Juvenis 2016/17 - SPORTING CAMPEÃO NACIONAL

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

DB7   :drool:
Mas não estou a gostar. O Vaza marcou o golo mas está a passar ao lado do jogo. Aquela não é claramente a sua posição e é um a menos no meio campo. O Setúbal tem ganho vantagem precisamente a meio-campo. Falta ali alguém. O Vaza não é médio. É o central com mais potencial que temos...

Era central nos iniciados à dois anos... Na passagem para os juvenis tem jogado a lateral direito (maior parte das vezes que joga) e a meio campo. No meio não tem é jogada tão à frente.

Falar que está mal é redutor a receção orientada e remate do golo é muita boa.
Talvez seja redutor. Mas parece-me claramente desapropriada a posição onde jogou. Mas talvez seja erro meu. Eu, pessoalmente, gostava muito dele a central. Tinha o perfil que eu idealizo.
Eu sou #FeitoDeSporting e tu?

Quem jogou no lugar do Bernardo Sousa foi o Babacar Fati. O Vaza estava no lugar que habitualmente é do Edmilson Santos, que é o motor desta equipa.
É o central com mais potencial que temos...

Acho que o Djaló tem mais futuro. Verdade que ainda tem umas paragens cerebrais, mas tem as caracteristicas inatas perfeitas para ser uma referência (velocidade, jogo de antecipação, desarme, jogo aéreo). Faz-me lembrar muito o Ilori com a mesma idade
So much on my mind that I can't recline
Blastin' holes in the night 'til she bled sunshine
É o central com mais potencial que temos...

Acho que o Djaló tem mais futuro. Verdade que ainda tem umas paragens cerebrais, mas tem as caracteristicas inatas perfeitas para ser uma referência (velocidade, jogo de antecipação, desarme, jogo aéreo). Faz-me lembrar muito o Ilori com a mesma idade
As qualidades que descreveste são as qualidades do Vaza. Ele sim faz-me lembrar o Ilori, até por serem ambos algo esguios. O Djalo penso que também poderá chegar à equipa principal. Ele comparo-o ao Rúben Semedo, até nas paragens cerebrais. A verdade é que a nossa formação evoluiu bastante nesta posição
É o central com mais potencial que temos...

Acho que o Djaló tem mais futuro. Verdade que ainda tem umas paragens cerebrais, mas tem as caracteristicas inatas perfeitas para ser uma referência (velocidade, jogo de antecipação, desarme, jogo aéreo). Faz-me lembrar muito o Ilori com a mesma idade
As qualidades que descreveste são as qualidades do Vaza. Ele sim faz-me lembrar o Ilori, até por serem ambos algo esguios. O Djalo penso que também poderá chegar à equipa principal. Ele comparo-o ao Rúben Semedo, até nas paragens cerebrais. A verdade é que a nossa formação evoluiu bastante nesta posição

Ainda não vi o Vaza este ano (até porque tem jogado pouco, lesão?), mas a ideia com que fiquei do Vaza nos sub15 foi ligeiramente diferente. Pareceu-me ser um central muito elegante a jogar, sempre de cabeça levantada, um bocado como Diogo Queirós do Porto mas sem o ónus da falta de agilidade e velocidade deste último. O Djaló tem mais arestas por limar, mas tem um peak brutal para um central, e fisicamente apesar de ser esguio impõe-se com facilidade. Fiquei mais impressionado com ele, mas terei de ver o Vaza nos juvenis para poder fazer uma comparação mais acertada

Já agora faço referência ao Dinis Iesanu, do que vi gostei, joga simples mas eficaz, pareceu-me um central com margem de evolução
So much on my mind that I can't recline
Blastin' holes in the night 'til she bled sunshine
É o central com mais potencial que temos...

Acho que o Djaló tem mais futuro. Verdade que ainda tem umas paragens cerebrais, mas tem as caracteristicas inatas perfeitas para ser uma referência (velocidade, jogo de antecipação, desarme, jogo aéreo). Faz-me lembrar muito o Ilori com a mesma idade
As qualidades que descreveste são as qualidades do Vaza. Ele sim faz-me lembrar o Ilori, até por serem ambos algo esguios. O Djalo penso que também poderá chegar à equipa principal. Ele comparo-o ao Rúben Semedo, até nas paragens cerebrais. A verdade é que a nossa formação evoluiu bastante nesta posição

Ainda não vi o Vaza este ano (até porque tem jogado pouco, lesão?), mas a ideia com que fiquei do Vaza nos sub15 foi ligeiramente diferente. Pareceu-me ser um central muito elegante a jogar, sempre de cabeça levantada, um bocado como Diogo Queirós do Porto mas sem o ónus da falta de agilidade e velocidade deste último. O Djaló tem mais arestas por limar, mas tem um peak brutal para um central, e fisicamente apesar de ser esguio impõe-se com facilidade. Fiquei mais impressionado com ele, mas terei de ver o Vaza nos juvenis para poder fazer uma comparação mais acertada

Já agora faço referência ao Dinis Iesanu, do que vi gostei, joga simples mas eficaz, pareceu-me um central com margem de evolução
Bom comentário. De qualquer das maneiras têm grande potencial os dois. Como centrais
O Dinis tem jogado na lateral. O Vaza tem jogado a 8 e a lateral.
É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010
Por acaso se o Vaza fosse bem adaptado a médio-defensivo (à Dier) seria bom, porque temos mais centrais dessas idades (Riciulli, Djaló - que para mim tem imenso potencial -, Miguel Lopes, João Silva...) do que médios-defensivos (penso que só haverá, para a equipa de júniores do próximo ano, o Bavikson e talvez o Pami, se este ficar...).
Que geração esta! Aliás como quase todas na nossa academia atualmente.
"Eu queria ser poeta mas poeta não posso ser, porque um poeta pensa muito e eu só penso na luz a arder."
Por acaso se o Vaza fosse bem adaptado a médio-defensivo (à Dier) seria bom, porque temos mais centrais dessas idades (Riciulli, Djaló - que para mim tem imenso potencial -, Miguel Lopes, João Silva...) do que médios-defensivos (penso que só haverá, para a equipa de júniores do próximo ano, o Bavikson e talvez o Pami, se este ficar...).

Gonçalo Vieira tem mais qualidade que o Miguel Lopes. Pessoalmente adoro o Ricciuli, mas ainda tem demasiadas arestas para limar para se poder dizer se terá sucesso na transição para sénior.

Não me admirava ver o Edmilson (bela surpresa para mim, não o conhecia antes desta época) ser puxado para terrenos mais recuados.
So much on my mind that I can't recline
Blastin' holes in the night 'til she bled sunshine
Por acaso se o Vaza fosse bem adaptado a médio-defensivo (à Dier) seria bom, porque temos mais centrais dessas idades (Riciulli, Djaló - que para mim tem imenso potencial -, Miguel Lopes, João Silva...) do que médios-defensivos (penso que só haverá, para a equipa de júniores do próximo ano, o Bavikson e talvez o Pami, se este ficar...).

Gonçalo Vieira tem mais qualidade que o Miguel Lopes. Pessoalmente adoro o Ricciuli, mas ainda tem demasiadas arestas para limar para se poder dizer se terá sucesso na transição para sénior.

Não me admirava ver o Edmilson (bela surpresa para mim, não o conhecia antes desta época) ser puxado para terrenos mais recuados.
Já eu odeio o Ricciuli e não gostaria nada de uma adaptação do central ao qual vejo maior potencial a médio defensivo para que possam jogar outros centrais.
Ora bem, para o ano haverá pelo menos Bragança e Bavikson para médios defensivos. Não vejo necessidade de se subir alguém no terreno. Vaza e Djalo no eixo defensivo.
@jl17 isto já é off-topic, mas acho que seria um crime não subir o Bragança à B no final da época... já é, para mim, o jogador mais talentoso da equipa de júniores. Continuar lá seria um desperdício.
Por acaso se o Vaza fosse bem adaptado a médio-defensivo (à Dier) seria bom, porque temos mais centrais dessas idades (Riciulli, Djaló - que para mim tem imenso potencial -, Miguel Lopes, João Silva...) do que médios-defensivos (penso que só haverá, para a equipa de júniores do próximo ano, o Bavikson e talvez o Pami, se este ficar...).

Gonçalo Vieira tem mais qualidade que o Miguel Lopes. Pessoalmente adoro o Ricciuli, mas ainda tem demasiadas arestas para limar para se poder dizer se terá sucesso na transição para sénior.

Não me admirava ver o Edmilson (bela surpresa para mim, não o conhecia antes desta época) ser puxado para terrenos mais recuados.
Já eu odeio o Ricciuli e não gostaria nada de uma adaptação do central ao qual vejo maior potencial a médio defensivo para que possam jogar outros centrais.
Ora bem, para o ano haverá pelo menos Bragança e Bavikson para médios defensivos. Não vejo necessidade de se subir alguém no terreno. Vaza e Djalo no eixo defensivo.

O Ricciuli tem dias, mas quando engata uma boa exibição (como a que teve em Dortmund) mostra ser o central dos juniores com mais futuro. O problema dele é que varia o bom com o mau demasiado facilmente, às vezes no mesmo jogo. Se (e é um grande se) limar estas limitações acredito que se imponha na primeira equipa
So much on my mind that I can't recline
Blastin' holes in the night 'til she bled sunshine
Por acaso se o Vaza fosse bem adaptado a médio-defensivo (à Dier) seria bom, porque temos mais centrais dessas idades (Riciulli, Djaló - que para mim tem imenso potencial -, Miguel Lopes, João Silva...) do que médios-defensivos (penso que só haverá, para a equipa de júniores do próximo ano, o Bavikson e talvez o Pami, se este ficar...).

Gonçalo Vieira tem mais qualidade que o Miguel Lopes. Pessoalmente adoro o Ricciuli, mas ainda tem demasiadas arestas para limar para se poder dizer se terá sucesso na transição para sénior.

Não me admirava ver o Edmilson (bela surpresa para mim, não o conhecia antes desta época) ser puxado para terrenos mais recuados.
Já eu odeio o Ricciuli e não gostaria nada de uma adaptação do central ao qual vejo maior potencial a médio defensivo para que possam jogar outros centrais.
Ora bem, para o ano haverá pelo menos Bragança e Bavikson para médios defensivos. Não vejo necessidade de se subir alguém no terreno. Vaza e Djalo no eixo defensivo.

O Ricciuli tem dias, mas quando engata uma boa exibição (como a que teve em Dortmund) mostra ser o central dos juniores com mais futuro. O problema dele é que varia o bom com o mau demasiado facilmente, às vezes no mesmo jogo. Se (e é um grande se) limar estas limitações acredito que se imponha na primeira equipa

Um pouco como o Kiki da equipa B.
"Eu queria ser poeta mas poeta não posso ser, porque um poeta pensa muito e eu só penso na luz a arder."