequer a cheirem. Não tem nada a ver, mas se vês assim tudo bem, respeita a minha opinião que também respeito a tua e não digo se és ou não contraprucedente, nem sequer tenho nada contra isso, tu vês assim óptimo para ti.

A Espanha fez o que quis da França que nem cheirou, tirando isso tens todo o direito a dizer o que muito bem entenderes, como é obvio eu também.

Eu vejo uma Espanha esmagadora onde as equipas adversárias apenas cheiram a bola nem tocam nela.  :great:


 Os outros não adoptam um sistema ultra-defensivo por terem medo, adoptam esse sistema por considerarem que é o mais adequado. Como já aqui disseram, trocam a bola no meio campo, no primeiro terço de terreno do adversário, não junto da área, o que faz toda a diferença. A Espanha contra a França fez apenas o que faz noutros jogos, uma enorme posse de bola, baseado em passes constantes, entre os seus jogadores, não é a mesma coisa que dizer que fez o que quis da França.

Eu não gosto deste sistema espanhol, tu adoras este sistema, jamais chegaremos a um consenso porque gostos não se discutem, respeitam-se.   :great:

É isso não vale a pena, não tem discussão possível é o mesma "parvalheira" pedindo desculpa pelo termo que discutir Ronaldo e Messi. Cada ser humano é diferente do outro logo cada um gosta do que gosta e tá tudo dito.  :great:

23-03-2013 A noite mais feliz da minha vida como Sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem haja Presidente!
Imobilizar o adversário com o mais importante do jogo, a bola, depois de marcar 1 golo e ainda conseguir marcar mais 1 golo não pode ser anti-jogo de maneira nenhuma.
Repara que tu já disseste que tiveram tipos desmarcados e não lhes deram a bola, mas recuaram. Sinceramente não me lembro.
Mas tb disseste que fizeram 9 remates em 45'. Digamos que isso dá 1 remate a cada 5 minutos. Tendo em conta que a França teve a bola durante algum tempo, porque a posse não foi de 100% para a Espanha, isso não é nada mau para quem estava a ganhar, presumindo que não foram 9 pontapés do meio-campo para a linha lateral. Ou então é um anti-jogo altamente ofensivo.
O problema está no adversário. Conquiste a bola e trabalhe-a. Não conseguem? temos pena. Lá porque todas as equipas se encolhem e criam uma parede dupla em cima da área com medo de levar na pá, não o façam. Os espanhóis tiram-lhes a bola e ficam com ela? temos pena. Trabalhem-na melhor. É que eles não têm sempre a bola. Os espanhóis falham fazem faltas, há passes transviados, etc. Os adversários, no caso, a França é que nunca conseguiu ter um futebol minimamente fluido porque... os espanhóis faziam uma pressão fabulosa (e pressão para ter a bola é anti-jogo? só se alguém está à espera que eles não defendam, não conquistem a bola e passivamente aguardem que o adversário marque).
E depois, lá está, associas anti-jogo a falta de espectáculo. Eu compreendo que tu não gostes. Daí a chamares anti-jogo vai uma distãncia grande. Mas por mim, tudo bem. Eu não sou o criador daquele tipo de jogo nem nunca o consigui executar (mas gostava)

 Enduzi-te em erro e peço desculpa por isso, a Espanha fez um total de nove remates no jogo todo. Cinco foram à baliza e quatro fora para fora. O que e dá mais razão a mim e menos a ti.

 Ainda não vi uma equipa a jogar com um bloco alto contra esta Espanha, penso que Portugal será a primeira equipa a fazê-lo, por isso, quero ver como reagem a uma equipa que não se fecha no último terço do terreno de jogo. A França não consegiu ter um futebol fluído porque pensaram demasiado na Espanha e pouco neles, constituíram uma equipa de forma a eliminar o futebol espanhol e não em construir o seu jogo, além de que tiveram problemas graves de balneários, frutos de vários egos.

 Tu consideras anti-jogo ir para a badeirola de campo com a bola e dois jogadores a protegerem a bola, mas dois jogadores a trocar constantemente a bola no meio-campo, sem construírem qualquer género de lance ofensivo, já não deixa de ser anti-jogo. Da mesma forma que as equipas fazem faltas sucessivas, chutões para a frente, percas de tempo desnecessárias, para conservar um resultado que lhes é favorável, com isso, estragam imenso o espectáculo futebolístico, a Espanha com o seu tiki-taka (que difere um bocado do modelo do Barcelona), conserva a bola para conservar o resultado, aborrecendo qualquer pessoa que assiste o jogo.

 Admiro-lhes a capacidade de praticarem aquele jogo, mas não gosto nada daquilo, nem defendo, tão pouco, que seja o melhor modelo de jogo. Mas tem resultados, é verdade.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
 Ainda não vi uma equipa a jogar com um bloco alto contra esta Espanha, penso que Portugal será a primeira equipa a fazê-lo, por isso, quero ver como reagem a uma equipa que não se fecha no último terço do terreno de jogo. A França não consegiu ter um futebol fluído porque pensaram demasiado na Espanha e pouco neles, constituíram uma equipa de forma a eliminar o futebol espanhol e não em construir o seu jogo, além de que tiveram problemas graves de balneários, frutos de vários egos.

Duvido que Portugal vá jogar com bloco alto contra a Espanha, só se fossem malucos suicidários. Acredito sim que joguemos como a Itália fez com os espanhóis no primeiro jogo.
 Ainda não vi uma equipa a jogar com um bloco alto contra esta Espanha, penso que Portugal será a primeira equipa a fazê-lo, por isso, quero ver como reagem a uma equipa que não se fecha no último terço do terreno de jogo. A França não consegiu ter um futebol fluído porque pensaram demasiado na Espanha e pouco neles, constituíram uma equipa de forma a eliminar o futebol espanhol e não em construir o seu jogo, além de que tiveram problemas graves de balneários, frutos de vários egos.

Duvido que Portugal vá jogar com bloco alto contra a Espanha, só se fossem malucos suicidários. Acredito sim que joguemos como a Itália fez com os espanhóis no primeiro jogo.

 Não creio que seja assim tão suicídio. As características dos nossos três médios auxiliam imenso a um bloco alto, isto permitiria também não jogar com um dos extremos, Nani, tão recuado quanto isso. Sem Villa na frente, torna-se mais acessível subir as linhas porque nem o Cesc, nem o Silva têm a mobilidade de virem da linha para dentro, nem tão pouco de actuarem no meio de dois defesas.
 Veremos o que tem guardado o Sr. Paulo Bento.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
 Ainda não vi uma equipa a jogar com um bloco alto contra esta Espanha, penso que Portugal será a primeira equipa a fazê-lo, por isso, quero ver como reagem a uma equipa que não se fecha no último terço do terreno de jogo. A França não consegiu ter um futebol fluído porque pensaram demasiado na Espanha e pouco neles, constituíram uma equipa de forma a eliminar o futebol espanhol e não em construir o seu jogo, além de que tiveram problemas graves de balneários, frutos de vários egos.

Duvido que Portugal vá jogar com bloco alto contra a Espanha, só se fossem malucos suicidários. Acredito sim que joguemos como a Itália fez com os espanhóis no primeiro jogo.

Também não vejo outra forma, mas amanhã já veremos, só peço menos letra e muito PORTUGAL.

23-03-2013 A noite mais feliz da minha vida como Sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem haja Presidente!
 Ainda não vi uma equipa a jogar com um bloco alto contra esta Espanha, penso que Portugal será a primeira equipa a fazê-lo, por isso, quero ver como reagem a uma equipa que não se fecha no último terço do terreno de jogo. A França não consegiu ter um futebol fluído porque pensaram demasiado na Espanha e pouco neles, constituíram uma equipa de forma a eliminar o futebol espanhol e não em construir o seu jogo, além de que tiveram problemas graves de balneários, frutos de vários egos.

Duvido que Portugal vá jogar com bloco alto contra a Espanha, só se fossem malucos suicidários. Acredito sim que joguemos como a Itália fez com os espanhóis no primeiro jogo.

Não é suicídio nenhum. Aliás têm mesmo de jogar assim se quiserem ganhar. Se o fizermos, ganhamos, de certeza. Se forem para lá defender, mais vale nem sequer entrarem em campo.
A solução para os anular é os médios deles terem logo um gajo em cima para não terem espaço para receber ou passar a bola para a frente, e dar-lhes pau. Assim conseguimos conter os gajos, temos de ser tão oumais rápidos a pressionar do que eles a trocar a bola.
Chat shit get banged.