Jornal do Sporting

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Citar
MELHOR ARRANQUE DOS ÚLTIMOS 27 ANOS EM DESTAQUE
Por Jornal Sporting
30 Ago, 2017
JORNAL SPORTING
Edição desta quinta-feira analisa ao pormenor o "diabólico" (mas positivo) mês de Agosto da equipa de Jorge Jesus
Esta história não se contava há 27 anos. Com a vitória por 2-1 frente ao Estoril, descrita por Hugo Alegre, o Sporting CP iguala o arranque de 1990/91 com Marinho Peres. Um início de temporada muito positivo e analisado ao pormenor pelo jornalista Frederico Bártolo nas páginas 12 e 13. A este trabalho, juntou ainda o 'Adeus aos remakes do Missão Impossível', que é como quem diz: olhar sem medos os adversários da Liga dos Campeões (Juventus, Barcelona e Olympiakos), pois defende que "estar entre os melhores do Mundo implica competir a um nível de excelência". Os 11 base, as principais dificuldades esperadas e os sistemas tácticos dos nossos adversários estrangeiros (página 5).

Fechando o capítulo do futebol, entra em cena o Sporting Paralympics. Márcia Ferreira, directora-geral do departamento, explicou a passagem de duas para 12 modalidades em apenas três anos. A forte aposta do Clube nesta secção - mais de 150 atletas - faz com que os leões sejam a maior potência mundial, algo reconhecido por vários países.
 
As chamadas de capa terminam com o bronze de Marta Onofre nas Universíadas de Taipé. A atleta leonina de 26 anos terminou a prova de salto em vara com a mesma marca da primeira classificada (4.40 metros), Iryna Zuk. No entanto, no factor de desempate, valeu o facto de Marta só ter conseguido atingir a marca à segunda tentativa, acabando assim por ocupar o terceiro lugar do pódio. As reacções foram escritas por Pedro Figueiredo na página 21. Estes e outros assuntos do universo verde e branco no semanário de 31 de Agosto de 2017.
 

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/jornal-sporting/2017-08-30/melhor-arranque-dos-ultimos-27-anos-em-destaque
Citar

VARDADE DESPORTIVA
Por Jornal Sporting
31 Ago, 2017
JORNAL SPORTING
Editorial do Director do Jornal Sporting na edição n.º 3639
A contragosto, com muitas resistências e desconfianças por parte de alguns, o VAR (vídeo-árbitro) foi introduzido esta época na Primeira Liga, tendo o nosso Clube sido um dos seus principais entusiastas e um dos que mais se bateu, e bate, pelo recurso às novas tecnologias que possam auxiliar o trabalho dos árbitros, contribuindo para a verdade desportiva.

Cada jornada que passa, e já vamos na quarta, é por de mais evidente o contributo do vídeo-árbitro, rectificando ou ratificando decisões, ou alertando as equipas de arbitragem para lances que estas não conseguem descortinar. O jogo do último domingo em Alvalade foi, com o contributo do VAR e no que respeita à emoção, electrizante, provocando “picos cardíacos”.

Aqueles que olham, cepticamente, para o VAR e o acusam de retirar emoção ao jogo e à festa do golo tiveram uma demonstração de que assim não é. A emoção existe e a incerteza também, só que agora de forma diferente. No entanto, não tão diferente assim, uma vez que não foram poucas as situações em que, sem tecnologias auxiliares, uma equipa e seus adeptos celebraram um golo e, segundos depois, o VAR chamou o árbitro principal pelo auricular e ele anulou o golo. O que agora temos acaba por ser o mesmo mas com recurso à tecnologia e com a redução do grau de erro. Por ter assistido à malfadada final da Supertaça de andebol (vitória justa do ABC), que teve lugar na cidade de Mêda, não pude assistir ao vivo à partida frente ao Estoril Praia pelo que o acompanhei através do relato na rádio, na viagem de regresso a Lisboa. A emoção, a incerteza, a frustração e o rejubilar foram condimentos que o VAR não roubou, antes pelo contrário, neste caso em concreto, até exacerbou.

Nos últimos minutos do jogo Sporting 2 – Estoril 1, Bast Dost converte um excelente golo de cabeça e mata o jogo, os jogadores celebram e os adeptos exaltam…não, não é golo, o VAR anula por posição irregular de Piccini no início da jogada, assinalando, e bem, o respectivo fora-de-jogo. Poucos instantes depois, contra-ataque do Estoril e balde de água fria em Alvalade, os canarinhos igualam nos segundos finais o marcador, no relvado os jogadores da “Linha” saltam e abraçam-se euforicamente enquanto que nas bancadas, no rosto dos nossos adeptos, e no relvado, no dos nossos jogadores, o ar de desalento não poderia ser maior. Jorge Jesus exprime gestual e energicamente no banco de suplentes todo o seu desagrado… morrer na praia com o Estoril. “Calma!” diz o relatador, “fizeram-me aqui sinal de que poderá ter existido fora-de-jogo…e há mesmo, o VAR anula o golo. É impressionante, grita-se em Alvalade como se se tivesse marcado um golo!!!”.

A VARdade é a verdade desportiva que aqui permitiu que a justiça do resultado fosse reposta, com duas situações, uma para cada lado, pela mesma irregularidade e ambas correctas. E se não houvesse VAR, como seria?

Se o vídeo-árbitro tem muitas virtudes, a sua utilização parece não aproveitar todo o seu potencial com algumas cores (será o VAR daltónico?), conseguindo ter uma visão de águia em lances dificílimos de escrutinar e de cegueira completa em lances à vista de toda a gente. Se já nos impressiona a equipa de arbitragem não assinalar esses lances, será que os competentes árbitros que estão em frente ao écran têm a tecnologia aVARiada?

Apenas uma simples coincidência, por certo, o apagão do VAR em quatro jogos consecutivos, relativamente a Eliseu. Eu, que também ando de moto, posso-vos assegurar que ele não joga de Vespa. Andei na tropa e sei bem que ele é um blindado e com lagartas, que passa por cima de tudo e de todos destruindo tudo à sua volta, e fica incólume porque…é blindado! Agora quem… deixo este quiz para os nossos leitores resolverem. E a agressão de Pizzi sobre Francisco Geraldes, o que dizer?

Boa leitura!

P.s. Em tempo de paragem para os trabalhos da Selecção Nacional é com agrado que mais uma vez registamos que somos o Clube que mais jogadores cede (seis) e aquele que mais jogadores formou (12). Ao fim das quatro primeiras jornadas, continuamos invictos e na liderança do campeonato, depois de termos assegurado o apuramento para a fase de grupos da Champions. Para quem está em crise e em guerrinha permanente, nada mau, pois não?

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/jornal-sporting/2017-08-31/vardade-desportiva
A tabela com as transferências não vem publicitada na capa, talvez só para a semana?


A tabela com as transferências não vem publicitada na capa, talvez só para a semana?


Já o estive a ler. Não vêm lá nada ainda. Pra semana se calhar..
SER SPORTINGUISTA E SER LEÃO, É TER GARRA E EMOÇÃO!
ola. estou a tentar renovar a minha subscricao online, que expirou em Agosto, e qd estou a fazer checkout na loja verde apenas me da a hipotese de pagar por paypall. Alguem sabe como pagar com cartao de credito. Estou no R.U. e tenho sempre pago o jornal com cartao, mas desta vez parece que so tem as modalidades de paypall ou MB e embora no checkout do carrinho apareca Visa, quando clicas continuar, vai direto para a pagina da paypall

qualquer ajuda, fico muito agradecido :)
-- Até a minha cozinha é verde e branca --
Citar
SUPERTAÇAS CONQUISTADAS SÃO DESTAQUE DO JORNAL SPORTING
Por Jornal Sporting
07 Set, 2017
JORNAL SPORTING
Futebol feminino e futsal merecem a manchete do semanário que também conta com uma entrevista exclusiva a Battaglia
O fim-de-semana foi marcado pelas conquistas das Supertaças das equipas de futebol feminino e de futsal, respectivamente frente ao Sp. Braga e ao Benfica, e o Jornal Sporting, como não podia deixar de ser, esteve presente e apresenta os dois triunfos como manchete da edição disponível a partir desta quinta-feira.

Além dos dois títulos ganhos, também a equipa de andebol se destacou ao conseguir a qualificação para a fase de grupos da EHF Champions League e, nesse sentido, há espaço de capa reservado para a equipa de Hugo Canela, ao lado da entrevista exclusiva a Rodrigo Battaglia.

Para ler os trabalhos respectivos a estes e outros temas que marcam a actualidade verde e branca pode encontrar o Jornal Sporting, como habitual, em qualquer banca a partir desta quinta-feira.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/jornal-sporting/2017-09-07/supertacas-conquistadas-sao-destaque-do-jornal-sporting
Citar

NO TOPO DA EUROPA
Por Jornal Sporting
07 Set, 2017
JORNAL SPORTING
Editorial do Director do Jornal Sporting na edição n.º 3640
Futebol, Andebol, Futsal e Hóquei Patins, quatro modalidades, das chamadas profissionais, vão estar no palco maior da Europa a disputar as respectivas Champions. Trata-se da primeira vez que um clube Português disputa a Liga Europeia com a totalidade das suas modalidades profissionais existentes na época transacta. O voleibol não é considerado, pois só irá regressar esta época desportiva. Ter equipas competitivas exige naturalmente esforço e… financiamento. Nas modalidades de pavilhão, o investimento vem sobretudo da receita de quotização e bilhética pelo que se queremos continuar a este nível temos de perceber que temos que dar também o nosso contributo para cumprir todos os nossos sonhos.

As equipas de futsal e hóquei em patins qualificaram-se directamente. No primeiro caso por se ter sagrado campeã nacional e no segundo por se ter classificado nas primeiras quatro posições. Futebol e andebol tiveram de disputar a pré-qualificação. No futebol como é sabido frente ao Steaua de Bucareste (empate caseiro 0-0 e vitória em Bucareste por 5-1) e no andebol, através de dois jogos disputados – o primeiro frente aos finlandeses do Cocks (31-27) e o segundo contra os eslovacos do Alpla HC Hard (35-34). Se no futebol é sabido que não teremos vida fácil, com jogos frente ao Barcelona, Juventus e Olympiacos, no andebol também não, integrados que estamos no grupo D da Liga dos Campeões, onde enfrentamos adversários como HC Metalurg, Montpellier HB, HC Motor Zaporozhye, Besiktas Mogaz HT e Chekhovskie Medvedi.

Mas a presença europeia nas competições de topo felizmente não se confina só a estas modalidades, já que poderemos também assistir às provas de Atletismo, Ténis de Mesa, Goalball…

Esta presença expressiva e eclética faz jus à visão do nosso fundador, José Alvalade, de fazer do Sporting Clube de Portugal “um Clube tão grande, como os maiores da Europa”. A contribuir para este desígnio estará sem dúvida uma das “jóias da coroa”, o Pavilhão João Rocha que ontem viveu um dia histórico com o seu primeiro jogo oficial, tendo a nossa equipa de andebol a honra de o disputar num encontro que teve como oponente o Fafe (resultado final ainda desconhecido quando escrevo este texto). Num ambiente fantástico e de orgulho leonino, a nossa equipa sénior, antes do início do jogo, recebeu no centro do terreno de jogo do nosso pavilhão das modalidades, o Troféu de Campeão Nacional 16/17.

No próximo sábado mais uma modalidade se estreia no pavilhão João Rocha. Será a vez da equipa sénior masculina de futsal, num embate frente aos Leões de Porto Salvo, e por certo mais uma enchente, com o apoio incansável do nosso camisola 12 a partir das bancadas. Mas antes, na sexta-feira, a equipa de futebol terá uma deslocação à Cidade da Feira, para uma disputa com a equipa local, o Feirense, onde o objectivo é a conquista dos três pontos que nos garanta a manutenção da liderança e a motivação redobrada para o jogo da próxima terça-feira na Grécia, frente ao Olympiacos, o primeiro da fase de grupos da Champions.

No passado dia 31 de Agosto terminou a primeira janela de transferências que assistiu a um mercado, como sempre, muito activo. Este período que irrompe pela época adentro, criando inevitável instabilidade nos mais diversos agentes desportivos, viu finalmente o seu término. No que respeita ao nosso Clube, este coincidiu com a transferência de Adrien Silva para o Leicester. Adrien não é um jogador qualquer, é um leão em que a sua própria vida se confunde com a do Clube. Não foi à toa o nosso Capitão! Saiu para cumprir um desejo legítimo, actuar na Premier League de Inglaterra. Adrien, como o Presidente Bruno de Carvalho já afirmou publicamente, teve um comportamento exemplar em todo este processo, pelo que não só por isto, mas também, queremos desejar a Adrien Silva toda a sorte do mundo, a nível pessoal e profissional, fazendo votos para que o possamos reencontrar no final do campeonato para erguer o troféu de campeão pelo nosso Clube. Um título que também será seu. Esta é e será sempre a tua casa. Boa sorte, Adrien!

Boa leitura!

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/jornal-sporting/2017-09-07/no-topo-da-europa
No Jornal do Sporting desta semana, ainda não são revelados os valores das transferencias( a minha curiosidade particular reside apenas na venda do Adrien).
bem, entretanto recebo uma carta em casa pra renovar a assinatura do jornal. boa! so que nao tenho conta em pt nem acesso ao rede muktibanco.

e no site, nao consigo pagar com visa?! leva-me directo a pagina da paypall??

mais alguem que n consegue comprar o jornal online?
-- Até a minha cozinha é verde e branca --
bem, entretanto recebo uma carta em casa pra renovar a assinatura do jornal. boa! so que nao tenho conta em pt nem acesso ao rede muktibanco.

e no site, nao consigo pagar com visa?! leva-me directo a pagina da paypall??

mais alguem que n consegue comprar o jornal online?

Penso que ha. Tens é de ver com atenção pois os botões estão de lado e tens la carregar pra alterar forma pagamento. Eu a primeira vez também estava com problema parecido mas depois retrocedi e vi com mais atenção e estavam la outras opções
SER SPORTINGUISTA E SER LEÃO, É TER GARRA E EMOÇÃO!
bem, entretanto recebo uma carta em casa pra renovar a assinatura do jornal. boa! so que nao tenho conta em pt nem acesso ao rede muktibanco.

e no site, nao consigo pagar com visa?! leva-me directo a pagina da paypall??

mais alguem que n consegue comprar o jornal online?

Penso que ha. Tens é de ver com atenção pois os botões estão de lado e tens la carregar pra alterar forma pagamento. Eu a primeira vez também estava com problema parecido mas depois retrocedi e vi com mais atenção e estavam la outras opções

Obrigado pela resposta, mas nao sei. O que consigo ver no checkout sao  2 botoes. Imagens anexa, e clicando o botao da esquerda, leva-me para aqui: https://www.paypal.com/cgi-bin/webscr?cmd=_express-checkout&token=EC-3H560342YB288982L#/checkout/login

nao entendo?? nao abre uma opcao para pagar com visa!!!!

tou tao cansado destes sites!

ganhando o euromilhoes este fds, dou um novo site ao Sporting,
-- Até a minha cozinha é verde e branca --
A aplicação PayPal também permite não usar a conta PayPal escolhendo, em vez dela, um cartão de crédito.

« Última modificação: Setembro 14, 2017, 17:19 pm por vpretop »
Citar

VITÓRIAS DA SAD E DO FUTEBOL EM DESTAQUE
Por Jornal Sporting
13 Set, 2017
JORNAL SPORTING
Além da manchete, a estreia do Pavilhão João Rocha e a presença massiva do Clube em oito modalidades na Champions são realçados na primeira página
Em semana de vitórias emotivas da equipa sénior de futebol, a única dificuldade que o Jornal Sporting sentiu foi a de encaixar todos os temas de destaque na primeira página do semanário que sai nesta quinta-feira: por isso, esta foi uma capa eclética e com vários temas quentes.

Os resultados do Relatório e Contas da Sporting SAD, relativo ao exercício de 2016/17, que contabilizam a maior facturação da história com 173 milhões de euros; as vitórias da equipa de Jorge Jesus em Santa Maria da Feira e em Atenas por 3-2; e a estreia do Pavilhão João Rocha acabaram por ser os temas de maior relevo da actualidade leonina, mas não apenas os que foram abordados nesta edição.

Com oito equipas na Liga dos Campeões das respectivas modalidades, o Sporting CP é o mais eclético Clube da Europa e o Jornal Sporting aborda o feito com uma reportagem de duas páginas. Além das chamadas de capa, o semanário verde e branco conta, como sempre, com toda a actualidade leonina, da formação do futebol à estreia do futsal, passando por uma reportagem sobre os 500 jogos de Deo e de uma despedida sentida a Maria xe Lourdes Borges de Castro, Sócia n.º 4, que partiu – sem nos deixar – na passada sexta-feira.

A não perder nas bancas a partir desta quinta-feira.

 
http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/jornal-sporting/2017-09-13/vitorias-da-sad-e-do-futebol-em-destaque
Citar

O CÉU É VERDE
Por Jornal Sporting
14 Set, 2017
JORNAL SPORTING
Editorial do Director do Jornal Sporting na edição n.º 3641
Foi um fim-de-semana triste, não só para mim mas como para todos os familiares, amigos, para todos os Sportinguistas, para quem se cruzou com Maria de Lourdes Borges de Castro. A nossa amiga e consócia n.º 4 deixou-nos na passada sexta-feira, dia em que defrontámos e ganhámos no último minuto ao Feirense. A estrelinha já brilhava no céu a olhar para o seu/nosso Sporting, a reluzir, mas eu já não recebi o seu telefonema…

Sou um privilegiado por ter tido a felicidade de privar e ter tido como amiga Maria de Lourdes Borges de Castro. Uma referência e sem qualquer tipo de dúvidas um exemplo a seguir enquanto monumento à vida. Uma das figuras mais jovens, frontal, vibrante e destemida que conheci. Com os seus 94 anos continuava com uma linha de raciocínio e de afirmação dos seus ideais e convicções, de forma ímpar. Disso fez, uma vez mais, prova quando nos vimos pela última vez, uns dias antes da sua partida, na visita que lhe fiz na companhia do Presidente Bruno de Carvalho que carinhosamente tratava por “namorada”.

Consciente do seu estado de saúde e já de muitas privações, não deixou por isso e com muita lucidez de lançar alertas ao seu “namorado” para que ele estivesse atento e assim se proteger. Conhecedora como ninguém da história e vivência do nosso Clube, das suas personagens e actores, foi dizendo, “oh Bruno esse não gosta de si…”, “esse sempre foi fraca figura…” ou então, “esse nunca foi de confiança…”. Mas também discorreu sobre outros feitos do seu Sporting e sobre o Pavilhão João Rocha que queria visitar pois toda a gente lhe dizia que estava muito bonito pelo que já tinha combinado com o seu amigo José Estorninho (nosso Conselheiro Leonino e presidente do Grupo Stromp) ir visitá-lo.

Percebemos que não seria fácil, pelo que o Presidente Bruno de Carvalho combinou comigo fazer-lhe chegar fotos ampliadas em A3 – já que não poderia ir ao Pavilhão, iria este ter consigo. Confidenciou-nos o seu filho Humberto que lhe mostrou as fotos, lhe explicou os diversos pormenores, seguindo a explicação com muita curiosidade e interesse, exclamando: “é muito bonito!”.

Falávamos frequentemente e impressionava-me como uma pessoa com a sua idade e que tantas convulsões históricas viveu ao longo da vida se adaptava com tal facilidade, nomeadamente às tecnologias. Sempre actualizada, não foram poucas vezes em que me ligou e me questionava: “meu querido (como carinhosamente me tratava e que eu retribuída com igual afecto) já viu esta notícia?” Por vezes desconhecendo e disso lhe dava conta, de imediato me dizia: ”Vou já enviar-lhe por e-mail”. Achava uma delícia...

Maria de Lourdes Borges de Castro dispensa qualquer tipo de apresentações e a sua vida fala por si. No Sporting Clube de Portugal foi, e este para si, tudo. Atleta, dirigente, tendo sido a primeira Senhora eleita Conselheira Leonina. Entre outras, recebeu a mais alta distinção do Clube do seu coração, o “Leão de Ouro com Palma”, cuja entrega foi feita no decorrer da Gala Honoris Sporting, na companhia de outro distinguido, o seu grande amigo João Salvador Marques, o nosso Sócio n.º1.

No Jornal Sporting manteve durante anos uma coluna intitulada ”Verde Rosa” que mais tarde veio por minha iniciativa a ser alterada para “Maria Sporting”. Quando lhe fiz esta surpresa, ligou-me a agradecer como a sua esmerada educação. Determinada, e muito feliz questiona-me: “sabe que este era o nome com que gostaria de ter sido baptizada?” Sabia sim, minha querida…

Já debilitada fisicamente assinou um atestado de responsabilidade e ninguém a conseguiu demover para poder cumprir o seu direito de voto nas últimas eleições. Com igual determinação deixou também uma mensagem, confiada à sua prima Maria Emília, em envelope fechado, na condição de ser apenas aberta e lida quando partisse e assim foi…  transcrevo um enxerto (publicado na integra na última página do nosso Jornal):

“Quando eu partir
Recordem o que fui dia-a-dia
que sempre que caí, me levantei,
que contra a injustiça
me insurgi e lutei,
que fui frontal, vibrante, destemida,
sem recear a Morte
e sempre amar a Vida”

Assim será… até sempre minha Querida!

Boa leitura!


http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/jornal-sporting/2017-09-14/o-ceu-e-verde
Citar
EXISTEM CLUBES ECLÉTICOS… E DEPOIS EXISTE O SPORTING
Por Jornal Sporting
14 Set, 2017
JORNAL SPORTING
Sabe o número de modalidades que o Clube irá ter a competir na Champions? Andebol, futsal, goalball, hóquei, futebol, judo, atletismo e ténis de mesa. Um hino ao ecletismo, algo que honra a tão famosa frase do fundador e primeiro Sócio leonino
Evocar a frase de José Alfredo Holtreman Roquette, mais conhecido por José Alvalade, nunca será um cliché. Ser tão grande quanto os maiores da Europa é algo que ‘corre no sangue’ do Sporting Clube de Portugal. A expressão que saiu da boca do fundador e primeiro Sócio do Clube vai ganhando forma em dados estatísticos ano após ano, tendo atingindo novos números na temporada 2017/2018. Pela primeira vez – e esta indicação já não sai do ouvido –, o Sporting irá ter oito (8, eight, ocho, huit, acht) modalidades a disputarem as respectivas Champions. São elas: andebol, futsal, goalball, hóquei em patins, futebol, judo, atletismo e ténis de mesa. Esta contabilidade permite aos leões agigantarem-se no capítulo do ecletismo diante do mais medalhado de sempre: o Barcelona, que concorre ‘somente’ no andebol, futsal, hóquei em patins, futebol e basquetebol.

Rui Caeiro, membro do Conselho Directivo com a tutela das  modalidades, analisou o feito, fazendo referência à bonita conjugação cósmica que se proporcionou. “O ataque das modalidades à época 2017/2018 acaba por ser o culminar da fantástica temporada anterior. Ao ultrapassarmos o Barcelona, assumimos a qualidade indiscutível dos nossos atletas e o topo do ecletismo mundial”, começou por referir o dirigente verde e branco, abordando depois a seguinte coincidência. “Parece que tudo se conjugou. No ano em que inauguramos o nosso Pavilhão, um palco privilegiado para receber grandes equipas e assistir a excelentes jogos, temos a maior representação europeia”, vincou.

(este é um excerto de uma reportagem de duas páginas que pode ler na edição n.º 3641 do Jornal Sporting, que esta quinta-feira saiu para as bancas)

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/jornal-sporting/2017-09-14/existem-clubes-ecleticos-e-depois-existe-o-sporting

A aplicação PayPal também permite não usar a conta PayPal, escolhendo em vez dela, um cartão de crédito.


Obrigado pelo post @vpretop, fui novamente ver e esta bem escondido, 3 niveis abaixo.
anexei aqui um capture das paginas, porque é uma cagada.

Podem ver que nao apresenta opcao de pagamento por cartao automaticamente, apenas login paypay / ou guest.
É preciso clicar no guest para ai sim, ver a opcao de pagamento por cartao. Mas é preciso clicar outra vez pra abrir os tabs de visa...  nada facil. Muito mal pensado isto. Espero que o Sporting esteja a receber um kickback do paypal por estar a fomentar a criacao de contas desnecessarias.
-- Até a minha cozinha é verde e branca --
Citar

"SEM CEDÊNCIAS" NA LIGA NOS DÁ MANCHETE
Por Jornal Sporting
20 Set, 2017
JORNAL SPORTING
Tondela em Alvalade foi a sexta vitória em seis jornadas da equipa de futebol. Destaque no Jornal Sporting desta semana também para Dorian Keletela, o congolês refugiado que é atleta do Sporting CP, bem como os quadros do fecho de mercado de Verão
Esta semana, o Jornal Sporting abre a sua edição com duas páginas dedicadas ao mercado de transferências, explicando ao detalhe todas as suas transacções onde os negócios com Real Madrid, Barcelona e Roma são destacados, assim como os empréstimos em valorização do Sporting CP.

Nas páginas centrais da edição desta quinta-feira é contada a história de Dorian, o menino refugiado que agora veste de verde e branco. Mas claro, não é esquecida a crónica do jogo em que a equipa sénior leonina conseguiu a sua 6.ª vitória consecutiva no campeonato. Para além das chamadas da capa, o semanário verde e branco conta ainda com a entrevista ao capitão de equipa de hóquei em patins, João Pinto, e a Carlyn Baldwin, jogadora da equipa feminina de futebol sénior.

A não perder nas bancas a partir desta quinta-feira.


http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/jornal-sporting/2017-09-20/sem-cedencias-na-liga-nos-da-manchete