Liga NOS 2017/2018

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Deviam ser exigentes quando lá vai a escumalha do norte ou do sul. Mas não, aí são mansinhos.
Deviam malhar era no presidente. O Guimarães com a força que tem não pode formar planteis de m**** como o deste ano. É um clube que investe muito pouco para a dimensão que tem, parece que têm medo de ser felizes.

Não estão com muito dinheiro nesta fase por acaso.


E mesmo não tendo um plantel com a qualidade que já tiveram...exige-se bem mais ao Pedro Martins. Têm o Tondela a um ponto e têm o Boavista à frente, são a quarta pior defesa do campeonato...ridiculo.





O problema não é o dinheiro visto que o presidente disse que investiu 13 milhões em jogadores esta época...Ali ninguem percebe é nada da bola e limitam-se a comprar jogadores de origem duvidosa e de resto safam-se com as dispensas dos grandes
Espero que corra bem o trabalho ao Silas no Belenenses. Para além de grande sportinguista é um excelente profissional
"Eu posso não ter escrito SPORTINGUISTA na testa mas tenho no coração"
Eu também espero que corra bem ou qualquer dia temos 16 equipas do norte na Liga.
Por outro lado filiais do Benfica estão bem é na segunda.
Enquanto a SAD do Belenenses envergonhar o passado do clube e abrir as pernas aos lampiões, estou-me bem a borrifar para a posição que ocupam.
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Espero que corra bem o trabalho ao Silas no Belenenses. Para além de grande sportinguista é um excelente profissional

O Silas falava mta bem na Sporttv. Bom homem. Comentava com imparcialidade. Gostava de o ouvir. Espero que se safe. Parece ter espinha.
Our culture is not for sale..! Sporting Sempre
Espero que corra bem o trabalho ao Silas no Belenenses. Para além de grande sportinguista é um excelente profissional

De certeza que é dos nossos?

É que este fim de semana ele esteve a comentar o Liv-City e fartou-se de chupar o Ederson e o Bernardo... :inde:
Espero que corra bem o trabalho ao Silas no Belenenses. Para além de grande sportinguista é um excelente profissional

De certeza que é dos nossos?

É que este fim de semana ele esteve a comentar o Liv-City e fartou-se de chupar o Ederson e o Bernardo... :inde:
É sportinguista

 :great:
"Eu posso não ter escrito SPORTINGUISTA na testa mas tenho no coração"
Espero que corra bem o trabalho ao Silas no Belenenses. Para além de grande sportinguista é um excelente profissional

De certeza que é dos nossos?

É que este fim de semana ele esteve a comentar o Liv-City e fartou-se de chupar o Ederson e o Bernardo... :inde:
É sportinguista

 :great:

Que lhe corra bem então, menos contra nós, claro.  :mrgreen:

Enquanto a SAD do Belenenses envergonhar o passado do clube e abrir as pernas aos lampiões, estou-me bem a borrifar para a posição que ocupam.

Isso é o *** do Rui Pedro Soares que tem o dom de onde mete a mão só faz m**** sempre em prol de interesses próprios.
Citar
Secretário de Estado do Desporto diz que crispação no futebol se deve à Champions
João Paulo Rebelo rejeitou que "haja um clima de guerra no futebol português", embora tenha condenado os episódios de violência que vão acontecendo em redor da modalidade.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto justificou quarta-feira o clima de crispação no futebol português com o facto de apenas uma equipa entrar directamente na fase de grupos da Liga dos Campeões 2018/19.

João Paulo Rebelo, que falava à margem da 22.ª Gala do Desporto, que decorreu no Casino Estoril, foi confrontado com as acusações por parte do FC Porto, que pediu a demissão do governante, considerando que este não tem condições para exercer a sua função.

"Sinto-me muito confortável nas funções que desempenho. Toda a gente percebeu o que estava em causa com essas declarações. Este é um ano em que há uma competitividade acrescida, uma vez que apenas uma equipa poderá entrar directamente na Champions. Isso acrescenta alguma competitividade no terreno de jogo, mas também fora dele", afirmou.

O secretário de Estado disse que a resolução dos recentes conflitos no futebol nacional, como o caso dos alegados e-mails do Benfica, "não é uma responsabilidade exclusiva do Governo" e frisou que este é um trabalho que deve ser "feito em parceria com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga de clubes".

"No final do ano passado, apresentámos um conjunto de medidas que serão conhecidas publicamente, algumas das quais terão seguimento na Assembleia da República, nomeadamente no que diz respeito à lei da violência no desporto. A FPF tem dado passos importantes para uma tranquilidade no sector e a Liga de clubes tem feito o mesmo. O Governo não se demarca, mas, muitas das vezes, parece que a responsabilidade é única e exclusivamente do Governo, quando não é", vincou.

João Paulo Rebelo rejeitou que "haja um clima de guerra no futebol português", embora tenha condenado os episódios de violência que vão acontecendo em redor da modalidade.

O Público


O pessoal de Guimarães ferve em pouca água e obviamente que qualquer ação destas é indesculpável até porque o verdadeiro culpado é o Júlio Mendes. Esse sim, um presidente que se está a marimbar para o clube que é utilizado para fortes investimentos...em comissões. Há um ano atrás tinham Bruno Gaspar, Josué, Hernâni, Marega ou Soares. Entretanto vejam o que a direção tem feito para suprimir essas ausências...ZERO!! Não chegou ninguém decente ao Berço esta época, um plantel demasiado fraco para quem tem dimensão e o sonho de ultrapassar o Braguinha como quarto grande. E o treinador também não ajuda mas neste caso acho difícil apontar-lhe o dedo quando a defesa sem o Pedro Henrique é constituída por dois centrais de equipas do fundo da tabela (M. Valente e Jubal) e outro reformado (Moreno) e laterais que deixar qualquer com à beira de um ataque de nervos.

Havendo eleições espero que votem acima de tudo em alguém que coloque os interesses do clube em primeiro plano. O futebol português precisa de clubes fortes e o VSC é quem tem maior potencial pela sua massa associativa.
   Mais um clube bengala, por grande massa associativa que tenha, não é diferente dos outros na hora de se vender, como os e-mails já provaram à saciedade. Votam em testas-de-ferro do sistema corrupto instituído, é tudo muito promissor, invariavelmente acabam a penar enquanto eles e outros lucram.
Rui Trindade: "Isto aqui não é a operação lava-jacto, isto é mas é a operação lava-porta-aviões"
HULK VERDE: "Isto já não é a operação lava-porta-aviões, mais parece a operação lava-estação-espacial..."
Citar
Secretário de Estado do Desporto diz que crispação no futebol se deve à Champions
João Paulo Rebelo rejeitou que "haja um clima de guerra no futebol português", embora tenha condenado os episódios de violência que vão acontecendo em redor da modalidade.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto justificou quarta-feira o clima de crispação no futebol português com o facto de apenas uma equipa entrar directamente na fase de grupos da Liga dos Campeões 2018/19.

João Paulo Rebelo, que falava à margem da 22.ª Gala do Desporto, que decorreu no Casino Estoril, foi confrontado com as acusações por parte do FC Porto, que pediu a demissão do governante, considerando que este não tem condições para exercer a sua função.

"Sinto-me muito confortável nas funções que desempenho. Toda a gente percebeu o que estava em causa com essas declarações. Este é um ano em que há uma competitividade acrescida, uma vez que apenas uma equipa poderá entrar directamente na Champions. Isso acrescenta alguma competitividade no terreno de jogo, mas também fora dele", afirmou.

O secretário de Estado disse que a resolução dos recentes conflitos no futebol nacional, como o caso dos alegados e-mails do Benfica, "não é uma responsabilidade exclusiva do Governo" e frisou que este é um trabalho que deve ser "feito em parceria com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga de clubes".

"No final do ano passado, apresentámos um conjunto de medidas que serão conhecidas publicamente, algumas das quais terão seguimento na Assembleia da República, nomeadamente no que diz respeito à lei da violência no desporto. A FPF tem dado passos importantes para uma tranquilidade no sector e a Liga de clubes tem feito o mesmo. O Governo não se demarca, mas, muitas das vezes, parece que a responsabilidade é única e exclusivamente do Governo, quando não é", vincou.

João Paulo Rebelo rejeitou que "haja um clima de guerra no futebol português", embora tenha condenado os episódios de violência que vão acontecendo em redor da modalidade.

O Público



O Funfica matou dois sportinguistas por causa da Champions. A malta está revoltada com as trafulhices do Funfica, com a corrupção do Porco durante 30 anos e com a corrupção do Funfica durante 10 anos, tudo por causa da Champions.

Demissão é pouco. Incompetente.
Citar
Sporting e FC Porto podem bater recorde nacional de jogos em 2017/18

LUÍS SANTOS CASTELO


O Benfica vai ficar longe dos registos dos leões e dos dragões neste âmbito


Caso cheguem longe na Europa, Sporting e FC Porto têm hipótese de estabelecer um novo máximo de jogos realizados por uma equipa portuguesa numa só temporada. De momento, este recorde pertence ao FC Porto de André Villas-Boas (58 partidas), mas existe a hipótese de essa marca ser superada por uma ou mesmo pelos dois rivais. O Benfica está fora desta 'corrida' desde que foi eliminado das Taças e das competições europeias.

Este cenário é mais provável para os leões, que participam na Liga Europa. Mesmo que sejam eliminados nas meias-finais da prova continental, da Taça de Portugal e da Taça da Liga, os jogadores de Jorge Jesus vão chegar ao fim de 2017/18 com 54 partidas nas pernas e vão ser, pelo menos, a terceira equipa de sempre com mais jogos numa época na história do clube, mas há a possibilidade do Sporting atingir os 63 jogos no total. Para isso acontecer, o grupo de Alvalade terá de chegar à final da Taça da Liga e da Taça de Portugal (eliminando o FC Porto em ambas), assim como ao derradeiro jogo da Liga Europa. Contudo, o Sporting precisa de "apenas" 59 jogos para bater o recorde, o que faz com que a equipa possa ficar na história mesmo que seja eliminada nos quartos-de-final da Liga Europa ou que não garanta lugar na final das taças domésticas.

No caso do FC Porto, as coisas complicam-se porque a competição europeia em questão é a Liga dos Campeões. Os dragões vão fazer um mínimo de 52 jogos em 2017/18, aos quais podem juntar mais sete: a final da Taça de Portugal, a final da Taça da Liga e as rondas da Liga dos Campeões para além dos oitavos-de-final, onde os azuis e brancos já garantiram presença. No total, o conjunto de Sérgio Conceição pode chegar aos 59 jogos, exatamente mais um que a equipa de 2010/11. Nesse sentido, os dragões estão 'obrigados' a chegar a todas as finais se quiserem superar o atual recorde.



Mas Sporting e FC Porto podem bater os dois o recorde. Isso vai acontecer se os nortenhos eliminarem os lisboetas nas duas Taças, chegarem à final da Liga dos Campeões e se o Sporting chegar, pelo menos, às meias-finais da Liga Europa. Caso esta conjugação de resultados se confirme, o Sporting vai terminar 2017/18 com 60 partidas e o FC Porto com 59, o que colocaria as duas formações nos dois primeiros lugares da história das equipas com mais jogos numa época no futebol português.

Por fim, o Benfica. Os encarnados estão fora desta luta desde que foram eliminados de todas as provas (exceto Liga). A equipade Rui Vitória já sabe, com toda a certeza, o número de jogos que vai fazer em toda a temporada 2017/18: 47, graças às 16 jornadas do campeonato que faltam jogar que vão ser somadas aos 31 jogos que já foram realizados pelas águias.

Sporting
33 jogos realizados/pode chegar aos 63
Mínimo de jogos possível - 54
- 33 já realizados
- 16 para a Liga
- 2 para a Liga Europa
- 2 para a Taça de Portugal
- 1 para a Taça da Liga

Máximo de jogos possível - 63
- 33 já realizados
- 16 para a Liga
- 9 para a Liga Europa
- 3 para a Taça de Portugal
- 2 para a Taça da Liga

FC Porto
30 jogos realizados (não contando com o Estoril Praia-FC Porto)/pode chegar aos 59
Mínimo de jogos possível - 52
- 30 já realizados
- 17 para a Liga
- 2 para a Liga dos Campeões
- 2 para a Taça de Portugal
- 1 para a Taça da Liga

Máximo de jogos possível - 59
- 30 já realizados
- 17 para a Liga
- 7 para a Liga dos Campeões
- 3 para a Taça de Portugal
- 2 para a Taça da Liga

Benfica
31 jogos realizados/vai chegar aos 47
Jogos até ao final da temporada - 47
- 31 já realizados
- 16 para a Liga


Bancada


É aqui que se comenta a conferência de imprensa do Abel?

 :sleep: :sleep: :sleep: :sleep: :sleep: :sleep: :sleep: :sleep: :sleep: :sleep: :sleep:

 :boohoo: :boohoo: :boohoo: :boohoo: :boohoo: :boohoo: :boohoo: :boohoo: :boohoo:
 O Abel é um treinador rançoso pela forma que saiu de cá. Preocupe-se mais com a casa onde está, com a sua equipa e que se deixe de possíveis mindgames da treta.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Pazes feitas em Guimarães...





GUIMARÃES 2012 - A cultura do mundo numa só cidade...
www.sportingateamorte.blogspot.com
O que o Abel e Salvador estão a conseguir o que querem... Tempo de antena.

O que o Abel diz é tão relevante como o que diz o Professor Neca, e o Agricultor tão importante como o Carlos Pinho.
.l.
Voltou a vontade ao Braga!

Já ganha 0-2 em Portimão aos 10 minutos.