Mensagens recentes

Páginas: 1 2 3 ... 10 Próxima »
1
Citar
Rui Vitória é tudo menos elegante e respeitador

LUÍS SANTOS CASTELO

Não é a primeira vez que escrevo sobre Rui Vitória. Em dezembro passado referi o óbvio: a atitude do treinador do Benfica era tudo menos aquilo que grande parte da opinião pública (e não só) alimentava. Para muitos, Rui Vitória é um "senhor", um "respeitador". Nesse texto, expliquei que não, que era tudo menos isso. Rui Vitória muda de tom como quem troca de sapatos e cria o mito de que respeita tudo e todos, alterando esse próprio lema de vida quando mais lhe convém. Ficou tudo dito, pensava eu.

Contudo, face à vergonhosa conferência de imprensa dada pelo comandante da equipa técnica encarnada no final do dérbi entre Sporting e Benfica, foi encontrado um nível ainda mais baixo. Não vou discutir as considerações de Rui Vitória sobre o jogo e a arbitragem - afinal, não é nada disso que é objeto de análise aqui. Vitória tem todo o direito de pensar que o Benfica foi superior ao Sporting (ideia com a qual concordo) e que as águias foram a equipa mais prejudicada por Carlos Xistra e os restantes colegas (ideia com a qual não concordo). O problema está longe de ser esse. É mais grave e não tem nada em comum com o treinador e as suas valências. Aqui, o importante é o homem, como se pode perceber quando Rui Vitória começou a dar ordens aos jornalistas e se colocou num falso papel de vítima.

"Valorizem aquilo que o Benfica fez, que andam o ano inteiro a baterem no Benfica quase do nada. A equipa do Benfica era quase um alvo a abater, como se não pudéssemos ganhar o quinto campeonato. Ganhámos quatro. Não ganhámos este, mas vamos ganhar mais vezes. Isso é que é de enaltecer."

Aqui, Rui Vitória deu início às exigências. Mas conseguiu fazer pior.

"Têm batido tanto no Benfica e eu tenho a noção da responsabilidade que tenho, da grandeza deste clube. Tento ser e tenho sido sempre elegante, respeitador à minha maneira. Se calhar já vou tarde, se calhar tenho que falar com o presidente para arranjarmos outra estratégia em relação a isto nestas questões, quer dizer... Porque eu não entendo isto."

"Elegante, respeitador", descreve-se Rui Vitória. Se fosse comediante, seria um dos melhores do país. Mas não, é treinador do Benfica. Respondendo a uma questão sobre Jonas, suplente utilizado em Alvalade, Rui Vitória escavou ainda mais e falou aos jornalistas com (precisamente) um desrespeito atroz.

"Epá, você vê estas coisas sempre pelo copo vazio e copo cheio, pá. Oiça, nós fizemos uma primeira parte de grande nível, está a perceber? Nós fizemos uma primeira parte de grande nível. Se calhar, agora, se não tivéssemos feito aquela primeira parte porque jogámos com dois médios, porque jogámos com... Nós fomos melhores. Nós merecíamos ter ganho. Não é cá mais Jonas, nem menos Jonas. Aquilo que fizemos: fomos melhores, chegámos aqui, impusemos o nosso jogo. Não vamos cá agora estar... Para alguns é tudo bonito, para outros é tudo cinzento. Tenham lá paciência, que eu já vos conheço de ginjeira. Essa conversa não é adequada para aquilo que se passou hoje. Mas qual Jonas, menos Jonas. Nós fomos melhores e é isso que vocês têm de dizer"

Reforço esta ideia de Rui Vitória: "Nós fomos melhores e é isso que vocês têm de dizer". Podia escolher outras, como "tenham lá paciência, que eu já vos conheço de ginjeira", mas não. Vimos um treinador exigir aos jornalistas que passassem uma mensagem escolhida por si com má educação e mania das grandezas. E nisto tem tanta culpa Rui Vitória como os jornalistas presentes no Auditório Artur Agostinho. Acho impressionante como nenhum respondeu à letra e todos ficaram calados - eu, se estivesse presente, não era capaz.

A certa altura, durante a conferência de imprensa, Rui Vitória disse o seguinte: "A minha memória é muito seletiva. Não tenho tantos bytes assim para saber de tudo o que é campeonato, do que se passou. Mas tenho de começar a ganhar mais bytes nesta memória". Foi das coisas mais acertadas que o ouvi dizer, caro Rui. Faltam-lhe "bytes".


Bancada
2
Tecnologia, Informática e Jogos / Re: FIFA 18
« Última mensagem por SuperMontero em Hoje às 22:36 »
Neste momento esta é minha equipa:
https://www.futhead.com/18/squads/3214957/

Gosto da equipa, mas o Dele Alli não me parece, com os jogos que já fiz com ele, o melhor médio centro. Têm alguma sugestão? Estava a pensar no Pogba :think: .Tenho 200k.
deverias ter feito o Petit ao inves do Rijkaard porque e bem melhor que Rijkaard

O Rijkaard também é muito bom. É verdade que o Petit é melhor, mas a relação qualidade/preço, talvez até compense mais o Rijkaard.

Se o dinheiro não for problema, quem compensa mesmo é o Vieira, esse sim, uma verdadeira besta.



Deixo também aqui a minha equipa. :great:

https://www.futbin.com/18/squad/5277029
vou buscar o Cr7 para meter ao lado do Hernandez o 94 claro que achas? boa equipa ja agora e esse Hamsik que achas ?

Ronaldo é Ronaldo, é só dos melhores jogadores do jogo, ficas sempre bem servido.

O Hamsik é muito boa. É super completo e depois tem a vantagem de ter 5 estrelas de pior pé, o que para mim é extremamente importante no Fifa, mais que os skills até, ao contrário do que acontecia dantes.
ja fui buscar o CR7 por 710k not bad
3
Futebol de Outras Equipas e Selecções / Re: Futebol Italiano
« Última mensagem por Invictus em Hoje às 22:13 »
4
Parabéns pela vitória na Taça! Mais um título para o Panelas!
5
Dão o Griezmann como certo no Barça  :xock: ! O Atlético ficará muito fragilizado, o francês faz muita falta.
Também tinha uma cláusula ridiculamente baixa, de 100 milhões..
6
7
Futebol de Outras Equipas e Selecções / Re: Futebol Alemão
« Última mensagem por Invictus em Hoje às 16:50 »
8
Jogadores / Re: Super Mário Jardel
« Última mensagem por Invictus em Hoje às 16:25 »
Citar
"Taça é para livrar a época, mas o que interessa é ser campeão"

Mário Jardel, herói do último título de campeão do Sporting e marcador na final da Taça de Portugal de 2001/02, considera que o clube de Alvalade precisa de voltar a subir ao topo da hierarquia nacional.

Mário Jardel considera que o Sporting precisa de conquistar o título de campeão nacional, que foge aos leões desde 2001/02, época em que o ponta de lança brasileiro se sagrou melhor marcador da Liga e... "ofereceu" a Taça de Portugal à formação verde e branca, com um golo solitário apontado ao Leixões.

Antes da final da presente época, que vai opor o clube de Alvalade ao Aves, o "Super Mário" afirma que vencer o troféu no Jamor pode ajudar a "livrar" a época do Sporting.

"A época 2001/02 foi especial: ganhámos o campeonato, a Taça e fiz 42 golos só na Liga. Esta Taça de Portugal vai ser importante para 'livrar' a época. O Sporting é um clube muito grande, precisa de títulos e não é campeão desde que eu fui o melhor marcador. Que tudo dê certo. Tenho saudades do Sporting e dos adeptos, mas o clube precisa de ser campeão. Bas Dost? Faz golos, mas precisa que os seus golos deem títulos ao Sporting. Como disse, a Taça de Portugal vai servir para "livrar" a época, mas espero que tudo dê certo e que o Sporting saia vencedor. O golo ao Leixões na final? Estava um pouco adiantado, mas acontece. Também nos anularam um golo do Rui Bento em que a bola bateu claramente dentro", lembra Jardel.


O Jogo
9
Jogadores / Re: Islam Slimani
« Última mensagem por Invictus em Hoje às 16:21 »
Citar
Slimani comenta momento conturbado e realça: "Sporting está acima de tudo"

O ponta de lança argelino, agora no Newcastle, abordou analisou a época leonina e deixou um comentário às cisões registadas ao longo da época entre Bruno de Carvalho, Jorge Jesus e o plantel.

Islam Slimani revela que viu muitos jogos do Sporting ao longo da época, faz um balanço e não descarta voltar a Alvalade.

-Mesmo não ganhando o campeonato, o Sporting continua a ser um grande clube. Este ano, já conquistou a Taça da Liga e espero que conquiste a Taça de Portugal. E para o ano espero que possam ser campeões: pelos adeptos, pelo facto de, como disse, terem grandes jogadores e também um grande treinador. Aliás, o Sporting já merece ser campeão.

Quer avançar com algum prognóstico?

-Para mim, vencer 1-0 ou 3-0 é a mesma coisa - o importante é ganhar a Taça de Portugal.

Já elogiou Jorge Jesus, quer deixar-lhe uma mensagem?

-Não só para ele, mas para todos: que ganhem esta Taça porque o merecem depois da época que fizerem. Fizeram muitos jogos e espero, de coração, que a possam vencer.

Esta época ficou marcada por cisões graves e conflitos entre o presidente, o treinador e o plantel. Que comentário lhe merece este cenário?

-O Sporting está acima de tudo e isso é o mais importante.

Podemos dizer que vai ficar com o Sporting no coração? Acha que um dia vai voltar?

-Adoro o Sporting. Se hoje as pessoas me conhecem, devo-o ao Sporting. Foi uma etapa muito importante na minha carreira. Voltar? No futebol, não há impossíveis... Espero voltar um dia, claro, pois estamos a falar de um clube do qual gosto muito.


"Já não estou aí, mas há Bas Dost e até Montero"

Com fé inabalável num triunfo do leão este domingo, no Jamor, um dos heróis no último triunfo da Taça confia na sua sucessão.

No Newcastle mas com o coração a bater pelo leão, Slimani tem uma divisa: "O Sporting acima de tudo."

Como recorda a final de 2015, frente ao Braga?

-Foi um grande jogo, no qual estivemos a perder por dois golos e conseguimos empatar e vencer nos penáltis. A reviravolta foi qualquer coisa de extraordinário.

O Sporting foi, de facto, a perder por 2-0 para o intervalo. Recorda-se do que disse o então treinador Marco Silva aos jogadores no intervalo?

-Disse-nos que tínhamos de acreditar, mesmo estando a perder. Disse-nos para acreditarmos até ao fim, para jogarmos em equipa e para ouvirmos os adeptos.

Tem acompanhado o Sporting? Como analisa a época?

-Sim, vi muitos jogos do Sporting. Estamos a falar de uma grande equipa, com bons jogadores e um grande treinador, o Jorge Jesus. É uma equipa com as mesmas ideias que tinha quando eu lá jogava e isso deve-se ao grande treinador que tem.

Crê que o Sporting vai conseguir conquistar a Taça de Portugal?

-Espero que sim! Vou estar a apoiar e espero sinceramente que o consigam. Têm qualidade para isso e, como disse, vou estar a torcer por isso.

Não há Slimani, mas há Bas Dost e até Montero, que marcou na tal final de 2014/15...

-Não há Slimani, sim, mas o Sporting é uma equipa recheada de bons jogadores, de bons avançados. Os jogadores vêm, vão... são coisas do futebol. Mas tem bons avançados, que podem decidir esta Taça de Portugal; o Montero e o Bas Dost são muito bons e vão ajudar a ganhar este título, esta Taça.

O Jogo
10
Páginas: 1 2 3 ... 10 Próxima »